Semana 11

"Dando Sermões"

Na semana passada, eu li 1 Coríntios 6:18:

“Sexo é mais do que pele sobre pele: é tanto um mistério espiritual quanto um ato físico. Como está nas Escrituras: ‘Os dois se tornam um.’ Já que queremos nos tornar espiritualmente um com o Senhor, não devemos buscar o tipo de sexo que foge do compromisso e da intimidade, ficando mais solitários ainda—o tipo de sexo que nunca se ‘torna um’. Há um aspecto no qual os pecados sexuais são diferentes de todos os outros. No pecado sexual, violamos a sacralidade do corpo, que foi feito para o amor idealizado por Deus, para ‘tornar-se um’ com a outra parte. Ou vocês não sabem que o corpo é um lugar sagrado, onde mora o Espírito Santo? Vocês percebem que não podem viver de qualquer maneira, desperdiçando algo pelo qual Deus pagou um preço tão alto? A parte física não é mero apêndice da parte espiritual. Tudo pertence a Deus. Portanto, deixem que as pessoas vejam Deus no corpo de vocês e através dele.”

e encorajo você a ler esse versículo na Bíblia A Mensagem para alcançar uma compreensão maior e mais duradoura, que pode ser usada para compartilhar com aquelas pessoas a quem você demonstrou amor e estão abertas para ouvirem a verdade. Enquanto eu escrevia essa afirmação Ele me revelou o que Ele queria que eu escrevesse a respeito na mensagem de hoje. Uma mensagem que Ele tem falado comigo a respeito muitas vezes e que estou animada para compartilhar com você agora.

Frequentemente nós não usamos os RLs que nos são enviados porque o tom deles soa como se fosse um Sermão.

A maioria das pessoas, especialmente alguém que esteja em pecado, NÃO quer ouvir o que ela deve fazer. Isto é comum nas igrejas e no mundo. Em vez disso, Ele diz que todos nós somos uma Epístola [uma carta ou uma forma de comunicação] lida por todos os homens. Em outras palavras, nossa vida precisa ser o que as pessoas leem sobre nós— a maneira como elas nos veem viver nossas vidas.

No entanto, é tolice pensar, por um segundo que seja, que viver uma vida de autojustiça ou religiosa fará com que qualquer pessoa queira seguir seu exemplo, ou pedir conselhos, ou que elas estarão abertas para qualquer coisa que você disser. Em vez disso, as pessoas em pecado SOMENTE serão atraídas para você quando você demonstrar amor incondicional e uma atitude não julgadora em relação a elas e a todo mundo mais.

Leia estes versículos para estabelecer o alicerce deste princípio.

João 3:17 —

“Pois Deus enviou o seu Filho ao mundo, não para condenar (rejeitar, julgar, dar uma sentença) o mundo, mas para que este fosse salvo por meio dele.”

Provérbios 20:19—

“Quem vive contando casos não guarda segredo; por isso, evite quem fala demais.”

1 Pedro 4:8—

“Sobretudo, amem-se sinceramente uns aos outros, porque o amor perdoa muitíssimos pecados.”

1 Coríntios 13:8—

“O amor nunca falha.”

Se você me permite dizer, eu não posso deixar de pensar em minha mãe quando leio estes versículos. Embora ela estivesse longe de ser perfeita, o amor dela pelos filhos era perfeito. Ela nunca falou de ninguém, e se nós falássemos, ela dizia, “Se você não tiver nada de bom para dizer a respeito de alguém, então não diga nada.” E mesmo não conseguindo manter a casa em ordem (como você deve saber se leu o livro Trabalhadoras no Lar), e nem chegando na hora certa em lugar nenhum (ela estava sempre horas atrasada), mesmo com todos estes defeitos, a parte dela que todo mundo notava era que ela nos amava e amava as pessoas! Nenhum dos seus filhos jamais poderia negar esse fato e por causa disso, nenhum deles nunca se perdeu. E era assim que ela tratava todo mundo que encontrava também.

Eu não estou certa de que eu tenha o mesmo amor que ela tinha, embora eu realmente acredite que eu demonstre o mesmo amor, devido ao exemplo da minha mãe, para os meus filhos e para as outras pessoas. Mas se eu tivesse que adivinhar, eu diria que testemunhar a sua epístola de vida me fez querer ser como ela, mas que foi o vivenciar o amor Dele que me transformou! Sem isso eu jamais seria capaz de amar quem não merecia. E isso quase sempre é demonstrado através da paciência e não dando sermões para as outras pessoas.

