“E eles o venceram pelo sangue do Cordeiro e pela palavra do SEU testemunho; e não amaram as suas vidas até à morte.” Apocalipse 12:11

Nada é Impossível para Deus

Os próximos relatórios de louvor e testemunhos estão recheados de milagres de homens e mulheres que acreditaram na Palavra de Deus e acreditaram que “nada é impossível para Deus”! Aqueles que receberam o milagre da restauração dos seus casamentos têm várias coisas em comum. Todos “se deleitaram no Senhor” e Ele concedeu “os desejos do seu coração”. Todos eles “esperaram contra a esperança” quando a sua situação parecia sem esperança.

Todos eles lutaram o “bom combate” e “terminaram a carreira”. Todos eles estavam determinados “a não se deixarem vencer pelo mal”, mas em vez disso, a “vencerem o mal com o bem”. Todos estavam dispostos a “abençoar os seus inimigos” e a orar por aqueles que os “maltratavam”. Todos deram “a outra face” e “caminharam a segunda milha”. Todos compreenderam que foi Deus quem “afastou amigo e companheiro para longe” deles e que foi Deus quem os tornou “repugnantes” para os seus cônjuges. Todos eles compreenderam e acreditaram que NÃO é a vontade do homem (ou da mulher) que prevalece, mas sim “a vontade de Deus” que “inclina o coração” na direção que Ele escolher.

Todos se recusaram a lutar “na carne” e escolheram lutar “no espírito”. Nenhum deles estava preocupado em proteger a si mesmo, mas confiaram suas vidas “Àquele que julga retamente”. Toda a sua confiança estava “no Senhor” porque a sua confiança era “o Senhor”. Todos eles dispensaram os seus advogados (se isso fez parte dos seus testes) porque eles “preferiram ser injustiçados ou prejudicados”. Todos eles “não ficaram no caminho do ímpio” e “deixaram que o descrente se apartasse” já que eles “foram chamados para a paz”. Todos se recusaram a retribuir “o mal com o mal e o insulto com o insulto”. Todos amaram os seus cônjuges que estavam sendo infiéis porque eles sabiam que “o amor nunca falha”.

Esta é a mesma jornada em que o Senhor me levou a fazer em 1989. Naquele ano eu fiz uma promessa ao Senhor de que se Ele restaurasse o meu casamento com meu marido, eu devotaria a minha vida a falar sobre Ele com as pessoas e do Seu desejo e habilidade de restaurar QUALQUER casamento, não importando quais fossem as circunstâncias. O Senhor foi fiel e restaurou o meu casamento, de repente, dois anos após o divórcio. (Sim! APÓS o divórcio!) Agora eu fielmente, com a contínua ajuda, amor, apoio e orientação do Senhor, compartilho a BOA notícia de que nada— coisa alguma —é impossível para Deus!

É importante que você saiba que nosso ministério foi FUNDADO para ajudar a todas as pessoas que ouviram de seus pastores e de amigos Cristãos que NÃO HAVIA ESPERANÇA para a sua situação. Aqueles que vêm até nós em busca de esperança estão enfrentando a situação de ter um cônjuge mergulhado em profundo adultério, que saiu de casa (e que muitas vezes já está morando com a outra pessoa), e de terem um cônjuge já deu entrada no divórcio ou que já estão divorciados. 99% das pessoas que chegam aqui vêm sozinhas em busca de ajuda porque os seus cônjuges não estão interessados em salvar o casamento, mas estão tentando partir desesperadamente. Mais de 95% se declaram Cristãs e a maioria também é casada com pessoas Cristãs. Mais da metade estão realizando algum tipo de serviço Cristão e muitos dos homens que estão envolvidos com outras mulheres são pastores que abandonaram não só a esposa e os filhos, mas também as suas igrejas.

Se você, ou alguém que você conheça, está enfrentando a devastação do seu casamento, há esperança. Leia estes maravilhosos testemunhos que provam que Deus é MAIS do que capaz de restaurar QUALQUER casamento!

Restaurado 2 vezes!!

Minha esposa se mudou há cinco meses, em outubro, para uma separação temporária, mas que acabou se transformando em um pedido de divórcio, no qual ela deu entrada em fevereiro. Durante aquele período nós nos vimos muito porque temos dois filhos. Ela disse que eu era sempre bem-vindo para ver os nossos garotos.

Nas últimas seis semanas nós passamos tempo juntos, jantando tanto na nossa casa quanto no apartamento dela; nós assistimos TV, jogamos rummy, mas ela nunca mostrou nenhum sinal de que voltaria para casa ou sequer falou sobre isso.

Eu continuei permanecendo na Palavra de Deus, e nunca reagindo diante das circunstâncias da maneira que todo mundo estava tentando me convencer a fazer (ex: CONTRATE UM ADVOGADO, coloque o seu dinheiro em uma outra conta, etc.). Eu sempre demonstrei gentileza apesar do que eu via e sentia.

Ela esteve aqui sexta-feira à noite e antes de ir embora ela me deu um beijo, o que me deixou totalmente pasmo. Eu não soube notícias dela novamente até no domingo de Páscoa, no final da tarde, quando ela veio pegar os meninos. Ela disse que ligaria depois e ligou mesmo, me dizendo que havia algumas vespas no apartamento, e eu fui lá levar um spray para ver se eu poderia ajudar.

