WW-Portuguese-Cover

Capítulo 5 "Ganhe Sem Palavras"

 

“Mulheres, sede vós, igualmente [como Jesus],
submissas a vosso próprio marido,
para que, se ele ainda não obedece à palavra,
seja ganho, sem palavra alguma...”
— 1 Pedro 3:1

Muitas de nós enfrentamos o dilema de nossos maridos descaradamente ou secretamente serem desobedientes à Palavra de Deus. Não é somente preocupante, mas também frustrante. Isto é especialmente verdade se você tentou discutir ou compartilhar suas preocupações pelo bem-estar de seu marido e de seus filhos. No entanto, nesta lição você aprenderá, através das Escrituras, que qualquer coisa que você gostaria de dizer ao seu marido você deve, ao invés, levar diretamente a Deus.

Nesta lição, nós aprenderemos da Palavra de Deus (e através dos vários “maus frutos” de nossas ações) que desde que nossos maridos são nossa autoridade, nossas palavras não são somente inúteis, mas também perigosas. A Palavra de Deus nos diz para ganhá-los sem palavra alguma junto a uma atitude de respeito, não importa o que eles estão fazendo.

Eu não deveria conversar com meu marido sobre as minhas preocupações?

Peça a Deus para falar com seu marido. Nós acabamos de ler que, quando nossos maridos são desobedientes à Palavra de Deus, nós devemos continuar a obedecer e ser determinada a ganhá-los sem palavra alguma enquanto exibimos uma atitude de respeito. Mas, existe qualquer outra coisa que possamos fazer? Sim, nós podemos ir ao topo; nós podemos ir diretamente ao nosso Pai celestial e recorrer a Ele. Abra seu coração a Deus. Peça para que o Senhor (que está diretamente acima de todo homem) fale com seu marido sobre o que está no seu coração desde que esta é a ordem de autoridade. “Quero, entretanto, que saibais ser Cristo o cabeça de todo homem, e o homem, o cabeça da mulher, e Deus, o cabeça de Cristo” (1 Co 11:3).

Tenha a atitude correta. “Todo homem esteja sujeito às autoridades superiores; porque não há autoridade que não proceda de Deus; e as autoridades que existem foram por ele instituídas. De modo que aquele que se opõe à autoridade resiste à ordenação de Deus; e os que resistem trarão sobre si mesmos condenação.” (Rm 13:1-2).

Volte, através da oração somente, a direção do seu marido a Deus. Você deve compreender que você não é responsável pelo que seu marido faz ou não faz; ele é responsável diante de Deus por suas próprias atitudes. “Ao contrário, cada um é tentado pela sua própria cobiça, quando esta o atrai e seduz” (Tiago 1:14).  

Saia da frente dele. “Bem-aventurado o homem que não anda no conselho dos ímpios, não se detém no caminho dos pecadores... Antes, o seu prazer está na lei do SENHOR, e na Sua lei medita de dia e de noite” (Sl 1:1-2). Saia da frente do seu marido; você não é sua autoridade! A segunda linha nos diz o que devemos fazer—meditar na Palavra dEle. Deixe seu marido para Deus; Deus deve ser quem faz a mudança no seu marido. Seu marido não pode ao menos mudar a si mesmo.

Saia das suas costas e ore! Você pode ajudar na cura do seu lar orando pelos outros: “Confessai, pois, os vossos pecados uns aos outros e orai uns pelos outros, para serdes curados. Muito pode, por sua eficácia, a súplica do justo” (Tiago 5:16).

Vença todo o mal com o bem. Tenha cuidado como você reage ao mal quando ele ocorre (não se ele ocorre): “Não te deixes vencer pelo mal, mas vence o mal com o bem” (Rm 12:21). Novamente, os problemas vão acontecer! “...sabendo que a provação da vossa fé, uma vez confirmada, produz perseverança” (Tg 1:3). Quando o mal vier, veja como uma oportunidade de falar gentilmente ao seu marido, abençoando-o. “...não pagando mal por mal ou injúria por injúria; antes, pelo contrário, bendizendo, pois para isto mesmo fostes chamados, a fim de receberdes bênção por herança” (1 Pe 3:9).

Concentre-se em amar o não amável! Quando você ama e respeita seu marido mesmo quando ele não é amável e até mesmo maldoso, você está mostrando a ele amor incondicional. “Porque, se amardes os que vos amam, que recompensa tendes? Não fazem os publicanos também o mesmo?” (Mt 5:46). Entregue para Deus as suas mágoas. Ele irá ajudá-la a amar seu marido.

O ministério da reconciliação. Como filhos de Deus, devemos ser embaixadores do amor de Deus e este tipo de amor atrairá outros ao Senhor. “De sorte que somos embaixadores em nome de Cristo... e nos deu o ministério da reconciliação... não imputando aos homens as suas transgressões, e nos confiou a palavra da reconciliação” (2 Co 5:18-20). Você está ocupada contando as transgressões do seu marido e de todas as outras pessoas? Lembre-se que as misericórdias de Deus se renovam a cada manhã para você.

Nosso primeiro campo missionário. Você pode perguntar-se, “Por que eu deveria ministrar ao meu marido?” O primeiro campo missionário do Senhor para nós é em nossos lares e com as pessoas que são mais próximas a nós. Este é o nosso primeiro “campo missionário” antes que possamos ser eficientes com qualquer outra pessoa. Nós, obviamente, queremos ir a frente de Deus antes de estarmos realmente prontas. “Quanto às mulheres idosas, semelhantemente, que sejam... sejam mestras do bem, a fim de instruírem as jovens recém-casadas a amarem ao marido e a seus filhos, a serem sensatas, honestas, boas donas de casa, bondosas, sujeitas ao marido, para que a palavra de Deus não seja difamada” (Tt 2:3-5).

Deus quer que aprendamos contentamento antes que Ele mude nossos maridos. Para provar o ponto adiante, podemos olhar para a vida de Paulo: “Digo isto, não por causa da pobreza, porque aprendi a viver contente em toda e qualquer situação. Tanto sei estar humilhado como também ser honrado; de tudo e em todas as circunstâncias, já tenho experiência, tanto de fartura como de fome; assim de abundância como de escassez;”. Ele continua para dizer o verso que com tanta freqüência escutamos: “tudo posso naquele que me fortalece” (Fp 4:11-13).

Você deve guerrear da maneira correta. Faça o que Deus diz—vai funcionar! Não tente defender-se porque quando você o faz, Deus não vai ser aquele que te defende. “Finalmente, sede todos de igual ânimo, compadecidos, fraternalmente amigos, misericordiosos, humildes, não pagando mal por mal ou injúria por injúria; antes, pelo contrário, bendizendo, pois para isto mesmo fostes chamados, a fim de receberdes bênção por herança” (1 Pe 3:8-9).

Isso é uma batalha espiritual. “Acaso, pensas que não posso rogar a meu Pai, e ele me mandaria neste momento mais de doze legiões de anjos?” (Mt 26:53). Nosso Pai Celestial pode facilmente chamar os anjos para guerrear em nosso favor nos “céus” onde a “verdadeira batalha” está ocorrendo. “porque a nossa luta não é contra o sangue e a carne, e sim contra os principados e potestades, contra os dominadores deste mundo tenebroso, contra as forças espirituais do mal, nas regiões celestes” (Ef 6:12). Ore o Salmos 91 por sua família.

