“Ele é a Rocha,

As suas obras são perfeitas,

E todos os seus caminhos são justos.

É Deus fiel, que não comete erros;

Justo e reto Ele é.”

—Deuteronômio 32:4

 

Não resta dúvida de que Deus iria me levar a escrever sobre estas últimas semanas da minha vida. Embora elas estejam sendo imensamente difíceis, e estando eu ainda bem em meio aos acontecimentos, preciso dizer que tudo isso tem sido excitante. Há uma semana atrás eu não teria descrito as minhas provações como “excitantes”, mas, mais uma vez, Deus me alcançou (a pedido meu), e mais uma vez, eu fui transformada (pelo meu Marido Celestial e pelo Seu perfeito amor por mim).

Neste exato momento, estou em um pequeno avião propulsor voando para Miami; é o meu segundo voo e ainda faltam mais treze antes que eu possa chegar em casa daqui a mais de um mês. Estou ansiosa para me encontrar com os membros do RMI quando chegar a Miami, e para ver o que Ele planejou. Vai ser excitante. E o que aumenta a excitação é o fato de que a outra linha área que deveria me levar para o Brasil amanhã decretou falência, e o meu voo foi cancelado.

Não é um problema grande demais para Deus, mas é preciso que eu me apoie Nele a fim de assegurar a fé que precisarei para continuar animada com o que vem pela frente, em vez de entrar em pânico.

Tudo isso é porque Deus me transformou. Ele me transformou me levando até um ponto em que eu disse a Ele que estava prestes a ser partida ao meio. Mas, como Ele me disse que eu não quebraria, então parei de me preocupar. Em vez de me livrar, Ele simplesmente me lembrou de que tudo isto é necessário a fim de me preparar para o que Ele tem planejado para mim mais à frente. E eu sei que é algo grande: Ele me disse. Mas os detalhes ainda estão assim mais como em um sonho, um sonho bobo que ninguém acreditaria—nem mesmo eu—e eu creio que irá envolver algumas coisas realmente loucas, mas ainda assim maravilhosas, antes que seja o que for que Ele houver planejado para mim aconteça.

“Olhem as nações e contemplem-nas, fiquem atônitos e pasmem; pois nos dias de vocês farei algo em que não creriam se lhes fosse contado.” (Habacuque 1:5).

Deus versus Jesus

Posso acrescentar algo aqui? A maioria dos cristãos acredita que tanto faz você dizer Deus ou Jesus, Marido ou Pai, porque estes são simplesmente diferentes “nomes” para a mesma Pessoa. Eu espero que você compreenda que não estou preocupada em tentar debater crenças religiosas e doutrinas aqui, meu objetivo é simplesmente ajudar cada mulher a receber tudo que tem sido negado a ela. Então a verdade é que, se você precisa de um marido, Jesus deseja mais do que qualquer coisa se tornar o seu Marido. Simplesmente fale com Ele como você falaria com o Homem dos seus sonhos, o Homem mais apaixonado por você que possa existir. Se você precisa também de um Pai, talvez porque você nunca tenha tido um ou o seu não foi um bom pai, ou talvez ele tenha te abandonado (ou fugido, ou sido negligente ou até mesmo falecido), então converse com Deus, o Pai, desta maneira. Com este entendimento, quando eu sentia que estava sendo alongada, eu sabia que era o meu Pai, Deus, quem estava fazendo isto. Meu Marido não age dessa maneira, especialmente porque estamos em uma eterna lua de mel.

Se você duvida que isto seja verdade, apenas faça um teste. Comece a compreender que existe muito mais a respeito de Quem se importa com você do que te foi dito. Não existe apenas Uma Pessoa, e há provas disso ao longo da Bíblia. Aqui está uma delas; neste verso Deus disse:

“Façamos o homem à nossa imagem, conforme a nossa semelhança.” Genesis 1:26. O Senhor também disse algo em Isaías 6:8, “Então ouvi a voz do Senhor, conclamando: “Quem enviarei? Quem irá por Nós?” Referências a Nós e Conosco estão ao longo de toda a Bíblia e, por não compreendê-las, a igreja se sentiu obrigada a interpretar o que eles chamaram de Trindade, e todas as diferentes denominações têm dado voz às suas fortes opiniões sobre o assunto há séculos.

