Dia 8
Meu Marido se Casou Novamente

Mas primeiro 3 TESTEMUNHOS!

Casamento Restaurado APÓS o Divórcio!!!!

Eu preciso lhes enviar este email para contar que eu e meu marido nos casamos novamente na sexta-feira passada!! Com NOVAS ALIANÇAS e tudo que tínhamos direito!!!!!

Glória ao nosso Deus que SEMPRE nos faz triunfar em Jesus Cristo! Nosso Deus é capaz de nos livrar da boca do leão; eu estou absolutamente persuadida de que Ele é capaz de fazer o que prometeu!

Obrigada pelo encorajamento diário e pela sabedoria e pelos conselhos divinos que vocês semeiam em nossas vidas através dos livros, vídeos, da Comunhão online e da preparação que é compartilhada através da Palavra e do seu testemunho para que eu esteja pronta para os dias que virão. Eu estou esperando cheia de expectativas e animação que a segunda glória desta casa deverá ser maior do que aquela que tivemos antes. Deus abençoe ricamente o Ministério Restaurar! Nosso Deus é verdadeiramente um Restaurador de ruínas, um Reparador da devastação que veio sobre a nossa geração!

~Faith* em Nebraska, RESTAURADA

Casamento Restaurado Após 5 meses de Separação!

Obrigada por ter obedecido a Deus e  fundado este ministério. Ele tem me ajudado de verdade. Todo louvor a Deus, nosso Pai — meu casamento foi restaurado após apenas 5 meses de separação!!! Eu coloquei a minha aliança de volta depois que li sobre o significado dela, mas desta vez com o foco correto em Quem eu realmente precisava me concentrar, Jesus!!!

Logo depois que deixei ir completamente, e fiz do Senhor o primeiro em minha vida, meu marido me ligou à 1 da manhã e me perguntou se eu poderia abrir a porta da garagem porque ele estava voltando para casa!!! E está funcionando porque agora eu estou confiando em Deus e aplicando os princípios que aprendi em todos os seus livros e vídeos!!!

Muito obrigada!!!!

~Kitty* em Wisconsin, RESTAURADA

Sucesso Maravilhoso Tanto na Restauração Quanto Depois Dela!

Eu passei anos desesperada até encontrar o Ministério Restaurar — em 1995. Eu encontrei vocês através de um outro ministério que apontava o RMI como uma alternativa. Eu conheci e li e reli o livro “Como Deus Pode e Vai Restaurar Seu Casamento” e através dele eu me dei conta de que eu havia desonrado a Deus colocando o meu marido e minha família em primeiro lugar. Eu era uma verdadeira hipócrita porque eu não amava a Deus sinceramente. E foi então que comecei a me calar. Eu escrevi cartas para todas as pessoas com quem eu havia conversado e contei a elas sobre as minhas próprias faltas e meus pecados (não escrevi para o meu marido porque eu sabia que o meu primeiro amor precisava ser o Senhor e eu não estava fazendo aquilo para impressionar o meu marido). Em vez de continuar destruindo a imagem dele pelas suas costas, eu comecei a elevá-lo aos olhos da nossa filha, e a encorajá-la a amar o pai incondicionalmente.

Eu aprendi que tudo que eu realmente precisava era de Jesus Cristo. Também aprendi que meu marido e minha família eram verdadeiros tesouros (que Deus havia me dado, e que eu passara a adorar mais do que a Ele). Como é verdadeiro aquilo que dizem que você pode ter o mundo inteiro, mas se o Senhor não estiver em primeiro lugar, então a sua família não estará ao seu lado, e a sua vida se tornará uma existência falsa e superficial.

Um ponto principal do qual eu me dei conta foi sobre não ridicularizar e nem fazer perguntas ao meu marido porque isso simplesmente não importava. Eu aprendi, através da oração, que Deus permitiu que a situação chegasse onde chegou para que eu O desejasse mais. E que surpresa, eu não precisei mais implorar, nem ameaçar e nem gritar como eu vinha fazendo antes. Eu tive que deixar ir, ser gentil com todo mundo e orar (apenas conversar e ouvir MUITO a Deus). Havia algumas mudanças muito graves a serem feitas em mim e Deus ainda está realizando transformações sérias e eternas em mim. Sinceramente, eu ainda tenho um longo caminho a percorrer.

Quando eu comecei a mudar, e o meu coração claramente se voltou para Ele, Deus mudou a minha situação. Depois que o meu marido voltou para casa, eu tive que visitar lugares e fazer coisas que Ele havia feito com ela (com a OM). E eu ainda estava morrendo por dentro, foi muito doloroso. Se eu não tivesse assistido aos vídeos Seja Encorajada, eu teria desabado debaixo de tanta pressão.

Ainda tenho os vídeos, mas a maioria dos outros materiais eu passei para outras mulheres que precisavam (eu comecei a ajudar outras pessoas e creio que isso tem muito a ver com o tempo em que as coisas começaram a mudar em meus relacionamentos). O meu livro “Uma Mulher Sábia” encontrou um novo endereço há duas semanas atrás na casa de uma mulher que estava destruindo o seu lar. Todos estes materiais foram tão úteis para outras pessoas! Os vídeos e o livro “Como Deus Pode e Vai Restaurar Seu Casamento” foram vitais para a minha restauração. Meu conselho é — “Adquira tudo que você puder!”

Meu marido está em casa há pouco mais de um ano agora. Tem sido difícil porque os testes estão mais duros e agora compreendo que foi por isso que Ele precisou me refinar daquela maneira. Senhoras, não desistam. Eu louvo a Deus porque meu marido agora dorme abraçado comigo e segura a minha mão e me diz constantemente que me ama. Eu louvo a Deus porque houve um tempo em que ele não me dizia mais essas coisas. E quanto mais eu me apaixono pelo Senhor, mais o meu marido se torna mais amoroso e afetuoso comigo, exatamente como Erin disse que aconteceria.

E deixe-me compartilhar mais um outro detalhe excitante — estamos casados há 25 anos e eu costumava implorar ao meu marido para que ele lesse a Palavra de Deus comigo. Depois que me apaixonei pelo Senhor, eu vi isso acontecer com ele!! Ele agora me acorda às vezes, e insiste em ler a Bíblia e orar comigo. Agora nós estamos lendo e orando todas as manhãs desde outubro passado!!! Ele lê e explica a Palavra para mim, e em seguida, após sete meses (depois de eu ter parado de ir à igreja) o Senhor guiou meu marido para a igreja!! Ele já a está frequentando há um ano agora!!! Eu dou toda a glória a Deus.