Seu marido não é o inimigo. “Não sabeis que daquele a quem vos ofereceis como servos para obediência, desse mesmo a quem obedeceis sois servos, seja do pecado para a morte ou da obediência para a justiça?” (Rm 6:16). Quando qualquer pessoa está em pecado, ele ou ela é realmente somente um escravo do inimigo. Nós podemos pensar que aquele que está em pecado é horrível, mas nós somos piores quando continuamos a reagir com uma atitude ruim e vingança em nossos corações. Lembre-se que a vingança pertence a Deus! “Porque as armas da nossa milícia não são carnais, e sim poderosas em Deus, para destruir fortalezas” (2 Co 10:4). Você não preferiria atingir a raiz do problema, que é espiritual, não somente o sintoma dos problemas que te atormentam?

Seja comprometida. Seja comprometida em fazer o que é certo independente das consequências e deixe os resultados para Deus. “Se o nosso Deus, a quem servimos, quer livrar-nos, ele nos livrará da fornalha de fogo ardente e das tuas mãos, ó rei. Se não, fica sabendo, ó rei, que não serviremos a teus deuses, nem adoraremos a imagem de ouro que levantaste” (Dn 3:17-18). Estes garotos criam que Deus os livraria; mas, independente das consequências, eles tinham decidido obedecer a Deus e andar em fé. Mesmo que eles morressem na fornalha, eles fariam o que sabiam que Deus queria que fizessem e deixariam os resultados com Deus. Os garotos não morreram, mas as cordas que os prendiam foram removidas enquanto eles andavam através do fogo. Você tem cordas de pecado ou preocupação ou medo que estão te prendendo? Deus promete te livrar. A batalha é dEle! Clame pelo Deus dos Exércitos—Ele é o nosso fiel Guerreiro.

 Preparando-se Para a Guerra Vestindo Sua Armadura

 As ciladas do diabo. “Quanto ao mais, sede fortalecidos no Senhor e na força do Seu poder. revesti-vos de toda a armadura de Deus, para poderdes ficar firmes contra as ciladas do diabo” (Ef 6:10-11). Lembre-se quem é o verdadeiro inimigo — não é seu marido.

 Toda a armadura de Deus. “porque a nossa luta não é contra o sangue e a carne, e sim contra os principados e potestades, contra os dominadores deste mundo tenebroso, contra as forças espirituais do mal, nas regiões celestes. Portanto, tomai toda a armadura de Deus, para que possais resistir no dia mau” (Ef 6:12-13). Você deve resistir o medo que te faz fugir ou desistir; tendo feito tudo, fique firme e espere que Deus apareça. Quando você for atormentada com medo, corra para o Salmo 37.

Fique firme. “Estai, pois, firmes, cingindo-vos com a verdade...” (Ef 6:14). Muitos cristãos falam sobre “dar um passo de fé” quando muito frequentemente pode ser melhor parar de se mover e somente ficar firme! Essa pode ser a diferença entre confiar e tentar Deus. Às vezes nos sentimos como se estivéssemos tomando um “passo de fé,” mas estamos na verdade nos jogando de um penhasco, como Satanás disse para Jesus fazer.

Nós devemos procurar o Senhor se devemos dar um “passo” de fé ou simplesmente “ficar parado” em fé. Nossas convicções devem permitir que nós “fiquemos parados” pelo que é certo. Se nos movermos, poderíamos estar caindo de um penhasco. Se Deus traz adversidades em nossas vidas, a nossa firmeza será o nosso testemunho. Mesmo assim, como você verá mais a frente nesta lição, algumas vezes nos pendem para darmos um passo e andarmos nas águas, como aconteceu com Pedro. É preciso discernimento nessa situação. Uma regra que pode nos ajudar é o tamanho da urgência. Normalmente nossa ‘carne’ traz urgência; Deus normalmente nos diz para esperar.

Sua justiça. “E vestindo-vos da couraça da justiça...” (Ef 6:14). Deus está falando sobre a Sua justiça, não a nossa. Ele nos diz em Sua Palavra que a nossa justiça não é nada além de “trapo da imundícia” (Is 64:6).

Andar em paz. “Calçai os pés com a preparação do evangelho da paz...” (Ef 6:15). Diz nas Bem-aventuranças, “Bem-aventurados os pacificadores!” Então em 1 Pedro 3:15-16 diz para estarmos “sempre preparados para responder a todo aquele que vos pedir razão da esperança que há em vós, fazendo-o, todavia, com mansidão e temor.” Devemos esperar até que a “porta” seja aberta (nos é pedido) para compartilhar nossa esperança com outros, e então falar com grande temor e mansidão (e humildade) com cada pessoa.

O escudo da fé. “Embraçando sempre o escudo da fé, com o qual podereis apagar todos os dardos inflamados do Maligno” (Ef 6:16).  Você deve ter fé,  não em si ou em outra pessoa—fé em Deus, nEle somente! Circunstâncias não têm nada a ver com fé. Se você desmorona quando as coisas dão errado, isto é falta de fé e nos torna nada diferentes de um não-crente. Creia em Sua Palavra somente pela verdade sobre a sua situação, e crei no que você sabe que Deus te prometeu.

Capacete da salvação. “Tomai também o capacete da salvação... “ (Ef 6:17).Você deve ser salva. E você deve ser um de Seus filhos para realmente vencer a difícil batalha espiritual que está vindo contra você. Para aceitar Jesus como seu Salvador, é tão fácil como conversar com Ele agora. Somente diga a Ele em suas próprias palavras que você precisa dEle. Peça ao Senhor para que se faça real a você. Entregue a Ele a sua vida, uma vida que está bagunçada, e peça ao Senhor para fazê-la nova. Diga a Ele que você fará tudo o que Ele pedir, pois Ele agora é teu Senhor. Peça a Ele que “te salve” da sua situação e da eternidade que está esperando por todos aqueles que não aceitam Seu gratuito e imerecido dom da vida eterna. Agora, agradeça a Ele por ter ido à cruz, por Seu sangue derramado e pela morte que Ele morreu por você. Se você concordou com o que leu em seu coração, você agora pode saber e crer que não mais vive sozinha; Deus estará sempre com você e você passará a eternidade com Ele no paraíso!

Espada do Espírito. “E a espada do Espírito, que é a palavra de Deus” (Ef 6:17). Isto é exatamente o que estivemos ensinando. É a Sua Palavra que vencerá a batalha. E quando a batalha é do Senhor, Ele promete que a Vitória é nossa! Escreva em cartões de 3x5 as Escrituras que encontrar para ajudá-la em sua batalha. Mantenha estes cartões com você em todo o tempo em sua bolsa. Quando sentir um ataque vindo, como medo, ou a tentação de falar com seu marido quando você deve manter-se quieta, você pode ler os versos que têm a ver com sua situação. Clame a Deus, creia, e deixe-O fazer o resto! “Entrega o teu caminho ao SENHOR, confia nele, e o mais ele fará” (Sl 37:5).

Ore em todo tempo. “Com toda oração e súplica, orando em todo tempo no Espírito” (Ef 6:18). Busque o Senhor do fundo do seu espírito. Tenha tempos designados para passar à sós com Deus, três vezes ao dia (como Daniel fazia). Orar ou ter comunhão com Deus foi uma das razões porque Daniel foi lançado na cova do leão. E não se preocupe quando você sente que foi lançada na cova do leão; Deus prometeu fechar as bocas dos leões!

