Dia 11
Sua Casa do Tesouro

Mas primeiro um Testemunho de Casamento Restaurado!

 

Restauração na Califórnia!

Deus trouxe o meu marido de volta para casa e fez dele um novo homem segundo o Seu coração! Meu marido hoje é um homem abençoado por Deus e eu sou uma nova esposa!

Eu encontrei o seu ministério em um momento em que eu, de fato, necessitava de uma restauração espiritual profunda no meu casamento e comecei a procurar qualquer coisa que fosse de Deus a esse respeito. Ele me guiou ao RMI e foi amor à primeira vista! Eu quero continuar vindo aqui diariamente para ler sobre as bênçãos que são compartilhadas e contar as minhas! Eu precisava conhecer mais detalhes sobre os casamentos que são restaurados e aqui eu consegui encontrar isso.

Eu fui abençoada ao encontrar este ministério e começar a ler os testemunhos, me senti encorajada. Eu fiquei impressionada com o que eu li e com as orientações das outras mulheres que tinham “vencido”. Eu também fui abençoada por uma outra amiga, que conheci através do seu ministério, e que me presenteou com muitos livros pelos quais tenho muito carinho.

Deus começou a me mostrar que um dia eu ficaria contente por Ele ter me feito passar por essa tempestade, e que tudo fazia parte de um processo de crescimento que duraria apenas uma temporada! Ele prometeu que nunca me deixaria ou me abandonaria! Ele sempre me carregou no colo durante os meus altos e baixos!

O que eu aprendi com tudo isso foi que Ele me disse que apenas confiasse Nele, porque se Ele havia permitido aquela situação, Ele me faria passar por ela e sair vitoriosa! Eu tive que aprender a depender exclusivamente de Deus e a colocá-Lo acima de tudo – não importando o que fosse! Ele me ensinou que nada era muito grande ou muito pequeno para Ele! Ele me ensinou a me apegar às Suas promessas e que Ele nunca me decepcionaria! Ele me mostrou que nada é impossível para Ele!

Eu tenho alguns dos seus livros e eles são realmente maravilhosos!!! O “Enfrentando o Divórcio” especialmente foi de grande ajuda — eu amei aquela oração no final incluindo tudo que eu deveria orar a respeito. Eu ainda faço aquelas orações diariamente! Eu posso dizer que a inspiração de Deus e aqueles testemunhos verdadeiros definitivamente falam mais alto do que aquilo que você está enfrentando no momento! Você pode incluir seu nome em qualquer situação! Por favor, leiam e sejam encorajadas sobre o que Deus quer para você, a restauração do seu casamento. Leia os livros do RMI e faça exatamente aquilo que Deus as guiou a compartilhar com você!

Muitas vezes, quando eu me senti para baixo, eu lia alguns dos livros e em seguida eu me levantava e agradecia ao Senhor, por esses materiais encorajadores! Acredite e receba! Os testemunhos estão nas suas mãos e é tão bom saber que Deus pode mudar qualquer situação para o seu bem! Leia-os porque eles irão ajudá-la a acreditar no seu casamento, não importa como os seus olhos carnais estejam vendo a situação neste momento!

A Palavra de Deus nunca volta vazia! Ele fará exatamente o que Ele diz que faria! Por isso, aproveite a sua caminhada lendo os livros do RMI e os muitos testemunhos e acredite que em breve você verá um milagre na sua história!

Eu só posso louvar a Deus! Ele é o mantenedor da minha fé! Eu me regozijo diariamente Nele e no que Ele me faz passar! Ele ordena os meus passos todos os dias! Eu confio Nele! Ele nos ama tanto, e acredite em mim, cada uma das suas lágrimas têm sido suavemente tocada por Ele! Ele conhece cada fio de cabelo das nossas cabeças e isso nos mostra que podemos entregar os nossos fardos a Ele porque Ele se importa!

Ele nos ama tanto! E Ele também ama ao seu cônjuge mais do que você mesma poderia amar. Busque primeiro o reino de Deus e tudo mais te será acrescentado! Eu tenho orado pelo meu casamento desde o dia 1 de Agosto de 2002! Meu marido e eu estamos juntos há 30 anos! Deus me deu um amor incondicional por ele! Eu aprendi a vê-lo através dos olhos de Deus!

Eu passei a maior parte do meu tempo em oração, precisei me prostrar diante de Deus! Eu pedi a Ele que me perdoasse caso eu tivesse posto alguém ou alguma coisa acima Dele! Eu precisei compreender que Deus estava permitindo que eu passasse por isso por um motivo e que, mesmo eu estando salva, Ele queria que eu me aproximasse mais Dele! Eu obedeci e essa tem sido uma experiência maravilhosa.

Ele me disse para me aquietar e saber que Ele é Deus! Ele começou a me dar a paz que ultrapassava todo o meu entendimento! Ele me disse que eu tinha que depender Dele e que Ele estava cuidando do meu marido porque Ele o amava mais do que eu mesma e que ele também era Seu filho!

Eu sempre pedia a Deus para que eu desse uma olhadela nele e Ele me concedeu esse favor todas as vezes! Quando isso começou a acontecer, Deus começou a realmente Se revelar para mim! Eu orava diariamente para que meu marido e o nosso casamento fossem cobertos com o sangue de Jesus e que ele fosse sempre abençoado. Eu em seguida comecei a agradecer a Deus por estar trazendo meu marido para casa.