Nós acabamos jogando rummy e conversando sobre a casa, e durante a conversa ela me disse que tinha estado refletindo sobre algumas coisas ultimamente e falou, “Eu quero voltar para casa, eu quero fazer coisas em família novamente e trabalhar na casa, mas estou com medo.” Nós conversamos, nos abraçamos e nos beijamos e ela disse que precisava de uns dias.

E então, noite passada (passados 4 dias) ela disse que está voltando para o nosso lar! Nós agora estamos fazendo preparativos para que ela saia do apartamento e retorne para casa.

A nossa audiência final do divórcio estava marcada para o dia 16 de abril, daqui há duas semanas!! Ela disse que não preciso me preocupar em comparecer neste dia.

Tudo que eu posso dizer é que “nós servimos a um Deus poderoso”!! Eu sei que somente Ele poderia ter “inclinado o coração dela”!!

O pai dela me disse que ela havia comentado com ele, há apenas três semanas atrás, que ela estava “DECIDIDA” quanto ao divórcio porque isso era o que ela queria. Algumas semanas antes ela havia me dito a respeito do divórcio, “Isto é uma coisa que eu sinto que preciso fazer, e eu quero recomeçar a minha vida.” Houve muitas outras ocasiões em que ela me disse coisas similares que realmente me machucaram, mas eu continuei a confiar no Senhor sabendo que Ele sempre me faz triunfar! Deus é um Deus maravilhoso!!

O maior milagre de tudo isto é que o meu Parceiro de (Oração) Encorajamento teve a sua audiência final de divórcio em 5 de abril e me pediu para jejuar e orar com ele. Dois dias apenas após a minha esposa ter me dito que queria voltar para a casa, a esposa do meu Parceiro procurou o advogado e cancelou o divórcio!!

As duas esposas escolheram parar o divórcio e restaurar os seus casamentos na mesma semana!! Eu estava a dois dias do divórcio e o meu Parceiro a três!

Então, para aqueles de vocês que não estão vendo nenhuma mudança em suas circunstâncias, continuem a permanecer na Palavra de Deus e confiem Nele. Minha esposa me disse que ela já estava pensando em voltar para casa há algumas semanas, e ainda assim eu não via nenhuma diferença nela! Então não olhe para as circunstâncias! Confie no Senhor!! Ele é sempre fiel, e sempre pontual!

Orações SÃO respondidas!

Queridos Dan e Erin, Eu tenho seguido as suas orientações. Embora ainda existam facetas da minha vida a serem limpas, e para as quais eu precise pedir perdão, consegui dispensar o meu advogado, muito embora isso tenha se provado mais difícil do que eu pensei que seria.

Faz dez minutos que a minha esposa saiu com as crianças, porque é a semana dela de ficar com eles. A visita foi ótima! Eu disse a ela que eu errei em relação às coisas que eu disse e fiz no passado e pedi perdão a ela com toda a humildade que eu pude. Ela não só me perdoou, mas também me pediu perdão! Verdade! Deus é maravilhoso e as orações SÃO respondidas! Eu não esperava por isso de maneira nenhuma. Na verdade, eu estava alerta e pronto para o ladrão.

Mesmos sentindo falta da minha família, eu estou tão grato pela paz que surgiu e eu fiquei até ansioso para que ela fosse embora, caso o ladrão estivesse pensando em aparecer. Então, depois de um tempo, eu disse a ela que no passado eu não havia sido sábio e havia de fato sido um tolo. Com isso, inacreditavelmente, ela chegou perto de mim e me deu um abraço— um abraço verdadeiro que durou um minuto inteiro! Isto foi tão fantástico! Deus é fantástico!! Eu tive a oportunidade de ajudá-la com as bolsas e consertar uma coisinha no carro dela. Deus— obrigada!

Louvado seja Deus porque as minhas orações foram respondidas e de uma maneira melhor do que eu pensei que seria possível ou provável.

Deus abençoe vocês dois pelas oportunidades e pela paz que tem me sido permitido experimentar.

Louvando a Deus!

Eu queria apenas que vocês soubessem que eu aprecio a sua oração e o seu apoio. Há cerca de uma semana atrás eu solicitei uma oração para o meu filho porque o pai estava pedindo que ele fosse conhecer a OM. Isto era uma das coisas que ela estava pressionando para que ele fizesse. Meu filho não queria conhecê-la porque, como ele mesmo me disse, “Para quê? Não vai durar.” Que criança de fé! Claro, ele não disse isso ao pai, mas disse que preferia não ter que conhecê-la. Meu marido não insistiu mais no assunto desde aquele dia em que eu solicitei a oração. Eu continuo orando para que isto não aconteça.

Também tenho visto muitos pequenos sinais de que Deus está agindo neste casamento, mesmo que o meu marido já tenha dado entrada no divórcio, e estou orando para que isto também não aconteça. Eu não usei advogado ou contestei o divórcio. Na noite em que falei por telefone com o meu marido, e disse a ele que não faria nenhuma destas duas coisas, o muro de ódio veio abaixo imediatamente.

Mais uma vez obrigada e que Deus abençoe a todos vocês!

Meu marido está em casa!!

Depois de um caso complicado de 8 meses com a OM, meu marido foi embora no dia 10 de janeiro deste ano para morar com ela.