Fique alerta. “E para isto vigiando com toda perseverança e súplica por todos os santos” (Ef 6:18). Toda vez que o medo vier sobre você, ore por outra pessoa que você sabe que luta com medo ou alguma outra fraqueza. Ore este verso por eles: “De boa vontade, pois, mais me gloriarei nas fraquezas, para que sobre mim repouse o poder de Cristo. Pelo que sinto prazer nas fraquezas, nas injúrias, nas necessidades, nas perseguições, nas angústias, por amor de Cristo. Porque, quando sou fraco, então, é que sou forte.” (2 Co 12:9-10). Depois de ter orado por alguém, ligue para esta pessoa e anime-a.

Ore por aqueles que te perseguem. Deus também pede que oremos por outra pessoa — aqueles que te perseguem. Deus também pede que abençoemos nossos inimigos. Peça a Deus para te mostrar o que Ele quer que você faça para abençoá-los. Não foi até depois de Jó ter orado por seus assim-chamados amigos que Deus restaurou o que Jó havia perdido. “Mudou o SENHOR a sorte de Jó, quando este orava pelos seus amigos; e o SENHOR deu-lhe o dobro de tudo o que antes possuíra” (Jó 42:10). “Eu, porém, vos digo: amai os vossos inimigos e orai pelos que vos perseguem.” Ele vai adiante, dizendo o porque: “para que vos torneis filhos do vosso Pai celeste” (Mt 5:44-45).

Após ter lido este verso quando meu marido havia me deixado da primeira vez, eu pedi ao Senhor para me mostrar uma maneira de abençoá-lo. O Senhor trouxe à mente que ele estava usando sapatos quentes de couro no meio do verão. Eu parei em uma farmácia e comprei um par de chinelos de 88 centavos para ele. Quando os entreguei a ele, sua expressão (que estivera bem fria) derreteu! Foi um pequeno gesto da minha parte, mas falou muito ao coração dele.

Conheça a Palavra de Deus

Sua Palavra não voltará vazia. Você deve saber, aprender, e o mais importante, viver a Palavra de Deus. Você deve procurar as abençoadas promessas de Deus lendo, depois marcando em sua Bíblia, e depois lendo-as mais e mais vezes sendo lavada em Sua Palavra. O princípio é que quando falamos Sua Palavra de volta para Ele, ela não voltará vazia. Esta é a promessa dEle para você, não somente para mim! “Assim será a palavra que sair da minha boca: não voltará para mim vazia, mas fará o que me apraz e prosperará naquilo para que a designei” (Is 55:11). O desejo dEle é que você prevaleça as malignidades deste mundo.Você deve fazer o que é garantido por Deus – não aceitar imitações ou falsificações. Use a Sua Palavra em suas orações.

Busque entendimento. Deus diz que se você buscar, você encontrará. A Palavra de Deus dá sabedoria. Olhar profundamente no significado te dá um entendimento melhor da verdade. “Por isso, vos digo: Pedi, e dar-se-vos-á; buscai, e achareis; batei, e abrir-se-vos-á” (Lc 11:9). Quando você sabe o que fazer, então você pode aplicar aquela verdade à sua vida. “Com a sabedoria edifica-se a casa, e com a inteligência ela se firma; pelo conhecimento se encherão as câmaras de toda sorte de bens, preciosos e deleitáveis” (Pr 24:3-4).

Leia a Palavra com prazer. Marque os versos especiais que encontrar em sua Bíblia. “Agrada-te do SENHOR, e ele satisfará os desejos do teu coração” (Sl 37:4). Tome o tempo para realçar os versos que Ele lhe mostra para que você possa correr a eles em tempos de angústia, os quais todas nós temos. O que Jesus respondeu quando Satanás estava tentando tentá-Lo? “Mas Jesus lhe respondeu: Está escrito... Está escrito... porque está escrito...'“ (Lc 4:4, 8, 10). Use uma caneta marca-texto amarela ou uma de cores específicas para diferentes tipos de promessas. Quando o inimigo atacar sua mente ou coração, vá contra essas mentiras com “Está escrito... Está escrito... porque está escrito...”!

Medite de dia e de noite. Memorize as promessas que você encontrar, então aquela segurança da benção dessas promessas afundará profundamente em sua alma. Você deve aprender e conhecer as promessas de Deus se quer depender dEle somente. “Antes, o seu prazer está na lei do SENHOR, e na sua lei medita de dia e de noite. Ele é como árvore plantada junto a corrente de águas, que, no devido tempo, dá o seu fruto, e cuja folhagem não murcha; e tudo quanto ele faz será bem sucedido” (Sl 1:2-3). Mais uma vez, use cartões 3x5 e escreva suas promessas. Mantenha-os em sua bolsa para os momentos em que estiver esperando.

  Guerra Espiritual Levando Seus Pensamentos Cativos

ua batalha será vencida ou perdida em sua mente. “  ...anulando nós sofismas e toda altivez que se levante contra o conhecimento de Deus, e levando cativo todo pensamento à obediência de Cristo, estando prontos para punir toda desobediência, uma vez completa a vossa submissão” (2 Co 10:4-6). Não favoreça o inimigo. Não alimente pensamentos malignos ou sofismas—leve seus pensamentos cativos imediatamente!

 Vença o mal com o bem. O inimigo sabe que se ele consegue dividir, ele consegue conquistar; no entanto, a maioria de nós o favorece sendo impressionadas quando o mal ataca mesmo que as Escrituras nos digam, “Não te deixes vencer do mal, mas vence o mal com o bem” (Rm 12:21). Isto é tão poderoso!

Não importa o quão ruins as coisas pareçam estar, lembre-se, Deus está no controle. Nosso conforto é “saber” que Deus está no controle. Nós não estamos no controle, nem o inimigo, e este verso prova isto! “Simão, Simão, eis que Satanás vos reclamou para vos peneirar como trigo! Eu, porém, roguei por ti, para que a tua fé não desfaleça; tu, pois, quando te converteres, fortalece os teus irmãos” (Lc 22:31-32).

Peneira. Jesus sabia do resultado de dar permissão ao inimigo, mas Pedro ainda teve que passar pela “peneira” para estar pronto para o chamado de Deus em sua vida. Você estará pronta quando Ele te chamar? “Tenha, porém, a paciência a sua obra perfeita, para que sejais perfeitos e completos, sem faltar em coisa alguma” (Tiago 1:4).

 As Chaves do Céu

Jesus nos deu as chaves do céu – você as usa? “Dar-te-ei as chaves do reino dos céus; o que ligares na terra terá sido ligado nos céus; e o que desligares na terra terá sido desligado nos céus” (Mt 16:19).

Remova o mal. Você deve primeiro amarrar o “valente”—isto é, o espírito que está segurando a pessoa pela qual você está orando. Procure por um verso que você possa orar que se aplique. “Ninguém pode entrar na casa do valente… sem primeiro amarrá-lo...” (Mc 3:27).

Substitua o mal pelo bem. Isto é muito importante! “Quando o espírito imundo sai do homem, anda por lugares áridos, procurando repouso; e, não o achando, diz: ‘Voltarei para minha casa, donde saí.’ E, tendo voltado, a encontra varrida e ornamentada. Então, vai e leva consigo outros sete espíritos, piores do que ele, e, entrando, habitam ali; e o último estado daquele homem se torna pior do que o primeiro” (Lc 11:24-26).