Eu dava graças e adorava a Deus! Quanto mais eu "dava" para Deus, mais Ele me dava! Um domingo, quando eu menos esperava, eu voltei para casa e meu marido estava cortando a grama que eu antes, muitas vezes, tinha pedido a ele que cortasse. Eu comecei a louvar a Deus com tudo o que eu tinha!

Meu marido me disse que isso agora era entre ele e Deus. Eu disse que respeitava a sua decisão, mas ao mesmo tempo, na minha mente e no meu coração, eu estava louvando a Deus por tê-lo trazido de volta para casa! Toda a glória seja dada a Deus! Na próxima terça-feira ele veio ao meu emprego e disse que precisava da chave da nossa casa!!!

Durante os meus momentos de oração, eu costumava dizer para Deus como eu queria ver a nossa casa e Ele abençoou aquela noite de terça-feira para me dar tudo o que eu tinha pedido. Mais uma vez, hoje meu marido é um homem abençoado por Deus! Ele o trouxe para casa e fez dele um homem segundo o Seu coração! E eu sou uma nova esposa!

Parece que o processo de restauração realmente começa quando o seu marido entra pela porta! Satanás tentará destruir a sua fé, mas saiba que Deus está sempre no CONTROLE! Nós servimos a um Deus grandioso! Ele é fiel à Sua Palavra! Ele fará exatamente o que Ele disse que faria! Confie Nele em todas as circunstâncias!

Deus abençoe o RMI e continuem a orar até que algo aconteça! Deus é real!

Virgie, RESTAURADA na Califórnia

Sua Casa do Tesouro —

Quem está te Alimentando e com o Quê?

SUA CASA DO TESOURO ESPIRITUAL

Você se lembra de ter lido um Testemunho de Casamento Restaurado em que a mulher comenta sobre o que a igreja não está ensinando e por que (depois de ter sido restaurada) ela e o marido estão fazendo o que podiam para ensinar outras pessoas que estão em crise em seus casamentos? Eles perceberam (baseado no que enfrentaram) que precisavam começar a alimentar os homens e mulheres (ao seu redor) que estavam espiritualmente "famintos" pela verdade em seus casamentos.

Antes de começarmos a falar sobre a sua Casa do Tesouro, eu gostaria primeiro de falar com você que está tendo dificuldades em discernir qual É a sua Casa do Tesouro. Quando leio alguns formulários, eu percebo que muitas mulheres têm uma grande dificuldade em deixar ir suas igrejas, então eu acho importante falar sobre isso primeiro. Para confirmar que eu realmente deveria abordar este assunto, essa manhã mesmo eu escrevi para uma de nossas ministras a respeito do formulário que uma senhora nos enviou. Eu escrevi o seguinte:

“Quando vejo uma mulher nos escrevendo, ou escrevendo para o Senhor, e percebo claramente que ela não está convencida, mas está deixando ir a sua igreja somente porque ela sente que Nós estamos dizendo a ela que faça isso, eu tremo! A questão é que se alguém não tem certeza, então é porque claramente ainda não atingiu esse ponto da sua Jornada pela Restauração em que ela está pronta deixar ir a igreja (com a intenção de abrir espaço para que seu marido se torne o líder espiritual da família).

Lembre-se, essa é uma “jornada”, e o mais importante é que ninguém se mova rápido demais ou devagar demais, mas mantenha um ritmo com o Senhor que é Quem nos guia.

Contudo, se EU estivesse nessa situação, e na verdade eu já estive, porque também precisei deixar a minha igreja (que eu AMAVA) e também FUI mal interpretada (pelos meus filhos e por outras pessoas), mas eu sabia que isso era o que o Senhor estava me dizendo que eu deveria fazer. E cada mulher precisará ter essa certeza também.

Honestamente, ser mal interpretada foi (e ainda é) o meu grande dilema ao seguir ao Senhor. Quando levei essa questão a Ele, uma manhã Ele falou comigo e me me lembrou de como Ele mesmo foi MAL INTERPRETADO pelas pessoas que Ele mais queria que O compreendessem: a Sua própria família e os Seus apóstolos.

O mais importante é que cada mulher, como eu disse, precisa saber qual é a vontade Dele para ela, e não a NOSSA. Nós não queremos jamais que uma pessoa faça algo porque NÓS dissemos, porque quem se importa com o que nós queremos, dizemos, pensamos ou sentimos?!?! O que importa é o que Ele diz, o que Ele está falando a cada coração. E isso significa que nós queremos encorajar cada mulher a BD (buscar a Deus) e ter CERTEZA que É Ele quem a está chamando a dar esse passo, e no tempo DELE."

*Além disso, esteja certa de que a resposta virá de dentro dessa mulher (onde Ele reside) e não de fora… ou de NÓS (ou de qualquer outra pessoa).

Outra questão urgente sobre a qual as mulheres começaram a nos escrever, e que NÃO havia sido bem explicada em nossas lições, dizia respeito ao crescimento espiritual dos seus filhos. Realmente isso depende da idade das crianças e de outros fatores, como por exemplo quando você está morando com os seus pais e eles querem levar seus filhos à igreja.

Então realmente importa ONDE eu dou meu dízimo?

Sim!! A Bíblia diz, “Traga todo seu DÍZIMO para a Casa de Tesouro” e é claro que isso simplesmente significa ONDE você é espiritualmente alimentada.

Muitas mulheres frequentam igrejas locais e naturalmente dão seu dízimo lá.

Infelizmente, muitas pessoas que frequentam uma igreja local hoje em dia são as mesmas que vêm nos procurar com um casamento destruído, ou que já terminou em divórcio, porque suas igrejas não as alimentaram com a verdade sobre este assunto.

