WW-Portuguese-Cover

Capítulo 4 "Bondade Está em Sua Língua"

 

“Ela abre a sua boca com sabedoria,

e a lei da bondade está na sua língua.”

— Provérbios 31:26

O que nós falamos, tudo o que permitimos que nossas bocas pronunciem, deve ser uma das mais importantes características de uma mulher de Deus. O inimigo tem usado a área da comunicação para minar e destruir as mulheres e seus relacionamentos. Conselheiros e os tão procurados “especialistas” em casamentos nos dizem que é a falta de comunicação que destrói nossos relacionamentos; contudo, quando procurar as Escrituras, você irá encontrar, como eu encontrei, que Deus nos fala o oposto. Siga-me para que, juntas, descubramos a Verdade sobre comunicação.

Não é falta de comunicação! Nós temos que vigiar o quanto falamos!

Muitas palavras. Apenas não é a falta de comunicação que causa problemas, ao contrário, quando existe muita conversa e discussão, transgressão (violação das Leis de Deus) não pode ser evitada. “Na multidão de palavras não falta transgressão” (Pv. 10:19 AA).

Mantenha-se calada. Os outros nos falam para dizermos nossas opiniões e compartilharmos o que pensamos, mas Deus diz: “O homem de entendimento se mantém calado” (Pv. 11:12). “O que guarda a boca conserva a sua alma, mas o que muito abre os lábios a si mesmo se arruína” (Pv. 13:3).

Feche seus lábios. Na verdade, Deus diz que nós praticamos conhecimento e parecemos sábias quando não dizemos nada. “Até o tolo, quando se cala, é reputado por sábio; e o que cerra os seus lábios é tido por entendido” (Pv. 17:28). “Seja, porém, a tua palavra: Sim, sim; não, não. O que disto passar vem do maligno” (Mt. 5:37).

Sem palavra. Deus fala diretamente às esposas nesse versículo: “Mulheres, sede vós, igualmente, submissas a vosso próprio marido, para que, se ele ainda não obedece à palavra, seja ganho, sem palavra alguma, por meio do procedimento de sua esposa, ao observar o vosso honesto comportamento cheio de temor” (1Pe. 3:1-2). “As vossas mulheres estejam caladas nas igrejas” (1Co. 14:34).

Espírito manso e quieto. Deus acha a mulher quieta preciosa para Ele. Essa é você? “... no incorruptível traje de um espírito manso e quieto, que é precioso diante de Deus” (1Pe. 3:4). “... guarda o depósito que te foi confiado, evitando as conversas vãs e profanas e as oposições da falsamente chamada ciência; a qual professando-a alguns, se desviaram da fé” (1Tm. 6:20-21).

Deus nos diz para tomarmos cuidado com o que falamos!

Guarde sua boca. Quantas vezes você se meteu em problemas com as palavras que você falou? “A boca do justo produz sabedoria, mas a língua da perversidade será cortada” (Pv. 10:31). Há palrador cujas palavras ferem como espada; porém a língua dos sábios traz saúde” (Pv. 12:18 AA). O que guarda a sua boca e a sua língua guarda a sua alma das angústias”. (Pv. 21:23).

O que procede de sua boca? Essa afirmação é clara; o que você fala é muito importante. “Porque por tuas palavras serás justificado, e por tuas palavras serás condenado” (Mt. 12:37). “Não é o que entra pela boca o que contamina o homem, mas o que sai da boca, isto, sim, contamina o homem” (Mt. 15:11). “...despojai- vos também de tudo: da ira, da cólera, da malícia, da maledicência, das palavras torpes...” (Cl. 3:8 ACF).

atenção às suas palavras. Essa escritura descreve dois tipos de esposas; qual delas é você? “A mulher virtuosa é a coroa do seu marido, mas a que procede vergonhosamente é como podridão nos seus ossos” (Pv. 12:4). “O que atenta prudentemente para a palavra achará o bem...” (Pv. 16:20).