Infelizmente, a maioria delas é imprecisa devido ao fato de que não se pode simplesmente explicar uma coisa tão poderosa, e especialmente porque seria impossível fazer isto se você não tiver vivido esta experiência em primeira mão, porque, na verdade, o que eles estão tentando explicar é um relacionamento. É o mesmo que aconteceria se uma mulher tentasse explicar a sensação de ser mãe para alguém que nunca foi mãe. Você não consegue explicar à outra pessoa o quanto ela irá mudar, não até que ela mesma se torne mãe. Como você poderia explicar? E, quando você tenta, você descobre que é impossível porque não é algo que possa ser entendido ou compreendido mentalmente. É uma experiência que só pode ser vivenciada através do coração. Assim também é vivenciar a experiência de receber o Filho de Deus como seu Marido, e também a de ter um Pai que te amou a ponto de te dar o Seu Filho, e que, portanto, ama você o suficiente para te ajudar a mudar e a continuar crescendo através dos alongamentos. Então, agora que eu disse o que eu queria dizer, vamos voltar ao que eu estava compartilhando com você antes...

Não resta dúvida de que o me espera mais à frente irá mudar a minha vida e a daqueles à minha volta, mas, este capítulo, querida noiva, não é sobre mim, é sobre você. Deus quer mudar a sua vida também, mas para fazer isso Ele terá que te alongar, e a única maneira de fazer isso é trazendo testes realmente incríveis para a sua vida, a fim de aumentar a sua fé e a sua confiança Nele. Esta é a maneira de agir de Deus. E isso só acontece quando compreendemos este princípio, e não poderemos fazê-lo até que estejamos dispostas a trabalhar com e através dele, em vez de lutar contra ele. Isto significa que, uma vez que abrace este princípio, você, na verdade, chega a um ponto em que passará a ficar animada com as coisas que te sobrevêm, porque você então estará em posição de receber o que Ele quer te dar, da maneira que Ele dá.

Sem que percebêssemos, a igreja nos tem feito acreditar (e me incluo aqui) que qualquer coisa que nos aconteça, que não seja ou que não tenha sido uma benção óbvia, é/foi um ataque do inimigo e que é preciso que lutemos contra ela. Contudo, o que eu descobri, através das muitas e muitas tribulações e crises que enfrentei, foi que a maioria dos “ataques” eram simplesmente a maneira de Deus direcionar o meu caminho, me ajudando a me alongar, a fim de me abençoar. E que eu, na verdade, estava lutando contra Deus e não contra o inimigo de maneira alguma. Sim, eu sei e acredito que existe um adversário, a Bíblia nos diz isso, mas eu acho que este homenzinho recebe atenção demais quando, na verdade, ele realmente não tem poder na vida do crente que foi comprado por Jesus.

Deixe-me dar um exemplo disto. No começo deste ano, a caminho da Europa, eu perdi a minha conexão de voo (porque meu avião aterrissou muito atrasado) e acabei me vendo  dentro de um minúsculo mono motor (Deus tem um grande senso de humor e está determinado a quebrar o jugo do meu medo de voar, não importa a que preço). Esta situação, conforme aconteceu, não foi o inimigo me impedindo de chegar ao meu compromisso em Genebra, na Suíça. Na verdade, isso foi realmente Deus me direcionando para que eu não apenas falasse para um pequeno grupo de mulheres (que seria a minha escolha), mas, ao perder a minha conexão, fui forçada a viajar em um teco teco através dos Alpes em vez de simplesmente voar sobre aquelas montanhas magníficas—assim eu soube que Ele queria que eu falasse para a igreja inteira (o Seu plano), o que incluía os homens (para quem eu não queria falar).

“Porque assim como os céus são mais altos do que a terra, assim são os meus caminhos mais altos do que os vossos caminhos, e os meus pensamentos mais altos do que os vossos pensamentos.” (Isaías 55:9).

