Compartilhar é cuidar!

Pois a boca fala do que

está cheio o coração.

—Mateus 12:34

Quantas mulheres e homens, especialmente aqueles que são chefes de família, caem naquilo que eu descrevo como “Mentalidade de Pobreza”. Famílias grandes são assoladas por este mal. A Mentalidade de Pobreza, basicamente, é quando a frase “Não tenho condições disso.” toma conta do vocabulário da pessoa e logo entra em seu coração.

“Pois a boca fala do que está cheio o coração.” Mateus 12:34

É tão fácil cairmos nesta mentalidade, nesta fortaleza mental, especialmente quando você paga as contas e começa a assumir as finanças, ou se agora você estiver tentando “passar” com um salário em vez de dois como antes. Ela pode te atingir quando você olha para o que os papéis do divórcio dizem que você vai receber, ou o que terá que pagar, ou como aconteceu comigo, quando você soma a dívida da sua família na esperança de conseguir pagar empréstimos que você não fez, mas que agora terá que honrar.

Sim, esta é uma armadilha do inimigo porque vai contra a Escritura e contra a natureza do nosso Pai. Não estou tentando ser “espiritualmente bizarra” aqui e encorajando a mim mesma ou a ninguém a sair comprando tudo que quisermos porque o nosso “Papaizinho Bonzinho” vai pagar! Mas não devemos ser como o mundo e nos preocuparmos com a maneira como vamos conseguir sobreviver financeiramente, quando a Bíblia promete que Ele cuidará de todas, e não de apenas algumas das nossas necessidades!

“O meu Deus suprirá todas as necessidades de vocês, de acordo com as suas gloriosas riquezas em Cristo Jesus.” – Filipenses 4:19

Deus diz que sem fé é impossível agradá-Lo (Hebreus 11:6), mas nós continuamos dizendo a todo mundo, “Nós não temos condições de ter isso.” ou “ Eu não sei como nós vamos fazer.”. Isso é um tapa no rosto do nosso Pai celestial!

Como você se sentiria se o seu filho ou filha saísse falando para os amigos ou fosse para a escola dizendo para todo mundo que eles não sabem se vão ter o que almoçar na semana que vem? Ou dizendo que você não pode comprar o par de sapatos que eles precisam? Como você se sentiria se eles te envergonhassem dessa maneira? E o que as pessoas pensariam de você, se claro, você tivesse condições de prover para os seus filhos?

Isso é o mesmo que acontece quando você envergonha o seu Pai e/ou Marido. Você O envergonha dizendo as pessoas que, embora você seja uma filha de Deus (é o que você professa a todos) ou a noiva do Senhor dos Exércitos, Ele é incapaz ou não está disposto a prover o que você precisa; você diz que mal consegue sobreviver e não sabe de onde vai tirar o dinheiro que necessita. Isto só tem que ser um tapa doloroso na face Daquele a quem você professa amar e confiar.

Talvez você não fique falando com todo mundo, e guarde para si mesma, mas a sua aparência grita isso para todos! As suas roupas estão velhas porque faz anos que você não compra nada novo. Você deixa as raízes do seu cabelo crescer, você não o corta com a frequência necessária. O seu carro está cheio de lixo e imundo por fora. Você deixou a sua aparência acabar porque você disse a si mesma que não tem dinheiro suficiente para comprar sapatos para os seus filhos. Você é o retrato da pobreza, mesmo tendo um Pai e/ou Marido que possui tudo que você precisa e deseja prover se você apenas confiar Nele!

Você precisa cuidar do que possui (incluindo a sua aparência): seu lar, sua grama, o seu carro (por dentro e por fora) e os seus filhos. E quando você precisar de alguma coisa, ou mesmo desejar alguma coisa, simplesmente peça a Deus o Pai ou ao seu Marido Celestial. Ele está esperando apenas que você peça! Ele quer te abençoar com coisas boas, contanto que você cuide do que Ele te dá. O que Ele pede é apenas que você dê a Ele toda a glória, contando às outras pessoas como Ele é maravilhoso! Se você fizer isso, logo descobrirá que as pessoas que você conhece também vão desejar ter um relacionamento com Ele! Mas a maioria dos Cristãos tende a esquecer quem lhes deu as bênçãos porque eles se concentram em ganhar dinheiro em vez de apenas permitindo que Deus faça aquilo que Ele disse que faria!

“Portanto, não digas no teu íntimo: ‘A minha força e o poder do meu braço me conquistaram estes bens e riquezas’. Antes, te recordarás do Senhor teu Deus, porque é Ele o que te dá força e capacidade para gerar riqueza, confirmando a Aliança que jurou a teus pais, conforme hoje se constata claramente.” Deuteronômio 8: 17-18.

Se uma pessoa crê que é pobre, seu semblante, aparência e seu falar refletirão pobreza. Contudo, se uma pessoa acredita ser rica (de acordo com Suas riquezas em Cristo- Fp 4:19), então seu semblante, aparência e tudo o que diz irá irradiar prosperidade! 

