Dia 15
A Liberdade de Deixar Ir…

mas primeiro dois Testemunhos de Casamentos Restaurados!

 

Restaurado Milagrosamente em Louisiana depois de Três Anos!

Minha restauração é mais uma vitória para o Reino! Eu quero primeiro agradecer a Deus por meu Salvador Jesus Cristo! Obrigada, Senhor! Eu voltei para casa com meu marido e nosso casamento foi restaurado!!!

Fez três anos este mês. Eu saí de casa em julho e voltei três anos depois! Eu quero que todos saibam que tudo isso foi, e ainda é, uma jornada. Eu não tinha ideia alguma de que esse era o plano de Deus para ME mudar. Quando Ele começou a me transformar, eu me senti muito envergonhada porque me dei conta de que eu não sabia amar as pessoas e vê-las através dos olhos Dele. Deus fez um ótimo trabalho com a minha boca, meu espírito controlador e com o meu orgulho!

Eu encontrei o seu ministério através de uma colega de trabalho que hoje é a minha companheira de oração. Quando eu cheguei aqui, eu estava prestes a tomar a decisão de me divorciar porque eu acreditava que havia me casado com a pessoa errada. A raiz dos meus problemas era o fato de que eu não sabia como amar alguém da maneira certa e nem como ver as pessoas do jeito que eu as vejo hoje. Agora eu trato as pessoas que possam ter feito algo de errado contra mim de uma forma diferente; eu confio em Deus. E Ele começou a TRABALHAR NA MINHA BOCA, NO MEU ESPÍRITO CONTROLADOR E NA MINHA CABEÇA DURA!

Eu, finalmente, comecei a compreender que quem estava por trás de tudo que estava dando errado não era o meu marido, mas sim Satanás. E logo em seguida eu vi que Deus estava transformando o meu marido aos poucos. Uma dessas grandes mudanças foi em relação à bebida. Meu marido e a família dele bebem. Mas um belo dia ele simplesmente parou de tomar bebidas destiladas e cerveja. Ele começou a ter consciência do que estava fazendo comigo! Você acredita que eu nem notei a mudança até que a minha companheira de oração chamou a minha atenção para isso enquanto conversávamos ao telefone?!

O coração do meu marido tem sido inclinado para mim constantemente, mesmo quando eu erro; o Senhor tem me mostrado a Sua misericórdia. Ele é o Restaurador e cumpre todas as Suas promessas. Eu ainda tomo cuidado com o que eu falo ou com a maneira como eu reajo, mas é preciso orar e se concentrar em Jesus.

Obrigada, Dan e Erin, por terem escrito um livro tão maravilhoso e nos trazido a verdade. Eu gostaria de dizer a todos para lerem esse livro diversas vezes – isso ajudará a restaurar o seu casamento! Eu também gostaria de agradecer a minha irmã em Cristo e amiga por ter me aguentado. Não desistam!!

Casado novamente mas ressentido, então Deus me mudou!

Eu louvo o Senhor por amar a mim e a minha esposa e por ter permitido que nós aprendêssemos como amar um ao outro através do amor do nosso gracioso Pai Celestial e Seu Filho Jesus Cristo. Eu encontrei o RMI através de um amigo do meu grupo de estudo bíblico.

Minha esposa e eu nos divorciamos 28 anos atrás. Nós tivemos uma relação horrorosa durante e depois do nosso divórcio. Ela então se casou com o nosso vizinho, que se dizia meu amigo, mas que depois eu descobri que estava envolvido com a minha esposa pelas minhas costas.

Eu trabalhava o tempo todo e achava que estava fazendo a coisa certa: ganhando dinheiro para a minha família. Nós temos três lindas meninas. Antes do divórcio, eu havia colocado a minha esposa num pedestal e a idolatrava e adorava as minhas três meninas. Depois de se casar novamente, ela se mudou para outro estado, o que dificultava para que eu visse as nossas filhas.

A sua mudança, juntamente com o seu novo casamento, fizeram com que eu odiasse a minha ex-mulher. Eu me sentia destruído e humilhado. Passados 5 anos, o casamento da minha ex-mulher terminou em divórcio e ela quis voltar para mim. Porém, eu não tinha mais nem um pingo de amor por ela e recusei no começo. Mas, através do conselho de um amigo cristão, eu decidi tentar e me casei com ela novamente.

Nós nos casamos de novo, mas eu continuava ressentido e o casamento se mantinha apenas por causa das nossas três filhas. Muitas vezes eu pensava comigo mesmo que quando as meninas estivessem crescidas não existiria mais nenhuma razão para continuar casado com alguém que eu não respeitava. Agora era eu quem estava completamente errado.

O Espírito Santo nos tocou para que eu e minha esposa começássemos um estudo bíblico, e através deste estudo o Senhor começou a nos ensinar sobre a Sua vontade para nós dois. Nós  aprendemos a amar o Senhor, e através do Seu amor por nós, nós alcançamos um nível de amor e respeito mútuo que nós nunca imaginamos ser possível.