Na lição de hoje, “Sua Casa do Tesouro”, nós queremos começar explicando como somos gratas e como encaramos com seriedade o fato de que, há mais de um mês, a maioria de vocês estar nos dando a oportunidade de sermos a sua Casa do Tesouro - alimentando vocês com a verdade que será o principal ponto de virada em suas vidas.  E nós não estamos nos referindo ao ponto de virada do seu casamento, ou se ele será ou não restaurado, mas estamos falando do seu relacionamento com o Senhor, porque esse sim é o MAIS importante.

Nós acreditamos que tantos casamentos e famílias estão adoecendo, e morrendo, devido aos sermões vazios e às lições ineficientes que lhes estão sendo oferecidos. Nós acreditamos que mais do que simplesmente aprender lições ou ouvir sermões que nos fazem sentir bem conosco mesmos, a Igreja precisa começar AGORA a ajudar a PREVENIR a EPIDEMIA de casamentos que estão desmoronando, e que destroem pais, mães e filhos!

Muitas de nós estamos/estávamos (ou éramos membros) frequentando igrejas que não encorajam a restauração de casamento, e isso nos coloca em uma posição de rebelião, uma condição espiritual perigosa. Eu me surpreendo ao ver como muitas mulheres não têm a menor ideia se a sua igreja ou o seu pastor são a FAVOR da restauração ou não. Mas, se estamos vivendo uma epidemia de casamentos destruídos, e a igreja não fala sobre isso semanalmente, então ela está falhando com a sua congregação.

Algumas mulheres acreditam que não só devem permanecer em suas igrejas, mas que também devem continuar a dizimar lá. Mas, a menos que você esteja sendo alimentada espiritualmente pela sua igreja, e que eles estejam realmente te ajudando a restaurar o seu casamento (algo que você está confiando que Deus fará), você não apenas está vivendo em rebelião, mas também a igreja não tem sido a sua “Casa do Tesouro”. Portanto, não é lá que você deve dar o seu dízimo.

Se você está sendo alimentada em um lugar, como por exemplo em um novo restaurante que está te fornecendo alimentos que curam o seu corpo, já que você descobriu que está com um problema de coração, mas você continuar a se alimentar de comidas que não te farão bem (ou que certamente não irão prevenir a sua doença), isso não fará muito sentido. Além do mais, não faz sentido dar o dízimo onde você não está sendo espiritualmente alimentada, da mesma forma que não faria sentido deixar de frequentar o restaurante que te oferece alimentos saudáveis só porque você sente que deve continuar pagando aquele outro que está contribuindo com comidas que não fazem bem para toda a sua comunidade!

Como eu disse, nós pessoalmente não nos importamos ONDE você dá o seu dízimo, porque nosso propósito não é receber dinheiro de você. Mas nós nos IMPORTAMOS MUITO com o que pode TE acontecer!

Os verdadeiros prestadores de saúde, aqueles médicos que AMAM curar (e não aqueles que fazem isso por dinheiro) não vão querer te dar um novo coração, cirurgicamente falando (ou operar o seu coração caso ele não esteja funciona corretamente) só para em seguida ver você se encher de comidas não saudáveis e voltar ao mesmo estilo de vida que tinha antes antes! Se eles estivessem fazendo isso por dinheiro, eles provavelmente iriam preferir que você continuasse se alimentando mal para que logo pudessem te operar novamente.

Nós AMAMOS o que fazemos, e fazemos isso pela mesma razão pela qual nossas parceiras ofertam financeiramente (para que não precisemos pedir dinheiro e ainda assim DOAR nossos livros e vídeos sem cobrar pelas lições). Nós fazemos isso porque ELE NOS DEU!

“Dêem, e lhes será dado: uma boa medida, calcada, sacudida e transbordante será dada a vocês. Pois a medida que usarem também será usada para medir vocês”. Lucas 6:38

O Senhor tem dado e continua nos dando taaanto, que é por isso que DAMOS  a você de coração e por gratidão ao Senhor.

Todas as nossas parceiras são mulheres que tiveram suas vidas TRANSFORMADAS pelo que foi dado a elas, e também por terem aprendido sobre as bênçãos e a proteção de dizimar. Muitas delas são mulheres que vivenciaram a restauração dos seus casamentos anos há atrás, mas continuam a semear e colher restauração. Nem todas elas já foram restauradas, mas TODAS foram transformadas e têm um relacionamento com o Senhor como Seu Marido.

Foram essas mulheres que pagaram pelo seu ebook e por essas lições que você tem recebido. Nós não fazemos isso como algum tipo de golpe, estamos certas de que a essa altura você já pode compreender por que fazemos o que fazemos. Nossas parceiras desempenham um papel fundamental em nosso corpo, fornecendo os meios para que todas as mulheres possam ter a verdade, não importa o que elas tinham financeiramente.

Mais uma coisa que você talvez não saiba, é que nossas ministras não são pagas, mas elas também dão o seu dízimo aqui. Nós somos todas voluntárias. Mesmo a minha família eu vivemos da venda dos meus livros através de outros sites (como por exemplo na Amazon) e isso significa que eu também dou meu dízimo aqui, na minha Casa do Tesouro. O Senhor me alimenta, pessoalmente, com comida espiritual fresca enquanto eu tenho o privilégio de alimentar novas cristãs, e cristãs famintas pela verdade. Então, enquanto eu preparo a sua comida, eu estou, em retorno, sendo ricamente alimentada!

