Leia o Testemunho de Casamento RESTAURADO
O Senhor pode mudar sua história

Esse testemunho foi tirado de um de nossos muitos livros
Palavra de Seu Testemunho
Para ajudar VOCÊ
A superar qualquer medo e dúvidas na
Habilidade e Desejo de Deus em
Restaurar SEU Casamento!

* Em Breve Palavra dos Seus Testemunhos.
Leia ao seu Encorajamento diário para o anúncio.

O Papel de uma eParceira e como encontrar a SUA

 

eParceiras

Você se sente terrivelmente sozinha?

Ninguém que você conhece entende a sua situação ou se importa?

Confie em mim, quando eu comecei o Ministério Restaurar, há mais de duas décadas atrás, todos achavam que eu estava louca e o que eu estava tentando fazer seria impossível!!

Em 1990, após um ano sentindo que eu estava louca, conforme as pessoas diziam, eu clamei por alguém que entendesse o que eu estava passando — e o Senhor me enviou ajuda imediatamente.

Primeiramente Ele me enviou a Sua Palavra (a Bíblia que o meu marido tinha deixado para trás) que me orientou e me confortou. O que Ele me mostrou é tudo aquilo que está escrito e documentado em nossos livros e vídeos.

Então, um ano mais tarde, um ano em minha Jornada de Restauração, quando eu já tinha uma base forte de verdade e uma relação próxima e íntima com o Senhor, Ele trouxe uma amiga muito especial em minha vida, que eu descobri que estava passando pela mesma situação que eu! Sue e eu nos tornamos as primeiras eParceiras — uma Parceira de Encorajamento para estar ao meu lado na minha Jornada da Restauração!! Embora eu estivesse em busca de alguém que me encorajasse, e Sue fez isso por mim, com o relacionamento íntimo que eu tinha com meu MC, Ele queria que eu estivesse ao lado de Sue para encorajá-la, e mais tarde a muitas e muitas outras mulheres!

Antes de explicar, permita-me dizer por que é importante investirmos nosso tempo em buscar a Deus para encontrar e encorajar outras mulheres.

Depois de experimentar um desastre após o outro, eu sabia que eu nunca mais iria procurar outro conselheiro. Meu marido e eu tínhamos tentado aconselhamento no início do nosso casamento, e em todas as vezes experimentamos ainda MAIS destruição, o que enfraqueceu ainda mais o nosso relacionamento!! Nenhum dos conselheiros havia vivenciado um casamento restaurado, por isso não é de se admirar que me dissessem coisas que só tornavam tudo muito pior!! Eu tive que descobrir da pior maneira que conselheiros "licenciados" eram pessoas me dando conselhos que nunca sequer haviam aplicado em suas próprias vidas ou casamentos! E eles nem ao menos haviam sido restaurados! Quantas vezes eu cometi o terrível erro de seguir o conselho de outras pessoas que, eventualmente, fez com que a minha vida e casamento piorassem ainda mais?!?! E a maioria das mulheres ainda estão fazendo a mesma coisa! É por isso que é tão importante que você aprenda a verdade e tenha o desejo de ajudar outras!

Além disso, eu não precisava de ninguém me dizendo coisas baseadas em psicologia misturadas com o cristianismo, mesmo que essa pessoa fosse cristã ou até mesmo um pastor! Eu precisava da verdade da Palavra de Deus, e de ouvir diretamente Dele qual a direção a ser tomada, para que eu não ficasse mais andando andando em círculos e caindo de cova em cova!

É importante que se preste atenção a isso. Muito embora tenhamos aprendido a Sua Palavra, você (e ninguém mais) jamais será capaz de direcionar outra pessoa ao longo da Jornada de Restauração dela. Como uma eParceira, você precisa encorajar outras mulheres, familiares, e qualquer pessoa que você encontrar, e ensiná-las a simplesmente dizer a Deus que elas querem ter um relacionamento com o Seu Filho, a fim de que ELE as guie ao longo de suas jornadas—e responda às suas muitas perguntas, preocupações e acalme os seus medos.

Eu fiquei chocada porque, quando precisei de ajuda, não foram só os conselheiros que me disseram coisas que estavam me destruindo, mas eu também fui atrás de alguns dos melhores pregadores em nossa área que me desencorajaram e me disseram coisas completamente contrárias ao que diz a Bíblia. Comecei pelo meu próprio pastor que não tinha ideia de como me ajudar, embora logo depois eu tenha ficado sabendo que ele estava liderando todas as igrejas do nosso estado! Este respeitado e admirado pastor simplesmente se sentou à minha frente em estado de choque por eu ter qualquer tipo de vontade de querer o meu casamento restaurado, depois de eu ter compartilhado a minha situação com ele!! E o seu conselho, que eu aceitei rapidamente mas depois me arrependi, foi me juntar ao grupo de solteiros em nossa igreja, mesmo ele sabendo que eu ainda era legalmente casada!!

Por que este homem de Deus não me encorajou a falar diretamente com Ele? Por que ele não me explicou que eu era a Sua noiva?

Após o fiasco que foi a minha primeira e única visita ao grupo de solteiros (onde eu fui paquerada por meia dúzia de homens, eca!), passei um ano inteiro caminhando sozinha até que eu realmente senti a necessidade de encontrar alguém que não achasse que eu era louca. Mas, a essa altura, eu já não confiava em mais ninguém. E o motivo Dele ter esperado tanto tempo para me dar uma eParceira foi também para que eu desejasse ajudar outras mulheres!

Eu então já havia me tornado muito cuidadosa, porque eu tinha finalmente chegado naquele ponto de ter de me recuperar de um mau conselho, e não queria mais ninguém tornando a minha situação ainda pior do que já estava. E foi neste período que eu clamei a Deus por alguém, por apenas uma mulher, que não achasse que eu estava louca!! E Ele me ouviu!