Nós escolhemos perdoar um ao outro sem nenhum pensamento do passado para que pudéssemos entrar no verdadeiro “amor ágape”. Foi Deus quem permitiu que nós alcançássemos isto. Hoje nós ainda temos as nossas diferenças, mas nós temos Deus como nosso Mediador, e através da Sua orientação nós encontramos a solução para as nossas diferenças – e funciona! Nós agora vivemos uma vida feliz, cheia do júbilo do amor e de respeito um pelo outro. Somos os melhores amigos!!

O Senhor nos ensinou o princípio de depositar a nossa fé no Senhor Jesus e estar constantemente na Sua Palavra. Ele também nos ensinou a buscar a Sua orientação através da oração e consultar o Espírito Santo antes de tomarmos qualquer decisão.

Eu recomendo o uso dos materiais do seu ministério (porque são todos baseados em Cristo) como um refúgio para descarregar as bagagens de culpa, ódio, desrespeito e aprender como perdoar como o nosso gracioso Senhor nos perdoou.

Carl, RESTAURADO em Ohio

Experimente

a Liberdade de “Deixar Ir”

Nosso Time concorda que não há outra lição mais IMPORTANTE do que essa, porque ela irá determinar a sua RESTAURAÇÃO ou a sua espera eterna por ela.

Eis o que Hilary, nossa Ministra em Treinamento da África do Sul compartilha sobre o que ela aprendeu a respeito do “Deixar Ir”.

Eu posso dizer honestamente que quando experimentei a verdade sobre deixar ir, essa foi uma das revelações de Deus mais incríveis que eu já vivenciei. Você acredita que eu cheguei até mesmo a testar esse princípio? Não que eu estivesse testando a Deus, mas sim me certificando daquilo que Ele estava me dizendo e acolhendo esse princípio em meu coração para que eu, como ministra, pudesse saber como explicá-lo melhor para as pessoas. Eu sou uma Ministra em Treinamento do RMI e espero, algum dia, me tornar uma ministra para que eu possa ajudar outras mulheres a terem seus casamentos restaurados assim como eu tive o meu.

A princípio, eu pensei que deixar ir referia-se apenas a não entrar em contato com o meu ex-marido, não pedir nada para ele, não reclamar sobre as crianças, etc. Na verdade, eu me certifiquei de não estar fazendo nenhuma dessas coisas e passei a levar todos os meus problemas para o Senhor. Eu não pedia nada para o meu ex-marido. Mas é claro que ainda sentia falta dele. Eu pensava e ansiava por ele o dia inteiro, a única coisa que eu queria era telefonar para ele ou ter algum tipo de contato agradável.

Foi durante um desses dias, em que eu estava sonhando acordada, que o Senhor chamou a minha atenção. Ele me mostrou de uma forma gentil e amorosa que deixar ir não é só NÃO FAZER nada, mas que essa definitivamente é uma questão do coração. O fato de eu continuar pensando e sonhando com o meu ex-marido mostrava que ele estava tomando o lugar de Deus na minha vida. Quer ele fizesse parte dela ou não, quer ele vivesse perto de mim ou longe, quer ele soubesse disso ou não – eu havia feito do meu ex-marido o rei o do meu coração, e essa é uma posição que deveria pertencer apenas ao Meu Senhor.

Depois que me dei conta disso, todas as vezes em que eu pensava no meu ex-marido, eu me desculpava com o Senhor, pedindo o Seu perdão e começava a agradecê-Lo por estar ao meu lado, por me amar, por ser o Senhor da minha vida. No começo foi difícil porque eu realmente tive que tomar posse de cada pensamento e submetê-los e em seguida me arrepender por tornar o meu ex-marido rei novamente. Eu levei isso ao Senhor muitas vezes, mas depois de algumas semanas foi ficando mais fácil.

Um dia eu estava travando uma batalha para deixar ir, e foi quando tive um rompimento e o amor que senti pelo Senhor simplesmente me envolveu – foi uma experiência incrível! Pouco tempo depois recebi uma ligação do meu ex-marido... você acredita que ele disse que estava sentindo a minha falta? Ele disse que me ligou apenas porque queria que eu soubesse disso.

Hummmmmm... claro que, em se tratando de mim, fiquei confusa com o fato de que assim que foquei totalmente no Senhor, e não em nada que eu quisesse que Ele fizesse por mim, como trabalhar no coração do meu marido, etc., o Senhor inclinou o coração do meu ex-marido e colocou em sua mente a vontade de me ligar.

Foi então que o Senhor me deu o seguinte versículo em Jeremias 15:19-21 “Assim respondeu o Senhor: Se você se arrepender, eu o restaurarei para que possa me servir; se você disser palavras de valor, e não indignas, será o meu porta-voz. Deixe este povo voltar-se para você, mas não se volte para eles. Eu farei de você uma muralha de bronze fortificada diante deste povo; lutarão contra você, mas não o vencerão, pois estou com você para resgatá-lo e salvá-lo, declara o Senhor. “Eu o livrarei das mãos dos ímpios e o resgatarei das garras dos violentos”.

Eu notei especificamente a parte que diz “...Deixe este povo voltar-se para você, mas não se volte para eles.”. Eu não tinha ideia do que isso poderia significar, e por isso pedi ao Senhor que me mostrasse. E Ele me revelou algo – Não entrar em contato com o meu ex-marido não significava que eu o tinha deixado ir porque em meu coração ele ainda ocupava o lugar que deveria pertencer a Deus.

