Dia 18
Meu Líder Espiritual, Parte 2...

mas primeiro um Testemunho de Casamento Restaurado

 

Restaurada depois de passar PELO Fogo!

Que jornada maravilhosa! Meu casamento está restaurado desde fevereiro de 2002. Tudo começou quando meu marido e eu tentamos nos divorciar pela segunda vez. Eu já estava cansada e determinada a continuar a minha caminhada com Deus com ou sem marido. Eu estava convencida de que o problema era o meu marido e de que eu era uma “boa” esposa, e eu já não aguentava mais ter que lidar com a infidelidade dele. Eu tentei de tudo, mas nada adiantou. Minhas tentativas de “salvar” o meu casamento se transformaram num círculo vicioso. Eu me sentia presa e finalmente perdi toda a esperança. Mas louvado seja o Senhor porque Ele não perde a esperança e é fiel! Eu sempre orava a Deus sobre a minha situação, até que, finalmente, eu aceitei a mentira de que “Deus tem alguém melhor para você (um homem verdadeiramente piedoso).”

Em outubro de 2001, a nossa igreja realizou um retiro para as famílias. Meu marido e eu decidimos ir e levar os nossos dois filhos. No sábado à noite, o poder do Espírito Santo se moveu tremendamente e o Senhor tocou o meu coração para que eu perdoasse o meu marido mais uma vez. Eu achei que aquilo uma loucura, pensei que seria impossível, mas eu sabia que teria que obedecer! Eu caí de joelhos exausta, cansada e fraca; eu orei dizendo a Jesus que eu precisava que Ele me fortalecesse. Eu entreguei tudo a Ele—o que eu queria em um homem, em um marido e em um pai para os nossos filhos. Naquela mesma noite, uma mulher se aproximou de mim e me deu o seu número de telefone. Ela me disse que realmente gostaria de conversar comigo! Eu liguei para ela e nós nos encontramos naquela mesma semana. Ela me apresentou ao RMI e me deu uma cópia do livro da Erin. Ela estava orando junto com uma outra irmã em Cristo por telefone pelos seus casamentos e eu decidi me juntar a elas!

Eu louvo ao Senhor pela Erin e pelo seu ministério. O livro abriu os meus olhos completamente. A forma como o Senhor se revelou para mim foi maravilhosa! Eu chorei muito quando me dei conta das minhas falhas e erros. Deus é tão misericordioso que, através da dor, eu fui libertada! Eu me entreguei a Ele completamente! Ele me transformou, me moldou e me fez nova. Através do perdão Ele me deu um novo amor pelo meu marido e eu fiquei cega para todas as faltas dele. Eu agora amo, honro e me submeto ao meu marido como ao Senhor. Eu realmente acredito que tudo que passei foi a maneira que Deus usou para chamar a minha atenção para que eu confiasse somente Nele! Quando nós tentamos consertar as coisas, a mudança é temporária. Nós precisamos deixar ir e deixar Deus ser Deus e correr para Ele em todas as coisas porque Ele é o cabeça de todo homem!!

Mas, mesmo com todas as minhas mudanças, a batalha só estava começando. A parte mais difícil ainda estava por vir, mas “maior é Aquele que está em nós do que aquele que está no mundo.” A minha fé foi provada, mas eu estava determinada a passar PELO fogo, e não a permanecer nele! Meu marido mais uma vez se envolveu com uma OM. Ele nunca havia feito isso abertamente, mas desta vez ele envolveu as crianças, e isso foi muito duro. Ele nunca chegou a sair de casa, embora tivesse dito que sairia! Eu me apeguei às Escrituras e fui obediente à Palavra. Deus maravilhosamente me deu forças para ver a situação como ela realmente era: TEMPORÁRIA, e não permanente! Quando meu marido saía, eu usava esse tempo para me aproximar do Senhor. Eu me apaixonei profundamente por Ele. Ele se tornou “tudo” para mim e nada mais conseguia roubar a minha alegria—nenhuma circunstância ou situação!

Não foi uma jornada fácil! Eu orava constantemente, jejuava e declarava as Escrituras com promessas de Deus. Minhas atitudes, pensamentos e ações refletiam essas promessas. A minha fé e a minha confiança não vinham do que eu via, mas daquilo que Deus tinha para mim.

Cada escritura e cada palavra do livro da Erin se tornaram o meu estilo de vida. Eu aprendi tanto! Quanto mais eu deixava ir, mais eu via os milagres e as mudanças. Eu não tentava mais nada pela carne; eu agora colocava a minha confiança no Espírito Santo de Deus. Eu sabia que as mudanças que Ele fazia eram permanentes!

Como diz a Escritura, a adúltera é doce como mel, mas no fim ela se torna amarga como o absinto. A Palavra de Deus nunca falha! Em janeiro, meu marido terminou com essa outra mulher. Ele me pediu perdão e ficou maravilhado de ver que eu ainda continuava tendo amor por ele apesar de tudo! Eu acho que essa foi a primeira vez que nós experimentamos o amor incondicional um pelo outro. Eu dou toda a glória a Jesus! Nós tivemos um aniversário de casamento incrível em fevereiro.

Desde que fomos restaurados, eu continuo a me manter firme na minha caminhada com o Senhor. E não poderia ser de outra forma! Como eu confio em Deus para tudo, meu marido é o nosso provedor, líder espiritual e um homem piedoso! Nós agora temos um casamento forte firmado na Rocha! Eu tenho tantos outros testemunhos que tento compartilhar o máximo possível com outras mulheres que não têm esperança. E eu preciso dizer isso a todas vocês: “DEUS PODE E VAI RESTAURAR SEU CASAMENTO! NADA é impossível para Deus!”

Deus abençoe!

~ Lota A em Porto Rico, é a nossa Ministra de Casamentos Restaurados em Espanhol que tem sido usada por Deus para trabalhar junto com o ministério do RMI Espanhol desde que o seu casamento foi restaurado há mais de uma década atrás.

Atualização: Lota acabou não apenas tendo o seu próprio Ministério de Casamentos, mas ela também teve um “Bebê da Restauração”, um outro filho que nasceu 8 anos depois de ela e seu marido terem sido restaurados.


Marco Espiritual #4

 

A lição de ontem e de hoje são o seu 3º Marco Espiritual.

Você interrompeu a sua Jornada da Restauração para fazer uma lista das razões para NÃO deixar ir?

Curiosamente, essa é a mesma coisa que o seu marido ou ex está fazendo, pensando no motivo por que ele deveria deixar ir a OM e/ou voltar para casa. Então, da próxima vez que você se sentir frustrada, lembre-se desse obstáculo que você teve problemas para superar.

"Sejam praticantes da Palavra, e não apenas ouvintes, enganando-se a si mesmos... não esquecendo o que ouviu mas praticando-o, será feliz naquilo que fizer." Tiago 1:22-25

Meu Líder Espiritual: Parte 2

Na primeira lição sobre “Meu Líder Espiritual” nós começamos a aprender que é preciso para dar espaço para que o homem assuma o seu lugar corretamente como um líder.

Nessa lição nós queremos te ensinar:

• Mais sobre o significado do SEU relacionamento com o Senhor…

• A como se preparar para o retorno do seu marido…

• A como preencher o tempo antes do seu marido retornar…

• E o que nós descobrimos que foi ainda MAIS importante do que quando o seu marido se tornar o líder espiritual.