E acredite ou não, o que nós continuamos a esperar que você comece a acreditar, é que a verdade é que nós NÃO precisamos do seu dinheiro. Deus fielmente nos dá tudo que precisamos e é fiel em nos abençoar de acordo com as Suas promessas.

“Lembrem-se: aquele que semeia pouco, também colherá pouco, e aquele que semeia com fartura, também colherá fartamente.” 2 Coríntios 9:6

Mas embora nós não precisemos do seu dinheiro, ao mesmo tempo nós não podemos, e não iremos, ignorar a verdade com medo do que você possa vir a pensar a nosso respeito. Nós queremos semear em sua vida, nos campos desertos, para que você experimente o “antes e depois” de dizimar assim como aconteceu com cada uma de nós quando começamos a dar o dízimo e semear em nossa Casa do Tesouro.

“Não se deixem enganar: de Deus não se zomba. Pois o que o homem semear, isso também colherá.” Gálatas 6:7

Outro fato interessante é que as mulheres são as que têm uma tendência maior a pagar conselheiros (que cobram preços exorbitantes e causam mais danos do que bem), a comprar antidepressivos (que as deixam incapazes de pensar ou de sentir claramente e os resultados são ainda piores), e a pagar advogados (para proteger seus patrimônios e direitos). Elas são mais inclinadas a pagar por tudo isso (e você notou que tudo isso é resultado do fato do inimigo as estar roubando com permissão?), quando o que irá realmente fechar a porta é o dízimo.

E não apenas dizimar, mas dizimar na sua Casa do Tesouro para que o inimigo não possa mais roubar o seu dinheiro fazendo com que você o gaste com essas coisas pavorosas. O que irá nutri-la espiritualmente e direcionar o seu coração para Deus é ser alimentada por quantidades imensas da Sua Palavra e da Sua Verdade.

“Guardei no coração a tua palavra para não pecar contra ti.” Salmos 119:11

“Pois onde estiver o seu tesouro, aí também estará o seu coração.” Mateus 6:21

Deixe-me te assegurar mais uma vez de que nós não precisamos do seu dinheiro. Por muito tempo nós distribuímos gratuitamente os nossos livros e nunca pedimos por doações. E então, quando eu estava a caminho para pregar em Uganda, uma africana que estava morando no Canadá me implorou para que eu falasse sobre o dízimo e culpou os missionários pela pobreza da sua nação. Eu fiquei chocada!! Ela me disse: “Todo mundo está ensinando ao meu povo a RECEBER e não a dar, a olhar para o homem branco e pedir ajuda a ele e não a Deus. Dessa maneira, como eles saírão da pobreza?” Ela compartilhou comigo que foi somente quando ela saiu da África foi que ela aprendeu e aplicou a verdade. Ela passou a dar o dízimo e se tornou muito bem sucedida, mas o seu povo agora a vê como uma outra fonte de ajuda financeira.

Durante quase quatro anos uma viúva de pastor me escrevia e até me ligava da Uganda pedindo que eu enviasse mais dinheiro para ela! Eu nunca cheguei a pregar na Uganda na verdade, só consegui chegar até o Kenya, mas assim mesmo eu mandei o dinheiro para ela porque eu não pude ir. Ah, mas como aquela minha amiga estava certa! Eu posso nunca mais ser chamada para pregar pessoalmente na África, mas eu posso falar a verdade daqui e assim mudar a vida de uma pessoa - de alguém que esteja disposta a testar Deus nisso! Lembre-se de que Deus realmente nos disse para testá-Lo.

“Tragam o dízimo todo ao depósito do templo, para que haja alimento em minha casa. Ponham-me à prova”, diz o Senhor dos Exércitos, “e vejam se não vou abrir as comportas dos céus e derramar sobre vocês tantas bênçãos que nem terão onde guardá-las.” Malaquias 3:10

Então, deixe que eu te faça uma pergunta. Depois de conhecer e viver esse princípio da maneira profunda como nós o vivemos, como poderíamos DEIXAR de compartilhar a verdade com você - mesmo correndo o risco de que você possa pensar que queremos o seu dinheiro? A única pessoa que importa aqui é VOCÊ. E se você está levando a sério a questão de fechar a porta que foi deixada escancarada em sua vida, a porta que permitiu que o inimigo viesse e te roubasse, então teste a ELE. Porque a verdade é que as pessoas geralmente acreditam no que querem acreditar.

Definitivamente a escolha é sua.

“Hoje invoco os céus e a terra como testemunhas contra vocês, de que coloquei diante de vocês a vida e a morte, a bênção e a maldição. Agora escolham a vida, para que vocês e os seus filhos vivam”. Deuteronômio 30:19

As coisas mudam imediatamente

Muitas mulheres começar a dar o dízimo depois que seus maridos as deixam porque, de alguma forma, elas sabiam que deveriam dizimar, mesmo antes de nós falarmos alguma coisa sobre isso.

Muitas começam a dar o dízimo em sua igreja local, até que elas percebem que não são espiritualmente alimentadas lá. Mas, uma vez que elas começam a dizimar na sua Casa do Tesouro, as coisas começam a mudar IMEDIATAMENTE.

Como eu disse, eu aprendi a dizimar dando cupons de alimentação para a cozinha da igreja que eu frequentava. Mais tarde, quando eu aprendi o que significa a Casa do Tesouro, eu não estava mais frequentando a igreja porque, como já compartilhei antes, eu era uma fariseia e, portanto, tive que parar de ir a igreja. Eu me senti totalmente confusa e pedi orientação a Deus sobre o que fazer. Ele me fez começar a semear em meu próprio ministério, o Ministério de Reconciliação, que Ele deu a todas nós, e o meu era (e ainda é) focado em restaurar casamentos.