Eu precisava remover o meu marido do meu coração por completo. Em outras palavras, eu não deveria orar para que tivesse paz, proteção, alegria e felicidade ou para que o seu dia fosse calmo – eu deveria orar apenas para que “a vontade de Deus fosse feita na vida dele”. Na verdade, o Senhor me encorajou a orar por ele em línguas, algo que alguns chamam de “orar no Espírito”, para que eu orasse totalmente da maneira que Deus me direcionasse.

No início foi difícil porque todas nós queremos carregar/cobrir nossos entes queridos em oração, especialmente pedindo proteção e para que a vida deles seja mais fácil. Mas, quando entendi o quão poderoso é o princípio de deixar ir por completo, eu pude CONFIAR em Deus e ser feliz de verdade sem entrar em contato, sem orar, sem ir atrás do meu ex-marido para nada, mas em vez disso colocar Deus no Seu lugar certo.

Assim como você, eu também li o livro Como Deus Pode e Vai Restaurar o Seu Casamento e fiz questão de orar versículos específicos pelo meu marido todos os dias. Eu acreditava que deveria orar por ele e estava certa de que havia tido essa revelação no início da minha Jornada de Restauração. Eu posso ter deixado passar alguma coisa, mas, como a Restauração é uma Jornada, eu cheguei num ponto em que o Senhor me mostrou um método muito mais poderoso de segui-Lo. Esse método consistia simplesmente em orar para “fosse feita a Sua vontade” e deixar os desdobramentos para ELE. Quando eu entendi a mensagem, finalmente tudo começou a mudar e a mudar muito rápido. Meu ex-marido começou a me perseguir com zelo. Eu conseguia ver como Deus estava trabalhando em sua vida e como ele havia começado a enxergá-Lo na sua própria vida.

Como eu precisava crescer e seguir em frente conforme o Senhor me guiava, no início da minha jornada o livro Como Deus Pode e Irá Restaurar o Seu Casamento me ajudou a edificar e me fortaleceu (ao fazer aquelas orações que você encontrará no livro) e me trouxe à uma posição em que eu já estava forte o suficiente para deixar ir. Nesse momento eu fui capaz de sair daquela posição em que eu tinha que orar para me manter firme, e fui capacitada a CONFIAR e orar “Seja feita a Sua vontade!”.

Sempre que Deus estava em Seu lugar de direito, eu corria para estar à frente do meu ex-marido (estou colocando dessa forma para que você possa visualizar o que estou tentando dizer...), mas todos os dias em que eu colocava o meu ex-marido em primeiro lugar, e não o deixava ir, eu engatinhava e ainda assim não via meu marido perto de mim.

Foi então que o poder de deixar ir realmente se tornou real para mim. Quando persegui a Deus, o Seu amor e não a Sua Mão, tudo se encaixou, e muito além do que eu jamais poderia ter imaginado. Na verdade, eu comecei a aplicar o princípio de deixar ir em outras áreas da minha vida também e adivinha só? Hum hum... a mesma coisa acontece!

Eu definitivamente continuarei a aplicar o princípio de deixar ir em muitos outros aspectos da minha vida, em outros relacionamentos dentro da minha família e muito além. Nas minhas finanças, no meu trabalho, em relação aos meus sonhos, meus filhos... Já percebi que quando deixo ir e entrego TUDO a Deus, é que as coisas começam a acontecer. Quando eu não tento fazer com que elas aconteçam, ou oro para que aconteça do jeito que eu quero, e apenas peço para que a vontade de Deus seja feita, é que vejo as respostas dessas orações. Não, não se trata de qualquer resposta de oração, eu tenho visto respostas que vão muito além do que eu jamais poderia imaginar. Antes que qualquer resultado fosse visto, eu precisei primeiro lançar tudo aos pés de Jesus.

"Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para perdoar os nossos pecados e nos purificar de toda injustiça." — 1 João 1:9

Eu confesso que ainda preciso abrir mão de certas coisas em minha vida, coisas que ainda não entreguei completamente ao meu Senhor. Às vezes é difícil não me preocupar ou ficar inquieta com algumas coisas, especialmente com as finanças. Eu não deixo ir e não dou liberdade a Deus e isso definitivamente limita a Sua habilidade de Se mover a meu favor.

Agora a minha “Carta ao Senhor”. (Sinta-se à vontade para fazer essa oração comigo)

Meu querido Jesus, muito obrigada por querer me livrar de todos os meus jugos. O Senhor anseia para que eu deixe ir e para que eu permita que o Senhor cuide de tudo em minha vida. Às vezes eu consigo fazer isso, mas outras vezes tenho uma tendência a achar que consigo fazer um trabalho melhor do que o Seu. Me perdoe por não confiar o suficiente em Ti. Eu estou disposta a Lhe entregar tudo, deixar tudo aos Seus pés, mas eu realmente preciso da Sua ajuda pois sozinha eu não consigo. Eu Te amo Jesus e Te agradeço pelas muitas bênçãos que o Senhor reservou para mim todos os dias. Amém.