Embora eu conheça este verso (acima) de trás para frente, ainda fico maravilhada porque, cada vez que eu o leio e medito sobre ele, o poder da sua mensagem se torna mais real à medida que vou vivendo cada dia pela fé. Nossos pensamentos e nossos planos são tão inferiores e estão tão abaixo dos planos que Deus tem para nós. Foi por isso que a minha vida de oração mudou completamente, porque eu finalmente compreendi que se eu estipular o que quero (fazendo uma lista detalhada), isso irá apenas complicar a minha vida. Ao contrário, meu desejo hoje é simplesmente aplicar o plano que Ele tem para a minha vida. Não sinto mais necessidade de participar da Sua reunião de planejamento. Então, ao invés de orar, eu simplesmente aprecio conversar com meu Marido: eu digo a Ele como estou me sentindo e tento me lembrar de me sentar tranquilamente porque muitas vezes Ele tem alguma coisa que deseja me falar  também. Mas não estou mais ansiosa para dizer a Ele (ou ainda pior, implorar a Ele) por aquilo que eu quero ou preciso porque eu tenho tudo que desejo e necessito Nele.

Ao mesmo tempo, devo esclarecer também que o que acontece quando você escolhe confiar Nele neste nível é que vai parecer que nada mais parece funcionar de uma maneira simples e/ou perfeita na sua vida. Uma vez que você deixe Deus ser Deus, e permite que a Sua vontade seja feita, inevitavelmente irá parecer que você O perdeu completamente. Seria impossível contar todas as vezes, no decurso das últimas semanas, em que eu me perguntei, “Poderia ser este o Seu plano?”

Por exemplo, na manhã em que parti para a minha viagem ao redor do mundo, eu passei no banco para sacar um pouco de dinheiro como normalmente faço. A maioria das pessoas dirá que é perigoso carregar dinheiro (especialmente nos lugares para onde eu estava indo), mas para mim isso não faz diferença. Eu prefiro viver perigosamente no mundo físico do que viver assim na esfera espiritual, que seria escolher segurança, conveniência ou aquilo que preferiríamos fazer em vez do que Deus nos diz para fazermos. O interessante é que quando retirei aquela pequena soma de dinheiro as minhas contas bancárias ficaram praticamente limpas. Interessante. Isso não poderia ser um sinal de que aquele não era o Seu plano? O Seu plano colocaria a mim e a minha família em uma situação precária?

Outro exemplo aconteceu cinco dias antes de eu partir. Não só notei que logo eu ficaria  completamente sem nada nas minhas contas bancárias, mas eu também ainda não tinha nem as minhas passagens, nem o meu passaporte e nem o meu visto para a África—a lista era interminável. Naquela manhã de segunda-feira, quando fiz mentalmente essa lista preocupante, senti minhas emoções negativas tentando me dominar. E por isso eu disse ao Senhor, “Querido, eu realmente preciso mais de Você neste momento.” Lembre-se, nós não precisamos suplicar ou implorar ou pedir nenhuma “coisa” específica, ao contrário, eu sabia que o que eu precisava (e o que você sempre vai precisar) é mais Dele. No entanto, não importa quantas vezes eu tenha dito isso, as emoções continuavam a me sobrecarregar. Foi então que me dei conta de que não existe uma “fórmula” perfeita e o que Ele estava me guiando a fazer era simplesmente perguntar a Ele qual deveria ser o meu próximo passo para me sentir mais em paz. E Ele então me conduziu para o meu deque, com um café nas mãos e sem a minha Bíblia— para que assim Ele pudesse apenas conversar comigo.

Depois que me sentei, Ele me disse para pensar no “pior cenário”, o qual significaria que sem os documentos de viagem e o dinheiro eu não poderia ir; instantaneamente, meu “ pior cenário” se tornou o meu melhor cenário! Eu ficaria feliz em perder todo o tempo e dinheiro investidos nesta viagem para poder ficar em casa com os meus filhos. Contudo, esta possibilidade só durou por 24 horas. Mais tarde, naquele mesmo dia, enquanto eu dirigia, aquela voz mansa do Senhor (que eu vim a conhecer e a amar) me disse, “Sabe, você vai viajar.” Embora eu odeie ter que admitir, meus olhos se encheram de lágrimas porque eu tinha desejado não ter que ir.  Mesmo não tendo reagido da maneira que eu gostaria, mesmo assim, Ele me amava tanto. Você sabia disto? O Senhor não está desapontado com você, Ele não está irado com você e nem vai te punir—Ele te ama mais do que você jamais poderia imaginar.