Naquela mesma semana o Senhor trouxe ao meu conhecimento que havia uma mulher morando com a filha morando perto de mim. Quando meus filhos convidaram a menina para almoçar conosco, eles comentaram o quanto ela comia rápido, que parecia que ela não via comida há semanas. E era verdade.

Quando meus filhos me contaram o que eles tinham visto, e como eles deram a ela o seu sanduíche (que ela engoliu quase que em uma mordida só), eu ofereci algumas coisas para ela levar para casa, dizendo que "nós não teríamos condições de comer aquilo tudo". E então eu soube qual seria a nossa missão. Nós fomos ao supermercado e compramos bolsas e bolsas de alimentos com os nossos cupons que eu vinha doando. Quando chegamos na casa delas, a mãe começou a chorar, e quando meus filhos levaram as compras para a cozinha eles viram que elas só tinham um pacote de macarrão instantâneo. E ela me confessou que era só isso que elas vinham comendo há semanas!

Foi assim que eu descobri que o marido dessa mulher as havia abandonado, e que ela não tinha dinheiro para colocar gasolina no carro para ir trabalhar e que estava correndo o risco de ver a filha ser entregue ao Serviço Social. Quando eu contei tudo isso para a minha eparceira Sue, ela me perguntou se eu tinha algum dinheiro para dar para que essa mulher pudesse abastecer o carro e ir trabalhar. E na verdade eu tinha, coisa que nunca tinha acontecido antes! Era um dinheiro que a minha mãe que tinha deixado comigo para comprar alguma coisa para ela. E eu sabia que minha mãe não se importaria se eu o usasse até que Sue pudesse me pagar no dia seguinte.

Quando eu voltei à casa daquela mulher, depois que as crianças dormiram, da porta eu pude vê-la rindo e chorando enquanto dançava com sua filha. Ela me disse que naquela manhã ela tinha dito ao Senhor que “se Ele existisse mesmo, que Ele a ajudasse”. Ela cresceu em uma família religiosa muito rígida, seus pais a tinham expulsado de casa quando ela ficou grávida. O marido dela também se considerava cristão, mas se envolveu com outra mulher, e depois a abandonou quando a filha deles estava com oito anos. (Essa mulher não conhecia o Senhor pessoalmente, mas ela e a filha passaram a conhecê-Lo logo depois daquela noite).

Quando ela abriu a porta e eu tentei dar a ela o dinheiro da gasolina, ela recusou dizendo que eu já tinha dado o suficiente. Quando eu disse que o dinheiro não era meu ela me disse: “Eu sei, vem de Deus mas eu não posso aceitar.” Mas quando ela soube que era de outra mulher, ela começou a chorar novamente. Eu compartilhei com ela sobre o motivo porque minha eparceira e eu nós encontrávamos semanalmente e foi assim que Sue e eu começamos a ajudar uma outra mulher! Esta mulher precisava de alguém ao seu lado para encorajá-la e apoiá-la.

“Enquanto Moisés mantinha as mãos erguidas, os israelitas venciam; quando, porém, as abaixava, os amalequitas venciam. Quando as mãos de Moisés já estavam cansadas, eles pegaram uma pedra e a colocaram debaixo dele, para que nela se assentasse. Arão e Hur mantiveram erguidas as mãos de Moisés, um de cada lado, de modo que as mãos permaneceram firmes até o pôr-do-sol. Êxodo 17:11-12 (NIV-PT)

Bem depois disso, o Senhor abriu a porta para que eu tivesse alguma renda. Eu comecei a dar aulas particulares e então passei a ter algum dinheiro para dar meu dízimo, mas eu sabia que eu precisava ir até a minha Casa do Tesouro onde eu estava sendo espiritualmente alimentada. Nossas reuniões (que começaram a atrair mulheres que eu não tinha ideia de como nos encontravam, já eu até então não tinha contado a ninguém sobre o motivo dos nossos encontros) começaram a acontecer semanalmente, e então nós usávamos o meu dízimo ali - e logo essas reuniões se transformaram no RMI. Nós pegávamos os versículos bíblicos (que Sue e eu havíamos encontrado e que tinham nos ajudado) e imprimíamos cópias deles para distribuir para as mulheres que frequentavam as reuniões e para outras mais. Nós também doávamos Bíblias usadas (nós as comprávamos em sebos em todas as versões), além de comida, dinheiro para gasolina ou qualquer outra coisa que víamos que as mulheres precisavam.

Embora algumas vezes o inimigo tentasse me convencer que o meu dízimo estava indo para mim mesma, o Senhor me lembrava de muitas igrejas em que eu tinha visto o pastor dar o seu dízimo onde ele estava ministrando. E para confirmar, se eu não estivesse dando meu dízimo para a minha Casa do Tesouro, então o inimigo teria a permissão de me roubar!! Não havia dúvidas de que eu estaria na miséria - mas minha família e eu não passamos nem perto disso! Tudo que temos está pago e nosso ministério também não tem dívida alguma, e permanecerá assim pois nós seguimos APENAS  a Ele e à Sua Palavra.