 

Os Diferentes Estágios de “Deixar Ir"

O que o Senhor nos mostrou é que, em cada um dos estágios de uma crise conjugal, você deve “deixar ir” para impedir que essa crise atinja o próximo estágio de destruição. Leia abaixo para entender onde você está:

A esposa cujo marido está em casa, mas não chega no horário, deve “deixar ir” o fato de tentar policiá-lo por meio de toques de recolher, fazer “20 perguntas” ou dar a ele o “tratamento do silêncio”.

A esposa que descobre que o seu marido está envolvido com outra mulher deve “deixar ir” e não deve segui-lo ou confrontá-lo, mas usar esse tempo como um “alerta” ou ela irá empurrá-lo para longe até que ele a deixe ou se divorcie dela.

A esposa cujo marido a deixa (ou pede que ela saia de casa) e que continua a se agarrar a ele em vez de “deixar ir” verá o seu marido se afastando ainda mais dela e buscando o divórcio – na esperança de que isso fará com que a perseguição da sua esposa pare.

A esposa cujo marido se divorciou dela e que continua a persegui-lo, muito em breve o verá se casando com a outra mulher.

A ex-mulher, que ao invés de finalmente “deixar ir”, ainda está claramente interessada em seu ex-marido, com frequência o verá ter um segundo casamento forte E geralmente passará por uma disputa judicial pela guarda dos filhos menores!

COMO Posso DEIXAR IR?

"Por favor me ajude!! Eu já tentei deixar ir, mas parece que quero meu marido ainda mais!"

Quando nós TENTAMOS deixar ir, o oposto acontece — isso só faz com que, na verdade, nós ANSIEMOS ainda mais pela pessoa ou por alguma coisa!

Deus me explicou isso da seguinte maneira: quando estamos fazendo uma dieta, tudo que conseguimos pensar é em COMIDA. Isso acontece porque, quando algo é removido ao invés de substituído, o desejo fica ainda mais forte.

O que você precisa fazer é simplesmente AUMENTAR o tempo que você passa com o Senhor e ansiar por Ele, porque dessa forma você deixará ir naturalmente – devagar, mas com certeza!

A experiência mais poderosa que tive em me APAIXONAR pelo Senhor aconteceu muito tempo depois do meu casamento ter sido restaurado. Você pode rir, mas foi devido a uma música que ouvi no início da minha Jornada de Restauração – sobre restaurar a PAIXÃO que eu tinha pelo Senhor quando meu marido foi embora em 1989. Nesse dia eu percebi que minha paixão já não era mais tão forte. A música basicamente perguntava onde estava aquela pessoa (eu), que costumava crer o suficiente para caminhar sobre as águas e ficar em pé diante de Golias. Eu queria sentir isso novamente e então entendi que eu precisava mais do Senhor em minha vida.

Eu PERGUNTEI a Ele COMO eu poderia conseguir isso de volta. A primeira vez que me apaixonei por Ele foi no meio da adversidade, mas havia uma maneira de iniciar essa paixão sem que fosse através das provações, e isso provavelmente também significava que ela iria durar muito mais tempo, mesmo quando os testes já tivessem terminado (porque eles sempre PASSAM, nós só temos a impressão de que eles nunca vão acabar).

O Senhor usou um pregador que veio à nossa igreja e contou a mesma história que eu tinha ouvido pelo menos umas 3 vezes. Eu estava frustrada e não queria ter que ouvir “de novo”. Mas, dessa vez, “a ficha caiu” e eu entendi que minha resposta estava nessa história. E a partir de então eu comecei a dizer diversas vezes por dia: “Senhor, Tu és TUDO que eu quero, Tu és TUDO que eu preciso, és a RAZÃO do meu viver”.

E pode acreditar, eu não SENTIA dessa maneira quando comecei a dizer estas palavras, mas depois alguma aconteceu! De repente eu comecei a SENTIR aquilo que eu estava dizendo. Comecei a sentir que Ele é TUDO que eu preciso, TUDO que eu quero e Aquele para Quem quero viver!

Eu descobri que estava “apaixonada” pelo Senhor de uma maneira que eu jamais havia estado antes! Foi exatamente como quando o seu primeiro namorado surgiu em sua vida, só que mil vezes mais maravilhoso!!! O Senhor, quer percebamos ou não, foi e sempre será o nosso PRIMEIRO Amor, com todos aqueles sentimentos, mesmo que “pensássemos” que estávamos apaixonadas antes. Quando nós O experimentamos, ao repetir essas frases diversas vezes, jamais poderemos explicar a ninguém como é essa sensação (exceto a uma mulher que, como nós, também já tenha experimentado a mesma coisa)!!

"Senhor, Tu és TUDO o que eu quero
Tu és TUDO que eu preciso,
És a RAZÃO do meu viver."

Honestamente, os Princípios nessa Lição Realmente Funcionam?

"Sim, os teus testemunhos são o meu prazer; eles são os meus conselheiros."— Salmos 119:24

Testemunho de Casamento Restaurado

A Melhor Coisa que Eu Já Fiz!