Dentro de apenas 72 horas, todas as impossibilidades se tornaram possíveis porque era a Sua vontade e o Seu plano que eu fosse, e foi me alongando que Ele foi conseguiu me ensinar um pouquinho mais sobre confiar Nele. Minhas passagens chegaram, meu visto para o Quênia chegou pelo correio e meu passaporte também foi entregue bem a tempo. Cada uma das impossibilidades da minha lista foi resolvida porque Ele é Deus.

“Eis que eu sou o SENHOR, o Deus de toda a carne; acaso haveria alguma coisa demasiado difícil para Mim? (Jeremias 32:27).

As Coisas Se Complicam e Eu Continuo Sorrindo

Hoje é segunda-feira, meu terceiro dia de viagem, e estou caminhando pelas ruas de Miami arrastando 46 quilos de bagagem (livros do RMI), enquanto o avião que eu iria pegar (neste exato momento) está voando para a Venezuela. A companhia aérea que mencionei antes voou para o Brasil me deixando para trás porque, enquanto eles tentavam fazer uma reserva para mim em outra companhia (lembre-se, aquela em que eu viajaria decretou falência), me pediram o meu visto para o Brasil no guichê. E o interessante que eu não tinha um; eu nem sabia que precisaria de um. Quando falei com o Senhor sobre o que eu deveria fazer em seguida, Ele me direcionou a ir comprar um café e umas rosquinhas. Você não ama esse nosso Homem?!?! E lá na lanchonete eu dividi uma mesa com uma enfermeira, que trabalha no setor de emergências, que estava ansiosa para ouvir a respeito de Jesus, meu novo Marido.

Nós conversamos por duas horas, o que me preocupou, mas lembre-se de que eu havia feito a minha lista do “pior cenário”, o que significaria apenas uma curta viagem para Miami e eu poderia esquecer a América do Sul, África e Europa. Oh céus, como isso seria maravilhoso!

O que eu não sabia é que Ele me guiou a esperar porque o escritório do consulado brasileiro não estava aberto ainda. Quando eu saí do aeroporto a situação ficou um pouco maluca porque eu teria apenas quarenta minutos para chegar ao escritório, preencher a papelada e enviar o meu requerimento. Até então eu não tinha ideia de que levaria pelo menos uma semana para meu visto ser aprovado, mas, felizmente, Ele não me deixou saber disso. Então, depois de pegar um táxi, eu fui para o centro (uma viagem de trinta minutos) enquanto minha anfitriã do RMI foi ao correio pegar um vale postal de cem dólares, já que eles não aceitariam dinheiro vivo. 

Embora eu tenha chegado lá cinco minutos antes do escritório fechar, minha anfitriã (no meio do caminho) fora solicitada em outro lugar, você acredita, devido à uma outra emergência? E sem o vale eu não conseguiria o visto. Poderia ser este o plano de Deus? Eu tinha apenas um dia para sair dos EUA e chegar ao Brasil, ou eu perderia o meu voo para Joanesburgo na África do Sul. Com tanta oposição vindo contra mim, Deus preparou um caminho onde não havia nenhum—me disseram que meu visto ficaria pronto entre o meio dia e uma hora da tarde do dia seguinte. Contudo, a companhia aérea, como eu mencionei, havia falido e o telefone para fazer reservas já estava desconectado. Ainda assim eu sabia que se Deus quisesse que eu fosse para o Brasil e continuasse viajando, Ele prepararia um caminho—mas, mais uma vez, quem não se perguntaria se seria este mesmo o Seu plano? E eu tive que perguntar a mim mesma, “Será possível que eu me perdi de Deus?”

Então isto significa que é hora de uma injeção da Palavra:

“Eu sou o SENHOR que sonda o coração e examina a mente, para recompensar a cada um de acordo com a sua conduta, de acordo com as suas obras” (Jeremias 17:10).