“Não devam nada a ninguém, a não ser o amor de uns pelos outros, pois aquele que ama seu próximo tem cumprido a Lei.” Romanos 13:8

O mesmo se aplica à situação das mulheres que tiveram seus casamentos RESTAURADOS. Uma vez que elas aprenderam a verdade, elas começaram a dar o dízimo na sua Casa do Tesouro, e algumas estavam dizimando pela primeira vez. Todas nós concordamos que esse foi o primeiro passo para fechar a porta para o inimigo. A mesma porta que você deixou aberta ao não dar o dízimo para a sua Casa do Tesouro (e não ser alimentada pela Casa de Tesouro que te dá força e te cura). Não dizimar é o que permite que o inimigo consiga roubar, matar e destruir nossas vidas— e nós esperamos que você logo ponha um fim em tudo isso ao vencer o seu medo de não ser capaz de pagar suas contas caso dê o seu dízimo.

Este é um medo comum que invade a paz de todas nós. A verdade é que você nunca será capaz de pagar suas contas se você não dizimar PRIMEIRO! E eu duvido que alguém que seja fiel ao dízimo nunca tenha vivenciado isso alguma vez. Mas, quando dizimamos primeiro na nossa Casa do Tesouro, não só conseguimos pagar as nossas contas como também nos livramos das dívidas!

Agora é a hora de fechar a porta na cara do devorador! Ninguém em sã consciência, quando está com frio, liga o aquecedor e deixa a porta aberta!

Como a Igreja pôde permitir que isso acontecesse?

Porque todas nós experimentamos essa mesma atrocidade - NÃO recebemos o alimento espiritual que teria impedido que os nossos casamentos desmoronassem - e isso inclui não saber ou não termos sido ensinadas sobre o devorador e a proteção de dizimar! Eu duvido que eu precise dizer mais alguma coisa sobre o assunto. Mas, para aquelas de vocês que ainda estão se debatendo com essa dúvida, faça a si mesma a seguinte pergunta:

Com uma epidemia de casamentos sendo destruídos, por que a igreja local não nos deu a alimento espiritual, o conhecimento de como prevenir o divórcio e a infidelidade? E se o divórcio acontece, porque eles não têm escrituras e recursos necessários prontos para restaurar nossos casamentos?

Nós acreditamos que as igrejas locais, na maior parte, falharam em nos alimentar espiritualmente. Eles nos dão lições de história e sermões que agradam as pessoas enquanto há uma epidemia de divórcio se espalhando dentro da igreja. E ainda pior, parte meu coração pensar que, ao se deparam com infidelidade, separação e divórcio, eles nos darão veneno em forma de aconselhamento e psicologia (trataremos deste assunto em uma próxima lição).

Nós não somos contra a igreja, somos contra o que a igreja tem falhado em fazer. Nosso objetivo é restaurar casamentos, um por um, e então treinar esses casais para voltarem para suas igrejas em suas comunidades e falarem a verdade! Não se trata de culpar alguém. Significa apenas que cada uma de nós podemos fazer o que estiver ao nosso alcance para aprender a verdade, e NÃO apenas para nós mesmas, mas para ajudar as outras pessoas.

Mais uma vez, por favor, peça a Deus para lhe mostrar como você pode ajudar a levar a verdade para a igreja e sua comunidade!

Quem dá com Alegria

Finalmente, a escolha de dizimar ou não dizimar é sua. Felizmente, pela ultima vez, nós não “precisamos” do seu dinheiro. Me perdoe por ficar repetindo isso tantas vezes. Nosso ministério segue o princípio de dizimar (de toda doação e de toda venda de livro que conseguimos nós damos o dízimo). E todas nossas ministras dão o dízimo também, portanto, nós não estamos lutando contra o devorador, nós estamos sendo espiritualmente alimentadas e temos mais do que precisamos.

E por último, se você for dizimar, faça isso de coração e não como uma obrigação que você tem que cumprir.

“Cada um dê conforme determinou em seu coração, não com pesar ou por obrigação, pois Deus ama quem dá com alegria.” 2 Coríntios 9:7

O motivo pelo qual nós ensinamos sobre dizimar na sua Casa do Tesouro, e fazer isso de coração, não é para manipular você a doar para o nosso bem - mas é para o SEU próprio bem. Todas nós, como eu disse, somos voluntárias, então se você dizimar, o seu dinheiro não virá para nós. Se o nosso objetivo aqui fosse ganhar dinheiro, então nós estaríamos vendendo os os nossos livros em vez de dá-los a você.

Sim, nós também oferecemos nossos livros para vender, mas mesmo para isso há uma razão, como já expliquei resumidamente. O que eu não detalhei antes é que quando um homem ou uma mulher compra um dos livros, nós realmente VEMOS e testemunhamos que eles são MAIS transformados no geral porque estão INVESTINDO em sua própria restauração! Por anos nós temos ido de lá para cá com nossos livros, vendendo e em seguida os doando novamente- tudo isso porque queremos ajudar o maior número possível das pessoas para quem nos ministramos.Nós simplesmente queremos que as pessoas sejam abençoadas!

O ponto principal disso é esse: não do nada ao nosso ministério, jamais, a menos que você queira semear no que nós estamos fazendo. Você não tem nenhuma obrigação conosco, de maneira alguma. Nós não queremos que você se sinta obrigada a doar e muito menos que se sinta culpada por não fazê-lo.

A Bíblia explica isso de uma forma interessante: “Lembrem-se: aquele que semeia pouco, também colherá pouco, e aquele que semeia com fartura, também colherá fartamente.” 2 Coríntios 9:6. Eu quero que cada um de vocês reserve um tempo para pensar sobre isso, e tomar uma decisão. Isso irá protegê-la e Deus ama quem dá com alegria.