Louvado seja o Senhor! Ele é demais! Nunca achei, nem por um minuto, que o meu casamento iria melhorar. E graças ao Todo Poderoso Senhor e Salvador, Ele me mostrou como me achegar a Ele em minha situação – “Eu lhe ajudarei e limparei as lágrimas do seu rosto... e as substituirei por sorrisos.”

Meu marido me deixou há seis meses atrás por outra mulher. Ele me disse que a amava e não me amava mais. Eu fiquei devastada e não sabia o que fazer ou para quem me voltar, eu ligava para ele todos os dias e implorava a ele para voltar para mim. E eu ligava para a OM também, todos os dias, perguntando como ela podia fazer isso com a minha família. Preciso dizer que tudo isso fez com que minha situação piorasse ainda mais. Todos os dias agradeço a Deus pela ajuda desse ministério e por agora ter um espírito calmo e gentil!

Eu não queria deixar meu marido ir, mas era preciso. Sim, isso me causou muita dor e, a princípio, eu chorava até cair no sono. Precisei deixar ir e entregar a ele e a minha situação ao Senhor. E então eu entreguei. Parei de ligar para ele e implorar que voltasse porque percebi que isso só me fazia parecer fraca e patética. Parei de ligar para a outra mulher como uma tola, porque isso só fazia com que o seu assim chamado “amor” se fortalecesse. EU DEIXEI IR!

Essa foi a melhor coisa que eu já fiz por várias razões. Primeiro porque encontrei o meu próprio Amado, Seu Nome é Jesus, e uau... isso mudou tudo. Já faz mais de seis meses que o meu marido ligou implorando para voltar comigo! E eu só permiti porque meu novo Marido me disse para fazê-lo. Agradeço ao Senhor por isso (e claro, por seguir os princípios que estão em seus livros!).

Por favor, deixe ir. Comece por aí e continue persistindo Nele. Mantenha a sua fé, mantenha seu foco Nele e pare de ser infiel a Ele porque então todas as coisas serão possíveis! Eu passei de uma mulher devastada por ter sido deixada por outra para uma esposa ainda mais forte para o Senhor, como Sua noiva, e é exatamente isso que significa ser uma Mulher Sábia. Agradeço a Deus por me preparar para o retorno do meu marido porque não foi fácil. Quando ele está logo ali na sua frente, é fácil voltar atrás e assumir a mesma mentalidade de antes. E eu percebi que é exatamente nesse momento que ele para de me perseguir e de me tratar bem. É exatamente nesse momento que o meu marido me trata como a adúltera que estou sendo (não para ele, mas para o Senhor).

Por favor, apenas entregue tudo ao Senhor. Não desista e volte atrás para o mundo. Seu marido VOLTARÁ muito em breve se você seguir esses princípios, portanto, esteja pronta. VOCÊ estará mais forte e mais feliz do que jamais imaginou e você dará lugar para o seu marido buscar a Deus, se você se treinou a buscar a Ele e não ao seu marido. Cuide-se.

Carmen em Maryland, RESTAURADA

 

Eu Parei de Perseguir!

Não sei se acontece a mesma coisa com todas as mulheres nesta jornada, mas comigo, embora o princípio de deixar ir tenha sido claramente ensinado desde a primeira vez que li o livro Como Deus Pode e Irá Restaurar o Seu Casamento, não consegui colocá-lo em prática imediatamente. Quando descobri toda a verdade pavorosa em maio do ano passado, usei um misto do princípio de amor duro misturado com não sei mais o quê. Isso afastou ainda mais o meu marido de mim. Depois que ele retornou aos relacionamentos adúlteros, eu tentei conquistá-lo novamente perseguindo-o ainda mais, com meu “amor imortal e incondicional” por ele. Até comprei passagens para ele vir aqui para o Brasil passar 40 dias e eu tive que praticamente implorar para ele vir. Claro que passamos um tempo agradável juntos, mas assim que ele colocou os pés nos EUA novamente, ele voltou a fugir de mim.

Então um dia, enquanto ele trabalhava em um fim de semana, eu liguei para ele, acho que umas 30 vezes e ele simplesmente me ignorou. Foi quando o Senhor me disse, "Querida Marta, Minha filha, venha para Mim e somente para Mim. Eu a curarei, Eu estarei ao seu lado." E Ele verdadeiramente ficou e continua ao meu lado até agora. Parei de perseguir meu marido. Eu só falava com ele quando ele iniciava a conversa ou pedia para falar comigo. Comecei a passar quase todo o meu tempo em casa, e todo o tempo livre que eu tinha no trabalho eu gastava com o Senhor, sendo alimentada pela Sua Palavra, com a Sua graça, amor e misericórdia sendo derramados sobre mim e deixando meu marido sob o cuidado de Deus. Eu até mesmo parei de orar por ele! Só pedia a Deus para me usar para fazer a Sua vontade e que eu ficaria feliz com qualquer desfecho que Ele decidisse.