Eu só posso agradecê-Lo.

~Kelly em New York, RESTAURADA

Então, Seu Marido se Casou Novamente—
E Você se Sente Muito Sozinha!

Mesmo que o seu marido tenha se casado novamente, ainda há muitos motivos para LOUVAR A DEUS!!

Louve a Deus por você estar onde está!

Deixe-nos começar dizendo que a maioria das pessoas acreditam que a sua situação seja a pior possível para se acreditar em Deus para a restauração de um casamento. Mas isso é porque grande parte delas  não têm ideia do que o seu estado civil realmente significa. Você agora está na MELHOR posição possível para encontrar e experimentar a Vida Abundante, agora mesmo!!

E aqui vão mais boas notícias…

As estatísticas mostram que as chances do primeiro casamento terminar em divórcio é maior que 50% na igreja. O segundo casamento tem mais de 80% de chances de terminar em divórcio. E cada subsequente casamento tem sua chance aumentada em 20%. Então, se você está preocupada porque o seu marido se casou novamente, há grandes chances desse segundo casamento não dar certo.

O fato é que em Deus você sempre terá a vitória.

NO ENTANTO, a questão aqui não é saber SE é possível que seu casamento seja restaurado, uma vez que Ele diz que É possível:

Mateus 19:26
Jesus olhou para eles e respondeu: “Para o homem é impossível, mas para Deus todas as coisas são possíveis”.

Marcos 10:27
Jesus olhou para eles e respondeu: “Para o homem é impossível, mas para Deus não; todas as coisas são possíveis para Deus”.

Lucas 18:27
Jesus respondeu: “O que é impossível para os homens é possível para Deus”.

Lucas 1:37
“Pois nada é impossível para Deus”.

A pergunta é: POR QUE o seu casamento não apenas terminou em divórcio, mas POR QUE seu ex-marido fugiu de você e se casou novamente?

É nisto que nós queremos focar agora. Então, se você estiver disposta a RENOVAR a sua mente com os princípios desta lição, você ficará surpresa com o quão rápido a sua restauração pode acontecer!

Então, se você estiver pronta, vamos começar. Pode parecer brutal, mas se permanecer firme, você estará a caminho da restauração como nenhuma outra! Vamos lá...

Ao longo de anos ministrando para mulheres (e homens), e assistindo em primeira mão o que acontece e como os casos de separação que chegam até nós evoluem para o divórcio, e como aquelas pessoas que já estão divorciados acabam vendo seus cônjuges se casando novamente, percebemos que existe algo em comum e constante que estabelece esse padrão.

Tudo isso de deve à falha em “DEIXAR IR” o casamento e o marido, e posteriormente o ex-marido. E o motivo maior disso acontecer não tem nada a ver com o seu marido, é simplesmente porque você NÃO se apega a DEUS - o Senhor não é o primeiro em sua vida. Você pode até acreditar que Ele é, mas os seus frutos dizem outra coisa.

Você os conhecerá pelos seus frutos

Mateus 7:15-20 nos diz: “Você os conhecerá pelos seus frutos”. Qual é o fruto que você tem colhido até agora por continuar a permanecer, a perseguir e a não deixar seu marido ir? Você está mais perto da restauração?

Aqui estão três frutos mortais que podem acontecer se você continua a “lutar” pelo seu casamento, depois que o seu marido se casou novamente:

1. Orgulho Espiritual."O fariseu, em pé, orava no íntimo: ‘Deus, eu te agradeço porque não sou como os outros homens: ladrões, corruptos, adúlteros; nem mesmo como este publicano. Jejuo duas vezes por semana…”—Lucas 18:11-13. Você vê as pessoas que não estão em um “casamentos de aliança”, como pecadores? Quando você acredita que o casamento do seu marido é inválido, devido à sua crença de que ele é ainda seu marido, então você se eleva acima dos outros, e isso é orgulho.

2. Ignorar ou minimizar o poder do sangue derramado de Cristo.  Muitas mulheres acreditam erroneamente que o sangue de Jesus não é capaz de cobrir o pecado do adultério que acontece quando alguém se divorcia e se casa novamente. "Vocês não sabem que os perversos não herdarão o Reino de Deus? Não se deixem enganar: nem imorais, nem idólatras, nem adúlteros, nem homossexuais passivos ou ativos, nem ladrões, nem avarentos, nem alcoólatras, nem caluniadores, nem trapaceiros herdarão o Reino de Deus. Assim foram alguns de vocês. Mas vocês foram lavados, foram santificados, foram justificados no nome do Senhor Jesus Cristo e no Espírito de nosso Deus." —1 Coríntios 6:9-11.

Deus pode e perdoa o adultério! “Declarou Jesus: “Eu também não a condeno. Agora vá e abandone sua vida de pecado”.João 8:11.

3.  Condenar OUTRAS PESSOAS inibe a convicção do Espírito Santo na vida delas. Enquanto você julgar seu marido (e a outra mulher), considerando-os pecadores, e condenar o novo casamento do seu ex-marido, a convicção nunca acontecerá.  1 Tessalonicenses  1:5 diz "porque o nosso evangelho não chegou a vocês somente em palavra, mas também em poder, no Espírito Santo e em plena convicção..."

4. Idolatria. Deus diz que ELE foi quem "afastou de mim os meus melhores amigos e me tornou repugnante para eles" (Salmo 88:8). Que Ele “removeu companheiro e amigo" (Salmo 88:18). Quando uma mulher continua a perseguir o seu marido, depois de o Senhor tê-lo removido, isso significa que ela está cometendo idolatria. Êxodo 20:3 diz, "Não terás outros deuses além de Mim." Isso significa nenhum outro deus, como por exemplo o seu casamento ou marido.

Deus deve ser o PRIMEIRO em sua vida. Se Ele é, e Ele escolheu remover seu marido de você, então você deveria se concentrar em seu relacionamento com Ele, em vez de tentar perseguir seu ex-marido que agora está casado com outra.

Permanecer sem casar é uma coisa BOA. Quando meu marido estava perto de voltar para casa (e eu não tinha ideia disso), eu tive o forte desejo de permanecer como não casada. Não porque eu não o queria em casa ou não queria o meu casamento restaurado, mas porque eu tinha descoberto que não ter um marido para agradar havia permitido que eu me concentrasse em agradar ao meu Senhor e Salvador!

