“Apeguemo-nos firmemente, sem vacilar, à esperança que professamos,

porque Deus é fiel para cumprir sua promessa."

—Hebreus 10:23 NVT

 

O que dizemos, tudo o que permitimos sair de nossas bocas deve ser uma das características mais importantes de uma mulher piedosa. Muitos de nós aprendemos essa verdade lendo Como Deus Pode e Vai Restaurar Seu Casamento ou lendo Uma Mulher Sábia de Erin Thiele. Aprendemos que o inimigo usou a área da comunicação para minar e destruir muitas mulheres e seus relacionamentos. E posso atestar que, como muitas de vocês, foi isso que destruiu a minha.

Nos mesmos livros, a maioria de nós pode se identificar (e saber em primeira mão) que os conselheiros e os chamados "especialistas" em casamento ainda continuam nos dizendo que é uma falta de comunicação que destrói nossos relacionamentos. No entanto, novamente, ao pesquisar as Escrituras depois de ler o livro de Erin, você encontrará, como ela fez, como eu fiz, que Deus nos diz repetidas vezes o exato oposto.

É neste capítulo que vou compartilhar com você ainda mais a verdade sobre a comunicação, que vai além dos relacionamentos. Devemos nos apegar à esperança que dizemos que temos e não permitir que nada a mude ou varie, para que não sejamos roubadas de muito mais do que poderíamos ter imaginado.

Há tantos Cristãos que nunca conseguem superar o nível de esperança em alguma coisa, ou talvez eles só se permitem imaginar por um momento que algo que eles desejam aconteça. Isso se deve à incapacidade de compreender a verdadeira natureza de Deus, o Deus em quem se pode confiar, e se o que você deseja, é algo que Ele prometeu.

“Então, avante! Cheio de fé, confiantes de que estamos apresentáveis para ele. Vamos nos agarrar às promessas que nos fazem prosseguir. Ele sempre mantem a Sua palavra” (Hebreus 10:23 A Mensagem).

No fundo da mensagem deste versículo acima, vemos algo que muitas vezes nos impede de pedir e crer nas promessas de Deus, mesmo quando sabemos o que Sua palavra diz. Você está “confiante de que é apresentável para ele”? O que nos impede de acreditar é geralmente devido ao sentimento de que somos indignas, e é isso que nos impede de pedir e crer em Deus por algo maravilhoso. Pensamos: “Se os outros soubessem como eu sou” e permitimos que o inimigo nos convencesse de que estamos longe de ser "apresentáveis”.

Isso já te atormentou? Estou certa de que sim, porque os esquemas do inimigo são sempre os mesmos, antes de tudo, porque muitos de seus esquemas funcionam. Honestamente, quem de nós é digna de receber alguma coisa? Certamente não eu! E se eu me considerasse digna, estaria sofrendo de uma condição grave conhecida como orgulho! Humildade é abandonar a crença de que somos indignos, enquanto ainda temos o conhecimento de que, por Sua graça e misericórdia, Ele nos proporcionou antes de tudo Sua salvação, não apenas quando morremos, mas agora. Além disso, entendemos que Ele também morreu para nos dar uma vida abundante neste mundo, não apenas no próximo. Portanto, a questão não é se somos dignas. A questão é: estamos dispostas a permitir que uma gota do precioso sangue que Jesus derramou não seja usada?

“Contudo, o Senhor espera o momento de ser bondoso com vocês; Ele ainda se levantará para mostrar-lhes compaixão. Pois o Senhor é Deus de justiça. Como são felizes todos os que Nele esperam!” (Isaías 30:18 NVI). Se você está ansiosa por Ele e pelo que Ele morreu para lhe dar, então você pode descansar nas promessas Dele. No entanto, se você deseja o que a mão Dele pode lhe dar, as coisas deste mundo, é bem possível que você tenha perdido completamente a promessa.

“Eu vim para que tenham vida e a tenham em abundância. Eu sou o bom pastor. O bom pastor dá a vida pelas ovelhas” (João 10:10-11 ARC).