Para isso, vamos começar com dois testemunhos poderosos que mostram esses princípios em ação. O primeiro:

Uma proteção para a cabeça ou uma proteção Espiritual?

Este primeiro testemunho foi o que eu compartilhei brevemente na lição Líder Espiritual Parte 1. Agora eu gostaria que você lesse o resto da história sobre a mulher menonita que veio até mim depois de ela mesmo ter caído em adultério. Por favor, preste atenção no que foi preciso para que esta mulher não só tivesse o seu casamento restaurado — mas o que levou o marido dela a ser salvo e a se tornar o líder espiritual da sua casa.

Eu acredito que, uma vez que você perceba o potencial e o poder deste princípio, você será capaz de deixar de se apoiar em sua igreja, e experimentar a liberdade e o poder de viver essa verdade em sua própria vida!

Esta, com sinceridade, é uma das restaurações mais incríveis que aconteceram no início do meu ministério. Esta mulher, como eu disse, foi um menonita. Quando ela veio à nossa reunião, todas notaram imediatamente que ela estava coberta da cabeça aos pés com roupas modestas e religiosas. Seu marido a havia abandonado imediatamente depois de ELA ter confessado o adultério cometido, e eu expliquei que isso aconteceu porque ela não teve uma proteção espiritual sobre ela. Durante ANOS ela frequentou a igreja fielmente, levando os seus filhos, enquanto o marido, que não era cristão, ficava em casa.

Após esta mulher deixar sua igreja e nos encontrar (e de me explicar que ela não só teve de confessar seu pecado a seu marido, mas à igreja também, eles a colocaram em pé na frente de toda a congregação e pediram para que ela saísse), ela tirou aquelas roupas religiosas e a cobertura que usava na cabeça. O marido dela então entrou em pânico e disse a ela que colocasse tudo de volta e que voltasse para a igreja. E foi aí que Deus lhe deu a oportunidade de explicar ao marido, com todo respeito, que ELE era a sua cobertura, não a igreja. E logo depois que o seu casamento foi restaurado, devido ao seu desejo de confessar seu pecado de adultério (o que levou o seu marido a deixá-la e a sua consequente expulsão da sua igreja) o marido parou em uma igreja que viu, no seu caminho para o trabalho, porque, segundo ele, "tinha visto a palavra ‘Bíblia’ no nome e ele sabia que a Bíblia era uma coisa boa".

Mais uma vez foi seu pastor que o encorajou a vir e trazer sua família à igreja no domingo de manhã. Foi seu marido, quem levou a sua família para se sentar na fila da frente (como uma família completa, não com ele em casa) pela primeira vez. Foi tudo isso que o levou,no final seu primeiro culto na igreja, a ser SALVO! Mas não parou por aí.

Como eu também disse, a próxima coisa que Deus fez foi fazer com que o pastor deste homem lhe dissesse para se juntar a um grupo de estudo bíblico para homens! Essa mulher nunca precisou dizer nada (e ela sabia que não deveria) para tentar ensinar ao marido, nada! Em vez disso, Deus interveio e tomou conta de tudo! Você está surpresa? E então, alguns poucos meses depois, este homem veio com a esposa me AGRADECER por minha ajuda na restauração do casamento deles, porque a partir de agora ele poderia compartilhar a verdade que o levou a ser salvo e se tornar cristão!

Observe que quando essa mulher abriu ESPAÇO para que o seu marido se tornasse seu líder espiritual, e optou por não mais estar sob qualquer outra autoridade espiritual que não fosse a do Senhor, tudo isso aconteceu. Durante anos foi ensinada a ela uma falsa doutrina que a levou a cair em adultério, porque ela não estava embaixo daquilo que Deus disse seria era a sua proteção — seu marido e o SENHOR, somente! Durante anos a igreja disse a ela que continuasse frequentando os cultos e estudos porque isso faria com que o seu marido começasse a vir à igreja, o que nunca aconteceu (e que raramente acontece!).

Observe também que, quando ela abriu espaço para que o seu marido começasse a procurar pela ajuda de um pastor: ELE encontrou a igreja, ELE levou a sua esposa e a família. Foi ELE quem passou a frequentar os estudos bíblicos para HOMENS. E, finalmente, sua eternidade estava assegurada — que é o aspecto mais importante de tudo, e eu tenho certeza que você concorda comigo nisso!!

Testemunho 2

A Bíblia Dele

Deus me pediu para viver esse mesmo princípio em minha vida antes de eu conhecer a minha amiga menonita, e é por isso que estou tão convicta da sua veracidade. Para ajudar alguém, eu preciso aprender e depois viver o que estou ensinando.

Deixar espaço para o meu marido se tornar o líder espiritual da nossa família começou (como eu mencionei na última lição) durante o período em que ele tinha ido embora. Foi então que Deus falou comigo sobre parar de ir à igreja e abrir espaço para que o meu marido se tornasse o meu líder espiritual. Deus já tinha me falado a respeito da minha arrogância espiritual, e isso me levou a esconder a minha Bíblia, parar de ir à igreja, parar de ouvir música cristã sempre que meu marido vinha para uma visita, e começar a seguir o princípio que encontrei em Mateus 6:6 “Mas quando você orar, vá para seu quarto, feche a porta e ore a seu Pai, que está no secreto. Então seu Pai, que vê no secreto, o recompensará.”

Após alguns meses dando espaço para que ele se tornasse o líder espiritual, minha parceira de oração e eu também descobrimos esse versículo na Bíblia que diz…

“Se quiserem aprender alguma coisa, que perguntem a seus maridos em casa; pois é vergonhoso uma mulher falar na igreja.”—1 Coríntios 14:35

Nós acreditamos que este princípio deveria ser tomado literalmente e, para confirmar isso, nós duas esperamos que Deus criasse uma oportunidade para perguntarmos aos nossos maridos em casa algo que realmente não sabíamos.

No momento em que Deus proporcionou essa oportunidade, minha parceira de oração e eu já tínhamos percorrido um longo caminho em nossa jornada Restauração. Ambas já tínhamos parado de ir à igreja e nossas relações com os nossos maridos estavam finalmente em termos amigáveis ​​novamente, devido a termos deixado ir radicalmente. Tanto é que o meu marido tinha realmente me confrontado para saber se eu estava "com outra pessoa", porque, segundo ele, "eu estava brilhando". E devido a deixar radicalmente ir, ele já tinha começado a me perseguir novamente.

A esta altura, tanto a minha parceira de oração como eu fomos capazes de continuar deixando ir e de nos concentrarmos em nosso relacionamento com o Senhor. Desde que começamos a nos encontrar semanalmente, não para falar de nossos problemas (porque acreditávamos que isso dava poder às coisas negativas), mas para nos debruçarmos sobre nossas Bíblias procurando mais verdade para combater o que "víamos" acontecer, isso fez com que tudo começasse a se mover mais rapidamente.

Então, como eu disse, isso aconteceu meses antes de Deus criar uma oportunidade para que eu fizesse ao meu marido uma pergunta sobre uma questão espiritual. Ele tinha vindo para a sua visita semanal de sábado para ver as crianças e, durante aquela semana, Deus havia me dado uma pergunta para a qual eu, honestamente, não tinha uma resposta. E, já que eu não sabia a resposta, e normalmente eu teria perguntando ao meu pastor, eu sabia que era hora de "perguntar ao meu marido em casa".