Desse momento em diante, o coração do meu marido começou a se inclinar para mim e foi rápido! Já faz 40 dias agora que ele pediu, na verdade, uma palavra melhor seria implorou, para voltar para mim e ele está desesperadamente necessitado de voltar para casa. Não comento nada sobre os seus problemas lá nos EUA, não lhe dou conselhos, não falo sobre o futuro, deixo tudo isso nas mãos de Deus. Meu marido agora começou a fazer planos maravilhosos para o futuro aqui no Brasil. Ele está até mesmo considerando a possibilidade de procurar emprego por aqui, algo que ele disse que nunca faria. Portanto, a minha caminhada com o Senhor se tornou mais forte e, embora eu agora precise de equilíbrio porque meu marido tem demandado muito do meu tempo, tenho certeza de que Deus proverá isso também! 🙂

Marta no Brasil, RESTAURADA

"Deixarei Ir?"

por: Sabrina na Geórgia

Deixarei a dor, miséria e tristeza,
Ou confiarei no Senhor sabendo que
Há esperança para amanhã?

Acreditarei ou continuarei a ser enganada?
Irei em frente ou apenas me conformarei com menos?

Tenho promessas, bênçãos e vida abundante
que meu Pai quer me dar, entende?
Então não posso continuar a colocar meu foco nas feridas do
passado que estão me impedindo
De ser o que preciso ser.

Deixarei as trevas de algum lugar,
Que estão se agarrando a mim, ir
Ou escolherei a vida
Porque Deus quer me libertar

Deixarei ir?
Deixarei ir em meu coração agora, Senhor
Agora sei que há esperança para você e para mim.

PERGUNTA:

Por favor, me explique novamente… devo de verdade parar, parar COMPLETAMENTE, de fazer qualquer oração pelo meu marido…? Isso não me parece certo … Por favor, me ajude porque agora estou muito, muito confusa.

Mercia na África do Sul

RESPOSTA:

"Assim diz o Senhor: Maldito é o homem que confia nos homens, que faz da humanidade mortal a sua força, mas cujo coração se afasta do Senhor.

Ele será como um arbusto no deserto; não verá quando vier algum bem. Habitará nos lugares áridos do deserto, numa terra salgada onde não vive ninguém.

Mas bendito é o homem cuja confiança está no Senhor, cuja confiança nele está. Ele será como uma árvore plantada junto às águas e que estende as suas raízes para o ribeiro. Ela não temerá quando chegar o calor, porque as suas folhas estão sempre verdes; não ficará ansiosa no ano da seca nem deixará de dar fruto. O coração é mais enganoso que qualquer outra coisa e sua doença é incurável. Quem é capaz de compreendê-lo? “Eu sou o Senhor que sonda o coração e examina a mente, para recompensar a cada um de acordo com a sua conduta, de acordo com as suas obras.”— Jeremias 17:5-10

“Então você terá o favor de Deus e dos homens, e boa reputação. Confie no Senhor de todo o seu coração e não se apoie em seu próprio entendimento; reconheça o Senhor em todos os seus caminhos, e ele endireitará as suas veredas.”— Provérbios 3:4-6

O Senhor a guiou ao nosso ministério, onde temos muitos frutos de restaurações completas e muitas outras ainda em andamento. Não, não parece correto, essa não é a maneira como os cristãos acreditam, mas veja os frutos na igreja: o número de DIVÓRCIOS e novos casamentos são ainda maiores do que no mundo.

Você foi infiel ao Senhor, certo? Ele não é o primeiro em sua vida e você não deixa seu marido ir, e isso te AMARRA e te mantém ligada a ele, provando que ele ainda está em primeiro lugar.

“Para longe de mim afastaste amigo e companheiro; os meus conhecidos são trevas.”—Salmos 88:18

“Apartaste de mim os meus conhecidos e me fizeste objeto de abominação para com eles; estou preso e não vejo como sair.”—Salmos 88:8

“Ela irá em seguimento de seus amantes, porém não os alcançará; buscá-los-á, sem, contudo, os achar; então, dirá: Irei e tornarei para o meu primeiro marido, porque melhor me ia então do que agora.’”— Oséias 2:7

"Como ribeiros de águas assim é o coração do rei na mão do SENHOR; este, segundo o seu querer, o inclina."—Provérbios 21:1

Se você O ama, se você confia Nele, você não teme por aquele que você entregou a Ele – o seu marido, que você já deveria ter entregue há muito tempo atrás.

"No amor não existe medo; antes, o perfeito amor lança fora o medo. Ora, o medo produz tormento; logo, aquele que teme não é aperfeiçoado No amor."—1 João 4:18

Continuar a orar pelo seu amor, seu marido terreno, significa que não só você está sendo infiel ao Senhor, que afastou seu marido e o coração dele de você, como também significa que você é inconstante.

“Peça-a, porém, com fé, em nada duvidando; pois o que duvida é semelhante à onda do mar, impelida e agitada pelo vento. Não suponha esse homem que alcançará do Senhor alguma coisa; homem de ânimo dobre, inconstante em todos os seus caminhos.” —Tiago 1:6–8.

“Odeio os que são inconstantes, mas amo a tua lei.” —Salmos 119:113

As mulheres que continuam orando, mantêm seus maridos em seus corações.