No meu desespero eu comecei a orar e a clamar a Deus. Eu não conseguia aceitar o estoque de respostas das outras pessoas dizendo que eu ficaria melhor sem ele, ou que Deus iria me curar e me dar uma outra pessoa. Eu sei que Deus nos sustém e nos cura porque Ele já fez isto por mim muitas vezes antes. Mas desta vez eu queria ver a Mão de Deus. Eu queria um milagre. Estava marcado para eu ir me encontrar com o advogado que eu contratei para assinar os papéis da separação legal na segunda- feira, mas no sábado de manhã o Santo Espírito falou comigo e me disse para não tomar nenhuma atitude. Ele me disse que eu estava sofrendo muito, e que aquele ato por si só seria doloroso, e a reação legal do meu marido me causaria ainda mais dor. Ele também começou a me direcionar a deixar o meu marido em paz, a não ligar para ele, para usar um outro caminho na volta para casa do meu trabalho, para evitar passar na frente da empresa dele, a não pedir nada a ele, etc, e apenas orar e entregar a situação a Deus.

Eu vi um testemunho em um site de uma revista Cristã sobre uma mulher que teve o casamento restaurado depois de um divórcio horroroso e de uma devastação financeira. Eu entrei em contato com esta mulher e nós começamos a nos corresponder através de emails. As suas palavras de encorajamento trouxeram esperança e vida ao meu espírito ferido. Ela me deu a referência de um outro site sobre restauração de casamento, que também me abençoou e me encorajou. Eu fiquei tão animada de saber que outras pessoas estavam permanecendo e acreditando em Deus para a restauração de seus casamentos!

Um dia eu digitei Ministérios de Restauração erroneamente e encontrei este site. Comprei o livro Restaurar Seu Casamento e o manual para as mulheres e comprei também a série de fitas cassete “Seja Encorajada”; eu ouvia no trabalho todos os dias. Eu também comprei e fui abençoada pelo vídeo “Rainha Ester”.

Deus me confirmou através de Erin o direcionamento que Ele estava me dando para esta situação. Ele me ensinou também muitos outros princípios e me deu sabedoria através do seu ministério. Eu fui tão tocada pelas respostas que Erin recebeu através de suas orações radicais. Eu vinha para casa todos os dias e lia os testemunhos e relatórios de louvor e outros materiais que eu recebia. Eu fazia o meu diário e permanecia na Palavra— especialmente nos Salmos e Provérbios como fui instruída. Aquilo era tão bom e eu comecei a ser curada e a encontrar paz, embora eu ainda tivesse as minhas dificuldades e obstáculos.

Eu fiz uma oração radical pedindo a Deus que todas as vezes em que a OM viesse contra mim com o seu espírito forte de influência (pressionando meu marido para se separar legalmente, tentando me tirar da nossa empresa e do nosso lar), e todas as vezes em que o espírito do inimigo falasse através dela que meu marido enxergasse isso, e que isso o irritasse e que assim ele se tornasse o meu protetor. Eu orei para que o próprio pé dela ficasse preso na rede que ela preparara para mim. Depois daquela oração, e de outras, meu marido e a OM começaram a brigar toda semana. Durante aquelas batalhas ele vinha para casa em busca de refúgio.

Nesta segunda-feira ele veio com os seus pertences pessoais na caminhonete. E desde então ele está em casa! Ele me ligou duas vezes no meu trabalho hoje. Há meses ele não me ligava lá. Ele pediu desculpas e me disse que não sabe como eu pude ser tão agradável e amá-lo enquanto tudo isso estava acontecendo. Ele me disse que não quer que o nosso casamento fracasse. Meu marido disse que eu não acreditaria nas lições que ele aprendeu. Ele ainda precisa de muita oração (eu também) e de libertação das coisas em que ele se envolveu durante a sua rebelião.

Estou escrevendo para dizer que Erin passou por todas aquelas coisas e foi na nossa frente para dar testemunho e por um propósito Divino. A sua sabedoria e os princípios que ela aprendeu são poderosos. Por favor, peça a Deus que te dê um espírito ensinável e siga as instruções daqueles que Ele ungiu para nos ensinar nas diferentes áreas de nossas vidas— você será tremendamente ajudada e abençoada. Por favor, seja encorajada. Deus ESTÁ lutando esta batalha para você!

Louvando a Deus com uma Alegria Indescritível!

Meus olhos estão inchados de chorar, não de tristeza, mas de uma alegria indescritível! Meu coração está tão cheio agora que é difícil expressar o quão maravilhoso é o Senhor, e como estou grata por este ministério e pelas bênçãos de se obedecer a estes princípios radicais que me foram apresentados.

Deus usou a minha obediência em não contratar um advogado e em não dar ouvidos à minha mãe, ao meu pai e mesmo ao meu pastor, porque todos tentarem fortemente me avisar que eu não precisava simplesmente “aceitar” tudo que vinha no processo. Eles queriam que eu contratasse um advogado agressivo que realmente fizesse meu marido sentir as terríveis consequências da sua conduta atual. Pela maravilhosa e incrível graça de Deus, e tenho certeza, que pelas orações da minha eParceira e do escritório do RMI em resposta ao meu pedido de socorro, hoje eu obedeci estes princípios e confiei em Deus.

Deus não somente trouxe bênçãos financeiras na audiência (a qual o meu marido me pediu firmemente que eu comparecesse), mas Ele usou também me usou como uma testemunha para a representante do tribunal, que disse nunca ter visto pessoas “tão cooperativas e agradáveis” em todos os seus anos de participação em alguns dos 19.000 divórcios realizados em nossa jurisdição. (Que Deus nos ajude!)