"Digo, porém, aos solteiros e às viúvas: É bom que permaneçam como eu." —1 Coríntios 7:8

"Tanto a mulher não casada como a virgem preocupam-se com as coisas do Senhor, para serem santas no corpo e no espírito. Mas a casada preocupa-se com as coisas deste mundo, em como agradar seu marido. Estou dizendo isso para o próprio bem de vocês; não para lhes impor restrições, mas para que vocês possam viver de maneira correta, em plena consagração ao Senhor.." —1 Coríntios 7:34-35.

VOCÊ conseguiria encontrar contentamento em permanecer sem se casar? Se NÃO, então você precisa pensar seriamente sobre quem é o PRIMEIRO em sua vida.

A maioria das mulheres para quem ministrei, e que ainda continuam "permanecendo" mesmo depois de um novo casamento do marido, estão mais obcecadas com eles do que aquelas cujos maridos não se casaram novamente. Ter os seus maridos de volta parece ser o maior objetivo de suas vidas. Se seu marido casou novamente ou não, seu maior objetivo DEVE SER um profundo relacionamento com seu Senhor e Salvador. Ele deve ser o primeiro em sua vida. Se não for agora, então QUANDO será?

Sua busca pela restauração do seu casamento te fez tropeçar? Ela fez com que você se tornasse espiritualmente arrogante? Transformou-se em idolatria? Você se tornou estéril em seu caminhada com Cristo devido ao seu desejo pelo seu ex-marido e pelo seu antigo casamento?

Então, qual a solução?

Corte fora, e atire para longe de você

Mateus 5:29-30 nos dá a solução: "Se o seu olho direito o fizer pecar, arranque-o e lance-o fora. É melhor perder uma parte do seu corpo do que ser todo ele lançado no inferno.E se a sua mão direita o fizer pecar, corte-a e lance-a fora. É melhor perder uma parte do seu corpo do que ir todo ele para o inferno.."

É tempo de você cortar fora - completamente! Se você assistiu qualquer um dos vídeos da série “Seja Encorajada”, então você sabe que quando meu marido me deixou, e o “muro de ódio” caiu, o Senhor me levou a dizer a ele que ele estava livre para ir.Sim, foi um passo de fé muito assustador. Ninguém me disse como aquilo iria terminar. Eu sabia apenas que, por causa dos dois versículos que compartilhei e por causa da parábola do filho pródigo, ao continuar a me agarrar ao meu casamento eu estaria indo contra a Palavra de Deus, uma vez que Mateus 16:25 diz, “Pois quem quiser salvar a sua vida, a perderá, mas quem perder a sua vida por minha causa, a encontrará.”

Portanto, eu decidi obedecer independentemente das consequências e coloquei a minha fé e esperança totalmente em Deus apenas. Amiga, esse foi um dos momentos mais decisivos para a minha vida e para o meu futuro!

Você está disposta a “perder” a sua vida para encontrar a vida abundante que Deus tem para você? Eu a exortaria a buscar a Deus a respeito do que eu compartilhei com você, lendo cada passagem várias vezes. E então, se você sentir convicção, “libere” o seu marido oficialmente.

Mas COMO?  

Ore sobre escrever uma carta ao seu marido. Dessa maneira você poderá controlar o que é dito e também poderá relê-la várias vezes antes de enviar. Você pode escrever algo assim:

“Olá, eu sei que o fato de eu ter me agarrado a você e à esperança de voltarmos a viver juntos te colocou sobre pressão e tornou a sua vida miserável. Eu quero que você saiba que eu finalmente ouvi seu conselho e comecei a dar passos para seguir em frente com a minha vida.

Eu quero que você saiba que você está livre para viver a sua vida sem se preocupar comigo. Eu lamento pela minha obsessão ter feito com que se tornasse mais difícil para você passar tempo com nossos filhos (e netos). Eu quero que você saiba que isso ficou no passado. Você pode frequentar as nossas reuniões familiares sem sentir que estou julgando sua vida ou que estou atrás de você.

Se isso ajudar, eu ficarei sem comparecer a nenhum aniversário ou datas comemorativas durante um ano inteiro para demonstrar minha sinceridade e meu desejo de finalmente te dar a liberdade que você merece há tanto tempo. Por favor, me perdoe por ter sido tão boba. Também estou planejando vender a casa, como você me disse tantas vezes, para demonstrar que eu falo sério. E mais uma coisa. Eu sei como é difícil para você deixar seus amigos e sua igreja. Eu tenho planos de fazer novos amigos e encontrar uma nova igreja como mais uma maneira de seguir em frente com a minha vida.

Erin.”

Por favor: Não comece a carta com “Querido” e nem termine com “Amor”. Não faça declarações do tipo “eu sempre vou te amar” ou mesmo “espero que continuemos amigos”. Também não inclua nenhuma “conversinha” ou coloque as crianças no meio da história.

*Use aquilo que se aplicar à sua situação a partir desse exemplo, e acrescente outras coisas que você se RECUSOU a deixar ir anteriormente. E também, ore para saber se você deve enviar essa carta ou entregá-la em mãos para que você tenha a certeza que foi ele quem a recebeu, e não a sua nova mulher. Tente não mandar por email pelas mesmas razões.

Testemunho

Uma mulher da Califórnia me escreveu a respeito da restauração do seu casamento. As coisas estavam progredindo bem e nós duas estávamos esperançosas que seu casamento logo seria restaurado. Porém, um dia ela ouviu, através de uma amiga, que o seu marido havia se casado com a outra mulher. Desanimada, ela me escreveu: “E agora?” Eu compartilhei com ela muito do que você acabou de ler. Ela escreveu de volta me agradecendo. Ela me disse que assim que se contentou com a aparente vontade de Deus para a sua vida, e desistiu de sua própria vontade em favor da Dele, ela estava agora contente e feliz de viver uma vida de solteira, e que não se casaria (ela tinha apenas trinta anos).

Um ano depois, ela me escreveu contando que seu ex-marido havia entrado em contato com ela. Ele disse que havia percebido que cometeu o maior erro da sua vida! Agora ele estava separado da nova esposa e estava entrando com o divórcio. Ele queria saber se ela consideraria a possibilidade de namorar com ele novamente ou se ela apenas pensaria nisso depois dele se divorciar legalmente. Ele disse que a sua intenção era se casar com ela novamente se ela o quisesse! Ela não ficou envaidecida ou animada, mas disse a ele para não procurá-la novamente, pois ele era um homem casado. Alguns meses depois ele a contatou outra vez, dizendo que o seu divórcio havia saído, e começou a pedir constantemente para que ela saísse com ele. Eventualmente ele acabou convencendo-a e eles se casaram novamente e estão esperando o seu primeiro filho.