Se você falhar em substituir. Isto é lei espiritual e física muito incrível que Deus estabeleceu quando criou o universo. Se você falhar em substituir o que removeu, se tornará pior que antes de você ter orado. Você deve sempre substituir mal com algo bom. Esta é uma razão por que tantos que fazem dietas ficam na verdade mais gordos. Eles param de comer todas as “comidas ruins,” ou tentam não comer nada, mas eles nunca substituem o que pararam de comer por algo bom, como oração, fazer uma caminhada, fazer exercícios, ou comer comidas nutritivas. Outro exemplo pode ser alguém com um rosto muito oleoso. Eles o esfregam com sabonete e talvez passam álcool para secar o óleo, e então depois de algumas horas está mais oleoso que nunca! Dermatologistas dirão que você deve substituir o óleo que removeu por uma pequena quantidade de loção.

Substitua as mentiras pela Verdade — a Verdade que é encontrada somente em Sua Palavra. A menos que o que você ouve, o que lê, e o que te dizem corresponda com um princípio na Palavra de Deus, É UMA MENTIRA!

Substitua o “braço da carne” pelo Senhor. Substitua confiar no “braço da carne” (você, um amigo, quem quer que seja) por confiar no Senhor. “Quanto ao mais, sede fortalecidos no Senhor e na força do seu poder” (Ef 6:10).

Substitua fugir por correr para Ele! “Deus é o nosso refúgio e fortaleza, socorro bem presente nas tribulações” (Sl 46:1). Corra para o livro de Salmos! Leia o Salmo que corresponda à data mais 30 (30, 60, 90, etc.), e então leia o capítulo de Provérbios que corresponde à data. (ex., no 5º dia do mês você leria o 5º, 35°, 65°, 95°, 125° Salmo e o 5° capítulo de Provérbios). Uma maneira fácil de se lembrar é escrever o próximo Salmo a ser lido abaixo do Salmo (ex. abaixo do 6° Salmo você escreveria 36, depois abaixo do 36 você escreveria 66 e assim em diante. Quando chegar no 126 você escreveria Pv 6.) O Salmo 119 é reservado para o 31° dia do mês.

Substitua clamar a alguém que você conhece por clamar a Ele! Ele promete te escutar e te levantar imediatamente! Mas você deve clamar! Não pense para si, “Bom, Deus não me ajudou no passado!” Se Ele não ajudou, é simplesmente porque você não pediu. “Pedi, e dar-se-vos-á; buscai e achareis;” (Mt 7:7). Ele é fiel!

Que “condição” devemos encontrar para que sejamos ouvidas?

 Seus desejos com a vontade dEle. Existe uma condição que deve ser encontrada antes que sejamos abençoadas com o que queremos. “Se permanecerdes em mim, e  as minhas palavras permanecerem em vós, pedireis o  que quiserdes, e vos será feito” (Jo 15:7). Quando seu coração descansa em Jesus somente e sua vontade está centrada na vontade dEle, você O terá feito Senhor da sua vida. Para conhecer a vontade de Deus, você deve conhecer Sua Palavra. É a vontade Dele que seu casamento seja curado. Ele odeia o divórcio e nos diz para nos reconciliarmos, mas Ele tem condições.

A condição para a bênção. Cada promessa dada por Deus tem uma condição para aquela bênção. Muitos reivindicarão a porção da bênção da Escritura e omitirão a condição. Você não pode exigir a Escritura e escolher ignorar a condição.

Condição— “Crê no Senhor Jesus...

                       Promessa— e serás salvo” (At 16:31).

Condição— “Agrada-te do SENHOR...

                        Promessa— E Ele satisfará os desejos do teu coração” (Sl 37:4).

Condição— “Ensina a criança no caminho em que deve andar...

                       Promessa— E, ainda quando for velho, não se desviará dele” (Pv 22:6).

Promessa— “...todas as coisas cooperam para o bem...

                       Condição— “daqueles que amam a Deus...”

                      “...daqueles que são chamados segundo o Seu propósito” (Rm 8:28).

Se chama pelo Meu nome. “... se o meu povo, que se chama pelo Meu nome, se humilhar, e orar, e Me buscar, e se converter dos seus maus caminhos, então, Eu ouvirei dos céus, perdoarei os seus pecados e sararei a sua terra” (2 Cr 7:14). Quando você clamar a Ele, você será chamada pelo nome de Cristo. Um cristão é um “seguidor de Cristo.” Lembre-se, você deve ser um de Seus filhos. Fale com Jesus agora. Peça que Ele te perdoe pelos seus pecados e seja o seu Salvador.

Humilhe-se. “... se o meu povo, que se chama pelo Meu nome, se humilhar, e orar, e Me buscar, e se converter dos seus maus caminhos, então, Eu ouvirei dos céus, perdoarei os seus pecados e sararei a sua terra” (2 Cr 7:14). Pessoas teimosas e orgulhosas parecem entender a Palavra mas estar vazios de Seu Espírito. Mas para realmente conhecer a mente de Deus, nós precisamos ter a humildade que vem de querer a Ele e somente a Ele.

A humildade será testada. “...para te humilhar, para te provar, para saber o que estava no teu coração, se guardarias ou não os seus mandamentos” (Dt 8:2).

A humildade te salvará. “Se estes descem, então, dirás: Para cima! E Deus salvará o humilde” (Jó 22:29).

A humildade fortalecerá o seu coração. “Tens ouvido, Senhor, o desejo dos humildes; Tu lhes fortalecerás o coração e lhes acudirás,” (Sl 10:17).

Ele ensina e guia o humilde. Guia os humildes na justiça e ensina aos mansos o Seu caminho.” (Sl 25:9).

 Somente os humildes herdarão a terra. “Mas os mansos herdarão a terra...” (Sl 37:11).

O humilde será exaltado. “Derribou do seu trono os poderosos e exaltou os humildes” (Lc 1:52).

Somente o humilde receberá graça. “Antes, ele dá maior graça; pelo que diz: DEUS RESISTE AOS SOBERBOS, MAS DÁ GRAÇA AOS HUMILDES... Humilhai-vos na presença do Senhor, e ele vos exaltará” (Tg 4:6, 10).

A humildade está enraizada no espírito. “finalmente, sede todos de igual ânimo, compadecidos, fraternalmente amigos, misericordiosos, humildes” (1 Pe 3:8).

Ande no Espírito. Ser cheia do Espírito Santo vai permitir que você ande no Espírito; não mais em pecado e desejos da carne. Muitas igrejas são entusiasticamente “cheias do Espírito.” Em 1 Coríntios capítulo 13 “amor” é dito ser superior a ter o dom de línguas. Qualquer talento ou bênção que recebemos, às vezes pode fazer com que nos tornemos orgulhosos. Quando você julga a importância de alguém ou mede sua espiritualidade por serem ou não cheias do Espírito, você se posiciona para a queda pelo orgulho. “Não julgueis e não sereis julgados...” (Lc 6:37).

“Porei dentro de vós o Meu Espírito e farei que andeis nos meus estatutos, guardeis os meus juízos e os observeis” (Ez 36:27).

“... andai no Espírito e jamais satisfareis à concupiscência da carne” (Gl 5:16).