Se você é mãe, sabe como se sente ao dar aos seus filhos. Temos esse desejo insaciável de dar tudo aos nossos filhos, apesar de nossa própria natureza humana pecaminosa. Portanto, pense em quanto mais Deus deseja nos abençoar e como Ele se machuca quando recusamos Suas bênçãos. “Portanto, se vocês, que são maus, sabem dar bons presentes a seus filhos, quanto mais seu Pai, que está no céu, dará bons presentes aos que Lhe pedirem!” (Mateus 7:11).

Recentemente, para eu entender completamente a mágoa que nosso Pai sente quando rejeitamos Suas bênçãos (presentes que Jesus realmente morreu para nos dar), o Senhor achou conveniente que eu vivenciasse algumas coisas através de dores extremas. Se você já leu meu livro Mentalidade da Pobreza (que é o terceiro livro da série “Vida Abundante”), então sabe como foi difícil para mim quando minha filha se recusou a me permitir comprar um carro para ela, em dinheiro. Mesmo agora, seu carro tem sido um fardo enorme, porque ela negou as bênçãos que vieram de Deus. Isso me mostrou apenas um vislumbre de como estragamos nossas vidas e vivemos em um estado de pobreza. Entramos na falta, simplesmente porque não procuramos e aceitamos as bênçãos que Jesus morreu para nos dar, desejo de nos abençoar.

Embora esse incidente tenha sido difícil, o que eu mais recentemente vivi foi tão difícil que agora estou tendo problemas para escrever sobre isso, porque as feridas são tão frescas. No entanto, isso também me dá um vislumbre de Suas mãos com cicatrizes e o lado perfurado por lança. Isso me ajuda a entender o fato de que nosso Marido era e é o nosso exemplo. Como está escrito em Primeiro Pedro: “Para isso vocês foram chamados, pois também Cristo sofreu no lugar de vocês, deixando-lhes exemplo, para que sigam os Seus passos...quando insultado, não revidava; quando sofria, não fazia ameaças, mas entregava-se àquele [Deus] que julga com justiça.” (1 Pedro 2:21–23). Isso prova que Ele conhece nossa dor em primeira mão e explica por que Ele é tão compreensivo como um marido, vivendo conosco “de uma maneira compreensiva”, como somos “o vaso mais fraco”, já que somos mulheres e por que Ele concede honra a nós diariamente. (Ver 1 Pedro 3:7)

Mais uma vez, se você ler meu livro Mentalidade da Pobreza, também lerá o testemunho incrível e milagroso sobre a lua de mel do meu filho no Havaí. Foi um milagre que me deixou voando como uma águia; ainda assim, você acreditaria que, poucas semanas antes do casamento, recebi uma ligação, tarde da noite, do meu filho que simplesmente disse: “Decidimos não ir”? Permita-me ser sincera e dizer-lhe que, a princípio, foi um choque tão grande que tive problemas para compreendê-lo (e outros que ouviram falar sobre isso mais tarde). Isso machuca. Honestamente, partiu meu coração e me deixou mais do que um pouco confusa.

Levou tempo e lágrimas no meu quarto de oração para ter a paz e a certeza de que eu podia confiar no Senhor e que de alguma maneira, de alguma maneira, Ele resolveria isso para sempre, embora, na época, eu não pudesse realmente imaginar como Ele poderia. Posso lhe dizer que, mesmo nas horas mais sombrias, Ele é mais do que capaz de abençoá-la e mover montanhas que você nunca acha que precisam ser movidas. Bem, Ele realmente pode, mas é preciso confiar nEle e em Suas promessas para desencadear essas bênçãos que são ainda mais do que você acredita ou imagina.

Como eu tenho o hábito de fazer, simplesmente reivindiquei um dos meus versos favoritos e absolutos, Romanos 8:28, e foi apenas esse versículo que desencadeou a montanha mais poderosa que eu já experimentei na minha vida! Todas as coisas podem cooperar juntas para o bem, desde que o amemos honestamente acima de tudo e sejam chamadas de acordo com o Seu propósito, permitindo que isso aconteça!