Eu compartilho o princípio de deixar ir COMPLETAMENTE o seu marido com cada mulher que procura nossa ajuda. E sou ainda mais enfática com aquelas cujos maridos casaram novamente. Até agora todas, com uma única exceção, rejeitaram este princípio - todas, exceto essa única mulher que tem agora seu casamento restaurado. Essa única mulher nunca esteve em um ministério baseado em “Casamento de Aliança”. Ela nunca nem ouviu falar a respeito disso, um termo que foi cunhado baseado numa passagem em Malaquias. Em nosso ministério, nós nunca havíamos visto um homem ou mulher retornar após um novo casamento, exceto neste ÚNICO caso. Mas deixe-me repetir, ela foi a única que seguiu esse princípio radical e obteve um resultado radical!

Uma vez deixado sozinho, o seu ex-marido foi capaz de sentir o impacto da decisão errada que ele tomou ao se casar com a outra mulher. Ele não viu ou teve notícias da sua ex-mulher durante toda a separação. Ele teve que procurar para conseguir encontrá-la (eles não tinham filhos). Eu compartilho isso com aquelas pessoas que têm medo de “deixar ir”, por medo de que Deus não seja capaz de trazer alguém de volta, uma vez que este alguém esteja livre para ir e que a outra parte não vá atrás dele.

A outra razão por que isso funcionou é porque é da natureza do homem perseguir, e perseguir mais forte ainda, aquilo que ele acredita que não pode ter! As mulheres, e mesmo as moças, são as que procuram os homens hoje em dia, e são maltratadas e abusadas por causa disso! Não é natural. Pense nos esportes, na caça e na competitividade dos homens. Eles amam um desafio e perdem o interesse rapidamente, seguem em frente para o próximo desafio que se apresentar.

Por que VOCÊ não se torna o desafio do seu marido? Seja você aquilo que ele persegue - mas não faça joguinhos! Em vez disso, busque a Deus, não para ser mais religiosa, mas para ter um relacionamento completo que vai fazer com que você BRILHE na medida em que Ele vai te transformando de dentro para fora! E, quando a sua transformação estiver completa, eu prometo que seu marido vai saber disso, mesmo que você tente manter tudo em segredo. Deus vai orquestrar a SUA REVELAÇÃO no momento perfeito, quando você estiver mais radiante, e depois que a outra mulher já estiver amarga e afiada.

Provérbios 5:3-4 "Pois os lábios da mulher adúltera destilam mel; sua voz é mais suave que o azeite, mas no final é amarga como fel, afiada como uma espada de dois gumes."

Salmo 34:5 "Os que olham para ele estão radiantes de alegria; seus rostos jamais mostrarão decepção..."

Há muitos outros testemunhos abaixo que irão te encorajar a permitir que Deus a transforme através do Seu amor e do princípio de “deixar ir” e se tornar fiel a Ele! Mas antes....

Mais cedo nessa lição nós perguntamos POR QUE o seu casamento não apenas terminou em divórcio, mas também POR QUE o seu ex-marido correu e se casou novamente.

É nisto que queremos nos concentrar agora. Então, se você estiver disposta a RENOVAR a sua mente com os princípios desta lição, você irá se surpreender com o quão rápido a sua restauração pode acontecer!

Se você está pronta, vamos começar. Pode parecer brutal, mas, se você aguentar, então você estará no caminho da restauração como nenhuma outra! Vamos lá...

Ao longo de anos ministrando para mulheres (e homens), e assistindo em primeira mão o que acontece e como os casos de separação que chegam até nós evoluem para o divórcio, e como aquelas pessoas que já estão divorciados acabam vendo seus cônjuges se casando novamente, percebemos que existe algo em comum e constante que estabelece esse padrão.

Tudo isso de deve à falha em “DEIXAR IR” o casamento e o marido, e posteriormente o ex-marido. E o motivo maior disso acontecer não tem nada a ver com o seu marido, é simplesmente porque você NÃO se apega a DEUS - o Senhor não é o primeiro em sua vida. Você pode até acreditar que Ele é, mas os seus frutos dizem outra coisa.

Não ‘deixar ir’ é também significa continuar a agir como se você fosse casada no que diz respeito à intimidade. Não há nada que impeça mais a restauração do que dormir com um ex-marido.

Você os conhecerá pelos seus frutos

Mateus 7:15-20 nos diz: “Você os conhecerá pelos seus frutos”. Qual é o fruto que você tem colhido até agora por continuar a permanecer, a perseguir e a não deixar seu marido ir? Você está mais perto da restauração?

Quais têm sido os frutos resultantes do fato de você continuar a agir como se ainda fosse casada quando você não é mais? Talvez até sendo íntima com seu marido... E apesar de ele falar em largar a outra mulher, e casar novamente com você, suas promessas nunca se cumprem - você está preparada para viver desse jeito?

Intimidade

Tão logo você comece a mudar, substituindo a mulher contenciosa por um espírito gentil e quieto, e também se desapegando do seu marido, você começará a ver os Bons Frutos. Logo a situação começará a se revertida a ponto do seu ex-marido provavelmente começar a querer ser íntimo com você novamente. A pior coisa que você pode fazer é fingir que ainda é casada e dormir com seu ele.

Quando meu marido me deixou, e depois de um ano me disse que estava sendo pressionado pela outra mulher para se divorciar de mim, eu busquei a Deus e Ele me disse que o divorcio iria, de fato, acontecer. Ele me assegurou, porém, de que isso seria necessário para o testemunho. Logo depois Ele começou a me preparar para a “mudança” em minha situação. Assim que eu comecei a mudar, nós voltamos a ter intimidade novamente, mesmo nós estando separados e com ele vivendo com a outra mulher. Mas o Senhor me disse que, uma vez que o divórcio fosse finalizado e nós tivéssemos intimidade novamente, seria a mesma situação que acontece entre duas pessoas que não são casadas legalmente - seria errado!

Minha dificuldade era saber se eu deveria ou não avisá-lo de que as coisas mudariam, porque eu sabia que ele iria ver isso como uma tática minha para fazê-lo interromper o divórcio. Por isso eu segui o princípio descrito em Provérbios 17:28, “Até o tolo, estando calado, é tido por sábio; e o que cerra os seus lábios, por entendido.”