Mas o mais importante para mim foi que, depois de mais seis meses de separação e anos do meu comportamento contencioso, eu finalmente vi o muro de ódio do meu marido vir abaixo bem diante dos meus olhos!! Quando falamos sobre dinheiro ou custódia ao longo daquelas duas horas, Deus fechou a minha boca e eu só a abria quando tinha alguma coisa fabulosa para dizer a respeito do meu marido: sua integridade, sua enorme capacidade de adquirir lucros, seu cuidado com as crianças, e a sua maneira responsável de prover as nossas necessidades e administrar o nosso dinheiro! Embora eu tenha me arrependido mais cedo nesta “Aventura Espiritual”, meu marido não estava aberto para ouvir nada do que eu queria confessar (E eu tenho certeza de que o motivo disto foi porque ele tinha ouvido palavras “religiosas” da minha boca arrogante e cheia de autojustiça muitas vezes antes.). Deus continuou a me transformar, então eu continuei esperando.

Hoje Deus me deu a chance de admitir ao meu marido (e ao escrivão): meu problema em lidar com o dinheiro, minha desorganização, minha irresponsabilidade, e os problemas passados que ao fazer uso de remédios controlados para lidar com a minha dor crônica (eu os usei de forma legítima, mas agora, louvado seja Deus, estou livre deles!).

No fim da “entrevista”, quando eu admiti minha “instabilidade”, meu marido na verdade me contradisse e me elogiou na frente do escrivão. Ele disse que eu realmente conseguia fazer grandes coisas quando eu me esforçava! E disse também que eu era sensível e cuidadosa com as crianças, e muito compreensiva em relação às exigências do seus horários de trabalho! Isto é o que eu chamo de APAGAR as lembranças! Eu passei os últimos 10 anos reclamando CONSTANTEMENTE do trabalho dele! E eu nem mesmo pedi a Deus por essa benção! Glórias a Ele! Ele sabia que eu precisava!

Antes, quando nós nos víamos ele era indiferente ou abrupto, nunca me olhava ou falava mais do que o absolutamente necessário; hoje ele desceu no elevador comigo (eu estou incapacitada), em vez de ir pelas escadas. Depois ele saiu comigo do edifício, contou um pouquinho sobre como seria o seu dia, e então (Aleluia!), ele concordou em jantar conosco amanhã à noite! Eu me ouvi dizendo: “Se estiver muito difícil sair do trabalho, não se preocupe. Eu não vou contar para as crianças, no caso de você não poder ir.” (Hein!? Eu sei de onde AQUILO veio e não foi de mim!)

Ele disse, com convicção, “Eu vou estar lá!” E depois ele falou, “Te vejo amanhã”, quando correu para o carro. Se vocês tivessem a menor noção de como é o trabalho dele, vocês estariam pulando de alegria por nosso Deus ter inclinado o seu coração o suficiente para até mesmo DIZER uma coisa dessas!

Eu acesso o site para ler relatórios de louvor quando me sinto desencorajada. Apenas erguer a minha voz em louvor pelo que Deus tem feito pelas outras pessoas tem iluminado o meu semblante e feito com que “montanhas movidas pela fé” se ergam dentro de mim. Então, por favor, por favor, querida leitora, tire um tempo neste minuto para usar a sua voz em agradecimento e louvor ao nosso magnífico Deus vivo que pode usar até mesmo uma audiência para o Seu bem! E “tenha coragem” porque Deus está trabalhando a seu favor neste exato momento, enquanto você O obedece!

Dando Glória a Deus!

Eu quero apenas dar a Deus o louvor, a glória e a honra por ser um Pai amoroso. Depois da minha separação recebi os papéis do divórcio há 2 dias atrás. A carne se levantou e eu quis me vingar quando li que ele ia ficar com tudo, inclusive com as crianças. Eu cometi o erro de ligar para o meu esposo, e como ele foi frio comigo, eu percebi que o muro de ódio ainda estava erguido.

Eu clamei a Deus, mas parecia que o inimigo estava assumindo o controle. Eu enviei um pedido de ajuda e imediatamente recebi o Salmo 20 para ler, e em meio às minhas lágrimas eu o li em voz alta várias vezes e uma paz veio sobre mim. Passei os próximos 2 dias repetindo que Deus nunca me deixaria e nem me abandonaria e que nada pode acontecer comigo sem a Sua permissão. Eu continuei dizendo Escrituras para evitar que a minha mente se tornasse carnal.

Na noite passada eu falei com meu marido e expliquei por que eu não contrataria um advogado e ele foi compassivo e disse que quer fazer o divórcio sem advogado; ele até me falou de alguns medos que ele tem!!!!

Na verdade nós conversamos por mais de 30 minutos e não havia nenhuma hostilidade ou ódio da parte dele, ele até riu. Eu agradeço a Deus por tocar o coração dele e o meu também. Faz quase um ano que nós não nos falamos por mais de 5 minutos por telefone. Deus usou esse tempo para permitir que ele visse uma mudança em mim.

Pode parecer que isto não é nada mas, acredite em mim, este foi um grande passo e eu sei que foi Deus respondendo às orações daquelas pessoas que pararam e oraram por mim.

Eu sempre darei a Deus a glória pela restauração do meu casamento.

Deus é Bom!

Deus é tão bom! Depois que o meu marido ter dado entrada no divórcio em 2001 eu voltei para minha cidade, que ficava há quatro horas do lugar onde morávamos. Eu fiquei com medo do resultado disso, e tive medo de descobrir realmente que ele estava envolvido em um caso.