Quando perguntei, ele me respondeu dizendo que eu deveria saber a resposta mais do que ele — porque eu era muito mais "religiosa" em relação à minha leitura da minha Bíblia! O que saiu da sua boca foi baseado na mágoa de anos e anos em que eu me comportei como uma fariseia diante dele. Ele passou a dizer que eu era a única que ia à igreja e a única que ia a todos os estudos bíblicos. Felizmente eu sabia que deveria simplesmente manter a calma e não dizer nada em reposta — mas, depois, foi como se Deus ligasse uma luz e ele se lembrou que eu já não ia mais à igreja! Deus finalmente estava recompensando a minha obediência!!

Eu mostrei a ele o motivo da minha pergunta, compartilhando o versículo acima, e disse a ele mais uma vez que eu realmente não sabia a resposta. Imediatamente ele me perguntou se eu ainda tinha a sua Bíblia (a que ele deixou para trás quando se mudou e foi morar com a outra mulher) — aquela que eu orei para que ele um dia me pedisse! Naquela noite, ele levou sua Bíblia de volta para o seu apartamento e me ligou no dia seguinte para me dar a resposta!

*Ao ler essas lições tenha muito cuidado sobre qual princípio você segue. Como se trata de uma “jornada” de restauração é preciso ter cuidado em não passar à frente de Deus. Para a maioria de vocês, ainda não é chegado o momento em sua jornada de aplicar o princípio de perguntar alguma coisa ao seu marido, muito menos algo espiritual. Observe quantas situações ocorreram e quantos princípios eu tive de aplicar, e que levaram até este ponto da minha viagem...

Apenas lembre-se de que existem muitos destinos ao longo da sua jornada e que eles precisam ser conquistados em sua devida ordem. Você não precisa se ​​preocupar com qual será o próximo, se você estiver simplesmente seguindo o Senhor e for rápida para obedecer cada princípio. Se você fizer isso, com o coração puro, então esta oportunidade vai acontecer muito mais cedo do que você pensa.

Apesar de ter sido emocionante o fato de o meu marido ter pedido a sua Bíblia de volta, e realmente ter me ligado apenas um dia depois com a resposta, eu quero que você entenda que este milagre foi agridoce. A maioria dos milagres e/ou avanços geralmente são agridoces. Você se lembra por quê? Você se lembra que o principal objetivo do inimigo é roubar, matar e destruir: roubar a sua alegria, matando a sua esperança, e destruindo a sua jornada se ele puder?

O que aconteceu para roubar a minha alegria (o que eu percebi imediatamente depois que ele saiu naquela noite) foi ver que aquilo que eu estava usando para me confortar e me alimentar tinha ido embora! Eu não tinha mais uma Bíblia! Eu estava usando a Bíblia de meu marido somente, logo depois que eu me livrei da minha King James. Não, não é porque KJ não seja uma boa versão, ela é! Eu amo o livro dos Salmos muito mais na KJ (e muitos outros versículos) do que em qualquer outra versão. Mas, devido ao meu exibicionismo com a minha Bíblia KJ, já que o meu marido usava a New American Standard (e eu nunca segui o seu exemplo e nem pedi ou comprei a mesma versão para mim), eu sabia que precisava obedecer radicalmente, e doei a minha Bíblia KJ para um abrigo. (Durante esse tempo os meus filhos e eu vivíamos de vale-refeição, o meu dízimo era dado em alimentos e foi assim que eu comecei a aprender e a aplicar o princípio do dízimo. Eu não tinha nenhuma, mas do que eu tinha, eu dizimava, que era comida. Mas isso é outra história que vou compartilhar mais em uma lição posterior).

Mas deixe-me contar sobre como foi passar uma semana inteira sem uma Bíblia. Graças ao Senhor eu tinha escrito meus versículos de sobrevivência em cartões, ou do contrário, eu sei que eu teria morrido! No entanto, Deus não demorou muito para me abençoar por minha obediência. No caminho de volta da entrega de alimentos para o sopão, o Senhor me deu uma meia dúzia de Bíblias em uma variedade de versões! Eu estava na cidade e parei em um bazar e lá estavam elas! Eu nunca teria pensado em procurar lá. E encontrei também uma Bíblia para os meus filhos (que usaram várias cópias) e que estabeleceu uma base sólida para que eles pudessem construir suas vidas —A Bíblia ilustrada com imagens!

Mais uma vez, nunca se esqueça de que isso é uma "jornada". Se eu não tivesse dado a minha Bíblia, eu não teria descoberto todas as muitas outras versões que Deus me deu como recompensa! Se eu tivesse continuado a ir à igreja, e dado sequência a todas as outras coisas que eu estava fazendo, eu não teria chegado ao meu destino tão rápido, ou talvez nem tivesse chegado.

Se eu tivesse continuado frequentando a igreja e os estudos bíblicos, se eu não tivesse construído o meu relacionamento com o Senhor como o objetivo mais importante, e feito da leitura da minha Bíblia como um assunto privado e pessoal, o meu marido, sem dúvida, continuaria a se sentir incapaz de se tornar meu líder espiritual!

No entanto, como eu disse, essa foi uma experiência agridoce, porque o inimigo novamente tentou roubar a minha alegria. apenas alguns dias mais tarde, ele tentou me convencer de que eu havia cometido um grande erro!

Você acredita que meu marido veio no sábado seguinte para me contar sobre como ele estava lendo a Bíblia com a OM?! Em vez de ele se tornar o meu líder espiritual, ele se tornou o líder espiritual da outra mulher! Mas não importava o que eu tinha ouvido, eu havia tomado a decisão de acreditar e confiar no Senhor e em Sua fidelidade. Eu escolhi acreditar que de alguma forma e de alguma maneira isso tinha que ser uma coisa BOA, e devido à magnitude de quão devastadora era a minha situação, isso tinha que significar que muita coisa boa viria de tudo isso. E mais tarde eu descobri que veio — e isso levou a um ponto de virada na nossa restauração!

Meu problema foi deixar o passado pensar por mim mesma. Como cristã, eu tinha que me concentrar no estado espiritual da outra mulher. Eu também tive que perceber que os meus "sentimentos" vinham do inimigo, que, mais uma vez, estava tentando me convencer de que eu era uma tola.

Foram anos mais tarde, muito tempo depois de o meu casamento ter sido restaurado, que eu descobri exatamente o que aconteceu, e que naquela época eu não sabia — mas tinha escolhido acreditar. Primeiro, o meu marido tinha compartilhado o evangelho, a respeito da salvação, com a outra mulher esperando levá-la ao Senhor. Embora ela não tenha aceitado, meu marido disse que, felizmente, a semente fora plantada.

Mas isso não é tudo, ele disse que o fato de ter compartilhado o evangelho e lido a Bíblia para ela, juntamente com a pesquisa que ele fez para responder a minha dúvida, foi o que o levou a começar a ler as Escrituras novamente. O que, segundo ele, Deus usou para lhe trazer bastante convicção a ponto de uma noite ele atravessar a rua e ir orar do lado de fora de uma igreja. Ele não entrou porque, segundo ele, ele achou que seria muito "pecaminoso" entrar numa igreja (isto vindo de um homem que não achava que estava fazendo nada de errado). E enquanto ele estava sentado atrás da igreja, ele disse que começou a implorar a Deus para ajudá-lo a se livrar da bagunça que estava a sua vida!