Como eu não fui à audiência, e “perdi” a revelia, eu não sabia ao certo se o divórcio tinha sido finalizado ou não. Então, passados um ou dois depois da data da audiência, eu perguntei ao meu marido se o divórcio havia sido concedido. Quando ele me disse que sim, eu soube que não deveria mais ter intimidade com ele novamente, não enquanto não nos casássemos legalmente outra vez. O importante não era agradar ao meu marido, ou ex-marido, mas agradar a Deus.

Justificar a situação dizendo que nós éramos casados “aos olhos de Deus” é uma armadilha vinda direto das profundezas do inferno. Muitas mulheres que são usadas e abusadas, e que nunca se casam legalmente, usam as mesmas mentiras - mulheres que são horrivelmente machucadas por essa inverdade. Eu sabia que Deus queria me proteger e que eu pertencia ao meu Pai Celestial, que Ele não queria que eu fosse usada. Ele queria que eu permanecesse pura e esperasse até que Ele inclinasse o coração do meu ex-marido para mim, para que ele se casasse comigo novamente.

Mais tarde, naquele mesmo dia, meu ex-marido começou a se engraçar comigo, e foi então que eu soube que eu teria que falar. Eu o afastei e disse a ele que, já que não estávamos mais legalmente casados, eu não poderia mais ter intimidade com ele. Primeiro ele pensou que eu estava brincando, mas quando ele percebeu que eu estava falando sério, ele começou a citar passagens da Bíblia dizendo que éramos “uma única carne”. Porém, eu disse que legalmente não estávamos mais casados e eu precisaria obedecer aquela lei, exatamente como havia acontecido antes de nos casarmos.

Ele se conformou e disse que iria respeitar minha decisão, mas começou a me beijar. Eu me afastei novamente, e mostrei a ele que nós deveríamos PARAR antes das coisas irem mais longe. Para ele estava tudo bem nos beijarmos e termos essa proximidade porque ele tinha alguém em seu apartamento esperando para ter intimidade com ele (a outra mulher), mas eu não tinha ninguém. Eu disse a ele também que seria muito difícil para mim continuar com toda aquela "paixão" e que apenas seria o que nós precisaríamos fazer a partir de agora.dali para frente nos cumprimentarmos com um beijo rápido seria suficiente.

E ele então ficou enfurecido, exatamente como um adolescente quando a namorada não quer fazer sexo com ele, mas eu sabia que aquilo era parte do plano de Deus para me restaurar. Eu me lembrei de minha avó dizendo que “os homens jamais comprariam a vaca se pudessem conseguir o leite de graça”. Eu queria estar casada de novo, e não apenas me transformar numa adúltera como a outra mulher, e por isso eu não cedi. Mas adivinha o que aconteceu? Foi aí que meu ex-marido começou a me procurar! Ele começou a me tratar com muita doçura, tenho certeza absoluta que aquilo era só para me levar para a cama de novo, mas eu não abandonei meu compromisso em permanecer pura até que nos casássemos de novo.

Demorou menos de uma semana, durante a qual ele me perseguiu com comentários amorosos, presentes e tudo o mais para me ganhar, e ele então me disse: “Me divorciar de você foi o pior erro da minha vida!”. Se eu tivesse continuado a dormir com ele, eu duvido que teria ouvido essas palavras. Daquele ponto em diante ele começou a desprezar a outra mulher. Ele comentou comigo que o sexo com ela era horrível e tenso. Finalmente ele começou a dormir no sofá. Isso intensificou o desejo dele por mim, e agora ele me dizia o quanto se arrependia de ter se divorciado. Eu simplesmente amei ouvir aquilo! Claro, ele poderia começar a procurar outras mulheres e dormir com elas, mas quando um homem quer algo que ele não pode ter, é da sua natureza desejar aquilo ainda mais.

E se você já dormiu com seu ex-marido?

Como acontece em todas as situações, nunca é tarde aos olhos de Deus para começar a honrá-Lo e honrar a Sua palavra. Comece exatamente onde você está agora ao seguir a verdade de Sua palavra que diz que a "verdade vos libertará”. Seja verdadeira e reconheça que você não está mais casada legalmente, portanto, ser íntima com qualquer homem é errado.

Deixe que o seu ex-marido saber da sua convicção recente, e se certifique de não se deixar enveredar por situações em que isso possa acontecer. Fique longe dos beijos apaixonados, e mesmo quando ele não estiver perto (ou quando estiver), não assista a filmes que vão acender essa paixão em você. Durante esse tempo em que me abstive de intimidade, eu também jejuava muito, o que ajudou a matar os desejos da carne. Mas o que mais me ajudou foi nem beijar e nem ficar muito próxima dele, o que só fez com que ele me desejasse ainda mais!

 

MAIS Testemunhos

“Obrigada, obrigada, obrigada! Eu fiz o que você disse e logo após meu ex quis dormir comigo. Mas, como eu queria honrar a Deus e a Sua palavra, eu disse a ele que sentia muito, mas que não podia. Como você disse ele tentou de tudo, até que um dia sentou nos pés da minha cama e chorou incontrolavelmente. Eu permaneci quieta, não quis confortá-lo porque isso resultaria em acabarmos tendo intimidade e eu sabia que seria assim. Isso o deixou ainda mais triste e ele começou a xingar a outra mulher, que segundo ele disse foi quem o fez se divorciar de mim. Eu não estou certa de que isso seja verdade, mas desde aquele dia ele continua falando em deixá-la e nós fazemos planos de casamento! Ele quer me levar na lua de mel que nunca tivemos, tudo porque ele está sentindo falta dessa parte de nossa vida juntos como marido e mulher! Você estava certa - é como um novíssimo começo. Quando ele começou a falar sobre nos casarmos de novo, o plano era apenas irmos ao cartório para oficializar nosso casamento novamente Agora ele quer que nós tenhamos uma linda cerimônia com nossos filhos, amigos e a família dele. Uau, fazer as coisas da maneira certa, à maneira de Deus, traz bênçãos que eu nunca poderia ter imaginado!!!”