Doçura no falar. Se você envergonhou seus pais, seu marido, seus filhos, ou qualquer outra pessoa pelo que você falou (para ou sobre eles) ou através da sua atitude (para com eles), Deus ofereceu a você uma cura segura. “O coração alegre é como o bom remédio, mas o espírito abatido seca até os ossos” (Pv. 17:22 ACF). “As palavras suaves são favos de mel, doces para a alma, e saúde para os ossos” (Pv. 16:24 ACF). “A doçura no falar aumenta o saber (persuasão)” (Pv. 16:21).

Lábios justos. Existe alguém que não aprecie uma palavra gentil e amorosa? “Os lábios justos são o contentamento do rei, e ele ama o que fala coisas retas” (Pv. 16:13). “Falando entre vós com salmos, entoando e louvando de coração ao Senhor com hinos e cânticos espirituais” (Ef. 5:19).

Ponha de lado as coisas infantis. Você amadureceu, ou é ainda uma criança que fala coisas que ferem os outros? Uma das maiores mentiras que aprendemos quando crianças foi “Galhos e pedras podem quebrar meus ossos, mas palavras nunca irão me ferir”. Nós, provavelmente, ainda não nos recuperamos de algumas das palavras que nos disseram quando éramos crianças. “Quando eu era menino, falava como menino, sentia como menino, pensava como menino; quando cheguei a ser homem, desisti das coisas próprias de menino” (1Co. 13:11).

Discussões e contendas NÃO são boas para nenhum relacionamento!

Abandone a discussão. A definição de contenda é uma luta prolongada por poder ou superioridade. “Melhor é um bocado seco e tranquilidade do que a casa farta de carnes e contendas” (Pv. 17:1). (Uma casa com crianças levadas e que falam alto é tudo menos tranquila. Assegure-se que seus filhos estejam quietos e sob o seu controle! Veja a lição 15, “Os Ensinamentos de Sua Mãe”). “Como o soltar das águas é o início da contenda, assim, antes que sejas envolvido afasta-te da questão” (Pv. 17:14 ACF). “Os lábios do insensato entram na contenda, e por açoites brada a sua boca” (Pv. 18:6).

Você está bem contente? “Pelo que sinto prazer nas fraquezas, nas injúrias, nas necessidades, nas perseguições, nas angústias, por amor de Cristo. Porque, quando sou fraco, então, é que sou forte” (2Co. 12:10). Esse versículo parece incrivelmente inalcançável, mas isto é algo por que lutar. Vamos passar por alguns outros versículos com suas aplicações práticas...

Regozije-se sempre. O primeiro passo para a vitória é agradecer o Senhor por toda adversidade. “Regozijai- vos sempre no Senhor; outra vez digo, regozijai-vos” (Fl. 4:4). Mantenha o agradecimento a Ele em sua mente ou falando alto, dependendo das circunstâncias, quando contenda atinge sua vida.

Ofendido. “Um irmão ofendido é mais difícil de conquistar do que uma cidade forte; e as contendas são como os ferrolhos de um palácio” (Pv. 18:19). Por favor não se permita tornar-se ofendida por alguma coisa que é dita a você ou por como ela é dita; pelo contrário, ouça com um coração aberto e disposto a perdoar.

Não responda antes de ouvir. Responder antes de ouvir é estultícia e vergonha” (Pv. 18:13). Quando você interrompe alguém que está falando com você, o mau humor geralmente aumenta! Novamente, ouça aqueles que gastam tempo para falar com você, sempre dando atenção a Verdade.

A Verdade vos libertará. “... e conhecereis a Verdade, e a Verdade vos libertará” (Jo. 8:32). Sem dúvida isso é difícil de admitir (para nós mesmas e especialmente para qualquer pessoa). Mas uma vez que você tente concordar, irá descobrir que concordar é a experiência mais libertadora da terra! Não tenha medo de falar a verdade especialmente sobre você mesma — tente!