Nunca subestime o poder da Palavra de Deus, Suas promessas, ou o PODER que está por trás de Suas verdades! E lembre-se, você terá que olhar para tudo com os olhos da fé, não para o que você vê, e nunca duvidando do que Ele te chamar para fazer com humildade.

 

Testemunho 3

Um Reavivamento de Renome Mundial a Apenas a 2 Quilômetros de Distância

Anos depois da minha restauração, Deus achou por bem me testar mais uma vez em relação a dar espaço para o meu marido se tornar ainda mais o líder espiritual da nossa família. Devido ao meu chamado para ministrar para mulheres, eu sei que Deus precisava me testar para ter certeza absoluta que eu iria fielmente compartilhar a verdade com elas, e que eu faria isso com a compaixão certa, bem como, com convicção. Deus me pediu para andar por um vale muito difícil de decisões que inclusive me fizeram perder o meu ministério por um tempo (o que levou a ministrar mais online e não pessoalmente). Precisei suportar uma quantidade terrível de escárnio e insultos vindos das próprias mulheres a quem eu tinha vindo a encorajar todas as semanas em nossas reuniões de comunhão (isso também tinha o propósito de nos ajudar a nos livrarmos de palavras cruéis para que, quando vier um elogio, isso não nos torne orgulhosas).

Logo após a nossa restauração, nossa família começou a frequentar a igreja onde eu estava liderando a primeira reunião de Comunhão de Restauração nas noites de segunda-feira. Eu não frequentava essa igreja, mas, devido ao pastor e ao que ele ensinava, foi para lá que o meu marido nos levou como família. Mas apenas um ano depois, o nosso pastor deixou a igreja (por motivos de saúde) e foi substituído por um outro pastor que pregava coisas contrárias ao casamento, divórcio, e a maneira correta de lidar com um marido em adultério. Meu marido então disse que não queria mais que frequentássemos lá.

Por meses nós visitamos novas igrejas quase que todos os domingos, mas nenhuma, meu marido disse, era adequadas. No entanto, apenas a dois quilômetros de nossa casa estava acontecendo um reavivamento de renome mundial — mas meu marido acreditava, e me disse, que aquilo tudo era muito exagerado, que era falso.

Ao invés de ficar perguntando mais de uma vez, eu sabia que a única solução seria continuar levando os meus desejos ao Senhor e falar somente com Ele sobre a vontade que eu tinha de que a nossa família fosse a esse evento. E porque ficava a apenas 2 km de distância (e mais de quatro milhões de pessoas viajaram de todas as partes do mundo para assistir), muitas vezes eu passava por lá e via centenas de pessoas do lado de fora antes do amanhecer, a fim de ir para as reuniões de reavivamento da noite. Eu não pedi a ninguém para orar, porque isso significaria que eu estaria compartilhando coisas que eu sabia que precisava guardar só para mim.

Por umas duas vezes, enquanto eu esperava, o meu marido realmente me disse que eu poderia ir (uma vez que ele sempre ouvia os amigos falarem sobre isso), mas eu gentilmente disse que, já que ele era o líder espiritual, eu preferiria não ir (mesmo que, por dentro, eu estivesse morrendo de vontade de ir!). Toda vez que eu pensava nesse assunto, eu corria para o meu quarto de oração e clamava a Deus para intervir (não em voz alta, mas em meu coração)! Contudo, não importava quantas vezes eu pedisse a Deus, os meses se transformaram em anos, enquanto o avivamento continuava sendo anunciado em todo o mundo!

Após dois ANOS sem que meu marido e nossa família frequentássemos a igreja, muitas mulheres começaram a deixar o meu ministério porque elas julgavam a mim e ao meu marido como "desviados". Elas zombavam de mim e faziam questão de me contar quão abençoadas elas estavam sendo nas reuniões de avivamento que estavam frequentando sempre que eu as encontrava na cidade.

Então um dia aconteceu! Meu marido simplesmente ME levou para o avivamento na nossa noite de encontro, e ELE FOI o primeiro a correr para o altar — entregando sua vida ao Senhor!!! O dia seguinte era um domingo e ele levou toda a nossa família (todos os sete filhos) para a igreja. Quatro semanas mais tarde, nos tornamos oficialmente membros desta igreja fantástica que frequentamos durante os anos restantes do avivamento! Embora ele sempre acreditasse que fosse cristão, na noite em que foi batizado, ele disse que tinha feito a oração duas vezes, mas não teve frutos, e já sabia que ele não tinha sido salvo. Ele também fez um pedido público de desculpas a mim pelo que ele tinha feito.

Depois de frequentarmos, TODOS os nossos filhos (três deles já eram adolescentes) ficaram extremamente envolvidos em nossa igreja local. Meu terceiro filho foi visto no ‘700 Club’, como o diácono mais jovem do país, e os três meninos, eventualmente, se juntaram ao coro adolescente, que tinham poucos garotos. Quando os poucos rapazes começavam a cantar, e cantar com PAIXÃO completa pelo Senhor, toda a igreja sempre saltava e começava a gritar e a louvor a Deus! A igreja literalmente balançava porque as pessoas ficavam muito comovidas. E lá, na fileira de trás, estavam os meus três filhos mais velhos! Essa foi a maneira de Deus me mostrar que TUDO valeu a pena!

"Não tenho maior gozo do que este, o de ouvir que os meus filhos andam na verdade."—3 João 1:4.

E, como falamos na última lição, hoje cada um dos meus filhos são conhecidos por serem crentes PODEROSOS e comprometidos, voluntários e trabalhadores em suas igrejas, e todos os três são os líderes espirituais de suas esposas e famílias! Não digo isso para me vangloriar, de maneira alguma, porque essa obra foi de DEUS e não minha! Eu estou compartilhando isso para mostrar a grandiosidade de DEUS e o SEU PODER, a SUA fidelidade. E para provar que, não importa o que você está passando agora, você está INVESTINDO em seu futuro e no futuro de seus filhos, ao seguir estes princípios radicalmente.

Nos dias de hoje, em que tantas crianças que foram educadas na igreja viram as costas para Deus, e até mesmo param de acreditar que EXISTE um Deus, o que pode importar mais do que ver seus filhos tendo uma paixão por Deus e as coisas de Deus?!? É necessário que apenas UMA pessoa, você, faça o que é certo para levar toda a sua família para Deus. Religião e ser "religiosa" não fará isso, o efeito será contrário e só irá conduzir aqueles que você ama para longe de Deus! Esteja disposta a fazer a coisa mais difícil para o bem de todo mundo que importa para você!

Ao deixar de ir a minha igreja (mais de uma vez), Deus fielmente colocou em meus filhos (em todos eles) um enorme amor e uma paixão imensa por Ele. Muitas mulheres simplesmente aceitam que seus filhos se afastem, ou que nunca conheçam o Senhor devido ao fato de seus casamentos e famílias estarem em ruínas. Mas por que aceitar isso como destino?

Em vez disso abrace a adversidade, acredite em Suas verdades, confie Nele, e viva os princípios que Ele nos deu para que sejamos bem-sucedidas. Seja vigilante e vá contra a norma comum (o caminho espaçoso). Se fizer isso, então um dia você verá Deus colocar em seus filhos um fogo que nunca vai se apagar!