"Restauração em Andamento"

Em julho recebemos um RL que dizia:

Minhas queridas irmãs, hoje quero compartilhar algo muito pessoal com vocês e, para falar a verdade, eu relutei durante muitos dias imaginando se eu deveria ou não escrever sobre isso – mas senti que devo compartilhar com outras mulheres que vêm para esse ministério. E hoje, após ler um dos Encorajamentos, entendi o quão importante é compartilhar não apenas nosso progresso, mas também nossas “falhas” – e como Deus nos ajuda a nos levantar e seguir em frente em nossa jornada.

Espero que meu Encorajamento de hoje lhes ajude a entender que não podemos influenciar a Restauração com nossas tentativas “carnais”. Ao invés disso, devemos entregar TUDO a Deus, pois Ele diz:

"Porque sou eu que conheço os planos que tenho para vocês”, diz o Senhor, “planos de fazê-los prosperar e não de lhes causar dano, planos de dar-lhes esperança e um futuro. Então vocês clamarão a mim, virão orar a mim, e eu os ouvi­rei." (Jr. 29:11,12).

Já faz 8 meses que meu marido me deixou pela OM. Na época estávamos morando em Moscou e queríamos trazer nossa filha para morar conosco (ela estava com meus pais na Ucrânia). Quando ele foi embora, eu me mudei para a Ucrânia.

Bem, no início, quando decidi me divorciar do meu marido por causa da sua infidelidade, Deus me parou e, quando parei, eu O ouvi dizer em meu coração que Ele irá restaurar o meu casamento. Mas, como eu não conhecia nenhum dos princípios de restauração, cometi muitos erros – implorei que ele voltasse, escrevia 10 mensagens por dia, chorava ao telefone. E depois eu fui ficando tão chateada, porque ele não mudava, que mudei minha tática e disse que ele podia esquecer de mim e da nossa filha, que ele não era mais o pai dela. Eu até mesmo escrevi para a OM!! Minha cabeça e minhas atitudes eram uma bagunça só.

Então ele veio para casa no Natal e me assegurou de que ficaria bem tudo bem, que ele ficaria conosco – mas assim que ele foi para Moscou, desapareceu novamente. E mais uma vez, eu comecei a ligar, escrever e até mesmo a citar versículos! Ai ai ai!!!

É claro que isso não ajudou e só fazia com que eu me sentisse horrível.

Mas, depois que encontrei esse ministério, mudei meu coração e meu comportamento completamente. O meu ponto de virada veio depois que percebi (com a ajuda das lições do curso RRR), que eu deveria deixá-lo ir!! Sim, foi difícil, mas eu o deixei ir completamente.  Ele percebeu o que eu fiz de imediato. E quanto mais eu usava os princípios, melhor eu me sentia. E foi então que meu marido começou a me tratar muito melhor. Depois da sua última visita eu estava tão feliz – parecia que a restauração estava logo ali. Mas…

Durante os últimos 5 meses, eu tropecei e comecei a pensar que deveria me mudar novamente para Moscou, para ficar perto dele; eu queria até mesmo levar nossa filha para lá. Parecia um plano muito bom (não morar mais em uma cidade a 1700 km de distância dele) – “ele poderá nos ver”. Então decidi ir sozinha e talvez levar a minha filha depois. COMO EU ESTAVA ERRADA!!! Agora estou há três semanas aqui, vivendo a apenas 4 km de distância dele, e ainda não o vi – nem mesmo uma única vez!! Depois que me mudei para cá, ele me ligou duas vezes e nada mais!!!

Eu escrevo isso para alertar aquelas mulheres que podem estar pensando que podem influenciar suas restaurações de alguma forma – ao fazer isso, só o pior acontece. A única forma de conseguirmos é permanecendo com Deus, sendo obedientes a Ele e deixando ir.

"Confie no Senhor de todo o seu coração e não se apoie em seu próprio entendimento;" (Pv. 3:5) Espero que os erros que confessei ajude cada uma de vocês a fazer aquilo que é certo. Deixe ir, não tente fazer sua restauração acontecer ou você cometerá erros.

Glória a Deus, essa lição foi tão dolorosa – eu sei que Ele me permitiu viver isso para me ajudar a chegar às conclusões corretas e deixar ir completamente. E amigas, eu orei muito em relação a isso. Quando deixei ir Deus me abençoou com um emprego aqui, com as minhas finanças (meu marido começou a pagar minhas contas aqui). Mas eu precisava tentar entender que eu tinha que me manter calma e focada no Senhor. Sou o tipo de pessoa que Deus sabe que precisava viver esse erro para o meu próprio bem.

Agora estou indo embora e aguardando ansiosamente para voltar para casa e para a minha filhinha. Percebi que Deus nos restaurará em Seu tempo, não no meu. E amigas, nosso Senhor NÃO PRECISA DA NOSSA AJUDA! Ele precisa que permaneçamos fiéis a Ele.

Em setembro Viki enviou outro RL:

Olá, queridas irmãs!

Estou feliz por ser membro desta Comunhão, e oro por cada uma de vocês que chegam aqui. Estou feliz por ter uma oportunidade de compartilhar com vocês o que Deus está fazendo em minha vida!

As palavras rude, presunçosa, sempre certa e sabe-tudo descrevem bem o jeito que eu fui por muitos anos. Meu comportamento feriu minha família e amigos… Eu nunca havia parado para pensar em como as pessoas se sentiam depois de ouvirem o que eu falava para elas.