Concilia-te depressa com o teu adversário. Ser agradável, especialmente quando alguém está irado, é muito poderoso. “Concilia-te depressa com o teu adversário, enquanto estás no caminho com ele . . .” (Mt. 5:25 ACF). “Honroso é para o homem desviar-se de contendas, mas todo insensato se mete em rixas” (Pv. 20:3). Normalmente aquele que está irado está irritado e encolerizado por algo que é verdade ou que tem alguma base de verdade. Quando você é suficientemente humilde para concordar com a outra pessoa, especialmente quando ela está fora de controle, você está alcançando maturidade espiritual.

outra milha. Depois que você concordou com a outra pessoa, existe outro passo; você deve acrescentar uma benção aos seus insultos e críticas. “Eu, porém, vos digo que não resistais ao mal; mas, se qualquer te bater na face direita, oferece-lhe também a outra. E, ao que quiser pleitear contigo, e tirar-te a túnica, larga-lhe também a capa. E, se qualquer te obrigar a caminhar uma milha, vai com ele duas” (Mt. 5:39-41 ACF). Essa benção acrescentada aos insultos ou críticas também devem ser feito como um elogio a outra pessoa. “... não tornando mal por mal, ou injúria por injúria; antes, pelo contrário, bendizendo; sabendo que para isto fostes chamados, para que por herança alcanceis a bênção” (1Pe. 3:9).

Isso pode parecer impossível ou incrível demais para acreditar; entretanto, eu não sou a única mulher que andou por esse caminho com facilidade. Muitos de nossos maridos estavam vivendo com outras mulheres quando faziam comentários insultantes e nos criticavam, contudo nós lhes fazíamos um elogio gentil em retorno à sua crueldade. Esperançosamente, isso vai te encorajar a acreditar que você é capaz de fazer o que o Senhor está te pedindo para fazer, não importa como você possa se sentir.

Elimine o atrito constante. Existe atrito constante em seu lar? “Porque as obras da carne são manifestas... porfias, emulações, iras, pelejas, dissensões, invejas...” (Gl. 5:19-21). “Se alguém ensina outra doutrina e não concorda com as sãs palavras de nosso Senhor Jesus Cristo e com o ensino segundo a piedade, é enfatuado, nada entende, mas tem mania por questões e contendas de palavras, de que nascem inveja, provocação, difamações, suspeitas malignas, constantes atritos entre homens cuja mente é pervertida e privados da verdade...” (1Tm. 6:3-5).

Não contradizendo. “E repele as questões insensatas e absurdas, pois sabes que só engendram contendas. Ora, é necessário que o servo do Senhor não viva a contender, e sim deve ser brando para com todos, apto para instruir, paciente” (2 Tm. 2:23-24). “Exorta os servos a que se sujeitem a seus senhores, e em tudo agradem, não contradizendo” (Tt. 2:9).

Tardio para se irar. Você deve ter ouvido alguém dizer que, uma vez que Jesus ficou irado e virou as mesas no templo, nós também podemos nos irar. Mas as Escrituras dizem, “Portanto, todo o homem seja pronto para ouvir, tardio para falar, tardio para se irar. Porque a ira do homem não opera a justiça de Deus” (Tg. 1:19- 20).

Dois de vós concordarem. Se certifique de observar todas as áreas em que vocês concordam, e nunca focar na área de discórdia. “Também vos digo que, se dois de vós concordarem na terra acerca de qualquer coisa que pedirem, isso lhes será feito por meu Pai, que está nos céus” (Mt. 18:19).

Deus é muito específico sobre como nós temos que responder!

Você medita o que responder? Quando raiva ou fúria vem em nossa direção, Deus nos diz a reação que devemos ter para glorificá-Lo como cristãs: “A resposta branda desvia o furor, mas a palavra dura suscita a ira” (Pv. 15:1). “O coração do justo medita o que há de responder, mas a boca dos perversos transborda maldades” (Pv. 15:28).