Testemunho 4

A Verdade Sobre a Igreja

Hoje eu sabia que teria que escrever para compartilhar com todo mundo que eu cresci em uma família cristã e frequentei a igreja durante toda a minha vida. Eu ouvia a mensagem que era pregada, mas não fui salva até que meu filho completou dois anos. Ele agora tem 20. Então, fazer com que as crianças frequentem a igreja não fará que elas sejam salvas. Depois que eu tive filhos, minha família me disse para levá-los para a igreja e para a escola dominical e, caso eu não fizesse isso, minhas irmãs, minha mãe e meu pai (meu marido não era e ainda não é cristão) gritavam comigo e me diziam que eu não estava fazendo a coisa certa.

Enquanto isso, eles continuavam falando mal de todo mundo e de como as pessoas da igreja eram terríveis...

Conforme meus filhos cresciam, minha família fazia comentários dizendo para eles que seu pai não era uma boa pessoa porque ele não era cristão e que ele iria para o inferno. Contra a vontade do meu marido, eu continuei a ir a igreja para estar com as pessoas que estavam me julgando e julgando meus filhos porque nós não tínhamos a bênção de ter um marido/pai cristão. Esse foi o início do desmoronamento do meu casamento! Eu não estava buscando a Deus, em vez disso eu dava ouvidos a todo mundo, menos ao Senhor.

Minha mãe e meu pai acabaram se divorciando porque meu pai foi infiel a minha mãe. No fim das contas, a nova mulher do meu pai teve um ataque cardíaco e acabou morrendo, e por isso ele se casou novamente com a minha mãe. No fim da vida do meu pai, ele foi um maravilhoso avô para o meu filho e para a minha filha e, antes de morrer, ele havia verdadeiramente se tornado um homem de Deus e fez questão de pedir perdão pelo pai que ele tinha sido.

Por outro lado, foi a minha mãe cristã, que ia à igreja, que me disse para ir para a Flórida e levar a minha filha e deixar meu marido. Quando minha filha era pequena, e meu marido trabalhava até tarde, eu ficava em casa com minha mãe e ela dizia que meu marido não era bom o suficiente para mim e me dizia o que ele deveria “realmente” estar fazendo. Minha mãe plantou sementes em minha cabeça que não eram de Deus.

Bem, para resumir, hoje eu fui vê-la (eu raramente vou visitá-la por causa do jeito que ela me trata), mas eu tenho pedido a Deus para me mostrar o que eu devo fazer em relação a ela pois ela está chegando a uma certa idade. E a Palavra nos diz que devemos honrar nossos pais e em uma lição que eu fiz outro dia, Erin diz como devemos nos submeter aos nossos maridos quando somos casadas, e não a nossos pais, o que eu nunca fiz. Eu também lembro de uma mulher que estava dividida entre obedecer ao marido ou ao pai, e ela escutou seu pai e não se submeteu ao seu marido, e até hoje ainda não foi restaurada. Então, quando eu fui ver minha mãe hoje, e ela começou a falar sobre igreja e outras coisas que eu agora sei que não são verdades, foi incrível como Deus me deu confiança para falar respeitosamente com ela e compartilhar a verdade sobre o que Deus diz versus o que as pessoas e a igreja diz. Obrigada, Jesus, por sempre estar comigo e por eu ter a confiança de ser capaz de falar o que Você quer que eu fale e não talvez o que ela queria ouvir. Deus é tão bom, Ele foi adiante de mim e permitiu que eu me livrasse desse fardo e permitiu que eu falasse coisas bondosas, de uma forma gentil que fez com que elas fossem bem recebidas.

Será que Deus está TE guiando a sair da igreja?

Sempre que Deus diz para uma mulher SAIR de sua igreja, ela nunca QUER sair realmente. Eu não queria sair; eu amava tanto a minha igreja!!

A maioria das mulheres deixam as suas igrejas porque estão com raiva ou feridas, o que significa que elas estão fazendo isso por causa da carne — não é Deus quem as está guiando para sair.

Quando as coisas são agradáveis para a carne, elas são da carne. Mas as coisas que PRECISAM do Espírito Santo, e da Sua força para nos guiar, são do Espírito.

"Digo, porém: Andai em Espírito, e não cumprireis a concupiscência da carne. Porque a carne cobiça contra o Espírito, e o Espírito contra a carne; e estes opõem-se um ao outro, para que não façais o que quereis."— Gálatas 5:16–17.

FUGIR DA IMORALIDADE

Outra razão que Deus pode estar te guiando a sair pode ter a ver com a imoralidade!

O que você quer dizer?   

Bem, quando você está em uma igreja onde você está sendo encorajada a fazer o que nós descobrimos que é errado, então é hora de BUSCAR a DEUS sobre fugir.

Através da Bíblia, Deus nos ensina a AGUENTAR tudo, ou permanecer firme, exceto em um versículo—

"Fujam da imoralidade"—1 Coríntios 6:18

Embora nós normalmente associemos "imoralidade" com a sexualidade, a palavra realmente define ser ético com "princípios relativos à distinção entre o comportamento certo e errado ou o bem e o mal."

Todos os dias nós recebemos emails e questionários de mulheres que dizem que seus pastores as incentivaram a colocar seus maridos para fora de casa, participar de grupos de solteiros, que não há problema em se casar de novo, a procurar aconselhamento em vez de encontrar a verdade na Bíblia, e muitas outras coisas que simplesmente NÃO são bíblicas, mas são imorais. Este é um dos principais motivos para fugir e começar a construir o seu relacionamento pessoal com o Senhor e, em seguida, conhecer a Bíblia também. Porque permanecer onde você está pode ser muito perigoso espiritualmente tanto para você quanto para a sua família .

Como Frequentar uma Igreja
Neste Momento,
Sem o Seu Marido,
pode ser Espiritualmente Perigoso?!?

Um dos princípios mais poderosos na Palavra de Deus, e que traz mais destruição quando desobedecido, diz respeito à submissão à autoridade. Toda a autoridade. Quando as mulheres leem nossos livros e, finalmente, aprendem a ser submissas aos seus maridos, a maioria delas está mais do que disposta a começar a se submeter aos seus esposos.

No entanto, não são apenas aos nossos maridos que temos que ser submissas. Deus diz que devemos ser humildes e obedientes à TODA a autoridade.

"Portanto, aquele que se rebela contra a autoridade está se colocando contra o que Deus instituiu, e aqueles que assim procedem trazem condenação sobre si mesmos."—Romanos 13:2

Você não vai querer se opor a Deus resistindo à autoridade — especialmente a autoridade espiritual da sua igreja.

"Obedeçam aos seus líderes e submetam-se à autoridade deles. Eles cuidam de vocês como quem deve prestar contas."—Hebreus 13:17

Aqui está a verdade: se você permanecer em uma igreja que NÃO promove a RESTAURAÇÃO do CASAMENTO do púlpito, ensinando a verdade clara e frequentemente, mas, que em vez disso, encoraja outras coisas que não são bíblicas, então ela coloca você em uma posição de rebelião, caso você não siga o que te ensinam, pregam ou incentivam. E rebelião só aumenta a destruição que você já está experimentando, se você NÃO obedecer ao que a sua igreja ensina.