O engraçado é que muitas mulheres que QUEREM dar tem pouco para dar. Isso é outra coisa que adoramos a respeito deste assunto. Se você tem pouco, você pode dar pouco. E se você tem muito, pode dar muito. E se você tem muito pouco, Jesus diz que você será imensamente abençoada!

Um exemplo maravilhoso disso pode ser encontrado nesses versículos: “Jesus sentou-se em frente do lugar onde eram colocadas as contribuições, e observava a multidão colocando o dinheiro nas caixas de ofertas. Muitos ricos lançavam ali grandes quantias. Então, uma viúva pobre chegou-se e colocou duas pequeninas moedas de cobre, de muito pouco valor. Chamando a si os seus discípulos, Jesus declarou: 'Afirmo-lhes que esta viúva pobre colocou na caixa de ofertas mais do que todos os outros. Todos deram do que lhes sobrava; mas ela, da sua pobreza, deu tudo o que possuía para viver.'” Marcos 12:41-45

Houve um tempo, como eu disse, quando meus filhos e eu vivíamos de cupons que trocávamos por alimentos. Eu não tinha salário. Meus primeiros três meses de aluguel tinham sido pagos pelo meu marido (que já tinha a intenção de ir embora). Depois pessoas que eu não conhecia, pagaram meu aluguel. Mas tão logo eu aprendi sobre o dízimo (assim como estou ensinando a vocês), eu soube que esse seria o fim dos meus problemas financeiros. E por isso eu peguei o que eu tinha, os cupons de alimentação, e dizimei com eles. A princípio não dei os 10%, e nem foi a primeira coisa que fiz no mês. No entanto, Deus conhecia meu coração e me abençoou proporcionalmente, porque isso era novo para mim, e queria seguir Seu coração e Sua vontade.

Nós também aprendemos a pensar nas outras pessoas durante esse tempo. Nós pegávamos o que sobrava dos nossos cupons e comprávamos ingredientes para fazermos sopa e distribuíamos com a nossa van.

Meus filhos aprenderam muito com isso. Eles aprenderam a ter compaixão e a não sentir medo de semear gentileza na vida de pessoas que estavam sujas, cheirando mal e faltando dentes. 🙂

Um dia eu fui tão abençoada quando um homem veio nos ajudar. Quando ele viu os pêssegos enlatados ele deu um sorriso (faltando uns dentes) e disse: “Uau, esses são os meus favoritos!!”. Eu o abracei e disse: “São todos seus!” e ele começou a chorar, eu e meus filhos choramos. Nós todos vivenciamos uma experiência maravilhosa que mudou as nossas vidas.

“Pois eu tive fome, e vocês me deram de comer; tive sede, e vocês me deram de beber; fui estrangeiro, e vocês me acolheram; necessitei de roupas, e vocês me vestiram; estive enfermo, e vocês cuidaram de mim; estive preso, e vocês me visitaram’. “Então os justos lhe responderão: ‘Senhor, quando te vimos com fome e te demos de comer, ou com sede e te demos de beber? Quando te vimos como estrangeiro e te acolhemos, ou necessitado de roupas e te vestimos? Quando te vimos enfermo ou preso e fomos te visitar?’ ““O Rei responderá: ‘Digo-lhes a verdade: O que vocês fizeram a algum dos meus menores irmãos, a mim o fizeram’. Mateus 25:35-40 (NIV-PT).

Este foi apenas um dos muitos benefícios que recebi quando meu marido me deixou. Eu então não precisava perguntar a ele sobre doar, não que ele não seja uma pessoa que doa, mas não da maneira radical que eu precisei fazer para nos tirar da situação de pobreza em que nos encontrávamos. Apenas duas gerações antes de mim, minha família era milionária. Meus avós paternos e maternos eram riquíssimos, e meus bisavós paternos também. Isto foi realmente uma coisa que tive que enfrentar quando meu marido me deixou e me disse para ir procurar ajuda das instituições caridosas.

O que Deus fez (por eu estar doando) foi me mostrar um modo de me sustentar. Ele me lembrou que eu sabia como ensinar a ler, e me mostrou como encontrar um grupo de estudantes perto da minha casa. Enquanto os meus dois filhos menores tiravam uma soneca, e os outros dois maiores liam, eu conseguia ganhar, trabalhando uma hora duas vezes por semana, o que eu ganharia trabalhando 40 horas por um salário mínimo! Eu tinha uma formação melhor e poderia trabalhar em outros lugares, mas isso significava ter que pagar uma pessoa para tomar conta dos meus quatro filhos e deixá-los em um momento em que eles já haviam perdido o pai. Deus me recompensou (por eu não ter deixado os meus filhos) ajudando meus sete alunos a alcançarem as melhores notas de suas classes simplesmente aprendendo fonética!

Mais tarde me ofereceram um trabalho (ocasional) na minha área de ortodontia, que eu pude aceitar com alegria porque que meu marido estava passando uns dias com meus filhos em casa. Toda as vezes em que eu dizimei, Deus continuou fazendo com que eu avançasse financeiramente e começou a trazer meu marido para mais perto aos poucos. E, quando ele voltou para casa, depois de ver o que Deus havia feito por mim (e como eu também pude ajudar a ele e a OM quando ele perdeu tudo por estar vivendo em adultério), ele começou a dizimar sem que eu dissesse nem uma palavra!