Pergunta: Eu gostaria de ter uma eParceira agora para me ajudar em a minha Jornada de Restauração.

Vocês podem providenciar uma para mim?

Não confie em ninguém, exceto em Deus, para mostrar sua eParceira. Certifique-se de ler a página do eParceira e ouvir os testemunhos para ouvir como Ele quer mostrar a sua eParceira!

Mateus 7:13-14— "Entrem pela porta estreita, pois larga é a porta e amplo o caminho que leva à perdição, e são muitos os que entram por ela. Como é estreita a porta, e apertado o caminho que leva à vida! São poucos os que a encontram".

Muitas mulheres buscam as suas amigas e grupos que falam abertamente sobre os seus relacionamentos, e esse é o caminho largo e espaçoso que leva à destruição. Escolher a porta estreita significa caminhar sozinha com o Senhor ao longo da sua Jornada de Restauração e conhecer o seu Marido Celestial. É isso que irá curá-la, e ao mesmo tempo prepará-la para a sua restauração, porque você precisará do seu MC ainda muito mais depois que você for restaurada.🙂

Agora que você pode ser contada entre as poucas que encontrou a porta estreita, a maneira correta de encontrar a sua eParceira é pedindo a Deus que te mostre onde ela está a fim de que vocês possam se encorajar mutuamente. Sue e eu pedimos a Deus alguém a quem pudéssemos encorajar quase que exatamente ao mesmo tempo. Depois que o casamento de Sue foi restaurado, ela continuou a encorajar as mulheres que ela conhecia ou encontrava individualmente porque foi isso que o Senhor a chamou a fazer. Quanto a mim, como você sabe, Ele me chamou para começar a ajudar mais e mais mulheres como você! Quem sabe, talvez Ele esteja te chamando para ter o seu próprio ministério. Seja ele grande ou pequeno, em sua comunidade ou online, existem milhares de mulheres que estão sendo abandonadas e traídas todos os dias. Mulheres a quem estão sendo ensinados métodos destrutivos, mais mentiras e soluções venenosas que só tornam os seus casamentos ainda piores do que já estão.


Por favor, leia a história de Erin:

Uma amiga chamada Sue
Artigo escrito para a revista Guidepost
por Erin Thiele

Havia sido um maravilhoso jantar de aniversário. Nós e o outro casal temos muito em comum. Eu revivia a noite em minha lembrança sem querer acordar. Eu não conseguia me lembrar de ter sido tão feliz antes.

Enfiei a pé embaixo do lençol para tocar o pé do meu marido e estiquei minha mão em cima da cama. Eu simplesmente pensei: "Ele já deve ter se levantado, e bem cedo." Quando eu ouvi a porta do quarto ranger aberta, eu vi meu marido parado na porta segurando uma pequena mala na mão.

"Onde você está indo?", perguntei surpresa. "Eu estou indo para Orlando." Dave * me respondeu friamente. "E quando eu voltar, eu me mudarei para o meu próprio apartamento." Com isso, ele se virou e foi embora.

O choque pareceu me surpreender. Minha cabeça estava girando. Minha fé em nosso casamento tinha sido tão grande, o que havia dado errado? Por que a mudança repentina? Fazia 17 meses que eu estava vivendo em uma montanha russa emocional ao descobrir que havia uma outra mulher na vida dele. Tudo o que eu queria era sair dela.

Durante os primeiros meses da nossa separação, quanto mais eu tentava agir, mais parecia que eu piorava as coisas. Eu me via lendo a minha Bíblia constantemente tentando encontrar paz e consolo. E foi nela que descobri os versículos sobre a mulher contenciosa. Depois de ler a esse respeito, não havia nenhuma dúvida em minha mente de que eu era essa mulher que Provérbios descreve. Então, por que Dave não iria preferir ir embora e viver no deserto, ou viver num canto de telhado? Se eu tivesse um pouco mais de tempo para mudar, tempo para me recompor, mas não havia tempo. Ele já tinha ido embora. Eu orava fervorosamente para Deus me ajudar.

Quase um ano depois, quando Dave ainda estava longe, foi quando eu realmente comecei a entrar em pânico. Eu decidi ajudar a Deus. Eu tracei um plano e falei com Ele a respeito. Eu disse a Ele que tudo o que eu teria que fazer seria simplesmente engravidar durante a visita de Natal de Dave. Dave amava as crianças, e certamente ele voltaria para mim então. Tudo ocorreu como eu planejei. Assim que ele soube da minha gravidez, ele voltou para casa. No entanto, o que eu não havia planejado foi um aborto espontâneo. No mesmo dia que ele voltou, eu comecei a perder o bebê. Meu plano tinha dado errado. Ele estava em casa, mas distante, exceto na noite do nosso aniversário. Naquela noite eu estava gloriosamente feliz, esperançosa.

Quando eu finalmente consegui levantar da cama, nossos quatro filhos ainda dormiam. Desci as escadas olhando pela janela para o pasto enevoado por trás da nossa casa. Em lágrimas, eu implorei: "Deus, você disse que nada era impossível para você, que se eu tivesse fé eu seria capaz de mover montanhas, que Você nunca iria me dar mais do que eu poderia suportar!"

Naquela manhã, enquanto eu lia a Bíblia, eu notei que, em diferentes ocasiões, alguns dos personagens bíblicos passaram por situações difíceis com a ajuda de um outro. O apóstolo Paulo precisava de ajuda na prisão, o Rei Davi e Jônatas, mesmo o próprio Jesus procurou os seus sete apóstolos para acompanhá-Lo pelas ruas de Jerusalém. Eu abaixei a cabeça e orei: "Senhor, quando Dave partiu esta manhã, a pouca fé que eu tinha se foi também. Por favor, me envie alguém, qualquer uma, que me ajude a passar por essa situação. Alguém que não pense que o que eu estou fazendo é loucura."