"Pois a rebeldia é como o pecado da feitiçaria, e a arrogância como o mal da idolatria. Assim como você rejeitou a palavra do Senhor, ele o rejeitou..." 1 Samuel 15:23

Portanto, se você estiver em uma igreja e você for ensinada ou encorajada a ir para o aconselhamento, o que quase sempre se baseia em psicologia, e você não obedecer, você está em rebelião.

E como podemos confiar em um pastor ou igreja, quando eles nos encorajam a ir para o aconselhamento, uma vez que se isso se baseia em outra religião?

Como pode a igreja não nos encorajar a ir ao Conselheiro Poderoso,e sim procurar um formado em psicologia?

[Mais tarde nessa lição, você irá aprender como a psicologia foi na verdade criada para destruir o cristianismo.]

Se a igreja não nos encoraja a ir até Ele, quem então nos encorajará?

Se a sua igreja diz que não há problema em se divorciar, e talvez até mesmo que não há problema em se casar de novo, e que você NÃO precisa obedecer à sua autoridade espiritual, então você está em rebelião.

Algumas mulheres acreditam, erroneamente, que elas podem simplesmente optar por não obedecer — e apenas continuar fazendo o que elas acreditam que Deus está dizendo que elas façam, sem dizer nada a ninguém. Mas isso foi o que te levou a ter problemas em seu casamento, certo?

Outras acreditam que devem explicar ou discutir suas crenças com o seu pastor ou conselheiro com quem foram convidadas a se reunir, e aí é que isso passa de rebelião à insubordinação (leia 1 Samuel 15:23 novamente acima). E elas se colocam em outra posição perigosa espiritualmente — porque caem em idolatria (acreditando que estão está acima do seu pastor e da autoridade dele).

O Que Eu Posso Fazer?

O remédio para este cenário é simplesmente fazer um ÊXODO da igreja, criando assim um vazio que o seu marido em breve será chamado para preencher. Isto foi o que eu fiz, o que a mulher menonita fez, e inúmeras outras mulheres que estavam dispostas a fazer o que era certo. Tenho visto ao longo de todos esses anos ajudando a restaurar casamentos que muitas dizem que estão dispostas a fazer o que é preciso, mas só quando é algo que elas gostam de fazer ou se sentem confortáveis em ​​fazer. Quando é algo difícil, então elas simplesmente optam por pular um princípio — um princípio que, no fim das contas, muitas vezes é o fator decisivo para a sua restauração. São essas mulheres que nos escrevem, depois de passarem ANOS "acreditando" na restauração, e nos perguntam por que elas não foram restauradas.

Embora este seja um passo muito assustador, confie em mim quando digo que se você não for mais à igreja, você vai ver que você passará muito mais tempo com o Senhor, e irá desenvolver um relacionamento próximo e íntimo com Ele, que é o que você e todo mundo precisa!

Os resultados são sempre totalmente MARAVILHOSOS!

Ao passar o tempo com o Senhor, você verá que você adquiriu um espírito "manso e tranquilo" que Deus diz que é PRECIOSO aos seus olhos — e como temos experimentado em primeira mão — isso também é um ímã para atrair os maridos rebeldes! No entanto, como eu também já disse, uma vez que você tenha alcançado essa posição de brilho, é o Senhor quem você vai querer!

"Mas o homem ENCOBERTO no coração; no incorruptível traje de um espírito manso e quieto, que é precioso diante de Deus."— 1 Pedro 3:4

Uma das primeiras coisas que sair da "igreja" EVITA é que julguemos os nossos maridos e todas as pessoas para quem agora estamos olhando de uma maneira tão desagradável e arrogante! Quando estamos perto do Senhor, começamos a ver as coisas e ver as pessoas como ELE as vê.

“Porque Deus enviou o seu Filho ao mundo, não para que condenasse o mundo, mas para que o mundo fosse salvo por ele.”—João 3:17

E sobre Comunhão?

A maioria dos pastores concorda que nós SOMOS a igreja, mas eles são rápidos em mencionar esse versículo, quando ficam sabendo que nós não somos uma “igreja” formal.

"…não deixando a nossa congregação, como é costume de alguns, antes admoestando-nos uns aos outros; e tanto mais, quanto vedes que se vai aproximando aquele dia.”’— Hebreus 10:25

Nós CONCORDAMOS!!! Comunhão É Importante!

No entanto, "comunhão", não tem que ser feita em uma igreja. Na verdade, a igreja primitiva se reunia nas casas, e é assim que a maior igreja do mundo hoje faz! A primeira igreja doméstica foi registrado em Atos 1:13, onde os discípulos de Jesus se reuniram no "Cenáculo" de uma casa. E nos três primeiros séculos da Igreja, os cristãos normalmente se reuniam nas casas, até 232 dC.

A Bíblia e a história confirmam que, em vez de uma igreja, a "igreja" somos NÓS, não um edifício, onde o Senhor deve residir. Quando a igreja primitiva se reunia, era com o propósito de edificar uns aos outros, não para imitar o templo, uma vez que nós somos o templo.

"Ou não sabeis que o vosso corpo é o templo do Espírito Santo, que habita em vós, proveniente de Deus, e que não sois de vós mesmos?"—1 Coríntios 6:19

Outro fato interessante é que ao longo do Novo Testamento, Paulo ressalta o fato de que a ‘igreja’ se encontrava nas casas:

"Aquila e Priscila vos saúdam afetuosamente no Senhor, com a igreja que está em sua casa"—1 Coríntios 16:19

"...também saúdam a igreja que está em sua casa" —Romanos 16:5

"Saudai os irmãos que estão em... e à igreja que está em sua casa"—Colossenses 4:15

"Saúdam o amado Filemom… e à nossa amada Áfia, e a Arquipo, nosso camarada, e à igreja que está em tua casa"—Filemom 1:2

"Vocês sabem que não deixei de pregar-lhes nada que fosse proveitoso, mas ensinei-lhes tudo publicamente e de casa em casa." —Atos 20:20

Mas Isso Funciona Hoje em Dia?

Como eu disse, a maior igreja do mundo hoje está em Madras, na Índia, e devido às leis locais— 95% das “igrejas” se reúnem em casas!

E, curiosamente, eles NÃO realizam um culto como de "igreja" como algumas "igrejas domésticas" fazem aqui nos EUA. Ao contrário, eles são incentivados a crescer em sua intimidade com o Senhor em casa, e estudar em particular UMA página da Bíblia que eles leem vez após vez! Por quê? Porque há tantos novos cristãos, que eles têm apenas UMA Bíblia para cada casa! Então, quando se reúnem, eles trocam entre si as páginas que eles não tinham e ainda não memorizaram! Não é incrível?!?

Quando eles se reúnem para "comunhão" (que geralmente não é aos domingos), devido à sua profunda intimidade com o Senhor, Ele surge em cada conversa como um tema de LOUVOR. Sua "comunhão" é centrada em louvores pelo que Deus fez por eles naquela semana! Eles também não cantam os hinos tradicionais da igreja cristã, uma vez que isso chamaria a atenção e colocaria em risco os participantes.

E, porque eles não "se parecem" com uma reunião de igreja, eles conseguem convidar mais e mais pessoas, que nunca iriam a uma "igreja" comum, por fazerem parte de uma nação predominantemente  hindu. Portanto, se as pessoas os convidassem para uma "igreja" o convite seria rejeitado. E um convite de um "cristão" também seria perigoso para o seu grupo e sua família continuar a se reunir.