PERGUNTA: Eu devo doar considerando o meu salário bruto ou a parte líquida?

Todo mundo tem a sua própria opinião sobre essa questão, mas buscando a Deus por sabedoria isso ficou bem claro para mim. Se você dizimar considerando a parte líquida do seu salário, então você NÃO está entregando o seu dízimo em PRIMEIRO lugar.

Isso significa dizimar antes de pagar as suas contas e sob a sua renda total, ANTES de debitar os impostos ou outros pagamentos como Jesus nos diz em Mateus 6:33, “Mas, buscai primeiro o reino de Deus, e a sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas.” e “Tenho, porém, contra ti que deixaste o teu primeiro amor.” Apocalipse 2:4.

Esse poderoso princípio sobre os “primeiros frutos” também está em Deuteronômios 18:4 que nos diz, “Vocês terão que dar-lhes as primícias do trigo, do vinho e do azeite, e a primeira lã da tosquia das ovelhas.” Então em Êxodo 34:24 e 26, Deus diz, “Expulsarei nações de diante de você e ampliarei o seu território… Traga o melhor dos primeiros frutos da terra ao santuário do Senhor, o seu Deus…”

Se você ainda não está certa quanto a isso, não faça nada. Apenas leia os versículos dessa lição repetidas vezes, pedindo a Deus para abrir seus olhos para o que Ele quer te mostrar e peça a Ele que te ajude a fazer isso. Certifique-se de que a resposta que você está recebendo esteja vindo de DENTRO de você (que é onde eu espero que Jesus agora habite) e não de fora, de NÓS (ou de qualquer outra pessoa). Porque, no fim, quem se importa com o que as pessoas dizem? O que importa é o que Ele diz, o que Ele está te guiando a fazer, e que só VOCÊ sabe o que é e irá sofrer as consequências se alguém estiver te dizendo alguma coisa errada, certo? 🙂

Ele pagou o preço por você

Deixe-me concluir com o seguinte: você não precisa GANHAR a sua salvação, e Deus não faz com que você pague por ela. Nós nunca conseguiremos ganhar o suficiente para cobrir a dívida espiritual que temos!

Se Jesus não morresse na cruz, nós estaríamos condenados a uma eternidade de tormentos. Ele disse que o que Ele nos DEU foi um presente da GRAÇA. Agora com esse presente da vida eterna, com a esperança Dele, nós estamos equipadas a viver uma vida de compaixão pelos outros! Perdoar as pessoas assim como fomos perdoadas e nos dedicarmos a doarmos da nossa abundância.


Marco Espiritual #3

A lição de hoje é o seu 3º Marco Espiritual.

Mais uma vez, o que irá impedi-la de ser LIVRE dessa vez será o MEDO.

Então, hoje você tem uma segunda chance de alcançar esse marco espiritual.

1 Coríntios 9:24

Vocês não sabem que dentre todos os que correm no estádio, apenas um ganha o prêmio? Corram de tal modo que alcancem o prêmio.

Se você não foi capaz de superar esse obstáculo antes, sem dúvida você agora já ganhou mais força e fé espiritual do que da primeira vez. Aproxime-se do Senhor, segure a Sua mão e vença o MEDO de entregar a ELE o controle das suas finanças. Ele pediu para que você O TESTE nessa área da sua vida, você já fez isso?

“Sejam praticantes da palavra, e não apenas ouvintes, enganando-se a si mesmos… não esquecendo o que ouviu mas praticando-o, será feliz naquilo que fizer.” Tiago 1:22,25

“Por que me chamas Senhor e não fazes o que eu digo?” Lucas 6:46


Se você tem sido espiritualmente alimentada, espiritualmente nutrida, e até mesmo visto a sua vida espiritual renascer através dessas lições e dos Encorajamentos Diários, não seja tola de se agarrar ao que pertence a Deus e que Ele diz que deve ser entregue à Casa do Tesouro. Liberte-se!!

Porque você iria enganar a Deus? Você está me enganando. Mas você diz: “Pode um homem roubar de Deus? Contudo vocês estão me roubando. E ainda perguntam: ‘Como é que te roubamos?’ Nos dízimos e nas ofertas. Vocês estão debaixo de grande maldição porque estão me roubando; a nação toda está me roubando. Tragam o dízimo todo ao depósito do templo, para que haja alimento em minha casa. Ponham-me à prova”, diz o Senhor dos Exércitos, “e vejam se não vou abrir as comportas dos céus e derramar sobre vocês tantas bênçãos que nem terão onde guardá-las.” Malaquias 3:8-10

doar hoje!

A vantagem adicional, caso você dê esse passo de fé e comece a entregar o dízimo para a sua nova casa do tesouro, é que você estará ajudando as nossas Ministras de Casamento Restaurado ou Ministras de Casamento Registradas a dedicarem mais tempo e se tornarem Ministras de tempo INTEGRAL.

Cada dízimo ou doação entregue por uma senhora ou Membro do Time e o dízimo do ministério vão para a sua ministra. E quanto mais você avançar, mais você se aperfeiçoará, e isso irá refletir em sua ministra que será recompensada de acordo. Essa é uma forma de encorajar as ministra a ministrarem de forma mais eficiente e também às senhoras e membros a darem o seu melhor — uma situação em que todas ganham — com a RESTAURAÇÃO esperando na linha de chegada!

“...E conhecerão a verdade, e a verdade os libertará.” João 8:32

Agora é hora de Clicar Aqui e derramar o seu coração para o Senhor ao preencher o seu formulário “O que Eu Aprendi”.