Eu não podia falar qualquer coisa com a minha mãe ou pai sem brigar, eu os interrompia e não os ouvia. E, pouco depois de tudo isso acontecer comigo, finalmente, eu me dei conta de que havia alguma coisa errada comigo. Foi por meio dessa situação que eu desejei ser transformada. Isso foi duro para mim. Hoje moro com meus pais e antes eu me sentia tensa todos os dias, não conseguia encontrar a paz. Eu só queria uma coisa – viver sozinha com minha filha.

E pela primeira vez comecei a orar a Deus para restaurar meu relacionamento com meus pais. Percebi que correr do problema não ajudaria.

Quando orei, Deus me mostrou a dor que as minhas palavras causavam em minha mãe, todas aquelas minhas palavras afiadas, meu comportamento terrível. Foi uma virada. Hoje nosso relacionamento é diferente. Minha atitude para com a minha família é diferente. Ainda existem alguns problemas, mas creio que Deus completará o que Ele começou nesta área, assim como em outras em minha vida. Agradeço a Ele pela Sua Palavra, que me ensina e direciona os meus passos. Meu maior desejo é ser uma mulher de espírito calmo e manso, para refletir a Deus e à Sua Palavra em minha vida diária. Para ser luz do mundo. Essa é minha oração.

Se você não está bem com sua família, você precisa restaurar isso primeiro. Leia e reflita sobre esse versículo:

“Honra teu pai e tua mãe, como te ordenou o Senhor, o teu Deus, para que tenhas longa vida e tudo te vá bem na terra que o Senhor, o teu Deus, te dá”." (Deuteronômio 5:16)

"Tratem a todos com o devido respeito: amem os irmãos, temam a Deus e honrem o rei. Escravos, sujeitem-se a seus senhores com todo o respeito, não apenas aos bons e amáveis, mas também aos maus." (1Pe.2:17,18)

"Todos devem sujeitar-se às autoridades governamentais, pois não há autoridade que não venha de Deus; as autoridades que existem foram por ele estabelecidas. Portanto, aquele que se rebela contra a autoridade está se colocando contra o que Deus instituiu, e aqueles que assim procedem trazem condenação sobre si mesmos." (Rm.13:1, 2)

Esses versículos são chave para meu entendimento da vontade de Deus para os relacionamentos em minha família. Percebi o quanto desonrei a Deus por violar Seus princípios de como devo me comportar com todas as pessoas, especialmente meus pais. Agora me sinto tão feliz por estarmos servindo a Deus, Aquele que está sempre pronto para nos aceitar e perdoar. Ele é cheio de amor, Ele Mesmo é Amor. Que toda a glória seja dada a Ele.

Finalmente, no meio de outubro recebemos este RL de Viky:

Olá queridas irmãs,

Eu me tornei uma pessoa tão feliz em meu Deus que eu sei com certeza que Ele é tudo que preciso, que serei feliz com Ele não importa a situação. Por isso, quando meu marido me ligou na semana passada e me disse que viria nos visitar (minha filha e eu) – eu tive certeza de que ele estava vindo para se divorciar de mim. Ele nos visitou há alguns meses atrás e sempre vem nos ver uma vez a cada 2-3 meses, já que ele mora a 1700 km de distância.

Eu não fiquei chateada ou com medo porque eu sabia que tudo seria usado para o meu bem. Eu pedi a Deus a única coisa que me ajudaria a me manter calma e fiel a Ele: Ele era tudo que queria. E sim, eu planejei como seria a minha reação (de acordo com os princípios que aprendi aqui no RMI).

Quando cheguei do trabalho, meu marido estava lá, à minha espera. Quando entrei na sala ele já começou a me abraçar e beijar!!! Ele comprou sapatos novos para mim, comida, sapatos para nossa filha e muitas coisas para a casa!!! Ele começou a me falar que pensa em nós, quer que estejamos com ele, etc., etc… E a maior surpresa é que fomos íntimos pela primeira vez em 10 meses. Eu fiquei chocada!!! No bom sentido, é claro!

E, para minha surpresa, não havia nada relacionado a divórcio (para o qual eu estava preparada e já havia planejado não resistir).

Escrevo esse RL para compartilhar com cada uma de vocês o quão grandioso é o princípio de deixar ir completamente. Quando você deixa ir, os planos de Deus se desenrolam… não os nossos planos, mas os Dele – GLÓRIAS SEJAM DADAS APENAS A ELE! O que esse ministério nos diz é verdade, quando o Senhor está em primeiro lugar, tudo nos será concedido! Eu vejo essa verdade atuando em minha vida e oro para que todas vocês possam testemunhar em suas próprias vidas o que acontece quando você deixa ir e O coloca em primeiro lugar!!!

~ Viki na Ucrânia, que atualmente está fazendo um dos nossos cursos Reconstruindo

“...E conhecerão a verdade, e a verdade os libertará.” João 8:32

Agora é hora de Clicar Aqui e derramar o seu coração para o Senhor ao preencher o seu formulário “O que Eu Aprendi”.