Minha mente se voltou para quando eu comecei a acreditar que Deus queria que eu restaurasse o meu casamento. Todo mundo com quem eu falei me disse a mesma coisa, "Erin, isso é impossível. É a vontade de Dave deixá-la. Ele está feliz. Apenas siga em frente com sua vida." Alguns até me deram sugestões para chamar a sua atenção. Tudo terminou em desastre. Mas em algum lugar dentro de mim, lá no fundo, ainda havia uma pequena centelha de esperança, de que talvez Deus fosse mandar alguém para me ajudar. Poucos dias depois, enquanto eu estava passando roupa, o rosto de uma mulher me veio à mente. Era alguém que eu nunca tinha conhecido. Ela estava em um estudo bíblico de mulheres do qual eu estava participando. Em vez de esperar pela próxima quarta-feira, eu liguei para a minha professora e pedi o número do telefone dela. Ela disse que seu nome era "Sue" e que ela havia ligado perguntando pelo meu número!

Meu coração estava batendo forte enquanto eu discava o número. O que eu iria dizer? Como eu poderia trazer o assunto à tona? Quando ela atendeu, eu simplesmente perguntei se ela gostaria de se juntar a mim para jantarmos na noite seguinte.

Nós nos sentamos à mesa e eu comecei, "Sue, eu acredito que nós estamos vivendo uma situação parecida em nossas vidas." E eu comecei a contar a ela como meu marido havia me deixado de novo recentemente e sobre a minha oração para encontrar alguém para me ajudar. Ela sorriu, mas ficou em silêncio. Eu me perguntava se eu tinha cometido um erro terrível e constrangedor. Então, ela finalmente falou. "Erin, meu marido me deixou há cinco anos. Ele mora em outro estado e eu acredito que ele está vivendo com outra mulher. Eu ainda acredito que há esperança, mas eu estava começando a me sentir cansada. Na semana passada minha filha se casou e meu marido veio para o casamento. Na entrada, ele se inclinou e calmamente me pediu o divórcio. Eu disse a ele que era difícil para mim pensar nisso assim de repente, e se perguntei a ele falar sobre isso mais tarde." Foi naquela noite que eu orei por alguém para me ajudar.

Naquela noite no restaurante, passamos horas conversando sobre tudo o que o Senhor nos fizera passar até ali e comparamos as nossas anotações. Era incrível as semelhanças entre as nossas situações. Nós duas saímos dali encorajadas naquela noite e planejamos nos encontrar na semana seguinte em um restaurante local.

A partir de então, nós nos encontrávamos todas as sextas-feiras à noite e esse era o ponto alto da minha semana. Nós levávamos todas as Bíblias que tínhamos, e nos debruçávamos sobre as Escrituras para encontrar as respostas para todos os nossos problemas e as nossas muitas perguntas.

Quando estávamos com cerca de um mês de encontros às sextas-feiras, Dave me ligou para dizer que ele estaria vindo nos ver na próxima sexta-feira, em vez da sua habitual visita de sábado. Ele me pegou de surpresa e meu coração desfaleceu. Passar tempo com Sue e nossas Bíblias me trazia a paz que eu precisava para enfrentar cada semana. Eu não respondi imediatamente, mas acabei balbuciando: "Ah, tudo bem." o que fez Dave suspeitar.

Normalmente, depois que as crianças já estavam na cama, ele ia embora rapidamente e voltava para a mulher com quem ele estava vivendo. Mas nesta noite, em vez de sair, ele ficou e me confrontou dizendo que ele sabia que eu estava me encontrando com alguém! Que tinha sido por isso que eu hesitei quando ele dissera que viria na sexta-feira à noite. Ele me disse que eu nem sequer parecia a mesma, que o meu rosto estava brilhando. Ele me disse que podia ver que eu estava apaixonada.

Eu levei um tempo para responder alguma coisa, e por isso ele nunca acreditou verdadeiramente na minha explicação. O "amor" que ele viu não era por qualquer pessoa, mas pelo o Senhor, a quem Sue e eu íamos pedir ajuda toda semana. Nós não somente começamos a nos derramar sobre a Bíblia, mas também nós já não estávamos mais preocupadas com os nossos maridos como antes. Em vez disso, nós compartilhávamos sobre o quão real o Senhor estava se tornando em nossas vidas, comparávamos anotações, e percebíamos que não estávamos mais carentes. Nós já não estávamos mais desesperadas pela volta de nossos maridos; nós tínhamos encontrado o amor que sinceramente "lançava fora todo o medo." Quando eu finalmente respondi, foi com uma leve risada, "Eu não estou me encontrando com um homem nas noites de sexta-feira". Eu disse com um sorriso, "Eu me encontro com uma amiga. Seu nome é Sue." Imediatamente eu pude ver o ciúme, o que era tão estranho, já que durante meses, depois que a verdade veio à tona sobre a outra mulher com quem ele estava envolvido e com quem agora vivia, ele havia me dito inúmeras vezes para seguir em frente e até mesmo para "encontrar alguém." Se ele honestamente queria que eu seguisse em frente e encontrasse alguém, por que ele estava me questionando? Por que ele simplesmente não respirava aliviado?

Rir em voz alta não ajudou a convencer Dave de que eu não estava me encontrando com um homem. O que ele disse que me fez rir assim foi: "Ah, claro! Um homem chamado Sue você quer dizer!!"- referindo-se, naturalmente, a uma música.