Embora todos tentassem me convencer a cancelar as férias, não havia realmente sentido. Não consegui recuperar essas milhares de milhas de vôo, nem recuperar qualquer dos pontos do resort, e o custo do carro alugado parecia um pouco trivial em comparação aos milhares de dólares que a lua de mel custava. E o que importava para mim não era o custo, mas o meu presente foi (por algum motivo) rejeitado. Isso me levou a entender melhor como Ele se sente quando deixamos de aceitar Seus dons por nós. Todos nós, como cristãos, ficamos surpresos quando esperamos levar alguém ao Senhor, e então essa pessoa rejeita o presente da salvação, nós simplesmente não entendemos, não é?

Embora minha carne quisesse esconder a pasta (que continha os documentos que eles precisavam levar com eles para a lua de mel), o Senhor havia falado comigo que eu precisava deixá-la à vista. Cada vez que via a pasta, simplesmente disse: “Confio em Você”, mas confesso que ainda dói. E embora eu nunca tenha compartilhado o que aconteceu, que a lua de mel foi cancelada, a notícia saiu (talvez o irmão deles tenha contado a eles). Até o meu esforço para ser discreta foi anulada. Mas foi quando meus outros filhos ouviram o que havia acontecido, especificamente quando meu filho mais velho, que também estava noivo, ouviu e foi quando ele foi motivado a tentar fazer “algo”, mas ele tentou com sua “força própria”.

É como a foto da mulher na capa deste livro Movendo Montanhas; é tolice para qualquer um de nós tentar mover uma montanha que é imóvel. Por fim, apesar de seu coração estar certo, o esforço deixou ele frustrado e desgastado, porque foi ele quem tentou mover isso. No entanto, como eu disse, mostrou o coração do meu filho, que provou ser uma bênção, já que não apenas o vi, mas também o Senhor, que foi capaz de recompensá-lo de acordo!

Meu filho e sua noiva são um casal precioso; no entanto, eles são extremamente talentosos e mentalmente capazes de tanto, e é por isso que eles podem facilmente tentar fazer tudo com suas próprias forças. Portanto, muitas vezes Ele escolhe cercar cada um de nós, a fim de nos mostrar o quanto Ele nos ama e o quanto Ele pode fazer quando é dada a oportunidadea Ele.

Permitam-me também dizer aos que estão obcecados com o fato de estarmos sempre sem tempo, lembremos que o tempo não faz parte da estrutura/composição de Deus. Ele era, é e sempre será. Eu sei que esse conceito é algo muito além do que realmente podemos compreender, mas significa simplesmente que Deus, de propósito, se move de repente, mas muitas vezes espera até o último minuto, e muitas vezes Ele parece estar atrasado, exatamente como estava quando Ele permitiu que Lázaro morresse para que ele ressuscitasse dos mortos.

Então, como é a Sua natureza, Deus continuou me dizendo para confiar Nele, e então, com o tempo se esgotando, de repente, na segunda-feira antes do voo de sábado, apareceu no céu uma nuvem, do tamanho da mão de um homem. “Na sétima vez o servo disse: “Uma nuvem tão pequena quanto a mão de um homem está se levantando do mar”. Então Elias disse: “Vá dizer a Acabe: Prepare o seu carro e desça, antes que a chuva o impeça” (1 Reis 18:44 NVI).

A noiva do meu filho ligou para me dizer algo "interessante". Ela disse que, quando contou à mãe sobre a situação horrível da lua de mel, disse à mãe que se eles (como casal) pudessem fazer a viagem, fariam, para que eu não perdesse nada. Sua mãe respondeu dizendo: "Querida, se isso acontecer, é Deus! Faça!” A noiva do meu filho continuou dizendo que ela respondeu à mãe que, mesmo que desse certo, nenhum deles tinha dinheiro (dinheiro para comida, gás, etc. para a viagem), mas então a mãe lembrou ela que ela lhes deu mil dólares pelo casamento e isso deveria ser mais do que suficiente!

Quando eu ouvi isso, disse a noiva do meu filho que "prontos ou não", eles estavam prestes a fazer a viagem de lua de mel deles! Embora meu filho tenha tentado antes, eu sei como Deus trabalha, e eu sabia que essa pequena nuvem significava que muito em breve haveria uma chuva de bênçãos!!