Ore. “... se o meu povo, que se chama pelo Meu nome, se humilhar, e orar, e Me buscar, e se converter dos seus maus caminhos, então, Eu ouvirei dos céus, perdoarei os seus pecados e sararei a sua terra” (2 Cr 7:14). Nós sempre podemos confiar que Deus fará tudo cooperar para o nosso bem se “Sabemos que todas as coisas cooperam para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles que são chamados segundo o Seu propósito.” (Rm 8:28).

 Espere. Muitas vezes a batalha continuará travada a seu favor. Você também deve se lembrar que há muitas “batalhas” que devem ser batalhadas (e ganhas) na luta pelo seu casamento. Só lembre-se, quando a batalha é do Senhor — a vitória é nossa! (1 Sm 17:47) Assim como em todas as guerras reais, nem todas as batalhas são vencidas pelo mesmo lado, então não seja desencorajada se você caiu e cometeu erros. Nós temos conforto em saber que Ele nos escuta imediatamente — mas, existe uma guerra sendo travada. No livro de Daniel, um anjo falou com ele e nos deu essa compreensão: “...desde o primeiro dia em que aplicaste o coração a compreender e a humilhar-te perante o teu Deus, foram ouvidas as tuas palavras; e, por causa das tuas palavras, é que eu vim. Mas o príncipe do reino da Pérsia me resistiu por vinte e um dias” (Dn 10:12-13). Pode levar algum tempo para vencer as batalhas; a chave para isto é ficar escondida nEle para que você não fique cansada. “E vós, irmãos, não vos canseis de fazer o bem” (2 Ts 3:13).

O tempo dEle. Uma coisa que você deve entender: Deus parece trabalhar em uma coisa de cada vez. Isso não significa que precisamos esperar para orar ou crer; somente significa que precisamos esperar que Deus mude a situação no tempo apropriado. Graças a Deus que Ele não joga (por convicção) todos os meus pecados em cima de mim ao mesmo tempo! Só use o tempo enquanto você está esperando para ganhar um relacionamento mais íntimo com o Senhor, e você não ligará de maneira alguma para a espera! Se você não compreende este ponto tão importante, você pode ficar cansada e incapaz de vencer. Lembre-se, “Quem vencer herdará todas as coisas” (Ap 21:7).

Dois ou três reunidos. Encontre duas outras mulheres que orarão em concordância com você. “Ora, as mãos de Moisés eram pesadas; por isso, tomaram uma pedra e a puseram por baixo dele, e ele nela se assentou; Arão e Hur sustentavam-lhe as mãos, um, de um lado, e o outro, do outro; assim lhe ficaram as mãos firmes até ao pôr-do-sol... Quando Moisés levantava a mão, Israel prevalecia; quando, porém, ele abaixava a mão, prevalecia Amaleque (o inimigo)” (Ex 17:11-12). Encontre duas outras mulheres que te segurem para que você não fique muito cansada em sua batalha. Ore e peça a Deus que te ajude a encontrar duas outras mulheres que tenham a mesma mente.

O poder de três. “Se alguém quiser prevalecer contra um, os dois lhe resistirão; o cordão de três dobras não se rebenta com facilidade” (Ec 4:12).

Levantar o outro. Melhor é serem dois do que um, porque têm melhor paga do seu trabalho. Porque se caírem, um levanta o companheiro; ai, porém, do que estiver só; pois, caindo, não haverá quem o levante” (Ec 4:9-10).

Ele está lá com você. “Porque, onde estiverem dois ou três reunidos em Meu nome, ali estou no meio deles” (Mt 18:20). “Então, o rei Nabucodonosor se espantou, e se levantou depressa, e disse aos seus conselheiros: Não lançamos nós três homens atados dentro do fogo? Responderam ao rei: É verdade, ó rei. Tornou ele e disse: Eu, porém, vejo quatro homens soltos, que andam passeando dentro do fogo, sem nenhum dano; e o aspecto do quarto é semelhante a um filho dos deuses” (Dn 3:24-25). Quando você anda pelo fogo, você nunca está sozinha!

Concordância. “Em verdade também vos digo que, se dois dentre vós, sobre a terra, concordarem a respeito de qualquer coisa que, porventura, pedirem, ser-lhes-á concedida por meu Pai, que está nos céus” (Mt 18:19). Quando você está lutando para obter paz a respeito de algo, chame alguém que crerá com você e ore com ela em concordância.

Se colocando na brecha. “Busquei entre eles um homem que tapasse o muro e  se colocasse na brecha perante Mim, a favor desta terra, para que eu não a destruísse; mas a ninguém achei” (Ez 22:30).

Orem uns pelos outros. “Confessai, pois, os vossos pecados uns aos outros e orai uns pelos outros, para serdes curados. Muito pode, por sua eficácia, a súplica do justo” (Tg 5:16). Confessar suas falhas a uma mulher que pense como você é o melhor método para obter um coração puro.

Faça sua confissão. Esdras sabia o que fazer enquanto orava. “Enquanto Esdras orava e fazia confissão, chorando prostrado diante da Casa de Deus...” (Esdras 10:1).

Busque a Minha face. “e se o Meu povo, que se chama pelo Meu nome, se humilhar, e orar, e buscar a Minha face, e se converter dos seus maus caminhos, então, Eu ouvirei dos céus, e perdoarei os seus pecados, e sararei a sua terra” (2 Cr 7:14).

Contemplai-O e sereis iluminados, e o vosso rosto jamais sofrerá vexame” (Sl 34:5). “Buscai o SENHOR e a Sua força; buscai a Sua face continuamente” (1 Cr 16:11).

“... busquem a Minha face; estando eles angustiados, cedo Me buscarão...” (Os 5:15).

Converta-se dos seus maus caminhos. “e se o Meu povo, que se chama pelo meu nome, se humilhar, e orar, e buscar a Minha face, e se converter dos seus maus caminhos, então, Eu ouvirei dos céus, e perdoarei os seus pecados, e sararei a sua terra” (2 Cr 7:14). As Escrituras não são somente para a cabeça; elas são para o coração e para a vontade. Para receber o verdadeiro impacto das promessas das Escrituras, nós devemos render nossas vidas e nossas vontades para a liderança do Espírito Santo. Nós devemos ansiar a reconstrução do nosso ser.

A quem o Senhor ouve? A quem o Senhor livra? “Os olhos do SENHOR repousam sobre os justos, e os seus ouvidos estão abertos ao seu clamor” (Sl 34:15). “Clamam os justos, e o SENHOR os escuta e os livra de todas as suas tribulações” (Sl 34:17).

A quem Ele não responderá? Quando você está em pecado que não foi confessado, Ele não responderá, mesmo que você clame a Deus. “Então, chamarão ao SENHOR, mas não os ouvirá; antes, esconderá deles a sua face, naquele tempo, visto que eles fizeram mal nas suas obras”(Mq 3:4).

Nós todos pecamos. Nós todos pecamos e carecemos da glória de Deus, mas Deus enviou Seu Filho. “Tendo Deus ressuscitado o Seu Servo, enviou-O primeiramente a vós outros para vos abençoar, no sentido de que cada um se aparte das suas perversidades” (At 3:26).

Obedecer é melhor do que sacrificar. “Eis que o obedecer é melhor do que o sacrificar, e o atender, melhor do que a gordura de carneiros. Porque a rebelião é como o pecado de feitiçaria, e a obstinação é como a idolatria e culto a ídolos do lar...” (1 Sm 15:22-23). Você sabe a coisa certa a se fazer; mas ainda assim você não o faz? Obedeça! “Portanto, aquele que sabe que deve fazer o bem e não o faz nisso está pecando” (Tg 4:17).