Nós estávamos separados há poucos dias antes do meu marido começar a ligar e perguntar por que eu havia ido embora — eu pensei que ele nunca nem iria se importar em me ver de novo a julgar pela maneira como ele estava me tratando. Depois de três semanas de separação, eu descobri o RMI e comecei a mudar os meus caminhos para agradar a Deus. Eu dispensei o meu advogado no mesmo dia em que encontrei o site do Ministério e comecei a procurar um outro emprego que me aproximaria mais das crianças, para que pudéssemos trabalhar na reconstrução da nossa família e do nosso casamento.

Eu orei como nunca havia orado antes e dentro de poucas semanas eu recebi uma oferta de emprego em uma cidade que fica a uma hora de distância do meu marido! Faz dois meses que estamos separados, tempo suficiente para que eu compreendesse qual é o meu propósito— agradar a Deus!

Meu marido e eu continuamos mantendo contato, eu não mais discuto ou discordo dele, e ele sente vontade de estar comigo. Eu não sei em que pé está o processo de divórcio a esta altura porque eu disse a ele que concordo com quaisquer termos que ele queira. Ele está ansioso para que nos mudemos logo, mesmo não dizendo, eu percebo pela sua voz!

Deus está trabalhando em minha vida, e eu sou tão grata pelo Seu amor e misericórdia!!!!!!

Minha Esperança está Nele

Eu louvo ao Senhor pela SUA fidelidade... misericórdia... graça! ELE está me revelando a verdade de minuto a minuto... e eu estou MARAVILHADA com a SUA presença. Eu descobri este ministério através de uma amiga... E depois de muitas orações e confirmações... eu estou dispensando o meu advogado DOIS DIAS ANTES DO NOSSO CASO IR A JULGAMENTO. Eu tenho clamado ao Senhor... e Ele tem me mostrado ‘coisas insondáveis que eu não conhecia’ e através deste ministério... e da explicação da Palavra... que é a VERDADE ABSOLUTA... eu estou DANDO UM PASSO DE FÉ... e confiando os resultados a ELE.

Eu estou permanecendo pelo meu casamento desde que meu marido anunciou a sua intenção de partir em julho de 2000. Em 19 de julho de 2000... DEUS escreveu uma promessa em meu coração... de restauração... de recomprometimento... e de reconciliação com o meu marido de 10 anos e meio. Deus me pediu para esperar... para confiar... e para OBEDECER. Hoje... eu tenho uma compreensão melhor do que é obediência! Glória a Deus!!!

Eu estou descansando nas promessas do meu Pai Celestial! Ele é o meu ÚNICO! Glórias antecipadas a ELE pela oração respondida! Estou contando com as promessas de Deus... de ‘me sustentar com a SUA mão direita!’ Eu estou apavorada... mas Deus tem esquadrinhado o meu espírito... e conhece o desejo do meu coração... e ELE tem me dado um amor pelo meu marido que somente ELE pode dar. Eu não tenho em mim mesma o que é preciso.

Eu permaneço... na promessa da SUA Palavra... que é a SUA verdade... que vem do SEU poder...

Eu me apego à maravilhosa graça de Deus... Eu espero no SENHOR... Minha alma espera... e em SUA Palavra eu coloco a minha ESPERANÇA. Salmos 130: 5

Seguindo com Deus

Faz dois meses que o meu marido deu entrada no divórcio, e um mês que estamos separados. Após ser notificada sobre o divórcio eu decidi me mudar com as crianças para a minha cidade natal, que fica a 530 km de onde meu marido mora. Quando me mudei eu orei porque não tinha certeza se que o que eu estava fazendo era certo ou errado, ou bom ou mal para o nosso casamento. Mas eu consegui um emprego e senti que era Deus quem estava me guiando, então eu aceitei e fui.

Após alguns dias de separação, meu marido começou a ligar e me dar sinais de que ele não estava bem com a separação. Entretanto, naquela altura, eu ainda estava machucada e me recuperando de toda a dor e sofrimento que eu havia enfrentado e realmente não demonstrei muita preocupação.

Quando eu comecei a analisar a minha vida em termos de casamento, eu fui atraída por um fórum na internet onde havia uma referência sobre este site. Aquilo foi uma INTERVENÇÃO DIVINA!

Eu comprei o livro Como Deus Pode e Vai Restaurar Seu Casamento e dispensei o meu advogado no mesmo dia em que encontrei o site. Eu tenho uma esperança restaurada para o meu casamento que eu NUNCA pensei que teria. Embora eu nunca tenha realmente gostado de viver na cidade natal do meu marido, depois de ler o livro e os testemunhos, eu sabia que se eu estivesse levando a restauração do meu casamento e da minha família a sério eu teria que ficar perto fisicamente do meu marido.

Eu estava fervorosa em relação ao Senhor neste ponto, e comecei a enviar o meu currículo para todas as firmas de contabilidade na área onde meu marido morava. Dentro de uma semana, eu recebi três convites para entrevistas de empregos que me colocariam a 80 km do meu marido, e um que me colocaria na mesma cidade que ele!

Deus é tão bom! Eu tenho orado e o meu marido tem me ligado, quase que me estendendo a mão. Ele ainda está seguindo com o processo de divórcio, mas eu não tenho interesse em pressioná-lo para pagar pensão para as crianças. Como Erin ensinou, eu disse a ele que confio que ele irá prover para os nossos filhos.

Eu não sei como as coisas vão ficar, mas a caminhada com Cristo e a minha fé em Deus têm crescido tremendamente nas últimas semanas. Eu oro para que a minha mudança não somente traga as crianças para mais perto do pai, mas que ela também sirva para me aproximar do meu marido, emocional, física e espiritualmente.