Meu ex- marido costumava ficar tão irritado porque eu sempre dizia a todos que éramos “ricos!”. Tudo começou alguns anos atrás quando viu um homem negro muito alto, tentando vender algumas nozes (pecãs) em restaurante fast- food de hamburguer, para que ele pudesse comprar algo para comer. Quando disseram no balcão, que não, eles não estavam interessados, eu fui até o balcão e perguntei se poderia comprar uma refeição para ele. Ele disse -”Não, está tudo bem”- depois de olhar para mim e então para o chão. Então sai da minha boca: - “Bem, meu marido é muito rico e ele gostaria que lhe comprasse algo para comer”- Então eu paguei e fui me sentar. (Dizer que éramos ricos não era mentira- em comparação ao que aquele homem tinha- nós éramos muito ricos!)

Quando o homem pegou sua bandeja de comida, ele veio e perguntou se poderia se sentar comigo. Eu podia sentir o fedor de álcool e urina, mas disse - “Por favor, sente-se”- Sem olhar para cima, ele perguntou- “Por que você fez isso? Por que me comprou essa comida?”- . Eu disse a ele que Deus havia me mandado lá porque ele estava faminto, e que Deus só queria que ele soubesse que Ele o amava. Disse que estava a caminho da igreja para um avivamento naquela noite, e que não estava com muita fome, mas senti que deveria entrar e comprar algo para comer. E que quando o vi, entendi porque eu havia vindo.

O homem me perguntou sobre o avivamento e disse que iria à igreja comigo. Eu lhe disse que ele não era obrigado a ir, que ele não precisava ir. Mas ele disse que se eu estivesse disposta a levá-lo, ele iria.

Já que eu estava atrasada, sabia que não haveria lugar para estacionar (apenas a quadras de distância), mas quando cheguei lá, notei que havia uma vaga bem na frente. Quando eu entrei com este homem muito sujo, você pensaria que eu estava entrando com um rei! Os porteiros lhe deram uma “recepção real”e encontraram um lugar para “ele” próximo a frente. E adivinha só? Esse homem foi a primeira pessoa a correr para o altar e  chorar para aceitar Jesus, naquela noite!! Eu, por outro lado, estava sendo “repreendida pelos porteiros” pela minha tolice e o perigo em que havia me colocado”.

“Então o homem que tinha recebido um talento disse: ‘Patrão, eu sabia que o senhor era um homem severo, que colhe onde não plantou e junta onde não semeou. Por isso tive medo, saí e escondi o seu talento na terra e aqui está ele!’ “Mas o seu senhor respondeu: ‘Servo mau e preguiçoso! Já que sabia que eu colho onde não plantei e junto onde não semeei, você devia pelo menos ter posto meu dinheiro no banco, de maneira que eu pudesse ganhar algum juro. “ ‘Tirem o talento deste homem e deem ao homem que tem dez. Porque aquele que usa bem o que lhe dão, a este será dado ainda mais, e terá grande quantidade. Mas o homem que é infiel, até mesmo o pouco que tem será tirado dele.” Mateus 25:24-29 

Desde o meu divórcio, eu nunca mais tive dinheiro no bolso ou bênçãos financeiras para usar no Seu reino de forma grande ou pequena. Deus viu meu coração (pelas minhas ações e o que eu disse) quando encarei a ruína financeira dessa vez e Ele continua a me recompensar de acordo com a minha fé Nele.  Mesmo após os papéis do divórcio terem sido assinados, e eu ter assumido todas as nossas dívidas (e mais do que meu marido me pediu), meu ex- marido se aproximou de mim para “um empréstimo”. Eu disse a ele que poderia levar o que quisesse  e não era um empréstimo, mas um presente. Só pedi a ele para me dar alguns minutos para conferir minha conta para que ele (não eu) pudesse ver o que eu tinha disponível, e disse a ele que pegasse tudo, se quisesse. Disse a ele que ele sabia, apesar de tudo que eu sabia, que eu precisaria pagar as contas (já que havia sido ele a pagá-las por anos).

Mais tarde, quando eu olhei o talão de cheques, fiquei chocada porque ele pediu dois terços do que eu tinha em nossas contas.(nas quais ele não estava mais; ele havia me levado no banco pessoalmente para tirar o seu nome, eu não pedi que ele saísse). Eu rapidamente preenchi o cheque e entreguei a ele. Ele apenas me disse: “Obrigado.”

Graças a Deus, nossas bençãos não voltam a nós através dos nossos maridos ou ex- maridos- elas vêm do Senhor! Senhoras, quase imediatamente Deus me abençoou além dos meus sonhos mais loucos! Dentro de alguns minutos, após ter saído, meu ex- marido me ligou e me disse que eu poderia ficar com todas as milhas de viagem que ele havia acumulado, me permitindo, pela primeira vez, viajar. 