Judy no Wisconsin

~~~~~~~~~

Querida Erin.

Como você, e todo mundo sabe, devido à minha biografia, eu caí nessa armadilha de dormir com meu ex-marido depois de ouvir aquela fita: “O Sexo e a Permanência" (de um ministério de persistência) quando ele começou a aparecer novamente - e logo ele me deixou de novo por outra mulher. Eu espero que todas aprendam com esse enorme erro que eu cometi. Eu pessoalmente acredito que o único modo de evitar essa armadilha do inimigo é aplicando o princípio de “deixar ir” (desapegar) e então se agarrar (se apegar) ao Senhor e tomá-lo como seu Marido.

Esse tópico (deixar ir), e os perigos de se desejar o fruto proibido, poderia facilmente ser ele próprio o capítulo de um livro, pois há tantos testemunhos que validam esse princípio, exemplos do que acontece quando ele é seguido ou ignorado. Deusa a abençoe por compartilhar essas verdades profundas para ajudar a nos salvar da destruição. Eu queria ter conhecido e seguido esse princípio antes porque eu tenho certeza de agora eu não estaria ainda esperando pela restauração, a essa altura ela já teria acontecido!

~Helen da Louisiana, Ministra RMI

 

E por esse ser um tópico difícil, ele também é abordado no nosso livro de Perguntas e Respostas.

PERGUNTA: O divórcio foi finalizado então, obviamente, intimidade não é para acontecer?

RESPOSTA: Se o divórcio foi finalizado, a intimidade é proibida, a não ser que você queira permanecer divorciada. Se você quiser se casar novamente com seu ex-marido, você precisa fazer o que é correto e então Deus vai honrá-la e você vai honrar a Deus.

PERGUNTA: (Estado: Califórnia. Atual estado civil: divorciada) Meu marido e eu nos divorciamos, mas voltamos (eu com minha atitude contenciosa derrubei minha casa). Eu o deixei e depois percebi meu erro, mas era muito tarde, ele não me queria mais de volta. Depois de ler seus livros Deus começou a mover, nós começamos a nos ver e falar um com o outro. Agora eu estou grávida e ele está aborrecido e bravo e desejava que nunca tivéssemos voltado a nos falar. O que eu faço agora? Fico longe e deixo-o se acalmar ou ainda permaneço como sua esposa? Ele quer até que eu faça um aborto.

RESPOSTA: Você precisa dar a ele tempo para ficar longe por enquanto. Ore para que o Senhor incline o coração dele para você e para o bebê. Você mencionou estar divorciada, e voltar com ele. Vocês se casaram novamente, ou você ainda estava divorciada quando se tornaram íntimos novamente? Eu tenho certeza que você leu no livro que, uma vez que o divórcio tenha ocorrido, você não deveria mais ter intimidade com seu ex-marido. Quando um juiz determina que não somos mais casadas, nós devemos obedecer. “Todos devem sujeitar-se às autoridades governamentais, pois não há autoridade que não venha de Deus; as autoridades que existem foram por Ele estabelecidas.””(Rom. 13:1). Eu tenho visto muitas tragédias quando esse princípio é violado. Há consequências para a violação da Palavra de Deus mesmo se foi feito em ignorância. “Meu povo foi destruído por falta de conhecimento” (Oseias 4:6)

Se você teve intimidade enquanto estava divorciada, você deve se arrepender diante de Deus e em seguida orar por uma oportunidade de se arrepender para o seu marido. Lembre-se, quando falar com ele, de concordar com TUDO o que ele disser, ou ficar quieta (Mateus 5:25). Se ele perguntar algo sobre aborto, diga que você tem que orar a respeito. E ENTÃO ORE!! Porém, uma vez que você não está mais casada, você não é obrigada a obedecer. Quando seu marido se divorciou de você, ele perdeu esse privilégio, então o bebê não está em perigo.

Quando uma esposa tem o desejo de restaurar seu casamento, ela voluntariamente se submete ao seu marido. É a escolha dela fazer isso para ser um exemplo da fé que ela possui de que seu casamento será restaurado. Foi isso que eu fiz. Porém, se fosse pedido que eu pecasse contra Deus, como está sendo pedido a você, eu não teria me submetido voluntariamente a isso. Entretanto, uma mulher que está casada deve se submeter em TODAS as coisas, confiando que Deus vai livrá-la fielmente - porque Ele É fiel!!! “Assim como a igreja está sujeita a Cristo, também as mulheres estejam em tudo sujeitas a seus maridos.” (Efésios 5:24). Mesmo se nossos maridos são desobedientes à Palavra como Abraão foi: "Do mesmo modo, mulheres, sujeitem-se cada uma a seu marido, a fim de que, se ele não obedece à palavra, seja ganho sem palavras, pelo procedimento de sua mulher, observando a conduta honesta e respeitosa de vocês.... como Sara, que obedecia a Abraão e o chamava senhor. Dela vocês serão filhas, se praticarem o bem e não derem lugar ao medo.” (1 Pedro 3:1-2,6)

PERGUNTA: Meu marido se divorciou de mim em julho. Antes do divórcio, ele e eu ainda éramos íntimos. Eu me pergunto se eu deveria rejeitá-lo caso ele venha me procurar agora. Eu estou confusa sobre isso porque a Bíblia diz “nós estamos unidos até a morte”, mas também existe o divórcio no papel pela lei dos homens. Qual vale mais? Em meu coração eu não me sinto divorciada, mas eu tenho certeza que toda mulher se sente assim. Eu me preocupo com a situação de ele não conseguir se controlar, porque ele disse querer fazer uma vasectomia, porque dessa maneira ele não erraria e teria um outro bebê. Eu sei que ele está namorando e eu tenho certeza que ela está pressionando para ter intimidade. Como você recomendaria que eu orasse a respeito dele, dela e por mim mesma nessa situação?

RESPOSTA: Se você tiver o livro Restaurar Seu Casamento, você poderá encontrar a resposta no final do primeiro capítulo. Basicamente, a Bíblia é clara quando diz que Deus nos vê como uma única carne, mas Ele também diz que estamos sob a lei para nossa proteção. A lei diz que você está divorciada, então legalmente você não está mais casada.

Jesus seguiu a lei ao pagar impostos e Se permitir ser capturado e processado. Ele não se colocou acima da lei, então nós não podemos fazer diferente.