Relatório de Louvor do Missouri

Eu gostaria de agradecer a Deus pelas pequenas vitórias. Após uma separação de 8 meses, e com muito pouco contato, eu recebi uma carta do meu marido, com quem estou casada há 28 anos, me dizendo que era hora de colocarmos um fim em nosso casamento e seguirmos com as nossas vidas. Ele queria que eu procurasse um advogado que nós dois pudéssemos usar. Nós marcamos um encontro em um lugar público para discutir o assunto.

Antes de ir eu orei e escrevi o que eu ia dizer. E aconteceu que naquele dia alguém perguntou, na coluna diária P&R, o que fazer quando o esposo pede o divórcio. A resposta foi, “Eu te amo e não quero este divórcio, mas eu posso compreender por que você deseja isso.” Eu comecei e concluí a minha fala com esta frase. Eu orei para ter um espírito manso e quieto. O encontro correu bem. Meu marido disse que ele mesmo encontraria um advogado. Quando caminhávamos em direção ao carro ele disse, “Bem, me dê um abraço.” Foi mais uma tentativa de abraço, mas ainda assim um abraço. E ele me disse, “Se cuida, querida.” Era assim que ele costumava me chamar!!!!!

Eu sei que parece muito pouco, mas como não existia contato nenhum entre nós, eu louvo a Deus por estas coisas. Isto tudo aconteceu em um momento em que eu já estava para desistir de ter qualquer esperança, já havia até parado de fazer as orações e ler os livros.

Agora eu estou orando para que ele fique tão ocupado que não encontre um advogado. Estou ansiosa pela minha restauração!! Obrigada, Dan e Erin, pelo seu testemunho, e acima de tudo, obrigada Deus por não desistir de mim quando eu já havia desistido de Ti.

Relatório de Louvor do Iowa

Ontem eu fui lembrada de que na terça-feira eu deveria comparecer a uma reunião de pré-audiência do meu divórcio iminente. Eu deixei ir o meu advogado há 2 semanas atrás e decidi caminhar pela fé. Foi então que eu encontrei 3, isto mesmo, 3 homens de fé que permaneceram por mim e pelo meu casamento, durante aquelas 2 semanas!!!!

E também, durante aquele período, Deus guiou um outro homem até a minha porta e eu pude compartilhar a minha fé em Deus e o milagre que Ele fará no meu casamento (Por favor, saiba que mesmo enquanto eu escrevo isto meu casamento parece sem esperanças para qualquer um que olhar para ele. Mas eu escolho a fé, a esperança e a confiança em vez daquilo que os meus olhos estão vendo). Enfim, este homem foi guiado a entregar a sua vida para Cristo na igreja no último domingo (Que benção!).

Enquanto eu me preparava para o meu encontro na corte aqueles homens oraram por mim, eu tinha um pequeno grupo de estudo orando e as pessoas do seu escritório também oraram. Eu não sabia o que estava para acontecer, eu sabia apenas que eu precisava confiar em Deus e na esperança que Ele havia colocado em meu coração. E o que aconteceu foi que minha esposa se esqueceu da reunião. A advogada dela queria saber se de qualquer forma eu gostaria de tentar fazer um “acordo de divórcio”. Eu disse que podia esperar e preferia não levar isto adiante assim rapidamente. Ela disse que poderia remarcar aquele encontro, mas que levaria um tempo de 2 a 4 semanas. Eu disse que tudo bem. Através da oração de muitas pessoas, Deus deu ao meu casamento e à minha família o tempo extra que será necessário para que Ele cure as feridas em nosso relacionamento. Obrigada a vocês do escritório por orarem por mim e por trazer o Senhor para perto de maneira tão pessoal durante esta tribulação.

Relatório de Louvor da Califórnia

Eu ouvi as suas palavras vindas do Senhor e obedeci (parei com a ação legal)!! O Senhor me mostrou que Ele está no controle e que irá abençoar a minha obediência!

Ainda assim eu nunca teria acreditado se não tivesse visto com os meus próprios olhos! Meu marido disse que ele não queria saber de nada que dissesse respeito a um Deus pessoal e amoroso. Mas desde que eu dispensei o advogado ele começou a buscar a Deus! Glórias ao Senhor!!!! Ele cumpre TODAS as Suas promessas que nos faz quando acreditamos e obedecemos sem medo! Agora eu espero pela Sua salvação.

Obrigada pelas suas sábias palavras para mim durante este tempo de crise em minha vida. Eu pensei que eu havia feito a coisa errada ao assinar os papéis de divórcio quando meu marido me pediu que fizesse isso. Eu verdadeiramente fiz em obediência a ele e ao MEU Senhor. Logo depois o Senhor me deu uma Palavra em Jeremias 31:22, “Quanto tempo ainda vão ficar para lá e para cá, nessa indecisão? Quanto tempo vão levar para se decidir? O Eterno vai criar uma coisa nova nesta terra: Israel abraçará o Deus que a transforma.” (MSG). Foi por isso que Deus respondeu às minhas orações— agora o meu marido está buscando o Senhor!! E se eu estivesse com medo demais para confiar Nele?

Relatório de Louvor na Flórida

Eu me tornei membro do seu ministério de oração há mais ou menos um mês atrás. Bem, glória a Deus— eu comprei um livro.

Eu havia dado entrada no divórcio, mas quando conheci o seu site eu disse à advogada para não entregar os papéis ao meu marido, contudo eu fiquei adiando a dispensa dela. E então o Senhor me disse para obedecer. Havia muitas pessoas orando para que Deus restaurasse o nosso casamento e nos ajudasse com as finanças (estamos muito apertados). Havia pessoas orando especificamente para que a advogada devolvesse pelo menos um pouco do dinheiro que eu havia pegado emprestado com uma vizinha muito generosa.