Cinco meses depois do nosso primeiro encontro, ela me ligou em uma tarde de sexta-feira e me disse, "Erin, eu não vou poder me encontrar com você esta noite." Meu coração ficou partido. E ela então me contou, "Erin, meu marido voltou!" Meu entusiasmo com essas palavras foi indescritível! Nós nos tornamos tão próximas como amigas, que era como se aquilo estivesse acontecendo comigo.

Na semana seguinte, eu realmente conheci o marido de Sue brevemente em uma conferência que ela e eu tínhamos planejado assistir juntas. Na maioria das vezes, durante as reuniões, a minha mente vagava enquanto eu observava os dois sentados juntos, de mãos dadas - felizes. Após a reunião eles se aproximaram de mim e eu conheci o marido de Sue pela primeira vez. Olhando para mim com um olhar intenso, ele disse, "Erin, eu quero te dizer que mesmo que seu marido diga que não te ama mais, saiba que ele te ama sim. E se você está tratando-o com a metade da gentileza que Sue vem me tratando, com amor, mesmo que eu a tenha tratado terrivelmente, então ele voltará. Não desista."

Ver o milagre de Sue, juntamente com as palavras de encorajamento do seu marido, levou-me a atravessar alguns dos meus momentos mais sombrios. Passados apenas alguns meses depois de Sue e eu nos encontrarmos pela última vez, meu marido se divorciou de mim, uma semana após a conferência.

Embora parecesse muito tempo, na época, foi apenas cinco meses após o milagre de Sue que eu recebi um telefonema inesperado, desta vez muito tarde da noite. Era Dave e eu podia perceber que ele estava ligando de um telefone público ao ar livre porque havia ruídos de tráfego. "Erin, se você falou a verdade quando disse que me perdoava, se você ainda me ama e você ainda quer que eu volte para casa, eu vou estar aí de volta amanhã de manhã."

Quando desliguei o telefone, eu olhei para o céu e disse: "Obrigada, Senhor, por não me deixar e nem me abandonar. Obrigada por trazer o meu marido de volta para casa. E, Senhor, obrigada por me enviar a minha amiga chamada Sue".


O Papel de uma eParceira

Como eu já compartilhei, foi somente cerca de um ano depois em minha jornada para restaurar o meu casamento que eu encontrei minha eParceira Sue. Havia tanta oposição a essa altura, e eu nunca havia ouvido falar sobre UM único casamento restaurado. E, como eu também já disse, o motivo de o Senhor ter me feito esperar um ano foi para que eu pudesse encontrar todos os princípios em Sua Palavra, os quais você agora está recebendo imediatamente junto com os livros repletos de testemunhos de casamentos restaurados! E o que é ainda mais importante, essa espera foi também para se certificar de que meu relacionamento com Ele estivesse em primeiro lugar, para que assim eu não cometesse o erro de me conectar mais com uma outra pessoa (por exemplo a minha eParceira) ou ficasse tolamente esperando que ela me guiasse (ou que eu achasse que poderia guiá-la).

Deixe-me compartilhar com você como tudo aconteceu para encorajá-la a ver como isso pode acontecer com você de uma maneira sobrenatural!

Um dia eu estava em meu cantinho de oração, depois de ter literalmente clamado a Deus, e tive a visão de uma mulher que eu tinha visto, mas que não conhecia pessoalmente em um estudo bíblico que eu havia participado, mas que já havia terminado.

Eu não tinha ideia de como ela se chamava ou de como contatá-la, mas de alguma forma eu sabia que era alguém que me entenderia e que o Senhor estava me dando como uma resposta à minha oração e que eu não estava louca. Quando eu pedi a Deus para confirmar se eu estava ouvindo a Ele corretamente, Ele me guiou até o meu velho caderno onde eu vi o número de telefone da minha professora de estudos bíblicos. Quando liguei para ela, eu gaguejei tentando descobrir como pedir o número dessa mulher cujo nome eu não sabia. Eu também não sabia explicar a razão pela qual eu queria entrar em contato com ela (pois o Senhor já tinha me ensinado sobre manter a discrição a essa altura). Depois de um longo minuto, minha professora me interrompeu e disse: "Seu nome é Sue e ela já ligou pedindo o número do seu telefone também"!! Ela me deu o número de Sue, eu me despedi rapidamente, e desliguei. Em seguida, eu liguei para a “Sue”.

Sue e eu nos encontramos pela primeira vez em um bom restaurante tranquilo, logo nos abrimos uma com a outra e compartilhamos o porquê de Deus ter nos unido. Sue disse que seu marido havia ido "trabalhar" em outro estado, nos últimos cinco anos, vindo em casa apenas poucas vezes para uma visita de fim de semana, mas ela suspeitava desde o início que havia uma outra mulher. Ao contrário de mim, ela sabiamente nunca havia o confrontado sobre isso e nem mesmo tinha perguntando nada a ele sobre o que estava acontecendo. Isso me mostrou que ela era uma pessoa de confiança e que me ajudaria a permanecer no caminho estreito que eu fui chamada para percorrer.

Então, quando ela terminou, eu compartilhei a minha situação e fiz questão de compartilhar todos os meus erros (leia 2 Coríntios 12:9 para aprender mais sobre este princípio poderoso), e isso fez com que eu me sentisse tão bem ao confessar para alguém que eu sabia que me não julgaria, não daria “conselhos” tolos e destrutivos, mas que compreendia que Ele poderia fazer o impossível. Naquela noite o meu próprio ministério estava prestes a nascer. Nós oramos juntas e eu pedi a Deus para me enviar outras mulheres que também precisassem desse encorajamento que nós tínhamos encontrado.