“Todos devem sujeitar-se às autoridades governamentais, pois não há autoridade que não venha de Deus; as autoridades que existem foram por Ele estabelecidas. Portanto, aquele que se rebela contra a autoridade está se colocando contra o que Deus instituiu, e aqueles que assim procedem trazem condenação sobre si mesmos. Pois os governantes não devem ser temidos, a não ser pelos que praticam o mal. Você quer viver livre do medo da autoridade? Pratique o bem, e ela o enaltecerá. Pois é serva de Deus para o seu bem. Mas se você praticar o mal, tenha medo, pois ela não porta a espada sem motivo. É serva de Deus, agente da justiça para punir quem pratica o mal.” (Romanos. 13:1-4).

Posso me casar novamente?

NÃO. 1 Coríntios 7:39 é bem claro:  “A mulher está ligada a seu marido enquanto ele viver. Mas, se o seu marido morrer, ela estará livre para se casar com quem quiser, contanto que ele pertença ao Senhor.”

Ao longo desses anos, nós tivemos muitas mulheres que foram incapazes de ‘deixar ir’ seus maridos em seus corações, e isso as levou a se casarem com outro. Por acharem que haviam falhado, elas desistiram de pensar em restauração e encontraram alguém novo para se casarem.

O primeiro email que chega ao nosso ministério sempre vem contando como elas estão felizes por estarem casadas com um novo homem. Elas começam basicamente afirmando como nós estávamos ERRADAS (devido à nossa firme convicção contra o novo casamento). Mas em seguida os meses vão passando, e normalmente um ano após o novo casamento, essas mesmas mulheres nos escrevem DESESPERADAS pedindo ajuda. Elas nos enviam emails longuíssimos explicando sobre como estão arrependidas e nos perguntando o que deveriam fazer agora.

É só então que elas se dão conta do erro que cometeram. E na grande maioria trata-se de mulheres que fielmente apoiam financeiramente o nosso ministério! Imagine só! Elas se sentem tão miseráveis em seus novos casamentos que querem desesperadamente apoiar um ministério que fale a verdade. E porque esses novos maridos em geral são "homens bons", elas não veem como poderiam falar ou ministrar sobre seus erros. Elas nos pedem para falarmos a verdade ousadamente e pedem que VOCÊS ministrem por elas antes que vocês mesmas cometam o mesmo erro.

Então, você está pronta para começar a se concentrar em ministrar?

Esteja você nos seus 20 ou 60 anos, há mulheres ou moças que precisam desesperadamente de orientação.

"As mulheres idosas, semelhantemente, que sejam reverentes no seu viver, não caluniadoras, não dadas a muito vinho, mestras do bem,  para que ensinem as mulheres novas a amarem aos seus maridos e filhos, a serem moderadas, castas, operosas donas de casa, bondosas, submissas a seus maridos, para que a palavra de Deus não seja blasfemada." —Tito 2:3-5

Comece a ministrar

Se você estiver disposta a devotar a sua vida para se “gloriar em suas fraquezas”, e ajudar a ministrar para mulheres mais jovens e/ou feridas, você pode começar seu ministério aqui mesmo com o RMI! Por enquanto, continue apenas estudando essas lições e perceba que ELE a chamou para ajudar OUTRAS mulheres.

Honestamente, esses princípios da lição realmente funcionam?

"Os teus testemunhos são o meu prazer  e os meus conselheiros."— Salmos 119:24

Perguntas e Respostas

Pergunta

Olá. Eu preciso de ajuda para compreender uma coisa. O material que me foi enviado anteriormente me deu tanta paz que eu senti que não estava mais em crise, eu até me vi alegre outra vez. Mas agora a minha situação tomou outro rumo. Meu ex se casou de novo e eles estão esperando um filho. Ele fez cirurgia de reversão de vasectomia para poder conceber essa criança. Isso significa que eu ainda estou me “ agarrando”a ele a ponto da restauração não ser permitida, ou não ser da vontade de Deus, já que as coisas chegaram a esse ponto? É claro que estou de coração partido, o que não é certo porque crianças são uma benção de Deus. Eu apreciaria muito suas idéias.

Muito obrigada. Sandra.


Resposta

Salmos 92:5-7

“Quão grandes são, ó Senhor, as tuas obras! Quão profundos são os teus pensamentos! O homem néscio não sabe, nem o insensato entende isto: quando os ímpios brotam como a erva, e florescem todos os que praticam a iniquidade, é para serem destruídos para sempre.”

Isaías 30:18

Deus é Benigno e Justo

“Por isso o Senhor esperará, para ter misericórdia de vós; e por isso se levantará, para se compadecer de vós; porque o Senhor é um Deus de equidade; bem-aventurados todos os que por ele esperam.”

Nada é impossível, mas minha interpretação imediata é que, mesmo de coração partido como Sandra está, meu coração dói ao pensar no Senhor que quer que ela O deseje. Isso me lembra muito uma amiga querida que mora perto de Nova Orleans.

Quando seu marido descobriu que a outra mulher estava grávida, ele decidiu se casar com ela. Porém, minha amiga já tinha há muito “deixado ir” seu marido e começado a buscar ao Senhor, trabalhando comigo para ajudar outras mulheres.

Por um ano ou dois, a filha adolescente dessa minha amiga se tornou amiga da sua meia irmã e começou a trazer a garotinha para sua casa, geralmente durante o fim de semana. Minha amiga veio diante do grupo, depois de falar comigo pessoalmente, e confessou o ódio que ela sentia por essa criança e como se envergonhava de poder se sentir assim a respeito de um bebê inocente. Aquela noite ela chorou e foi curada. O ressentimento foi substituído por amor por essa criança.

Por volta de um ano depois que as coisas começaram a se desenrolar no novo casamento. A outra mulher (agora a nova esposa) começou a não voltar para casa. Ela trabalhava nos cassinos próximos, e como o marido trabalhava nas plataformas de petróleo, ele descobriu que ela deixava a bebê com babás, durante dias. Não sabendo o que fazer, ele se voltou para a sua ex-mulher. Ele deu a bebê para minha amiga tomar conta (e sua filha que agora estava com 20 anos), tudo por amor à garotinha.

Minha amiga não tinha NENHUM sentimento, mas eu a encorajei, dizendo que isso era bom, que ela mantivesse os seus olhos e coração em Deus... eu a lembrei de como é horrível ser uma prostituta aos olhos do Senhor, que é seu Marido.

A outra mulher se divorciou do seu ex marido e deu a ele a guarda da filha, depois de confessar que havia engravidado somente para se casar com ele.