Comece orando o Salmo 51:2-4. “Lava-me completamente da minha iniqüidade e purifica-me do meu pecado. Pois eu conheço as minhas transgressões, e o meu pecado está sempre diante de mim. Pequei contra Ti, contra Ti somente, e fiz o que é mal perante os Teus olhos, de maneira que serás tido por justo no Teu falar e puro no Teu julgar.”

Quando você desiste de orar e crer? Nunca! Nós temos um exemplo maravilhoso do fato de que Deus nem sempre quer dizer “não” quando não temos oração respondida. Leia Mateus 15:22 para ver como a mulher Cananéia continuou a implorar a Jesus pela cura de sua filha. O resultado de sua fé: “... Então, lhe disse Jesus: Ó mulher, grande é a tua fé! Faça-se contigo como queres. E, desde aquele momento, sua filha ficou sã.”

A batalha pela alma dele; você está em jugo desigual? Esposas, a verdadeira batalha em seu lar é a batalha pela alma do seu marido? Você está em jugo desigual? Veja esse techo do livro Prayer, Asking and Receiving de John Rice. “ Se uma esposa cristã está totalmente rendida a Deus… ela pode ganhar seu marido muito mais rápido do que qualquer outra coisa. Ore uma simples oração de confissão. Ore com sinceridade, do fundo da sua alma. Reconheça nessas palavras os seus erros, a sua aridez, a sua superficialidade como cristã, a sua falta de frutos. Ore agora em seu coração. Eu suplico que hoje você implore por isso, suplique por isso, se confessando, com lágrimas, com esforço vindos da alma, até que Deus respoda dos Céus. Lembre-se que você tem a promessa de que “... serás salvo, tu e toda a tua casa” (At 11:14). Lembre-se, o marido é santificado pela esposa. “Porque o marido incrédulo é santificado no convívio da esposa... Pois, como sabes, ó mulher, se salvarás teu marido?”(1Co 7:14, 16).

Lágrimas, choro e gemidos. Abaixo estão algumas passagens das Escrituras que irão ajudá-la a entender a sinceridade de coração necessária quando clamamos a Deus (especialmente pela salvação de nossos maridos ou por um casamento quebrado ou problemático). Enquanto você as lê, marque aquelas que mexem com seu coração e memorize-as durante seu período de oração, de joelhos, diante de Deus. Nós fomos convocadas a orar, a clamar a Deus.

“Estou cansado de tanto gemer; todas as noites faço nadar o meu leito, de minhas lágrimas o alago (Sl 6:6).

“As minhas lágrimas têm sido o meu alimento dia e noite, enquanto me dizem continuamente...” (Sl 42:3).

“... recolheste as minhas lágrimas no Teu odre; não estão elas inscritas no Teu livro?” (Sl 56:8).

“Os que com lágrimas semeiam com júbilo ceifarão” (Sl 126:5).

Suas lágrimas. Jesus elogiou Maria Madalena por causa de suas lágrimas. “... e, estando por detrás, aos seus pés, chorando, regava-os com suas lágrimas e os enxugava com os próprios cabelos; e beijava-lhe os pés... esta, porém, regou os meus pés com lágrimas e os enxugou com os seus cabelos” (Lc 7:38, 44).

Chamai as mulheres que lamentam. Mulheres foram chamadas, em tempo de angústia, para que chorassem a Deus em favor de outros! “Assim diz o SENHOR dos Exércitos ... chamai carpideiras, para que venham; mandai procurar mulheres hábeis ... ensinai o pranto a vossas filhas ...” (Jr 9:17, 20). “Ainda assim, agora mesmo, diz o SENHOR: Convertei-vos a Mim de todo o vosso coração; e isso com jejuns, com choro e com pranto” (Jl 2:12).

Para quem choramos? Os homens parecem odiar nossas lágrimas. Às vezes eles mantêm distância porque não sabem o que fazer quando uma mulher chora, ou porque a fêmea já usou lágrimas para manipulá-los. Mas o fato é que Deus é um Deus ciumento e aquelas lágrimas pertencem a Ele. Poderia ser esta a razão, às vezes, da indiferença do seu marido? “então, clamarás, e o SENHOR te responderá; gritarás por socorro, e ele dirá: Eis-me aqui...” (Is 58:9). “... Não cesses de clamar ao SENHOR, nosso Deus, por nós...” (1Sm 7:8). Pode levar um longo tempo antes que você veja a vitória manifesta na carne, mas você deve continuar esperando em coisas que não se vê. Tenha fé em Deus. Clame a Ele somente. Ele tem o poder para mudar qualquer coisa e todas as coisas.

Fé. Para aumentar a sua fé, leia sobre diferentes situações difíceis na Bíblia e identifique a sua situação com elas. Para aprender do Seu grande poder, leia como Jesus acalmou as ondas do mar. Para saber que Ele pode fazer tanto com muito pouco, leia como Ele alimentou as cinco mil pessoas com cinco pães e dois pequenos peixes. Para que você nunca duvide de Sua misericórdia por você e sua situação, leia como Jesus purificou os leprosos, curou os doentes, abriu os olhos dos cegos e perdoou a mulher caída. Você encontrará todos estes fatos nos evangelhos, os quatro primeiros livros do Novo Testamento. Vejamos alguns homens fiéis para ver como o Senhor testou e aumentou a fé deles.

Pedro, um exemplo de fé. Leia a história de Pedro em Mateus 14, começando pelo versículo 22. Jesus mandou que Pedro andasse sobre as águas. Se Ele está te mandando andar sobre as águas, você sairá do barco? Veja: quando Pedro clama a Jesus, é sempre seguido pela palavra imediatamente. Imediatamente, Jesus falou a eles e disse que tivessem coragem. E então depois, quando Pedro começou a afundar, ele clamou ao Senhor, e “prontamente, Jesus, estendendo a mão, tomou-o...” (Mt 14:31).

Medo. Uma pergunta que devemos nos perguntar é, “Por quê Pedro afundou?” “Reparando, porém, na força do vento, teve medo...” (Mt 14:30). Se você olhar para a sua situação e a batalha que está sendo travada contra você, você afundará! Pedro tirou seus olhos do Senhor e o resultado foi medo! Diz “teve medo.” Se você tirar seus olhos do Senhor, você também terá medo.

Seu testemunho. Como os outros no barco reagiram? (Você se esqueceu que tinham outros que não saíram do barco?) Está escrito, “E os que estavam no barco o adoraram, dizendo: Verdadeiramente és Filho de Deus!” (Mt 14:33). Você está disposta a permitir que Deus te use para mostrar a Sua bondade, Sua amorosa benignidade, Sua proteção, para atrair outros a Ele? Há uma grande recompensa! Isto é evangelismo. Outros virão a você quando estiverem tendo problemas porque têm visto sua paz e alegria, independente das suas circunstâncias.