Depois que oramos uma pela outra (Tiago 5:16), nós concordamos em nos reunir todas as sextas-feiras à noite. Eu também me senti guiada a orar para que se existisse outras mulheres que precisavam de encorajamento que Ele, por favor, as enviasse para mim. *Mal sabia eu que Ele me traria milhares de mulheres desesperadas por ajuda! Mas eu ainda tinha muito o que aprender antes Dele trazê-las para a minha vida. E agora você tem tudo isso à sua disposição!

Na sexta-feira seguinte, Sue e eu tivemos a nossa primeira reunião de comunhão em um restaurante de fast food. Nós passávamos horas debruçadas sobre várias versões da Bíblia (eu acredito que eram 8 versões ao todo) e nos aprofundávamos em Sua palavra sobre cada crise ou prova que estivéssemos enfrentando. É tão animador saber que agora você tem todos esses materiais disponíveis em seu computador ou celular, e que você pode simplesmente se debruçar sobre eles e buscar sabedoria para qualquer crise ou teste que você ou sua eParceira estejam enfrentando! E vocês também têm os nossos Cursos como referência.

Nós escolhemos as sextas-feiras à noite porque sabíamos que era quando todo mundo tinha um "encontro" e nós fizemos uma ousada declaração dizendo que isso se tornaria um evento frequente depois que fôssemos restauradas. E aconteceu exatamente isso — virou uma tradição que começamos juntas e depois continuamos com nossos maridos depois de restauradas—um encontro às sextas ou aos sábados à noite. Até os meus filhos casados continuam seguindo esta tradição.

Faça o mesmo acordo com a sua eParceira. Comece encorajando apenas UMA outra mulher. Comece compartilhando com ela o site AjudaMatrimonial e a encoraje a preencher o Questionário de Avaliação de Casamento. Peça a ela que faça uma lição por dia e que concorde em se encontrar com você uma vez por semana para compartilharem relatórios de louvor e buscarem respostas para qualquer crise ou teste em particular que uma de vocês estejam enfrentando. Vocês podem se "encontrar" na casa uma da outra (se ambas estiverem separadas ou divorciadas), ou podem ir a uma lanchonete (se tiverem filhos) como Sue e eu tínhamos. Se vocês não morarem perto uma da outra, agora é muito fácil se "encontrar" através de um vídeo chat.

O que realmente importa se vocês estiverem levando a sério a restauração de ambas é que vocês:

1. NUNCA foquem ou discutam nada que seja negativo. Em vez disso, enquanto vocês estiverem se preparando para se encontrarem, peça ao nosso MC para lembrá-la de louvores que vocês possam compartilhar e edificar uma a outra. Se você não conseguir se lembrar de nada, compartilhe sobre o que você leu durante a semana em nossos Encorajamentos.

2. NUNCA façam fofocas ou compartilhem detalhes íntimos que vocês não gostariam que os seus MTs compartilhassem com um amigo. Em vez disso, conversem sobre o que vocês aprenderam, sobre novos versículos que as tenham encorajado, ou talvez sobre uma nova Canção de Amor que o Senhor tenha lhes dado durante a semana.

3. NÃO transformem os seus encontros em uma festinha de autopiedade porque isso irá destruir a vocês duas. Em vez disso, determinem que todas as crises e sofrimentos serão discutidos em seus próprios cantinhos de oração, com seu Marido Celestial, que irá confortá-las profundamente em suas dores. Assim vocês descobrirão que não haverá necessidade de compartilhar a esse respeito com ninguém e estarão livres para seguir em frente.

Toda semana, sem falta, Sue e eu nos sentávamos embaixo de um ar condicionado congelante para confessarmos nossas faltas e nos debruçarmos sobre muitas versões diferentes da Bíblia que espalhávamos sobre a mesa e assim começávamos a aplicar o princípio da discrição.

4. NUNCA perguntem a uma outra a resposta para qualquer dúvida que vocês tenham e nem peçam detalhes sobre nada.  Se vocês começarem a fazer perguntas uma a outra (quando, na verdade, nenhuma de nós sabe para onde a sua JR individual está rumando), logo vocês se sentirão perdidas e, muito provavelmente, Ele fará com que vocês passem a detestar uma a outra como é dito em Salmos 88:18, "Tiraste de mim os meus amigos e os meus companheiros; as trevas são a minha única companhia." e em Salmos 88:8, "Afastaste de mim os meus melhores amigos e me tornaste repugnante para eles. Estou como um preso que não pode fugir."

Sue e eu também tínhamos o cuidado de NUNCA perguntar a resposta de nada, ou perguntar detalhes que nós sentíamos que não deveriam ser revelados uma para a outra (e dessa forma cobríamos a nudez de nossos maridos, veja Gênesis 9:22-25).

Em vez disso, nós levávamos tudo ao Senhor, perguntávamos a Ele, e então Ele nos mostrava uma passagem nas Escrituras, e em seguida outra e mais outra enquanto íamos lendo em voz alta todas as versões da Bíblia, até que tivéssemos certeza de ter entendido o princípio.

Em casa, nós fazíamos os cartões 3x5 para podermos ler os princípios repetidas vezes. O resultado dessa rotina, e do que aprendemos, finalmente se transformou nos livros "Como Deus Pode e Vai Restaurar Seu Casamento" e "Uma Mulher Sábia".

A razão pela qual nos encontrávamos era para buscar a verdade sobre tudo o que tínhamos dúvidas a respeito em nossos casamentos, sobre nossos maridos que estavam ambos fora de casa, e sobre os nossos filhos. Ela tinha três filhas adolescentes, eu tinha quatro: três meninos nas idades de nove, sete, quatro, e uma filha de dois anos.

Cada uma de vocês terá muitas perguntas, e a maioria delas será respondida em algum ponto ao longo da sua jornada, mas não percam a chance de tirar vantagem da oportunidade maravilhosa que vocês têm de perguntar a Deus e em seguida verem o seu MC lhes responder! Isso é tão encorajador e as ajudará a se tornarem cada vez mais próximas Dele!