Quando as milhas foram discutidas logo após ter dado entrada no divórcio pela primeira vez, o Senhor me levou a perguntar se eu poderia ter apenas “uma viagem” que pode ter o incitado a   dá-las a mim, depois de eu, generosamente,  ter dado a ele o dinheiro que ele precisava. O maravilhoso é que meu ex- marido me disse que achava que deveria haver cerca de duas viagens e meia de milhas acumuladas. Mas por causa do quão  entusiasticamente agradável eu havia sido ao assinar os documentos e com todas suas exigências, ele disse que eu poderia ficar com elas. 

Então logo após o "empréstimo" que eu dei a ele como um “presente” (lembre-se, eu disse que ele nunca precisaria me pagar de volta), e após ele oferecê-las para mim, ele checou para ver quantas milhas eu poderia usar para cada voo doméstico. Nós dois ficamos totalmente em choque ao ver que eu teria cinco viagens em um cartão e duas em outro - 7 viagens que não me custariam nada!!! Eu senti meu ex realmente lutando, querendo me pedir de volta algumas milhas, mas por causa do tempo perfeito de Deus, e Ele querendo abençoar minha fé Nele, meu ex- marido nunca pediu e eu fiquei em silêncio!

Até um tolo pode passar por sábio e inteligente se ficar calado. Provérbios 17:28

Por dois anos, eu usei essas milhas para poder visitar pessoas conforme Ele me direcionou, devido a benignidade do Senhor, meu novo Marido, que queria me abençoar porque eu simplesmente confiei Nele. 

E caso você esteja pensando porque eu não ofereci as milhas de volta ao meu ex quando o vi angustiado, foi por causa do completo princípio, como eu mencionei, de dar mais quando pedido e ele nunca pediu!

** Essa é uma razão pela qual você (e até eu) tem muito menos  do que nós deveríamos ter se apenas pedíssemos e, como não deveríamos tirar vantagem disso, nós esperamos até que nos peçam antes de oferecermos. 

Uma vez que tenho uma quantidade limitada de páginas restantes neste livro, você terá que ler meu futuro livro “Libertando-se da Mentalidade da Pobreza” Meu romance real através da Jornada de Restauração, por Michele Michaels para todos os princípios e testemunhos que eu juntei de outras à medida que fui compartilhando minha história com elas. Mas deixe-me ao menos dizer que simplesmente “pedir” foi uma tal revelação para mim, que aconteceu logo antes do meu divórcio. 

Apenas alguns meses antes de eu saber que meu marido se divorciaria de mim, enquanto eu assistia um programa de televisão, eu vi uma linda lavadora e secadora, com abertura frontal, e eu falei delas ao meu Marido. Isso quando Ele me disse: - “Porque você simplesmente não me pede?”. Eu disse: - “Ok, estou pedindo!”, e imediatamente minha máquina de lavar velha começou a fazer barulho. Eu fiquei tão animada que disse ao meu marido que aquilo significava que eu seria abençoada por Ele, me dando aquela que eu tinha visto na televisão. Sua resposta foi: - “Isso significa que precisamos de um técnico, tola!”-.

Apenas alguns meses após meu divórcio eu comprei uma linda lavadora e secadora frontal, em preto, que era um sonho para mim!! E toda a vez que as vejo, eu penso em Seu amor e bondade comigo - que tem sido passada para a próxima geração. Logo após meu filho se casar, eu o abençoei com elas (por causa de sua família em crescimento) e vejo como a minha nora também agradece a Deus toda vez que ela  enche a máquina com a roupa suja!

'O Espírito do Senhor Deus está sobre mim,
 porque o Senhor me ungiu
para pregar boas-novas aos pobres,
enviou-me a curar os quebrantados de coração,
a proclamar libertação aos cativos
 e a pôr em liberdade os algemados,
a apregoar o ano aceitável do Senhor
e o dia da vingança do nosso Deus,
a consolar todos os que choram
e a pôr sobre os que choram em Sião
uma coroa em vez de cinzas,
óleo de alegria em vez de pranto,
Manto de louvor em vez de espírito angustiado.
Eles serão chamados carvalhos de justiça,
plantados PELO SENHOR PARA A SUA GLÓRIA.
Reconstruirão as antigas ruínas,
restaurarão os lugares anteriormente destruídos
e renovarão as cidades arruinadas,
destruídas de geração em geração. '
Isaías 61:1-4

Se você estiver pronta para fazer um compromisso com SENHOR sobre o que você leu, clique em seu DIÁRIO, assim você concorda que está pronta para registrar esta próxima parte da sua Jornada de Restauração no formulário "Meu Diário". Não se apresse, sente-se, pegue seu café ou chá e derrame seu coração em seu Diário.

Como “As mulheres mais velhas também ... ensinam o que é bom, para ENCORAJAR as moças…” (Tito 2:3), você terá a oportunidade de falar com as mulheres mais jovens que ainda são solteiras como parte de seu ministério.