Vocês acreditam que eu falei com a advogada ontem para dispensá-la, e glória a Deus, embora nós não tenhamos discutido e o meu contrato deixasse claro que NEM

UM CENTAVO dos $3,000 dólares que paguei seriam reembolsados, no final ela ficou mais do que FELIZ em me devolver $1,800!!!

Louvado seja Deus! ELE PODE FAZER QUALQUER COISA!!!

Eu estou tão maravilhada com o Seu trabalho diário em nosso casamento. Um outro milagre— meu marido fez um pedido do livro para homens do seu ministério! Eu me sinto tão indigna da glória e da bondade que o Senhor me concede. Oro para que eu possa glorificá-Lo completamente e sempre. Ele é um realizador de milagres!! Ele removerá a dúvida, apenas peça, simplesmente peça. Eu amo o Senhor Jesus.

Que Ele abençoe este website para que ele possa crescer e florescer ao redor do mundo. Eu participei de muitos aconselhamentos Cristãos, mas o RMI é sem sombra de dúvidas o mais Bíblico que eu já vi! Sim, Ele irá restaurar.

Meu amor em Cristo a todos vocês!!

Outro Relatório de Louvor da Califórnia

Glória a Deus! Quando dispensei o meu advogado, meu marido dispensou o dele!!! Mesmo com os papéis assinados nas mãos, meu marido disse à juíza que não estávamos prontos e que os papéis não estavam em ordem.

Eu estou sem trabalhar devido à uma grave cirurgia que fiz nas costas e Deus fielmente tem provido para mim— através do meu marido que tem sido muito bondoso e generoso.

Ele me disse que não se sente mais ofendido pelos Cristãos e que tem visto mudanças em mim! Ele me fala que não consegue nem se imaginar começando de novo com outra pessoa, e embora não tenha feito nenhuma promessa, ele está retardando os procedimentos do divórcio! Eu ainda estou aprendendo a como trabalhar com o meu Salvador, mas eu sei que Ele é fiel para completar a obra que Ele começou em mim (e no meu casamento) enquanto eu estiver olhando para Ele. “Os que olham para ele estão radiantes de alegria; seus rostos jamais mostrarão decepção.” Salmos 34:5. Obrigada pelo seu ministério e que Deus os abençoe pela sua caminhada fiel com Ele.

Meu Marido Não Deu Entrada no Divórcio!

“Amanhã, na hora do almoço, eu vou procurar um advogado para dar entrada no divórcio.” Foi isso que meu marido me disse. Mas glória a Deus; ele NUNCA fez isso porque eu clamei ao Senhor em meu espírito pedindo ajuda.

Logo que nós chegamos à igreja, eu fui ao banheiro e imediatamente Deus enviou uma senhora que me viu chorando. Ela me confortou com os princípios que ela aprendeu no livro Como Deus Pode e Vai Restaurar Seu Casamento e nós oramos juntas. Naquela mesma noite meu marido caiu seriamente doente.

Quando estava saindo para trabalhar no dia seguinte ele disse, “Eu não vou me encontrar com o advogado como eu havia dito.” Deus inclinou o seu coração!

Casamentos de Amigas Restaurados!!

Duas mulheres se conheceram em uma igreja por um desígnio Divino uma manhã. Ao se falarem brevemente, as duas descobriram que seus casamentos estavam com sérios problemas. Elas trocaram telefones e assim o Senhor respondeu às orações que haviam feito pedindo “alguém que as ajudassem”. Elas queriam os seus casamentos, mas os maridos estavam tentando abandonar o compromisso. Todas duas haviam sido salvas recentemente e seus maridos não queriam saber de igreja.

Estas mulheres começaram a frequentar juntas um grupo que se reunia no lar às quartas-feiras. Uma noite um casal, cujo casamento havia sido restaurado através do RMI, visitou este grupo. Estas duas mulheres compartilharam sobre as suas orações para encontrar ajuda conjugal. Um dos maridos ainda estava em casa, mas dormia em outro quarto e fazia quatro meses que não falava com a esposa. Quando a outra mulher começou a compartilhar seu pedido de oração ela começou a chorar. Seu marido iria à corte em menos de 2 semanas; ele estava se divorciando dela.

O casal restaurado apenas olhou um para o outro e apertaram a mão um do outro. Eles sabiam por que o Senhor havia “providencialmente” os guiado até o outro lado da cidade para participarem daquele encontro aquela noite. Quando começaram as orações o casal restaurado se aproximou da mulher cujo marido estava se divorciando dela e perguntou se poderiam orar por ela. Eles contaram a ela que tinham um casamento restaurado, que obviamente o Senhor os havia enviado ali e que Ele iria mudar totalmente aquela situação. E eles encerraram dizendo, “Deus não permitirá que este divórcio aconteça.” Enquanto eles falavam as lágrimas rolavam do rosto dela e caíam pelo chão. Depois de orarem, os três se aproximaram da outra mulher para orar por ela.

Após a oração daquela noite todos quatro se sentaram no sofá e o casal compartilhou o seu testemunho inteiro de como Deus havia restaurado o casamento deles. O grupo inteiro ouviu. E em seguida o marido pediu licença e foi até o carro deles. Ele retornou com dois livros e deu a cada uma delas uma cópia do livro Restaurar Seu Casamento.