Então, o teste aconteceu. Quando a noiva do meu filho ligou, ela disse que a resposta do meu filho era que eles não deveriam tentar. É o que acontece quando tentamos as coisas com nossas próprias forças, sentimos que não adianta tentar novamente. Então ela me ligou de volta e, para mim, ela passou no teste com A +, quando ela disse: “Mãe, seu filho está prestes a ser meu líder espiritual; ele sempre tem que ser. Então, como ele disse "não", não posso dizer outra palavra. Mas o que devo fazer? O que eu faço com esses sentimentos que acredito que Deus quer fazer isso e que eu quero tanto?” Oh Deus, mesmo agora, o que ela disse me leva às lágrimas: que essa menina preciosa permitirá que meu filho a guie, e que ela está ME pedindo orientação. Embora eu não mereça ser abençoada, vou aceitar esta bênção dEle!

Ao procurar meu MC para a orientação, respondi dizendo que essa era uma promessa para ela e que ela deveria se esconder em seu coração, assim como Maria, a mãe de Jesus. Eu garanti a ela que Maria era certamente uma esposa maravilhosa para José, então ela escondeu as coisas ternas em seu coração para refletir. Eu disse a ela que confiasse que, se essa fosse a vontade de Deus, Ele mudaria o coração do futuro marido dela. Eu disse que também esconderia tudo o que imaginávamos em meu coração. Como me senti ou como a noiva do meu filho se sentiu, é claro, não era o meu lugar para discutir com o meu filho, que está sendo chamado para liderar sua esposa (e muito em breve, espero, sua família) espiritualmente. Dentro de uma hora, meu filho me ligou para dizer: “Mãe, esta viagem ao Havaí é algo que posso dizer que minha noiva realmente quer; o que posso fazer para que isso aconteça?” Aleluia, obrigado Senhor!! Eu disse: “Vamos começar a imaginar que esta montanha está começando a se mover!”

Depois de ver que Deus está chamando você para acreditar e imaginar uma montanha se movendo, há duas coisas que você precisa saber: uma, não se preocupe com o que não pode fazer e dois, apenas faça o que puder, como Ele guia você!

“O Senhor é o meu pastor; nada me faltará.  Deitar-me faz em verdes pastos, guia-me mansamente a águas tranquilas. Refrigera a minha alma; Ele me guia pelas veredas da justiça por amor do seu nome” (Salmos 23:1-3).

Quando o Senhor me guiou a fazer meus próprios impostos (algo que apenas um profissional bem treinado e com experiência em organizações sem fins lucrativos deveria tentar), toda vez que eu me deparava com uma parede de tijolos (ou ao lado de uma montanha que não o Senhor me disse para procurar algo que eu pudesse fazer. Por mais louco que isso possa parecer, pelo menos três vezes enquanto eu fazia meus impostos, a única coisa que eu podia fazer era preencher meu nome em outro formulário! Mas, de alguma forma, e por algum motivo, isso me guiou a continuar até, milagrosamente, tudo terminar!!

Foi isso que eu disse ao meu filho, que então perguntou: “Ok, o que POSSO fazer?!” Imediatamente, perguntei a Ele a resposta e, de boca em boca, perguntei a meu filho “onde” ele iria se casar. Quando ele tentou fazer essa lua de mel acontecer, eles planejaram se casar aqui e depois partir no sábado para a lua de mel. Mas agora claramente não havia tempo. Então, sua resposta foi: “Bem, acho que podemos nos casar lá, no Havaí; teremos um casamento e a lua de mel juntos!!” Então, eu disse a ele para descobrir com certeza se isso era possível, se havia algum período de espera etc. Quando desliguei, perguntei ao Senhor o que poderia fazer. Ele me levou a abrir a pasta de lua de mel que antes trazia mágoa e agora trazia esperança e expectativa, e me mostrou que havia três partes desse milagre: o voo, o resort e o carro alugado.