O vento parou. “Subindo ambos para o barco, cessou o vento” (Mt 14:32). Sua batalha não durará para sempre. Este teste foi necessário para fazer Pedro forte o bastante para ser a “pedra” da qual Jesus havia falado. O inimigo (e outros trabalhando para ele) te dirá que você ficará na provação a não ser que você fuja, se entregue ou desista. Deus nunca teve a intenção de que nós permanecêssemos “No vale da sombra da morte.” No Salmo 23:4 diz que nós andamos “pelo vale da sombra da morte.” O inimigo quer que pensemos que Deus tem a intenção de que vivamos lá! Ele quer pintar um quadro de “desespero”! Mas, louve ao Senhor, Deus é a nossa esperança, e esperança são nossas promessas em Sua Palavra, que foi semeada em nossos corações.

Abraão. Um segundo exemplo é quando Abraão tinha cerca de 90 anos de idade e ainda estava sem o filho que Deus lhe havia prometido, “esperava contra a esperança” (Rm 4:18). Isto não é bom? Mesmo quando toda a esperança havia ido embora, ele continuou a acreditar em Deus e a tomá-lo por Sua Palavra. Nós temos que fazer o mesmo.

Se você tem falta de fé. Se você tem falta de fé, você deveria pedir a Deus por isso. Existe uma batalha até pela sua fé. “Combate o bom combate da fé...” (1 Tm 6:12). “Combati o bom combate, completei a carreira, guardei a ” (2 Tm 4:7). Sem a fé do povo, até Jesus tinha menos poder. “(Jesus) Não pôde fazer ali nenhum milagre, senão curar uns poucos enfermos, impondo-lhes as mãos. Admirou-se da incredulidade deles...” (Mc 6:5-6). Aja em qualquer fé que você tenha. “E ele lhes respondeu: Por causa da pequenez da vossa fé. Pois em verdade vos digo que, se tiverdes fé como um grão de mostarda, direis a este monte: Passa daqui para acolá, e ele passará. Nada vos será impossível” (Mt 17:20).

Imitadores de fé. A melhor coisa que podemos fazer é imitar aqueles nas Escrituras que mostraram fé (você encontrará a galeria da fé em Hebreus, capítulo 11). Nós precisamos agir nas promessas de Deus sendo “...imitadores daqueles que, pela e pela longanimidade, herdam as promessas” (Hb 6:12). Há muitas mulheres que seguiram os princípios encontrados neste livro, que tiveram paz e alegria em meio a um casamento que estava se despedaçando, ou até quebrado. Como diz a canção, “O que Ele fez por outros, Ele fará por você!”

Ânimo dobre ou duvidando. Você não deve ter ânimo dobre: sua mente não deve vacilar ou duvidar de Deus ou de Sua habilidade ou desejo de te abençoar. “Peça-a, porém, com fé, em nada duvidando; pois o que duvida é semelhante à onda do mar, impelida e agitada pelo vento. Não suponha esse homem que alcançará do Senhor alguma coisa; homem de ânimo dobre, inconstante em todos os seus caminhos” (Tg 1:6-8). “Aborreço a duplicidade, porém amo a tua lei” (Sl 119:113). Se você tem problemas com o ânimo dobre, você precisa ler e meditar na Palavra de Deus (a Verdade) e Suas promessas a você. Também, se você quer encontrar paz, você deve se separar daqueles que te falam algo contrário às suas crenças. E fale positivamente sempre.

sem obras. “Mas alguém dirá: Tu tens fé, e eu tenho obras; mostra-me essa tua fé sem as obras, e eu, com as obras, te mostrarei a minha fé” (Tg 2:18). Mostre aos outros que você tem fé por suas obras. “Queres, pois, ficar certo, ó homem insensato, de que a fé sem as obras é inoperante?” (Tg 2:20). Se você crê que aquilo pelo que você tem orado vai acontecer, comece tratando aquela pessoa como se ela tivesse sido mudada! Se você crê que o seu marido vai se tornar um cristão, aja como se já fosse.

Fatos que não se vêem. Muitos podem te perguntar se você qualquer mudança na pessoa ou situação pela qual você está orando. Compartilhe estas Escrituras com eles. “Ora, a é a certeza de coisas que se esperam, a convicção de fatos que se não vêem” (Hb 11:1). “Visto que andamos por fé e não pelo que vemos” (2 Co 5:7). Fique firme na sua fé. Lembre-se daqueles que superaram e receberam a vida abundante que Deus prometeu. “Resisti-lhe firmes na fé, certos de que sofrimentos iguais aos vossos estão-se cumprindo na vossa irmandade espalhada pelo mundo” (1 Pe 5:9).

O Mundo. Como podemos ganhar fé, ou aumentar a nossa fé? “De sorte que a é pelo ouvir, e o ouvir pela palavra de Deus” (Rm 10:17). Leia a Palavra dEle e os testemunhos de outros. Cerque-se com mulheres fiéis que também são crentes fortes e fiéis. Mulheres que enfrentaram situações difíceis fielmente são as mesmas mulheres que te ensinarão e te segurarão em meio à sua provação. A melhor coisa a se fazer quando você sente que está quase sem fé é dar o pouco que tem sobrando. Ligue para alguém que você sente que precisa de encorajamento e dê-lhe o restante da sua fé. Você desligará o telefone alegrando-se porque Deus te encherá de fé.

Obediência. Não se esqueça que a obediência para Deus está acima da vitória. Não se esqueça do que Jesus disse: “Nem todo o que Me diz: Senhor, Senhor! entrará no reino dos céus, mas aquele que faz a vontade de Meu Pai, que está nos céus. Então, lhes direi explicitamente: nunca vos conheci. Apartai-vos de mim, os que praticais a iniqüidade.” (Mt 7:21, 23).

Dentro da vontade de Deus. Se o seu coração te condena que você não está dentro da vontade de Deus, que você não guarda os Seus mandamentos e que você não pede pelas coisas de acordo com a vontade dEle, então, é claro, você não terá confiança, não terá fé para receber seu pedido do Senhor. Peça a Deus para direcionar seus caminhos e para mudar sua vontade para a vontade dEle. “...contudo, não seja o que Eu quero, e sim o que Tu queres” (Mc 14:36).

Oração e jejum. Jesus disse aos Seus apóstolos, “Mas esta casta não se expele senão por meio de oração e jejum” (Mt 17:21). Se você já tem orado fervorosamente e tem purificado os seus caminhos, então Deus pode estar te chamando a um jejum. Aqui estão algumas durações de jejuns e seus propósitos.

Jejum de três dias. Ester jejuou três dias “por favor” de seu marido, o rei. Ester disse, “Vai, ajunta a todos os judeus que se acharem em Susã, e jejuai por mim, e não comais, nem bebais por três dias, nem de  noite nem de dia; eu e as minhas servas também jejuaremos...” (Et 4:16). Um jejum de três dias (ou o jejum de sete dias) tem outro benefício: Aqueles que contendem ou que nunca conseguem parar de falar ficarão fracos demais para falar. Então, você aprenderá a não discutir e você ganhará um espírito quieto.

Jejum de um dia. O jejum de um dia começa na noite depois da sua refeição da noite. Você bebe somente água até que o período de 24 horas seja completado; depois você come a refeição da noite do dia seguinte. Você jejua e ora durante este tempo toda vez que você sentir fome. Este jejum pode facilmente ser feito umas duas vezes na semana quando Deus estiver te chamando para se tornar mais disciplinada em sua vida.