“Pois os olhos do SENHOR estão atentos sobre toda a terra para fortalecer aqueles que Lhe dedicam totalmente o coração” (2 Crônicas 16:9).

Não, você não se perdeu de Deus, e nem eu me perdi! Quando as coisas não se encaixam perfeitamente não significa que você se perdeu Dele ou que Ele tenha nos abandonado. Significa simplesmente que Ele está nos levando para um nível mais alto de fé e confiança Nele. Lembre-se... 

“Ora, a é a certeza daquilo que esperamos e a prova das coisas que não vemos.” (Hb. 11:1). “Porque vivemos por fé, e não pelo que vemos...” (2 Coríntios  5:7).

“Eu lhes disse essas coisas para que em mim vocês tenham paz. Neste mundo vocês terão aflições; contudo, tenham ânimo! Eu venci o mundo.” (João 16:33 NVI).

A questão é que não importava se eu iria para a América do Sul, para a África do Sul, para o Quenia ou para os Países Baixos nesta viagem. O que interessa é que eu O amava o suficiente a ponto de fazer as minhas malas, ficar longe dos meus filhos por cinco semanas, e ir. Isto é tudo que Ele pede de você e de mim.

  • Quando Ele te guiar você irá?
  • Você confiará Nele o suficiente para sair da sua zona de conforto e estará disposta a ouvir aquela voz mansa, mesmo quando parecer que você está indo na direção errada, seguindo uma estrada de mão única?

Eu estou—e você?

E que tal todas aquelas pessoas que você conhece que irão zombar e te ridicularizar por viver desta maneira? Bem, isso acontece quando você está confiando em Deus, certo? Olhe para Neemias tentando reconstruir o templo em Neemias 4.

Nós precisamos apenas olhar para Aquele que sempre escreve o último capítulo para saber que Ele promete que não seremos envergonhadas. No fim, os humildes (aqueles que confiam Nele e estão dispostos a parecer tolos por causa Dele) serão exaltados. Embora, nesse meio tempo, outros irão escarnecer e zombar e gritar com você, “Onde está o seu Deus agora?”. Contudo, nós sabemos que Ele eventualmente irá se mostrar; mas ainda assim, às vezes Ele se atrasa. Oh, me desculpe, isto te perturba?

Eu sei que nós sempre ouvimos que Deus nunca se atrasa, mas isto não é verdade. Lembre-se, Jesus se atrasou de propósito quando o seu grande amigo Lázaro estava doente. Ele na verdade deixou que seu bom amigo morresse de propósito. E isso é porque Deus ama escrever o último capítulo—o tipo de capítulo que nos faz pular e dar brados de louvor! Em vez de apenas curar uma pessoa doente, Jesus elevou este milagre às alturas e levantou o Seu amigo, que já estava envolvido em uma mortalha—Ele levantou Lázaro dos mortos!

É assim que você está se sentindo agora, morta? O seu milagre, a sua promessa, a sua visão, sua viagem ao redor do mundo estão mortas... mortas dentro do túmulo? Sim, pode certamente parecer que está tudo morto, talvez você tenha certeza de que ESTÁ tudo morto, mas—o mesmo poder ressuscitador que levantou Lázaro dos mortos, que ressuscitou Jesus, ainda funciona nos dias de hoje. Deus ama levar as coisas aos extremos, nos encurralar contra o Mar Vermelho com nossos inimigos em uma fervorosa perseguição, e também garantir que todos os zombadores estejam reunidos em volta para que todo mundo, todo mundo, saiba que Ele é Deus—o Criador da terra. Tempo e circunstâncias estão em Suas mãos. Então, quando não fizer sentido para nós, precisamos apenas nos lembrar de que os Seus caminhos são muito mais altos do que os nossos, e exatamente no momento em que você achar que compreendeu Deus, Ele irá te mostrar que há muito mais a Seu respeito do que você conhecia.

Há mais amor, mais compaixão, mais perdão, e muito mais que Ele tem guardado para você, à medida que vamos apreciando a jornada nesta vida abundante, que começa assim que você entrega a sua vida e concorda em caminhar com Ele pela fé.

Sim, eu acho que este É sim o Seu plano.

Diário