5. Confesse as SUAS faltas, glorie-se nelas, mas nunca revele os pecados alheios ou fale de outras pessoas.

"Portanto, confessem os seus pecados uns aos outros e orem uns pelos outros para serem curados. A oração de um justo é poderosa e eficaz."—Tiago 5:16

2 Coríntios 12:9-11, "Mas ele me disse: 'Minha graça é suficiente para você, pois o meu poder se aperfeiçoa na fraqueza'. Portanto, eu me gloriarei ainda mais alegremente em MINHAS fraquezas, para que o poder de Cristo repouse em mim. Por isso, por amor de Cristo, regozijo-me nas fraquezas, nos insultos, nas necessidades, nas perseguições, nas angústias. Pois, quando sou fraco é que sou forte."

Provérbios 28:13, “Quem esconde os seus pecados não prospera, mas quem os confessa e os abandona encontra misericórdia.”

Depois que líamos sobre um novo princípio a cada semana, sempre que Sue e eu percebíamos que havíamos errado, nós parávamos para confessar uma para a outra e prometíamos orar uma pela outra. Por isso, toda semana nós tínhamos LOUVORES para compartilhar porque nós duas estávamos vendo como Ele estava nos curando e que aquilo que Ele havia prometido estava se cumprindo em nossas vidas!

Por exemplo, uma noite nós pedimos a Deus que nos mostrasse como lidar com um feriado que estava chegando e Ele nos revelou. Em uma outra ocasião nós pedimos a Ele que nos mostrasse como nos comportar durante as visitas dos nossos maridos e Ele nos mostrou o que fazer. Também perguntamos sobre como lidar com aquelas situações em que nossos maridos diziam que viriam visitar e não apareciam. Em todos os nossos encontros, nós perguntávamos e Ele nos guiava e encontrávamos versículos que confirmavam o que Ele estava nos mostrando, e isso nos dava mais e mais sabedoria.

“Se acatarem a minha repreensão, Eu lhes darei um espírito de sabedoria e lhes revelarei os Meus pensamentos.”—Provérbios 1:23. Quando nós descobrimos esta verdade foi que começamos a ler um Provérbios toda manhã para nos tornarmos sábias. Mais tarde, quando nós duas fomos juntas a uma conferência, aprendemos sobre a necessidade de ler todos os Salmos e Provérbios todo mês, e começamos a fazer isso também.

A partir dessa única verdade, nós então descobrimos este versículo que abriu os nossos olhos...

Não tenha inveja dos ímpios, nem deseje a companhia deles…Com sabedoria se constrói a casa, e com discernimento se consolida. Pelo conhecimento os seus cômodos se enchem do que é precioso e agradável.”—Provérbios 24:1, 3–4

Nós sabíamos que Ele estava nos dizendo que não era hora de "desejarmos" estar com nossos maridos. Em vez disso, Ele queria que nós ficássemos entusiasmadas com essa nova amizade que tínhamos feito, e o mais importante —que estivéssemos animadas com o nosso relacionamento com o Senhor como nosso Marido Celestial. E, a fim de avançar o nosso relacionamento mais importante, aquele que tínhamos com Ele, nós concordamos em nunca ligar uma para a outra durante a semana para que pudéssemos ter o cuidado de buscarmos o Senhor, e não uma a outra, e termos as nossas conversas mais profundas somente com Ele.

Parte de Sua sabedoria que procurávamos era conhecer como lidar com a "outra mulher" na vida de nossos maridos: uma que sabíamos que existia e a outra que não tínhamos certeza, mas suspeitávamos. Todas as perguntas que tínhamos, levamos a Ele. Os versículos que encontramos durante nossas primeiras semanas juntos agora compõem o "Capítulo 14 “Primeiro a Atirar Pedras” no livro Restaurar Seu Casamento.

Nós buscamos uma porção da Sua sabedoria para saber como lidar com a "outra mulher" na vida dos nossos maridos: uma que sabíamos que existia e outra que não tínhamos certeza, mas suspeitávamos. Cada dúvida que tínhamos nós levávamos a Ele. Os versículos que encontramos durante nossas semanas juntas agora compõem o Capítulo 14 "Primeiro a Atirar Pedras" do livro Como Deus Pode e Vai Restaurar Seu Casamento.

Ao longo de um único verão, o Senhor sobrenaturalmente, com amor e paciência, nos mostrou uma nova passagem na Bíblia atrás da outra. E nós as aceitávamos e meditávamos como sendo a verdade e, portanto, seguíamos cada princípio pela fé. E cada vez que nós fazíamos isso, nós começávamos a ver nossas situações melhorarem!!

Nós começamos a nos reunir em maio, todas as sextas-feiras à noite, e em menos de 5 meses depois, o casamento de Sue foi RESTAURADO! Eu nunca teria acreditado que fosse possível se eu não tivesse feito parte disso e tivesse visto com meus próprios olhos!! Depois de ter morado em outro estado por cinco anos, e suspeitarmos (e depois que ele voltou para casa foi confirmado) que ele vivia com outra mulher, o marido de Sue voltou para casa e se tornou fiel a ela somente!! Este homem, este mesmo homem que todo mundo dizia que nunca voltaria, que diziam que era impossível, voltou para casa. E não só ele voltou para casa, mas eles viveram felizes para sempre!

O Senhor me deu a oportunidade de ver Sue e o seu marido juntos, e ele aproveitou a oportunidade para me encorajar. Ele me disse, "Erin, eu quero te dizer que mesmo que seu marido diga que não te ama mais, saiba que ele te ama sim. E se você o está tratando com a metade da gentileza que Sue vem me tratando, com amor, mesmo que eu a tenha tratava horrivelmente, então, ele voltará. Não desista."