A outra coisa incrível é que, mesmo sendo uma nação hindu, e é perigoso se associar com qualquer cristão, a cada ano todas as suas reuniões em casa DOBRAM de tamanho! Eles então são incentivados a dividir e conquistar outra casa onde eles passam a se encontrar em um outro dia da semana! Há alguma dúvida de POR QUE esta igreja ser a maior do mundo?!?

Foi desta maneira que a igreja primitiva cresceu tão rapidamente. Devido à perseguição, eles foram forçados a se esconderem. O símbolo do peixe foi usado para alertar os cristãos que eles também eram crentes.

De uma forma muito pequena, aquelas de NÓS que acreditam em restauração de casamento (em vez de pedir o divórcio, ou de buscar a recuperação pós divórcio, ou fazer qualquer outra coisa "normal", como seguir em frente e encontrar alguém novo), também somos um grupo que faria bem em imitar esse mesmo método de comunhão em casa, em nossas próprias comunidades.

Onde VOCÊ Pode Encontrar Comunhão?

• Se você tem orado para que o seu marido se torne o seu líder espiritual…

• Se você está pronta para se apoiar no Senhor para encontrar uma grande e profunda intimidade com Ele, então…

Está quase na hora em sua Jornada de ter uma eParceira, e também de descobrir uma Comunhão de Restauração de Mulheres Encorajadoras para você se unir.

Onde eu posso encontrar uma?

CLIQUE AQUI

Se atualmente não há nada em sua área, então nós estamos confiantes que o Senhor está chamando VOCÊ para começar uma — de maneira fácil e discretamente!

O PASSO 1 é Simplesmente deixar Deus saber que VOCÊ está disponível, e que acredita que Ele irá ajudá-la a encontrar apenas UMA outra mulher.

O PASSO 2 SEMEAR ESPERANÇA visitando IGREJAS em sua comunidade com apenas UMA outra mulher — preferivelmente DUAS.

Marcos 6:7 “Chamou a si os doze, e começou a enviá-los a dois e dois...”

A maioria de nós procuramos o nosso pastor e pedimos ajuda para a crise em nossos casamentos. No entanto, a nossa igreja não nos ofereceu esperança, mas em vez disso nos ofereceu aconselhamento, grupos de solteiros, grupos de apoio ou muitos outros métodos que simplesmente não funcionam, e pior, causam ainda mais destruição aos nossos casamentos!

Não é que as igrejas estão aí para destruir casamentos, o fato é que a maioria delas simplesmente NÃO TÊM IDEIA do que oferecer às mulheres (ou homens) que estão enfrentando uma crise no casamento. E por isso, sem esse conhecimento, homens e mulheres são enviados para grupos de solteiros ou de recuperação do divórcio!

"O meu povo foi destruído, porque lhe faltou o conhecimento; porque tu rejeitaste o conhecimento, também eu te rejeitarei, para que não sejas sacerdote diante de mim; e, visto que te esqueceste da lei do teu Deus, também eu me esquecerei de teus filhos"— Oseias 4:6. Isso explica porque há uma epidemia de casamentos destruídos dentro das igrejas — muito maior do que entre os casamentos não cristãos! Chocante!!!

Entretanto, se as igrejas e pastores tivessem outra “opinião”, MUITAS igrejas (não todas) ficariam empolgadas ao oferecer isso a mulheres (e homens) que ligam ou pedem para falar com seus pastores (ou vão em seus escritórios) em busca de ajuda.

"Assim que, se alguém está em Cristo, nova criatura é; as coisas velhas já passaram; eis que tudo se fez novo. E tudo isto provém de Deus, que nos reconciliou consigo mesmo por Jesus Cristo, e nos deu o ministério da reconciliação; Isto é, Deus estava em Cristo reconciliando consigo o mundo, não lhes imputando os seus pecados; e pôs em nós a palavra da reconciliação."— 2 Coríntios 5:17-19

Aqui está uma mensagem pessoal da Erin:

Olá companheiras do Ministério da Reconciliação!!

Eu não consigo nem começar a expressar o quanto estou animada para compartilhar a visão que o Senhor me deu — uma visão que vai ajudar cada uma de vocês a ENCONTRAR uma Comunhão de Restauração de Mulheres Encorajadoras em sua própria comunidade — quando VOCÊ mesma semear Esperança!

Seu plano é tão fácil e tão discreto que isso tinha que vir DELE.

Mateus 11:30 "Porque Meu jugo é suave e Meu fardo é leve.”

Quando você estiver disposta a deixar ir a sua igreja, você poderá começar a perceber o quão brilhante é o Seu plano e é sobre isso que eu quero compartilhar com você.

"Porque desde a antiguidade não se ouviu, nem com ouvidos se percebeu, nem com os olhos se viu um Deus além de ti que trabalha para aquele que nele espera." — Isaías 64:4

“‘Porque os meus pensamentos não são os vossos pensamentos, nem os vossos caminhos os meus caminhos, diz o SENHOR. Porque assim como os céus são mais altos do que a terra, assim são os meus caminhos mais altos do que os vossos caminhos, e os meus pensamentos mais altos do que os vossos pensamentos. ’”— Isaías 55:8-9

O Plano Dele de trazer Esperança para a sua Comunidade é baseado no versículo que você já leu acima. Leia comigo novamente:

“Assim que, se alguém está em Cristo, nova criatura é; as coisas velhas já passaram; eis que tudo se fez novo. E tudo isto provém de Deus, que nos reconciliou consigo mesmo por Jesus Cristo, e NOS deu o Ministério da Reconciliação; isto é, Deus estava em Cristo reconciliando consigo o mundo, não lhes imputando os seus pecados; e pôs em nós a palavra da reconciliação.” —2 Coríntios 5:17-19

A partir de hoje eu quero te incentivar a simplesmente perguntar a Ele quais igrejas (na sua área) você deve visitar PARA que Ele coloque você junto com pelo menos UMA outra mulher que tenha esse mesmo propósito.

Não vá ainda, apenas separe um tempo para escrever os nomes das igrejas, e em seguida, coloque a lista em sua Bíblia — enquanto isso Ele começará a te prepara para visitar a primeira igreja.

Honestamente, eu ainda Tenho Dificuldade em Deixar Ir a Minha Igreja

Não importa o que seja que Deus esteja te pedindo para deixar — é difícil — mas oh, é tão libertador quando você obedece porque a "compreensão" virá em seguida. Todas nós queremos entender ANTES de obedecermos, mas isso NÃO é fé. A fé está em se mover sem ver, sem vermos o motivo, antes de darmos esse passo de fé.

Realmente tudo se resume a isso: você precisa obedecer não apenas por você mesma e pela restauração do seu casamento, mas porque Jesus nos ensinou que o propósito de ajudar os outros é o que tem o PODER que você precisa para ver a sua Restauração concluída.