O Senhor me levou a começar pelo resort. Na expectativa de ficar em espera por pelo menos trinta minutos ou e às vezes até uma hora, com receio, eu fui atendida por uma “pessoa” imediatamente. Menos de dez minutos depois, a reserva “intransferivel” estava em nome do meu filho mais velho!! A montanha estava deslizando para mais perto do mar…

Deixe-me adicionar algo que acredito que você achará mais interessante. Antes de ligar para o resort, o Senhor me levou a ler o final da carta de confirmação; ali, em grandes letras em negrito, li que as reservas eram intransferíveis e imutáveis, em outras palavras, era impossível fazer toda e qualquer alteração! No entanto, Ele não parou por aí. Quando olhei para isso, eu louvei em como o Deus das impossibilidades. Essa é outra chave para liberar o poder de mover montanhas e o que aprendemos de nosso pai Abraão.

O princípio é encontrado em uma das minhas porções favoritas da Bíblia. Aqui está o que diz: “Na esperança contra a esperança, ele [Abraão] acreditou ... Sem se enfraquecer na fé, ele contemplou seu próprio corpo, agora tão morto quanto ele desde os cem anos de idade, e a morte do ventre de Sara; AINDA, com respeito à promessa de Deus, ele não vacilou na incredulidade, mas cresceu forte na fé, dando glória a Deus, e tendo plena certeza de que o que Deus havia prometido, também era capaz de cumprir ”(Romanos 4:18-21) Abraão não ignorou a impossibilidade de ter um filho com seu corpo mortífero e o útero morto de Sarah; ele não fingiu, mas, em vez disso, diz que “contemplou” esse fato, mas então decidiu comparar os fatos às promessas de Deus e à Sua capacidade de cumprir o que prometia!!

Quando o Senhor me mostrou todas as letras em negrito, leis (se você preferir) dessas reservas, eu já sabia que nada era impossível para Deus e que, porque Ele escreveu nossas leis, portanto, ele pode revogá-las se escolher! Da mesma maneira, o Senhor continuou a me mostrar a “declaração de política de não cancelamento” no carro alugado, que parecia honestamente minúscula e dificilmente valia a pena, mas, novamente, Ele queria me ensinar uma coisa: sempre pergunte.

Quando fiquei on-line, perguntei a Ele o que devo fazer, e Ele me respondeu em negrito em letras vermelhas bem ali na página; quando comecei a digitar o número de confirmação, isso realmente apareceu: “Deseja cancelar este carro alugado?” Quando meus olhos saltaram para o nome do meu segundo filho, eu imediatamente disse: “Sim” e cliquei! Então perguntei ao Senhor o que devia fazer a seguir, quando na verdade dizia em letras vermelhas, todas as letras maiúsculas: “Você quer alugar outro carro?”, ao qual gritei: “Sim!!” e comecei a alugar exatamente o mesmo carro, mesma data de retirada, mesmo tudo, apenas o primeiro nome foi alterado para meu outro filho e o pagamento feito!

Também muitas vezes, perdemos a conexão com o Senhor quando começamos a mover as montanhas em nossas vidas. Portanto, não deixe de perguntar ao Senhor depois de cada passo que você der e não entre em pânico se parece que você fez uma curva errada. Apenas pergunte novamente.

Com duas partes abaixo, agora eu podia ver e sentir a montanha oscilando; apenas mais um empurrão e aquela montanha, e tudo o que ela representava, estava prestes a deslizar ordenadamente para as profundezas do mar!! Aconteceu poucas horas depois, quando recebi uma ligação da noiva do meu filho, que me disse com entusiasmo que meu filho estava na fila do aeroporto para falar diretamente com a companhia aérea. Eu estava animada e muito alegre e na expectativa; desde que eu tive uma visão do meu filho na fila no aeroporto, alguns dias antes, isso, para mim, era a confirmação de que o passo final estava prestes a acontecer!

Mesmo antes de qualquer coisa acontecer, fiquei tão empolgada que me apressei em dizer aos meus outros filhos (todos que têm fé como uma criança) para se alegrar comigo, que o milagre estava prestes a acontecer. Eu apenas sabia que isso aconteceria em um instante; portanto, comecei a agir como se já tivesse acontecido! “Portanto, digo-lhe, tudo o que você pedir em oração, creia que você o recebeu e será seu” (Marcos 11:24).