Logo após o casamento de Sue ser restaurado, Deus começou a trazer outras mulheres em minha vida, desesperadas por ajuda e encorajamento. E devido ao sucesso do meu relacionamento com Sue, e da maneira como fizemos tudo, eu comecei a compartilhar essas mesmas coisas com elas.

Embora todas uma quisesse ser minhas eParceiras ou terem as suas próprias companheiras, eu encorajaria voce a pedir a Deus.

Lembre-se, Sue e eu não nos encontramos imediatamente, mas em nossa própria Jornada de Restauração, então, se Deus não mostra quem é sua eParceira — Ele só quer que você seja Dele nesse momento.

*Eu sabia que não havia como eu estar disponível para todas as mulheres, e nem você pode fazer isso. Além do mais, quem além de DEUS sabe para onde cada JR está seguindo?

Torne-se uma Construtora de Pontes

Recomendamos que você comece a encontrar sua eParceira, tornando-se uma Construtora de Pontes.

Muitas de vocês conhecem mulheres que precisam encontrar o porta estreita que encontraram e entraram, mulheres que conhecem ou provavelmente conhecerão e que se beneficiariam de fazer nossos cursos da mesma forma que vocês. Você pode saber que elas estão passando por dificuldades OU talvez não tenha consciência disso, já que muitas de nós mantemos as dificuldades do casamento (como adultério ou nossos maridos nos deixando) somente para nós mesmas. Mas DEUS sabe!

É por isso que também é importante que você seja discreta, porque muitas vezes quando a OM “outra mulher” sabe que você está interessada em restaurar, ela se esforça ainda mais para se agarrar ao homem que ela capturou (leia Provérbios 5:3-4) e maridos continuarão construindo um muro de ódio mais forte.

É por isso que o Senhor lhe deu esse tempo, para manter sólido o seu relacionamento com o seu MC, e depois pedir a Deus que lhe envie a sua primeira eParceira, que é basicamente o começo do seu ministério. Para fazer isso, é importante começar a usar o "Nome Novo", o nome que Ele lhe deu para o seu ministério, porque tudo o que Ele está pedindo é que você simplesmente ministre e cuide de UMA outra mulher neste momento.

Clique aqui para descobrir seu Novo Nome

Minha eParceira e Aquele que está no Centro!!

Esta semana tem sido gloriosa! Eu estou recebendo mais e mais confirmações do amor do meu Marido Celestial por mim! Eu pude sentir o Seu amor, hoje em especial. Hoje eu me encontrei com a minha melhor amiga, que também está estabelecendo o relacionamento dela com o Senhor. Ela está lendo a Bíblia e nós nos encontramos regularmente para conversarmos sobre as escrituras e sobre o que Deus tem nos dito e feito em nossas vidas.

No passado, já somos amigas há 9 anos, nós costumávamos nos encontrar para tomar um café e "conversar" sobre os nossos relacionamentos. Nós achávamos que nós éramos as certas e que os nossos MTs eram os errados. Vocês não podem nem imaginar quantas coisas nós compartilhamos e quantos "bons" conselhos nós demos uma a outra. Obviamente, essas conversas eram mais centradas em nosso sofrimento e as nossas soluções não se baseavam naquilo que o nosso MC planeja para as esposas. Mas hoje foi diferente! 

Nós passamos quase 2 horas juntas. Tomamos o nosso café como de costume e não tínhamos nenhum plano estabelecido sobre o que conversar, mas, porque agora Ele é o centro das nossas vidas, naturalmente começamos a falar sobre todas as coisas maravilhosas que Ele fez por nós essa semana. Não falamos nada negativo a respeito de nossos casamentos ou discutimos nenhuma situação pessoal que tenha nos afetado. Pelo contrário, o Senhor nos guiou a falar de coisas boas. Desta vez o tempo que passamos juntas foi tão diferente! Quando nos despedimos, eu disse à minha amiga como eu estava feliz por termos falado sobre o nosso MC. Nós percebemos que essa foi a primeira vez em que o centro da nossa conversa foi o Senhor e nada mais. O tempo voou e nós saímos de lá nos sentindo abençoadas por termos a Ele como nosso Marido. Um Homem de quem você jamais poderá reclamar!!! 

“Em todo o tempo ama o amigo; e na angústia nasce o irmão.” (Provérbios 17:17)

“ Porque não me envergonho do evangelho de Cristo, pois é o poder de Deus para salvação de todo aquele que crê.” (Romanos 1:16)

Lembre-se, por estarmos documentando nossas jornadas no Curso 1 baseado no livro Restaurar Seu Casamento e no Curso 3 baseado no livro Uma Mulher Sábia —você poderá seguir muito mais rápido em sua JR e pedir a Deus que lhe dê a sua eParceira, porque você também poderá guiá-la ao site AjudaMatrimonial e nós poderemos segurar a mão dela em louvor. Êxodo 17:12, "Quando as mãos de Moisés já estavam cansadas, eles pegaram uma pedra e a colocaram debaixo dele, para que nela se assentasse. Arão e Hur mantiveram erguidas as mãos de Moisés, um de cada lado, de modo que as mãos permaneceram firmes até o pôr-do-sol."

Um dos princípios mais importantes que Sue e eu aprendemos e seguimos fielmente foi esse:

Tiago 1:5 diz, "Se algum de vocês tem falta de sabedoria, peça-a a Deus, que a todos dá livremente, de boa vontade; e lhe será concedida."