Você responde antes de ouvir? Quantas vezes você acusou antes de ouvir o que a outra pessoa estava dizendo? “Responder antes de ouvir é estultícia e vergonha” (Pv. 18:13). “Pela longanimidade se persuade o príncipe, e a língua branda amolece os ossos” (Pv.25:15). (Ou “resposta branda” na versão KJV).

Esteja contente—NUNCA murmure, nunca reclame!

Sem murmurar ou contestar. Mesmo se não continuamos a brigar com a outra pessoa, podemos continuar a murmurar ou contestar no nosso interior e pelas costas da outra pessoa. “Sem lenha, o fogo se apaga; e, não havendo maldizente, cessa a contenda” (Pv. 26:20). “Fazei todas as coisas sem murmurações nem contendas” (Fl. 2:14 ACF).

Aprender a ser contente. “Digo isto, não por causa da pobreza, porque aprendi a viver contente em toda e qualquer situação” (Fl. 4:11). “...contentando-vos com o que tendes; porque Ele disse: Não te deixarei, nem te desampararei” (Hb. 13:5). (Minha avó Brown foi uma mulher que demonstrou esse fruto de contentamento. Não importava o que ela estava fazendo, esfregando o assoalho com suas mãos e joelhos, ou fazendo seus trabalhos manuais, ela estava feliz. Ela dizia que nunca pensava sobre onde ela deveria estar nem o que ela deveria estar fazendo.) “De fato, grande fonte de lucro é a piedade com o contentamento” (1Tm. 6:6).

Não deprimir o espírito. Provérbios também nos diz o que nossa modo de falar pode fazer ao espírito dos nossos marido. “A língua benigna é árvore de vida, mas a perversidade nela deprime o espírito” (Pv. 15:4). A definição de perversidade é “obstinação”.

Sua língua: pequena, porém mortífera!

Posta em chamas pelo inferno. “Assim também a língua é um pequeno membro, e gloria-se de grandes coisas. Vede quão grande bosque um pequeno fogo incendeia! A língua é fogo; é mundo de iniqüidade; a língua está situada entre os membros de nosso corpo, e contamina o corpo inteiro, e não só põe em chamas toda a carreira da existência humana, como também é posta ela mesma em chamas pelo inferno” (Tg. 3:5- 6).

Bênção e maldição. “A língua, porém, nenhum dos homens é capaz de domar; é mal incontido, carregado de veneno mortífero. Com ela, bendizemos ao Senhor e Pai; também, com ela, amaldiçoamos os homens, feitos à semelhança de Deus. De uma só boca procede bênção e maldição. Meus irmãos, não é conveniente que estas coisas sejam assim. Acaso, pode a fonte jorrar do mesmo lugar o que é doce e o que é amargoso?” (Tg. 3:8- 9). Mas graças a Deus que “Nada é impossível para Deus.” (Lucas 1:37).

Guardar minha boca com mordaça. Eis um pensamento sério: “Ainda a palavra me não chegou à língua, e tu, Senhor, já a conheces toda” (Sl. 139:4). “Disse comigo mesmo: guardarei os meus caminhos, para não pecar com a língua; porei mordaça à minha boca...” (Sl. 39:1).

O que Deus pensa de uma língua mentirosa?

Uma abominação para Ele. Nós não temos idéia de como nossas mentiras podem afetar nossos testemunhos como crentes. “A língua serena é árvore de vida, mas a perversa quebranta o espírito” (Pv. 15:4). “Seis coisas o Senhor odeia, e a sétima a sua alma abomina: olhos altivos, língua mentirosa . . .” (Pv. 6:16-17).

Seis coisas que o Senhor odeia. Vamos continuar a ler mais versículos em Provérbios que nos fala mais sobre a mentira. “Seis coisas o Senhor aborrece, e a sétima a sua alma abomina: olhos altivos, língua mentirosa, mãos que derramam sangue inocente...”(Pv. 6:16-18). Muitas de nós são a favor da vida; contudo, temos gastado tempo para ver o que esse versículo está nos dizendo? Deus não apenas odeia a mentira e acha que ela é uma abominação, mas Ele também compara um mentiroso com alguém favorável ao aborto! Portanto, “Senhor, livra-me dos lábios mentirosos, da língua enganadora” (Sl. 120:2).