1 Coríntios 13:4–8—

“O amor é sofredor, é benigno; o amor não é invejoso; o amor não trata com leviandade, não se ensoberbece, não se porta com indecência, não busca os seus interesses, não se irrita, não suspeita mal; não folga com a injustiça, mas folga com a verdade; tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta. O amor nunca falha . . .”

Este versículo diz muito mais do que parece à primeira vista: como, por exemplo, sobre a atitude de vangloriar-se.

Frequentemente vemos que alguns Relatórios soam cheios de vanglória e esta é uma atitude inaceitável que, infelizmente, prevalece tanto entre os cristãos. Eles se vangloriam de sua retidão, enquanto o tempo todo a sua retidão não passa de um trapo imundo. (Leia Isaías 64:6 para saber o quão imundo.)

Voltando ao assunto de dar sermões às pessoas. Não é que seja de todo mal falar para uma mulher em um relatório de louvor, mas somente depois de você ter sido verdadeira e transparente sobre os seus próprios pecados. E sempre tenha em mente, antes de mais nada— que é ELE quem merece o louvor, então como poderíamos jamais nos vangloriar — a menos que seja sobre as nossas próprias fraquezas? (Leia 2 Coríntios 12: 9-10 para alcançar uma compreensão maior e mais duradoura deste princípio.)

Contudo, isso vai muito além de quando você nos envia um RL e NÓS conseguimos proteger as pessoas dos seus sermões! E quando você fica pregando e acredita tolamente que isto irá beneficiar os seus colegas de trabalho ou os seus filhos ou até mesmo os seus pais? Honestamente, você pensa mesmo que os seus sermões ou julgamentos ou sua atitude cheia de autojustiça irá ajudá-los a conhecer o Senhor? Não, não irá. Ao contrário, isso colocará uma grande barreira entre eles e Deus— e o que é mais perigoso, eles poderão a vir a detestar o Salvador, que é Aquele que é capaz de mudar tudo e é quem você diz estar seguindo. Ser um cristão significa literalmente um seguidor de Cristo.

Somente quando uma pessoa se sente AMADA, especialmente quando ela não está merecendo, é que ela se abre para ouvir qualquer coisa que tenhamos a dizer— em humildade— e quando somos transparentes quanto às nossas próprias falhas.

— E isto significa amar a cada pessoa “enquanto” ela “ainda for uma pecadora”, exatamente como Jesus fez com Seu desejo de morrer por elas.

O que Ele nos chama a fazer é sermos Suas embaixadoras, o que significa que demonstraremos às pessoas o amor e o respeito que elas merecem, o que nos vêm por sermos Sua noiva. É assim que um relacionamento amoroso, que não inclui julgamentos, é assegurado e se torna um alicerce sobre o qual se pode construir.

Confie em mim, se a sua epístola, a sua vida, for lida assim, então você não precisará sair procurando— as pessoas virão até você para descobrir mais sobre Ele—tudo devido à sua humildade verdadeira que agirá como um ímã.

Viver o lado oposto destas “epístolas”, viver cheia de arrogância e orgulho, fará com que você se torne repugnante— afastando as pessoas não só de você mesma, mas Dele também.

A atitude de vangloriar-se e dar sermões para mim se parece com a de uma aluna do Ensino Médio imatura que fica alardeando suas roupas de marca ou os carros caros— quando ela, na verdade, não fez nada para ganhá-los. Ao contrário, tudo que ela tem pertence e foi dado pelos pais, então ela deveria permanecer humilde e grata em vez de se vangloriar ou ostentar.

Para concluir, com um coração cheio de gratidão e humildade, lembre-se de que em vez de pregar— seja transparente e vanglorie-se das suas fraquezas— e então veja o que acontecerá. AME as pessoas, com o amor incondicional que você está recebendo do Senhor e veja se a sua vida não irá mudar. Se você acredita que está tendo dificuldades nesta área, lembre-se de renovar a sua mente lendo os versículos desta mensagem diariamente, até que você tenha um desejo de mudar.