Isto significa que, em vez de falar com outra pessoa, que pode facilmente espalhar uma fofoca e criar uma situação ainda pior em seu casamento, certifique-se de encontrar uma eParceira com a "mesma mentalidade" que irá encorajá-la ao te mostrar que o verdadeiro conforto só poderá ser encontrado SOMENTE em seu cantinho de oração com o "Deus de toda consolação", o seu MC.

2 Coríntios 1:3-5 diz, "Bendito seja o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, Pai das misericórdias e Deus de toda consolação, que nos consola em todas as nossas tribulações, para que, com a consolação que recebemos de Deus, possamos consolar os que estão passando por tribulações."

Somente esta verdade é que a manterá seguindo em frente em sua Jornada de Restauração. E a única maneira de vocês terem a mesma mentalidade é enviando a sua amiga, ou familiar, ou as mulheres que você encontrar para o AjudaMatrimonial. Encoraje-a a preencher o QAC. Em seguida, a encoraje a fazer uma lição do Curso 1 por dia e a concordar em se encontrar com você uma vez por semana para compartilhar relatórios de louvor e buscar respostas para qualquer crise ou teste que uma de vocês esteja enfrentando. Talvez vocês queiram também focar em apenas UM Testemunho de Casamento Restaurado—e discutir os vários princípios e verdades que vocês perceberem que irão ajudá-las a se posicionarem para que DEUS restaure seus casamentos!

Em vez de oferecer qualquer conselho, concorde com sua companheira que, como eParceiras, vocês irão não somente buscar o Senhor individualmente, mas que também estarão presentes para levantar uma a outra quando uma cair. Porque "É melhor ter companhia do que estar sozinho, porque maior é a recompensa do trabalho de duas pessoas. Se um cair, o amigo pode ajudá-lo a levantar-se. Mas pobre do homem que cai e não tem quem o ajude a levantar-se!" Eclesiastes 4: 9-10

Sue e eu não precisamos aplicar este princípio uma com a outra porque a minha “queda” aconteceu mais tarde, quando minha restauração"aconteceu" de repente—e poucas semanas depois o meu marido foi embora novamente e eu perdi toda a esperança.

Foi então que as 4 mulheres com quem eu vinha me encontrando, mulheres com quem eu compartilhei tudo que eu havia aprendido, se tornaram as 4 mulheres de fé que me levaram para Aquele que poderia me ajudar. Exatamente como aconteceu com o paralítico em Marcos 2:1-12, que foi carregado e colocado aos pés de Jesus, estas quatro mulheres, a quem eu havia ensinado e encorajado, estavam espiritualmente fortes o suficiente para me levar até os pés Dele. Um mês depois o meu casamento foi completamente restaurado e o meu ministério também começou a se expandir.

É por isso que encorajamos você a se tornar uma Construtora de Pontes e a começar seu pequeno Ministério.

Nós a encorajamos a considerar a possibilidade de se unir à nossa Comunhão da Restauração, que é a mais adequada por ser um grupo de mulheres com quem você mais poderá se identificar.

Comunhão da Restauração

“Quando as mãos de Moisés já estavam cansadas, eles pegaram uma pedra e a colocaram debaixo dele, para que nela se assentasse. Arão e Hur mantinham erguidas as mãos de Moisés, um de cada lado, de modo que as mãos permaneceram firmes até o pôr-do-sol.” Êxodo 17:12

“Pois onde se reunirem dois ou três em meu nome, ali eu estou no meio deles". Mateus 18:20

Eu vi que seria impossível encontrar alguém em minha igreja que acreditasse da mesma maneira que eu. Pouco tempo depois de nos conhecermos, Sue me contou que ela não frequentava a igreja onde nos conhecemos, e tinha parado de ir à sua igreja por causa das fofocas e dos "conselhos" que o seu pastor lhe dava. O pastor havia dito que o marido de Sue nunca voltaria e que seria uma "indecência" da parte dela querer um homem infiel de volta em casa.

Algo muito semelhante aconteceu comigo, quando o meu pastor me mandou para o grupo de solteiros (você lerá mais depois sobre os detalhes em uma das lições do Curso 3 Reconstruindo). Então, por um tempo, eu também parei de frequentar a igreja, e foi quando eu comecei a minha Comunhão para ajudar outras mulheres, até que um pastor ficou sabendo o que eu estava fazendo e me convidou para construir o meu ministério de mulheres em sua igreja.

Nós descobrimos, em anos de ministério que, muito frequentemente, mulheres que cometem o erro de compartilhar demais, sentem a necessidade de deixar suas igrejas. Então, se você já percebeu o benefício de deixar ir a sua igreja, por favor, considere a possibilidade de se unir à nossa Comunhão da Restauração onde você descobrirá que VOCÊ mesma é a Sua igreja, a Sua noiva, e vivenciará um crescimento espiritual e emocional como você jamais experimentou antes.

Conclusão

Depois que seu MC revelar sua eParceira, verifique se a sua eParceira vai pela porta estreita e começa digitando Esperança Finalmente, a menos que ela não tenha acesso à Internet. Se Ele não revelou ninguém, continue a tornar-se uma Construtora de Pontes.

E depois de encontrar a sua eParceira, envie um Relatório de Louvor! Compartilhe como o Senhor a levou a encontrá-la, tendo Erin como exemplo encontrando Sue. Encoraje outras leitoras a ler o blog Encorajamento Mulherese perguntar ao MC onde encontrar sua eParceira para iniciar seu ministério e terminar sua corrida iniciando seu próprio ministério, Tornando-se uma Ministra como você!

 

Se você está pronta para se comprometer com DEUS para terminar o curso, CLICANDO AQUI, você concordou e está pronta para documentar esta primeira etapa da sua jornada de restauração no formulário "Meu Diário". Tome seu tempo, sente-se, pegue seu café ou chá e derrame seu coração em seu Diário.