O pai da mentira. Outra razão para que nunca queiramos mentir — o diabo é o pai da mentira! “Vós sois do diabo, que é vosso pai, e quereis satisfazer-lhe os desejos. Ele foi homicida desde o princípio e jamais se firmou na verdade, porque nele não há verdade. Quando ele profere mentira, fala do que lhe é próprio, porque é mentiroso e pai da mentira” (Jo. 8:44).

O que o abuso físico tem a ver com o que nós falamos?

Brada por açoites. Quantas vezes nós de fato provocamos nossos maridos, filhos ou amigos com nossas palavras cruéis ou observações sarcásticas? “... o insensato de lábios vem a arruinar-se” (Pv. 10:8). “Os lábios do insensato entram na contenda, e a sua boca brada por açoites” (Pv. 18:6).

Guarde sua boca. “O que guarda a boca conserva a sua alma, mas o que muito abre os lábios a si mesmo se arruína” (Pv. 13:3). Quando você se apressa a julgar, diminuir ou provocar seu marido, você pode estar indo para açoites. Ao contrário, se agrade de ficar em silêncio mais do que fazer sempre um comentário. “A resposta branda desvia o furor, mas a palavra dura suscita a ira” (Pv. 15:1).

Para resumir:

  1. Preste atenção no quanto você fala — com muitas palavras a transgressão é inevitável. Ao contrário, deixe sua comunicação ser “Sim, sim” ou “Não, nãoqualquer coisa mais que isso irá conduzir ao mal.
  2. Tome cuidado com o que você fala — pelas suas palavras você será justificada e pelas suas palavras você será condenada! Mulheres, sejam submissas aos seus próprios maridos, e então quando eles estão desobedientes à Palavra, eles podem ser transformados sem palavra por seu procedimento casto e
  3. Se é necessário cura, lembre-se que um coraçãoalegre é bom remédio, palavras agradáveis são favos de mel, doces para a alma e cura para os ossos, e doçura no falar aumenta o
  4. Não discuta concorde com seu adversário rapidamente!
  5. Pense antes de responder. Dê uma resposta gentil, pondere (pense um momento) como você deve responder, e não responda antes de ouvir, porque isso é estupidez e resulta em vergonha!
  6. Gaste tempo para aprender a estar contente. Contentamento é uma qualidade a ser Você precisa aprender a estar contente em quaisquer circunstâncias que você esteja passando.
  7. Caminhar no Espírito. Qualquer coisa que é fácil para nós fazermos na carne, é da carne. Qualquer coisa que é difícil fazer e requer contar com a força do Espírito Santo, é caminhar no Espírito. “Digo, porém: andai no Espírito e jamais satisfareis à concupiscência da carne . . . porque são opostos entre si; para que não façais o que, porventura, seja do vosso querer” (Gl. 5:16-17).Vamos primeiro esforçar-nos para parecermos sábias por manter silêncio.

Em seguida vamos nos certificar de que quando abrirmos nossas bocas 

será com sabedoria, em bondade e para edificação.

Que nossas palavras sejam doces e gentis.

Que cada uma de nós seja uma “coroa” para seus maridos, e 

 “preciosas” aos olhos de Deus.

Se você está pronta para se comprometer com DEUS em terminar o curso, em concordando e clicando aqui você então estará pronta para documentar esta próxima etapa ao longo de sua jornada de restauração no formulário "Meu diário". Não se apresse, sente-se, pegue seu café ou chá e derrame seu coração no seu Diário.

 Como “Semelhantemente, as mulheres mais velhas ...devem ensinar o que é bom. Devem instruir as mulheres mais jovens...” (Tito 2:3), você terá a oportunidade de falar com as mulheres mais jovens que ainda são solteiras como parte de seu ministério.