Pois a boca fala do que

está cheio o coração.

—Mateus 12:34

Quantas mulheres e homens, especialmente aqueles que são chefes de família, caem naquilo que eu descrevo como “Mentalidade de Pobreza”. Famílias grandes são assoladas por este mal. A Mentalidade de Pobreza, basicamente, é quando a frase “Não tenho condições disso.” toma conta do vocabulário da pessoa e logo entra em seu coração.

“Pois a boca fala do que está cheio o coração.” Mateus 12:34

É tão fácil cairmos nesta mentalidade, nesta fortaleza mental, especialmente quando você paga as contas e começa a assumir as finanças, ou se agora você estiver tentando “passar” com um salário em vez de dois como antes. Ela pode te atingir quando você olha para o que os papéis do divórcio dizem que você vai receber, ou o que terá que pagar, ou como aconteceu comigo, quando você soma a dívida da sua família na esperança de conseguir pagar empréstimos que você não fez, mas que agora terá que honrar.

Sim, esta é uma armadilha do inimigo porque vai contra a Escritura e contra a natureza do nosso Pai. Não estou tentando ser “espiritualmente bizarra” aqui e encorajando a mim mesma ou a ninguém a sair comprando tudo que quisermos porque o nosso “Papaizinho Bonzinho” vai pagar! Mas não devemos ser como o mundo e nos preocuparmos com a maneira como vamos conseguir sobreviver financeiramente, quando a Bíblia promete que Ele cuidará de todas, e não de apenas algumas das nossas necessidades!

“O meu Deus suprirá todas as necessidades de vocês, de acordo com as suas gloriosas riquezas em Cristo Jesus.” – Filipenses 4:19

Deus diz que sem fé é impossível agradá-Lo (Hebreus 11:6), mas nós continuamos dizendo a todo mundo, “Nós não temos condições de ter isso.” ou “ Eu não sei como nós vamos fazer.”. Isso é um tapa no rosto do nosso Pai celestial!

Como você se sentiria se o seu filho ou filha saísse falando para os amigos ou fosse para a escola dizendo para todo mundo que eles não sabem se vão ter o que almoçar na semana que vem? Ou dizendo que você não pode comprar o par de sapatos que eles precisam? Como você se sentiria se eles te envergonhassem dessa maneira? E o que as pessoas pensariam de você, se claro, você tivesse condições de prover para os seus filhos?

Isso é o mesmo que acontece quando você envergonha o seu Pai e/ou Marido. Você O envergonha dizendo as pessoas que, embora você seja uma filha de Deus (é o que você professa a todos) ou a noiva do Senhor dos Exércitos, Ele é incapaz ou não está disposto a prover o que você precisa; você diz que mal consegue sobreviver e não sabe de onde vai tirar o dinheiro que necessita. Isto só tem que ser um tapa doloroso na face Daquele a quem você professa amar e confiar.

Talvez você não fique falando com todo mundo, e guarde para si mesma, mas a sua aparência grita isso para todos! As suas roupas estão velhas porque faz anos que você não compra nada novo. Você deixa as raízes do seu cabelo crescer, você não o corta com a frequência necessária. O seu carro está cheio de lixo e imundo por fora. Você deixou a sua aparência acabar porque você disse a si mesma que não tem dinheiro suficiente para comprar sapatos para os seus filhos. Você é o retrato da pobreza, mesmo tendo um Pai e/ou Marido que possui tudo que você precisa e deseja prover se você apenas confiar Nele!

Você precisa cuidar do que possui (incluindo a sua aparência): seu lar, sua grama, o seu carro (por dentro e por fora) e os seus filhos. E quando você precisar de alguma coisa, ou mesmo desejar alguma coisa, simplesmente peça a Deus o Pai ou ao seu Marido Celestial. Ele está esperando apenas que você peça! Ele quer te abençoar com coisas boas, contanto que você cuide do que Ele te dá. O que Ele pede é apenas que você dê a Ele toda a glória, contando às outras pessoas como Ele é maravilhoso! Se você fizer isso, logo descobrirá que as pessoas que você conhece também vão desejar ter um relacionamento com Ele! Mas a maioria dos Cristãos tende a esquecer quem lhes deu as bênçãos porque eles se concentram em ganhar dinheiro em vez de apenas permitindo que Deus faça aquilo que Ele disse que faria!

“Portanto, não digas no teu íntimo: ‘A minha força e o poder do meu braço me conquistaram estes bens e riquezas’. Antes, te recordarás do Senhor teu Deus, porque é Ele o que te dá força e capacidade para gerar riqueza, confirmando a Aliança que jurou a teus pais, conforme hoje se constata claramente.” Deuteronômio 8: 17-18.

Se você estiver pronta para fazer um compromisso com SENHOR sobre o que você leu, clique em seu DIÁRIO, assim você concorda que está pronta para registrar esta próxima parte da sua Jornada de Restauração no formulário "Meu Diário". Não se apresse, sente-se, pegue seu café ou chá e derrame seu coração em seu Diário.

Como “As mulheres mais velhas também ... ensinam o que é bom, para ENCORAJAR as moças…” (Tito 2:3), você terá a oportunidade de falar com as mulheres mais jovens que ainda são solteiras como parte de seu ministério.