Quando chegar a hora certa, você precisará alcançar aquelas mulheres que ainda estão em sua igreja (e nas igrejas na vizinhança), que, como você, não foram alimentados com as verdades sobre o casamento e, portanto, não aprenderam a como lidar adequadamente com a crise em que estão agora, e estão perecendo pela falta de conhecimento. Lembre-se de que foi isto que fez o seu casamento desmoronar, assim como todos aqueles outros casamentos fracassados ​​em sua igreja, a ponto de se tornar uma epidemia. Alguém tem que deixar o conforto de sua igreja para ir em busca da verdade, aprender a verdade, viver a verdade, e então voltar e ajudar a salvar outras pessoas cujos casamentos estão perecendo. Você está disposta a responder ao Seu chamado??

"Então ouvi a voz do Senhor, conclamando: "Quem enviarei? Quem irá por nós?" E eu respondi: "Eis-me aqui. Envia-me!'"—Isaías 6:8

Você irá?

Honestamente, o que você está dizendo é realmente verdade??

"Também os teus testemunhos são o meu prazer e os meus conselheiros."— Salmos 119:24

~ Bianca T na Bahia, Brasil  é a nossa Ministra do Ministério em Português

Eu fui criada em uma igreja batista, mas só pude conhecer o Senhor de uma forma íntima quando essa minha jornada começou. Eu estava na igreja, eu tocava piano, e achava que eu conhecia e tinha o suficiente de “Deus” na minha vida, mas isso não era verdade. O Senhor era tão mais do que apenas uma ou duas reuniões na igreja. Somente quando deixamos ir e paramos de frequentar a igreja, e escolhemos ficar sozinhas com Ele, é que somos capazes de sentir o verdadeiro poder do Espírito Santo e de aprender os princípios e aplicá-los em nossas vidas. Mesmo que já tenhamos ouvido essas coisas sendo ditas na igreja por muitos anos, somente quando entregamos as nossas vidas ao Senhor, e permitimos que Ele nos renove, é que verdadeiramente O conheceremos em um nível diferente e maravilhoso. O RMI é a minha igreja, é aqui que eu aprendo mais sobre comunhão e onde posso ver o Senhor fazendo milagres nas vidas de outras mulheres e é onde eu estou crescendo. É aqui que eu sou espiritualmente alimentada e sou encorajada todos os dias. E é aqui que eu posso aprender a ajudar outras mulheres também.


~Connie no Canadá, uma de nossas Candidatas à Ministra em Treinamento, teve as suas próprias dificuldades e compartilhou sobre isso em um Encorajamento recente:

Bom dia, queridas amigas! Por favor, se alegrem comigo — um peso que estava sobre mim saiu das minhas costas! Depois de meses de luta sobre como ser obediente a um princípio das lições dos cursos de Renovação e Reconstrução, eu tomei a decisão de seguir a Cristo e deixar de ir a minha igreja. Deixar ir para que eu possa estar em obediência ao meu novo Marido, permitindo que Ele seja o meu líder espiritual e permitindo que Ele trabalhe na vida do meu MT, me tirando do papel que foi destinado a ele como o líder espiritual da nossa família.

Durante a lição eu li esse versículo: “Entretanto, se colocar abaixo da autoridade espiritual de um pastor (que na maioria das vezes é um homem) ou debaixo da autoridade de qualquer pessoa (homem ou mulher), é outra forma de não sermos submissas a Ele enquanto nosso Marido.”

"Contra você, porém, tenho isto: você abandonou o seu primeiro amor."—Apocalipse 2:4

Dessa vez, após longos 5 meses relutando com esse princípio, eu estava finalmente pronta para obedecer… Deus me ajudou a entender que às vezes nós precisamos obedecer à Sua Palavra mesmo quando não entendemos o “motivo” por trás disso.

Esse versículo da Bíblia significa muito para mim porque Ele diz, que se eu obedecer à Sua Voz, Ele será o meu Deus e eu serei o Seu “povo”. O versículo continua dizendo que eu andarei nos caminhos que Ele ordenar e “tudo irá bem comigo”.

Nos livros Como Deus Pode e Vai Restaurar o Seu Casamento e Uma Mulher Sábia, é dito que a razão número um das coisas não irem bem conosco é porque não entregamos o dízimo. Eu vinha dizimando e ainda assim, financeiramente e em outra áreas, “ as coisas não iam bem”.  Eu só pude concluir que ainda havia alguma outra desobediência em meu coração, como o restante do versículo diz, “Mas (ela) não me ouviram nem me deram atenção. Antes, (ela) seguiram o raciocínio rebelde dos seus corações maus. (ela) Andaram para trás e não para a frente.” Jeremias 7:24

A área em que eu relutei mais foi a de “deixar ir a igreja”. Eu não querida deixar a minha igreja, porque eu não me sentia “chamada” a deixar ir. Eu evitei essa decisão, pois eu me preocupava com a possibilidade dos meus filhos adolescentes se tornarem confusos. Eles foram confirmados recentemente (aceitaram a Fé e confirmaram Cristo como Senhor e Salvador) e agora são membros da igreja. Eu imaginava como a minha decisão de deixar a igreja iria afetar a caminhada deles com Cristo.

Então, após meses de oração e buscando a Deus por direcionamento nessa área, eu decidi “deixar ir” e confiar a Deus o ensinamento espiritual dos meus filhos e o meu.

“...passaram a obedecer de coração à forma de ensino que lhes foi transmitida.” —Romanos 6:17

Eu aprendi que realmente eu não sabia o que era Fé, até me pedirem para fazer algo que eu não entendia, mas eu fiz mesmo assim, por obediência ao nosso Senhor. E embora eu tenha atrasado a minha obediência, o que por si só já é desobedecer, Jesus está comigo e me levou a transformações ainda maiores em mim mesma e em meus filhos, e eu compartilhar sobre isso em um outro Relatório de Louvor.

Esse é de: Diedra, em Ohio, que está atualmente Divorciada

Eis o motivo por que essa lição me atingiu tão profundamente (bem no meio dos meus olhos!):

Eu fui convencida a prosseguir com o meu divórcio por um conselheiro cristão DENTRO da minha igreja. Sim, eu tive dúvidas no verão passado se eu estava fazendo a coisa certa ao seguir o que o meu pastor me aconselhou a fazer, me divorciar do meu marido, e por isso pedi para falar com alguém na minha igreja. Este homem me disse que eu estava perfeitamente justificada (depois de ouvir a nossa história) em seguir com o divórcio.

E aqui está o ponto chave - na semana passada, eu descobri que no momento exato em que eu estava tendo o meu aconselhamento, este homem tinha acabado de deixar a sua esposa e de pedir o divórcio. "Hoje", sabendo tantas coisas que eu não sabia, eu estou sim chocada e chateada, mas não surpresa por este homem ter me encorajado a me divorciar do meu marido!

E principalmente, eu hoje me sinto envergonhada por ter permitido que um "conselho" de pessoas da minha igreja tenha me convencido a fazer algo que eu deveria ter buscado a Deus para saber qual era a SUA opinião! Especialmente quando considero o fato de que Deus estava claramente tentando me fazer mudar de ideia naquela época, antes que fosse tarde demais.

Se você tem um testemunho de como você teve dificuldades, e em seguida superou esse obstáculo, POR FAVOR, clique aqui para enviar um:

RELATÓRIO DE LOUVOR “Superando um Obstáculo”

“...E conhecerão a verdade, e a verdade os libertará.” João 8:32

Agora é hora de Clicar Aqui e derramar o seu coração para o Senhor ao preencher o seu formulário “O que Eu Aprendi”.