A História de Salvação desta semana é sobre a irmã de Monica, e o que torna esta história tão querida para o meu coração, é como Deus achou por bem usar uma das minhas mais queridas e doces amigas, Down. Conheci Dawn pela primeira vez quando falei em Fresno, na Califórnia, e, enquanto eu falava, eu notei que o seu rosto doce e sorridente estava radiante. 

Depois da reunião, eu me encontrei com Dawn que tinha se oferecido para me levar para a casa dela em San Jose, para passar a noite, e depois me levar cedo para o aeroporto na manhã seguinte. Mesmo passando somente aquele tempinho curto juntas, nós tornamos as mais íntimas e queridas amigas (até hoje) e foi Dawn quem Deus usou para apresentar a irmã de Monica, Lila, para o Senhor.

Desde crianças, Monica e Lila foram um dos piores casos de rivalidade entre irmãs que eu jamais vi. Na verdade, estava tudo certo para que Lila viesse morar conosco no Missouri e frequentar a faculdade, mas porque Monica veio morar conosco, Lila escolheu um outro estado! Ao procurar por faculdades que oferecessem graduação em Linguística, a San Jose State University surgiu como uma excelente alternativa. Então meu irmão me ligou, dizendo que sabia que eu tinha “amigas” em todos os lugares do mundo (só Deus poderia fazer isso, e também fazer meu irmão admitir sendo ele um típico irmão mais velho 😉 e perguntou se eu conhecia alguém naquela área. Imediatamente eu me lembrei daquele quarto tão aconchegante com duas camas em que eu dormi, e o aconchego do lar de Dawn, e respondi que sim, mas eu sabia que seria pedir demais.

Olhando para trás, eu acredito que eu não tenha mandado um email e sim ligado para Dawn; mas um fato de que me lembro bem foi de a ter alertado para procurar estar absolutamente certa de que era o Senhor quem queria que ela fizesse aquilo! Que ela prometesse não fazer por mim ou por causa da nossa amizade. Também quis estar certa de que Donna soubesse como meu irmão era exigente e dizia as coisas na cara, antes que eu permitisse que ela aceitasse. Poucos dias depois Dawn me disse que sentiu que era a vontade Dele, e para confirmar, antes que minha sobrinha Lila viesse morar com ela, ela aceitou uma outra estudante estrangeira da China! 

O ano estava quase terminando, e Lila estava se preparando para voltar para casa, quando Dawn me contou como ela sentia que havia me decepcionado. Eu fiquei chocada com aquilo e disse que não, que ela não tinha me decepcionado e perguntei se ela pensou que eu estivesse esperando que ela levasse minha sobrinha para o Senhor. Ela me respondeu, “Sim, claro” e eu pude explicar que tudo que eu esperava era que ela AMASSE a minha sobrinha com o mesmo amor que ela sempre tinha tido por mim. E que a salvação de Lila não era tarefa ou responsabilidade dela, que aquele era o trabalho do SENHOR, e não seu. Eu ouvi um suspiro e ela me disse o quanto se sentia aliviada.

Não muito tempo depois, passadas talvez uma ou duas semanas, eu recebi a notícia de que Lila tinha chegado em casa, vinda de um encontro de jovens, dançando e pulando pela sala toda animada, quase cantando porque tinha aceitado Jesus e estava feliz demais! 

Isso prova que quando deixamos ir, e deixamos Deus fazer aquilo que somente Ele pode, e simplesmente confiamos Nele, Ele tem espaço para cumprir o Seu plano e a Sua promessa para a nossa família.

O choque maior foi quando os pais de Lila viram a mudança em suas duas filhas. Quando chegou em casa Lila abraçou sua irmã Monica e contou a ela como estava feliz, e a puxou para o quarto para contar como tudo tinha acontecido!!

Bem lá atrás, quando o Senhor me disse como Ele entraria naquela família, através das meninas, eu me ouvi dizer que quando acontecesse (vocês notaram que eu nunca disse “se”?), a mudança nas filhas seria o que atrairia a atenção do meu irmão e da minha cunhada. Embora eu tenha ouvido sobre essa maravilhosa mudança, foi a volta de Tara do Japão dizendo que estava constantemente admirada de quão próximas as duas irmãs agora estavam, que confirmou tudo. Elas não só pararam de brigar e implicar uma com a outra, mas se abraçavam o tempo todo, sempre com os braços ao redor uma da outra ou caminhando de mãos dadas (um costume entre amigas íntimas no Japão).

Para mim a grande prova foi como Lila se tornou linda. Eu sempre achei que ela se parecia um pouco demais com o meu irmão 😉 mas, quando encontrou o Senhor frente a frente, ela ficou radiante e agora está simplesmente linda!!!

Salmos 34:4-5 –

“Busquei ao Senhor, e ele me respondeu, e de todos os meus temores me livrou. Olhai para ele, e sede iluminados; e os vossos rostos jamais serão confundidos.”

NOTA: Antes que meu irmão e sua esposa me confiassem as duas filhas ou confiassem uma delas à minha amiga, ele deixou claro que sabia que eu não era uma daquelas pessoas que ele odiava, que jogavam a Bíblia na cara dos outros e que confiava que as minhas amigas também fossem como eu. Ao invés de jamais tentar compartilhar sobre o Senhor com meu irmão, eu vivia o Senhor. E, ao longo dos anos, o Senhor me deu muitas oportunidades de aguar a semente que havia sido semeada simplesmente sendo eu mesma: amando os outros da mesma forma que eu vinha sendo amada por Ele por tantos anos gloriosos.

ATUALIZAÇÃO: Monica (a da semana passada) permaneceu moralmente pura (esperando por seu marido como sua prima e melhor amiga Tara também fez) e agora se formou. Lisa, que também ainda não se casou, trabalha como professora universitária com o pai (meu irmão), que eu acredito que vá ser o próximo a entregar a sua vida ao Senhor, a menos que a minha cunhada seja mais rápida do que ele e vá primeiro. 🙂

 

Diário