Jejum de sete dias. Existe um jejum que dura sete dias; sete dias parecem representar completação(?). “Tendo eu ouvido estas palavras, assentei-me, e chorei, e lamentei por alguns dias; e estive jejuando e orando perante o Deus dos céus” (Ne 1:4). Normalmente será durante grande tristeza que você será “chamada” para jejuar por sete dias. Quando você estiver faminta ou fraca, use este tempo para oração e leitura da Sua Palavra. “De tanto jejuar, os joelhos me vacilam, e de magreza vai mirrando a minha carne” (Sl 109:24).

Um rosto triste. Mantenha-se o mais quieta possível sobre o seu jejum. Durante o jejum, você deve ficar silenciosa, nunca reclamando ou chamando atenção para si. “Quando jejuardes, não vos mostreis contristados como os hipócritas; porque desfiguram o rosto com o fim de parecer aos homens que jejuam. Em verdade vos digo que eles já receberam a recompensa. Tu, porém, quando jejuares, unge a cabeça e lava o rosto, com o fim de não parecer aos homens que jejuas, e sim ao teu Pai, em secreto; e teu Pai, que vê em secreto, te recompensará” (Mt 6:16-18).

O Senhor lutará esta batalha. Fique parada e veja! Uma vez que você sabe que orou segundo o que estivemos lendo ao longo das Escrituras, então faça como elas dizem— “Neste encontro, não tereis de pelejar; tomai posição, ficai parados e vede o salvamento que o SENHOR vos dará” (2 Cr 20:17)

Ninguém se glorie. Deus diz que somos um povo de dura cerviz. Finalmente, quando nossa batalha é vencida ou quando a guerra termina, que nos gloriemos nEle. Que permaneçamos humildes. “Porque pela graça sois salvos, mediante a fé; e isto não vem de vós; é dom de Deus; não de obras, para que ninguém se glorie” (Ef 2:8-9). “... não digas  no teu coração: Por causa da minha justiça é que o SENHOR me trouxe a esta terra para a possuir, porque, pela maldade ... é que o SENHOR as lança de diante de ti. Não é por  causa da tua justiça, nem pela retitude do teu coração que entras a possuir a sua terra, mas pela maldade destas nações ... pois tu és povo de dura cerviz ... rebeldes fostes contra o SENHOR” (Dt 9:4-7). Nós todos pecamos e carecemos da glória de Deus, então lembremos que quando a batalha é vencida, nossa justiça ainda não é nada mais que trapo de imundícia.

Intensidade nas suas provações é um sinal de que você está próxima da vitória. Suas tribulações podem intensificar quando você está próxima de receber a vitória. “Por isso, festejai, ó céus, e vós, os que neles habitais. Ai da terra e do mar, pois o diabo desceu até vós, cheio de grande cólera, sabendo que pouco tempo lhe resta” (Ap 12:12). Comecemos nosso compromisso orando Sua Palavra...

“Querido Pai Celestial, eu entro no meu lugar de oração e, agora que eu fechei a porta, eu oro a Ti, meu Pai, em segredo. Como me vês aqui em segredo, me recompensarás publicamente. Está escrito que ‘tudo quanto pedirdes em oração, crendo, recebereis.’ (Mt 21:22) Ó Deus, Tu és meu Deus; cedo Te buscarei; minha alma anseia por Ti numa terra seca e árida, onde não há água. Senhor, não há ninguém além de Ti para ajudar na batalha entre os poderosos e aqueles que não têm forças; então ajude-nos, ó Senhor nosso Deus, porque nós confiamos em Ti, e em Teu nome viemos contra esta multidão. Ó Senhor, Tu és meu Deus; que o homem não prevaleça contra Ti. Teus olhos, Senhor, passam por toda a terra para mostrar-se forte para com aqueles corações que são completamente Teus. Sonda o meu coração.

Porque embora andando na carne, não militamos segundo a carne, porque as armas da nossa milícia não são carnais, mas poderosas em Deus para destruir fortalezas. Derribando imaginações, e toda alta coisa que se exalta contra o conhecimento de Deus, e levando cativo todo pensamento à obediência de Cristo, Tu tens prontidão para vingar toda desobediência quando a Tua obediência é cumprida. Ó, cesse a malícia dos ímpios, mas estabelece Tu o justo. Eu não me atemorizarei de más notícias; o meu coração é firme, confiante no Senhor. O meu coração, bem firmado, não teme, até ver cumprido, nos meus adversários, o meu desejo. Que seja bendito o manancial de meu marido, e que ele alegre-se com a mulher de sua mocidade. Que eu, querido Senhor, seja como a corça de amores e gazela graciosa; que eu tenha a escondida e incorruptível qualidade em meu coração de um espírito manso e tranquilo, que é precioso diante de Ti. Porque os caminhos do homem estão perante os olhos do Senhor, e Ele considera todas as suas veredas.

Tudo o que ligardes na terra terá sido ligado nos céus, e tudo o que desligardes na terra terá sido desligado nos céus. Eu Te peço, Pai Celestial, que repreendas e amarres Satanás no nome e pelo sangue do meu Senhor Jesus Cristo. Cerque o seu caminho com espinhos, e levante um muro contra ele para que não ache suas veredas. Então dirás a mim, querido Senhor, ‘Vai outra vez, ama um homem amado de sua esposa.’ Por isso eu falarei benignamente a ele. O homem deve deixar pai e mãe e se unir à sua mulher, tornando-se os dois uma só carne.

Abraão esperou contra a esperança, creu em esperança, e não se enfraqueceu na fé; ele não duvidou da promessa de Deus por incredulidade, mas foi fortificado na fé, dando glória a Deus. Ele estava plenamente convicto de que Ele era poderoso para cumprir o que prometera. Porque, na esperança, fomos salvos. Ora, esperança que se vê não é esperança; pois o que alguém vê, como o espera? Mas, se esperamos o que não vemos, com paciência o aguardamos. Pereceria sem dúvida, se não cresse que veria a bondade do Senhor na terra dos viventes. Espera no Senhor, tem bom ânimo, e Ele fortalecerá o teu coração; espera, pois, no Senhor. Mas os que esperam no SENHOR renovarão as suas forças e subirão com asas como águias; correrão e não se cansarão; caminharão e não se fatigarão. Porque desde a antiguidade não se ouviu, nem com ouvidos se percebeu, nem com os olhos se viu Deus além de Ti, que trabalha para aquele que nele espera. Bondade e misericórdia certamente me seguirão todos os dias da minha vida; e habitarei na Casa do SENHOR para todo o sempre. Amém.”

Comprometimento pessoal: Orar ao nosso Pai ao invés de rapidamente falar com os nossos maridos. “Baseado no que eu aprendi da Palavra de Deus, eu me comprometo a permitir que Deus mude meu amado através do Seu Espírito Santo. Eu, ao invés, ‘banharei todos os meus desejos e preocupações em oração’ buscando Sua face. Eu reconheço que a única maneira de ganhar um marido para a justiça é ‘sem palavra alguma’ e com um espírito cheio de temor e humilde.”

 

Se você está pronta para se comprometer com DEUS em terminar o curso, em concordando e clicando aqui você então estará pronta para documentar esta próxima etapa ao longo de sua jornada de restauração no formulário "Meu diário". Não se apresse, sente-se, pegue seu café ou chá e derrame seu coração no seu Diário.

 Como “Semelhantemente, as mulheres mais velhas ...devem ensinar o que é bom. Devem instruir as mulheres mais jovens...” (Tito 2:3), você terá a oportunidade de falar com as mulheres mais jovens que ainda são solteiras como parte de seu ministério.