Depois desse divórcio, ele quis se casar com minha amiga para oferecer um lar à sua filha, e por ter enxergado que mulher maravilhosa ela sempre foi. Mas minha amiga rejeitou, dizendo que ela era crente, que o Senhor era seu Marido agora (mostrando o versículo na Bíblia), mas que continuaria a ajudar a criar a garota como se fosse filha dela.

De coração partido, o marido conversou com o único cristão que ele conhecia na plataforma e descobriu que havia um grupo de cristãos que faziam estudos diários, ao qual ele se juntou. Depois de aceitar o Senhor e renascer em Cristo, ele se tornou um novo homem. Ele nem parecia o mesmo homem quando eu o vi. Um ano depois eles estavam casados novamente.

Não perca o ponto. Foi a fidelidade da minha amiga ao seu Marido que a capacitou a manter seu coração seguro e permitir que o Senhor se tornasse Aquele de quem ela precisava. E não apenas por ela, mas pelo seu marido também. Ele teve tempo para ver com quem ele havia se casado e então voltar em busca da minha amiga. E quando o seu plano falhou, na sua dor ele se voltou para o Senhor.

Outra ponto importante dessa restauração foi que minha amiga foi em secretarias de igrejas para informar sobre nossos encontros semanais. Ela começou um estudo bíblico às quartas-feiras em sua casa, estudando o livro “Uma Mulher Sábia”, e a sua filha começou a participar. As duas então começaram um grupo para adolescentes mais velhas, e a mudança em sua filha foi maravilhosa. Suas amigas mudaram também, e cada uma começou a se vestir diferente e desistiram de namorar. Essa moça se casou com um rapaz do grupo de jovens, que não era como os rapazes com quem ela estava acostumada. Ela se casou antes do pai se converter, mas antes de tudo isso ela só se interessava por homens exatamente iguais ao pai.

Erin.

Entendendo os Princípios da Aliança de Casamento
Quando Usar ou não Usar a Sua Aliança de Casamento

Quando usar ou não a sua aliança de casamento da maneira correta é muito significativo no que diz respeito à sua restauração.

Nesta lição Aliança de Casamento nós esperamos esclarecer se você deve ou não usar a sua aliança — e como saber o que fazer.

Em seguida, volte aqui e nos envie um RELATÓRIO DE LOUVOR "Superando um Obstáculo" CLICANDO AQUI
Quanto mais transparente e real você for, mais você poderá ajudar outras mulheres a se identificarem com o que você vivenciou, e tudo se tornará mais fácil para aquelas que virão depois de você 🙂
*E certifique-se também de ler a nossa lição bônus, especialmente se você estiver vindo de outro ministério.

—*Lição Bônus—

Divórcio & Intimidade

 

Honestamente, esses princípios da lição realmente funcionam?

"Os teus testemunhos são o meu prazer  e os meus conselheiros."— Salmos 119:24

Enviado por: Heather em Massachusetts; está atualmente Divorciada e é uma Ministra RMIEW.

“Minha Nova Aliança”

Eu estou tão EMPOLGADA!!! Eu agora tenho uma LINDA nova aliança para usar! Faz alguns meses que tenho desejado um aliança de ouro rosê e tenho conversado com meu Marido Celestial sobre isso. Mesmo eu tendo algumas ideias de como eu poderia consegui-la, ou sobre o que ela significaria para mim, eu nunca esperei que aconteceria da forma que aconteceu.

Um dia eu estava andando pelo shopping e parei em duas joalherias. Em uma delas tinha uma linda aliança com cristais e era de ouro rosê. Na outra loja tinha uma aliança de noivado, ou aliança de compromisso, também em ouro rosê, mas não era o que eu estava procurando. Honestamente eu nem sabia por que eu estava procurando por uma aliança. Quatro dias depois eu recebi um dinheiro de presente, que eu não esperava, e fiquei maravilhada com isso.

Como eu não tinha ido à academia neste dia, acabei indo dar uma volta no shopping para caminhar um pouco. Esse shopping é ao ar livre e muitas pessoas vão lá para andar e ver as vitrines. Eu tinha até convidado algumas amigas, mas nenhuma delas pode ir. Eu estacionei meu carro e comecei a minha caminhada com Ele quando logo me deparei com uma outra loja de jóias, e resolvi entrar. Assim que eu entrei na loja a senhora me disse: "Oi, você está procurando uma aliança de casamento?" Eu olhei para ela e disse: "Sim, eu gostaria de ver uma de ouro rosê." Ela me mostrou três anéis e eu amei todos eles. E ela então começou a me fazer perguntas. Uma coisa que ela me perguntou foi: "Esta aliança tem algum significado especial e não é sobre o seu casamento?" Eu sorri e disse: "Oh, sim, tem sim" 🙂 e eu comecei a perguntar se ela conhecia a Deus. Ela me contou que estava afastada da sua fé há quatro anos, mas que sabia que Ele a estava trazendo de volta, porque eu fui a terceira pessoa a falar com ela sobre isso. Em seguida ela saiu para ajudar outro cliente, e eu aproveitei para falar com Ele em meu coração. Eu perguntei se eu deveria comprar uma aliança, e em caso afirmativo, qual deveria ser. Ele me guiou para o do meio. Quando ela voltou, ela perguntou: "Você já decidiu?" E eu disse: "Sim, esta por favor.", sem nem mesmo saber o preço. Ela me levou para o caixa e me disse que aquela aliança estava com um preço especial e que ela me daria um desconto de 10%, mas que primeiro ela teria que saber o que este anel estaria simbolizando.

Eu disse a ela que aquela aliança era do meu Marido Celestial, que eu sou Dele e Ele é meu. Que era para me lembrar de que eu nunca estou sozinha. Ela calculou o valor e era exatamente a quantia em dinheiro que eu havia ganhado de presente!!!!

Eu O louvei e O agradeci por aquela aliança especial e pela oportunidade de compartilhar sobre tudo que Ele tem feito por mim.

Hoje, em minha mão esquerda, no dedo da aliança, está a aliança de casamento mais bela, brilhante, de ouro rosê e com 12 diamantes incríveis, que recebi do meu Maravilhoso, Incrível, Protetor, Provedor, Consolador, Carinhoso, Bondoso, Generoso, Perdoador e Amoroso Marido. Ele está sempre no controle e eu O amo muito!!!!!

~ Heather em Massachusetts

“...E conhecerão a verdade, e a verdade os libertará.” João 8:32

Agora é hora de Clicar Aqui e derramar o seu coração para o Senhor ao preencher o seu formulário “O que Eu Aprendi”.