“Convicção”

Hoje eu gostaria de tratar direto de um conceito que vem com vários princípios que eu acredito que sejam tão importantes de serem aprendidos e compreendidos (a fim de) que permaneçamos livres— livres para vivenciar a Ele e à Sua palavra ao máximo.

Temos confiando muito em nossos “sentimentos”— e, como mulheres, nós sabemos que são os nossos sentimentos que dirigem a maioria de nós.

A maneira como fomos criadas é perfeita como diz em Salmos 139:14— “Eu te louvarei, porque de um modo assombroso, e tão maravilhoso fui feito; maravilhosas são as tuas obras, e a minha alma o sabe muito bem.”

No entanto, quanto mais compreendermos como funcionamos, como fomos feitas, mais, eu creio, nós poderemos nos beneficiar das nossas emoções que tantas vezes são tão imprevisíveis. Ele quer que compreendamos a nós mesmas como mulheres para que possamos compreender as outras mulheres, e também aprender a não simplesmente ceder, nos entregar ou lidar nós mesmas com as nossas emoções. Ao contrário, os nossos sentimentos mais profundos são uma outra razão pela qual precisamos Dele tão desesperadamente.

Vamos começar com os sentimentos que temos quando fazemos aquilo que não deveríamos. Muitas vezes, quando estragamos tudo, nós experimentamos convicção ou culpa. A diferença entre estas duas emoções é que a emoção comum, ou normal de culpa não é boa.

A culpa se encaixa na categoria das emoções negativas, e a condenação frequentemente é a companheira ou o resultado dela. Então, já que estes sentimentos que nos sobrevêm são negativos, de onde ou de quem você acha que eles estão vindo?

Certo, do inimigo.

Sentimentos de culpa e condenação NÃO vem de Deus. Estes sentimentos, e sejam quais forem os pensamentos que os seguem, não são aquilo que Deus está te dizendo de maneira alguma. Então, apenas perguntando a si mesma COMO você está se sentindo e determinando se estes sentimentos são negativos, você pode saber imediatamente de onde essas emoções e pensamentos estão brotando. Eles NÃO estão vindo Dele. Ao contrário, eles são uma mentira, são uma coisa que você precisa sacudir para longe como se fosse uma serpente. (Veja Atos 28:5 e marque a sua versão favorita).

Eu sinto que estes foram os mesmos sentimentos que Adão e Eva provavelmente experimentaram e que fez com que eles se escondessem de Deus. Porque a outra companheira da culpa e da condenação é a vergonha que te impulsiona a se esconder. A se esconder das outras pessoas, a se esconder de Deus e a esconder aquele pecado (do qual você está sendo acusada). 

No entanto, é exatamente aí que precisamos buscar o nosso Pai, ou entrar em contato com o nosso Marido Celestial: quando estamos encrencadas por causa de alguma coisa que sentimos que fizemos de errado. Aí é quando então que precisamos identificar de onde esses sentimentos estão vindo, se eles são positivos ou negativos, e correr PARA, em vez de correr , Daquele que pode nos colocar no caminho certo e nos dar  a verdade. E quando fazemos isso podemos experimentar o Seu amor que “lança fora todo o medo” e também cobre uma “multidão” de pecados e sabermos que Ele morreu por nós “enquanto éramos pecadores”.

Mas fique alerta, o inimigo estará sempre esperando para destruir qualquer coisa boa que você trouxer à vida. E se ele não tiver a permissão para roubá-la, ele fará algo mais engenhoso— ele irá simplesmente despejar emoções negativas em cima de você para fazer com que você sinta que quer se esconder, e com isso ele poderá seguir em frente com mais dos seus ardis astutos.

Felizmente, assim que experimentamos o Senhor e temos uma experiência real com Ele como nosso Marido, e permanecemos com Ele, nós não iremos mais permitir uma separação Dele ou deixar que estes sentimentos negativos permaneçam conosco. É por isso que, como Suas noivas, nós precisamos praticar e depois compartilhar com as outras mulheres que simplesmente não sabem buscá-Lo, precisamos conversar com Ele sobre tudo e permitir que Ele nos ame, sentir o Seu perdão e deixar que Ele nos ajude a consertar as coisas seja com quem for que esteja envolvido na situação.

HOJE, em vez de ficar relutando ou sofrendo ou tentando controlar os seus sentimentos, leve cada um deles para o Senhor. Ele está sentado bem aí ao seu lado apenas esperando para poder conversar com você sobre a Sua verdade de amor, de perdão e sobre os planos maravilhosos que Ele tem para o seu futuro— se você simplesmente levar suas emoções a Ele.