Cerca de uma hora depois, recebi uma ligação do meu filho. Ele estava a caminho de casa e me disse que a companhia aérea havia tentado e tentado, mas os campos para poder fazer alterações foram bloqueados. A companhia aérea disse que as únicas pessoas que poderiam fazer uma alteração seriam o agente de reservas em que eu usava minhas milhas aéreas. Embora meus sentimentos quisessem despencar e os dele também, eu disse a ele que havia uma razão, e isso seria simplesmente “o próximo passo”. Então, desliguei e liguei rapidamente, apenas para descobrir que eles haviam fechado; esperei por apenas dez minutos.

Esperar foi bom; isso nos fortalece espiritualmente, então, eu disse ao meu filho que esse contratempo fazia parte do plano Dele, e senti que Ele precisava me mostrar “algo”. Sentada ali silenciosamente no meu quarto, Ele me fez pegar aquela pasta infame novamente . Com minha fé crescente, meu Marido me levou a ler novamente as letras muito pequenas do mesmo documento, desta vez on-line. Começou da mesma forma, afirmando em negrito que as reservas eram intransferíveis, sem alterações, etc. etc., mas depois vi alguns parágrafos. Lá dizia, no fundo do parágrafo, em letras minúsculas, que se a companhia aérea aprovasse uma mudança, então entraríamos em contato com eles primeiro! Lá estava; foi escrito; era isso, agora tudo que eu precisava fazer era esperar até de manhã.

Novamente, os contratempos provam apenas que o Senhor precisa nos mostrar outra coisa. Nesse caso, Ele queria que falássemos com alguém que estaria trabalhando na manhã seguinte com a verdade postada no site. Quando uma montanha é imensa e imóvel, Ele pede que acreditemos que tudo, mesmo os contratempos e as paredes de tijolos, fazem parte de Seu plano. Em vez de desmoronar e permitir que os contratempos enfraquecem sua fé, use-os a seu favor, sabendo que eles são apenas mais uma parte do seu testemunho, parte do plano Dele, e Ele moverá a montanha que está ancorada em seu coração.

Naquela noite, adormeci rapidamente, mas acordei às 4 da manhã. Não foram apenas essas quatro horas em que eu esperei que o escritório fosse aberto às 8h, mas elas provaram minha empolgação e expectativa, pois o Senhor me levou a escrever capítulos anteriores deste livro, construindo minha fé em Sua capacidade e desejo de mova esta montanha, como eu a falei e acreditei!

Observando os últimos três minutos, eu estava literalmente tremendo de emoção. (Lembre-se, minhas emoções queriam tomar conta de mim na forma de medo, que discutiremos em mais detalhes no capítulo 9.) Quando finalmente fiz a ligação naquela manhã, o Senhor me lembrou de como o “caminho da não resistência e alegria” haviam funcionado tão milagrosamente no dia anterior com a companhia telefônica. (Você aprenderá sobre esse princípio no capítulo 8.)

Com certeza, a primeira pessoa com quem falei me garantiu que era impossível e depois tentou me vender alguma coisa. Oh meu Deus, é aí que nossas emoções querem pular para fora da nossa pele (e sair da nossa boca). Esse é o verdadeiro desafio querida noiva. Devemos continuar em paz, agradáveis e não deixar que a pressa ou a inquietação, o que leva ao pânico, assumam o controle. Também aprendi isso enquanto fazia meus impostos. Eu tive que ficar em perfeita paz para ouvir Sua voz calma e baixa. Mesmo no meio de cães latindo, telefonemas e crianças me interrompendo fazendo perguntas triviais, eu tinha que permanecer alegre e em paz, se quisesse mover uma montanha usando a força Dele.

Então, pacientemente e com total entusiasmo, ouvi atentamente o discurso de vendas da mulher, pois sabia que ainda aconteceria, felizmente, quando ela parasse. Pude dizer gentilmente que acabara de comprar o que ela estava vendendo, o que a levou a dizer: “Ei, espere um minuto; deixe-me ver se eles podem ajudá-la em outro departamento”, e ela me transferiu. Sem passar por cada uma das sete próximas pessoas com quem conversei, como cada pessoa me deu a mesma resposta “impossível”, seguida pela minha agradável “tudo bem” e sendo transferida para “outra pessoa” que “possa” ajudar, eu finalmente estava conectado à pessoa do topo da empresa que cuidava das milhas aéreas, que me garantiu que a companhia aérea tinha o poder de alterar os detalhes do voo e me deu o número deles para me permitir “tentar”.

Durante toda essa provação, me disseram a mesma coisa: o que eu desejava, o que acreditava que poderia acontecer, era impossível, e que, se permitido (o que eles não permitiriam), os pontos teriam que ser primeiro reembolsados (que eles não permitiria), os novos bilhetes teriam que ser reservados e tudo teria que ser remarcado. Em outras palavras, teríamos que começar do zero, o que, a essa data tardia, seria impossível.

No entanto, sabemos que nada é impossível para Deus. Eis que eu sou o SENHOR, Deus de toda a carne; há algo muito difícil para Mim?” (Jeremias 32:27). E eu respondi: “Ah, Senhor DEUS! Eis que fizeste os céus e a terra pelo Teu grande poder e pelo Teu braço estendido! Nada é muito difícil para Ti”! (Jeremias 32:17).

Quem de nós não ouviu o testemunho de Erin? Quando anos atrás, em 1989, Erin disse ao Senhor que, se Ele fizesse o impossível restaurando o casamento dela, um casamento com um homem que a deixara por outra mulher, se divorciou dela e disse que nunca mais voltaria para ela porque não a amava e nunca amou, então ela passou a vida dizendo ao mundo que nada era impossível para Ele.

Naquela época, eu abracei isso como verdade para o meu próprio casamento, e desde então Deus me deu as impossibilidades, impossibilidades que continuamente adoçam minha vida e continuam a provar que é VERDADEIRO, nada, nem uma coisa, é impossível para Deus!

Quando entrei em contato com a companhia aérea, em um instante ouvi a senhora ao telefone me dizer para esperar enquanto ela mudava os nomes! O que?!?! Nos Estados Unidos, somos informados desde o 11 de setembro que mudar os nomes era ilegal. Então, fiquei em espera por mais de 20 minutos, com intervalos de cerca de quatro, cinco minutos, quando ela veio me agradecer por minha paciência, dizendo: “desculpe, isso é apenas algo que NUNCA fazemos, então eu realmente não sei exatamente como fazê-lo”! Foi após ela me assegurar pela segunda vez que lágrimas brotaram nos meus olhos, meu coração batendo forte no peito, eu estava assistindo minha montanha, a que me causara tanta dor, cair no mar! Comecei a chorar.

Então, logo após a terceira vez, quando ela me disse que estavam “quase acabando”, pulei da cadeira para dançar com o Senhor que tive uma torção em minhas costas completamente. Tudo o que eu pude fazer foi rir, e, cautelosamente, sentei-me de dor. Mas meu coração estava disparado.

Quando ela me agradeceu e desligamos, fiquei chocada, chorando, tremendo, quando tentei ligar para meu filho. Gritando, eu disse a ele que Deus fez o impossível! Meus filhos acordaram naquela manhã com meus gritos de alegria quando entraram e começaram a dançar comigo, o irmão deles iria se casar no Havaí, que romântico, Deus havia movido uma montanha de proporção impossível!

“Eis que te preparei trilho novo, que tem dentes agudos; os montes trilharás e moerás; e os outeiros tornarás como a palha” (Isaías 41:15).

“Jesus disse a eles [quando os apóstolos ficaram perplexos porque não foram capazes de expulsar um demônio]: ‘Porque você tem pouca fé. Com certeza, digo-lhe, se você tem fé como semente de mostarda, dirá a esta montanha: ‘Vá daqui para lá, e ele irá’. Nada lhes será impossível'” (Mateus 17:20 NVI).

Querida noiva, antes de ler o próximo capítulo, pare para considerar por que Ele o levou a ler este capítulo e suas verdades. Não há dúvida de que existe uma montanha específica em sua vida que Ele deseja mover, até que lance toda uma série de montanhas que sombrearam sua vida. Lembre-se, começa com uma pequena montanha, mas mesmo assim uma montanha. Pergunte a Ele qual é e comece a perguntar o que Ele quer que você faça. Mesmo que Ele diga para esperar, acreditar, imaginar, esconder isso em seu coração, e prometo que em breve você começará a mover montanhas; nada é impossível com Ele.