Mais de um mês se passou até que este casal acabou se encontrando com o líder daquele grupo e perguntou sobre as duas jovens senhoras. Ele disse muito calmamente que elas estavam bem e que agora as duas estavam frequentando a igreja com seus maridos! Após se recuperar do choque o casal perguntou sobre os detalhes daquele acontecimento.

Parece que o marido daquela mulher que não falava com ela há quatro meses, inesperadamente aceitou um convite para ir a um jantar comunitário do grupo que ela participava quando o líder ligou e ele atendeu ao telefone. Mas quando ela ligou pedindo informações descobriu que este jantar não seria naquela noite! O líder do grupo disse a ela que o seu marido havia entendido errado, que não seria naquela noite, mas sim na semana seguinte! O coração dela desfaleceu. Então ele disse a ela “para virem de qualquer maneira”. O casal foi e passou a noite apenas visitando o líder do grupo e a sua família. Após o jantar ele perguntou ao marido dela se ele gostaria de dar uma pequena caminhada enquanto as senhoras arrumavam a cozinha. Enquanto caminhavam, ele disse ao marido dela, “Filho, os problemas que você e sua esposa estão enfrentando, acontecem com todo mundo. Vocês só precisam resolver estes problemas.” Isto era exatamente o que o marido precisava ouvir. Naquela noite as coisas mudaram completamente para aquela mulher e para o seu marido.

Com a outra senhora e o marido a situação foi ainda mais miraculosa! Duas semanas após ela ter conhecido o casal restaurado, ela compareceu à corte para a audiência de divórcio. Ela havia dispensado o advogado, como o casal havia instruído que ela deveria fazer, mas por a audiência estar tão próxima ela foi obrigada a comparecer ou estaria desobedecendo o tribunal. Aquela jovem senhora se sentou orando nervosamente enquanto esperava para que o seu caso fosse chamado. Ela se lembrou da noite em que o casal restaurado orou por ela e do que eles haviam dito: “Deus não permitirá que este divórcio aconteça.” Mas lá estava ela prestes a ser chamada. Finalmente, quando ouviu chamarem o seu nome ela pulou da cadeira. Ela tremia ao entrar na sala do juiz e se sentar. O advogado do marido estava lá a encarando. A cabeça dela parecia que estava rodando enquanto o juiz e o advogado falavam. E então ela ouviu, “Divórcio concedido!!” Foi como uma faca sendo enfiada no peito. Mas então, quando o juiz se inclinou para assinar o seu nome nos documentos, ele parou. Ele disse que o seu nome não constava naqueles documentos e que por isso ele NÃO PODERIA CONCEDER O DIVÓRCIO!

Ela achou que estava sonhando. Ele disse o que ela pensou que ele disse? Todos os três se levantaram e saíram. O marido dela e o advogado ficaram conversando um com o outro, enquanto ela se encostou na parede ainda em choque pelo que havia acabado de acontecer. O juiz disse ao marido dela que ele teria que começar todo o processo novamente. Extremamente chateado, o marido correu, a puxou pela mão e saiu pisando duro.

Duas noites depois o marido dela foi salvo!

Nada é impossível com Deus. Isto significa COISA ALGUMA! Então, se a sua situação parece sem esperança, o Senhor tem um plano. Ele nunca se atrasa. Se o seu divórcio ainda está em processo, não se desespere, confie Nele e acredite Nele. Se nós confiarmos Nele, pararmos de lutar e em vez disso esperarmos por Ele, e esperarmos contra a esperança, então todas as coisas trabalharão juntas para o nosso bem se nós O amamos e somos chamados de acordo com o Seu propósito, e não o nosso!

Restauração na Nova Zelândia

Este homem chegou até o nosso website em busca de ajuda. Após adquirir o livro para homens, ele escreveu para a nossa Coluna de P&R:

“Minha esposa me deixou. Como eu faço para ver meus filhos? Eu concordo com os seus livros sobre casamento. A lei na NZ diz que se eu não contestar a ordem de custódia não poderei ver meus filhos até que eles completem 16 anos. Minha esposa alegou abuso das crianças da minha parte. Eu não deveria lutar para ver os nossos 7 filhos (a idade deles varia entre 1 e 13 anos)? Se eu não for à corte, e ela comparecer, não haverá nenhuma obrigação legal da parte dela em permitir que eu nem ao menos veja os meus filhos outra vez.

Este homem já não via os filhos há mais de SEIS MESES!!

Nós o aconselhamos a confiar no Senhor, a DISPENSAR o seu advogado e a não se DEFENDER contra as alegações. A magnitude das suas decisões e sua confiança suprema no Senhor trouxe uma benção MARAVILHOSA. Ei-la aqui:

Assim que concordou que a confiança no Senhor era o ÚNICO CAMINHO, ele experimentou uma paz tremenda e passou a conseguir trabalhar melhor na sua fazenda. Ele nos ligou e fez o pedido de um grande pacote de materiais para distribuir para todos os homens que ele conhecia e que também precisavam de ajuda.

Poucas semanas depois, ele escreveu contando sobre tudo que o Senhor estava fazendo em sua vida. Me senti inspirada a dizer a ele que concordasse com meu marido e comigo em oração para que “a sua esposa precisasse da ajuda dele e ligasse.” As leis em vigor diziam que ela poderia contatá-lo, mas que ele seria preso se entrasse em contato com ela! Nós concordamos e oramos. Três dias mais tarde, recebemos este relatório de louvor:

“Ontem à noite, às 7:15, recebi uma ligação da minha esposa. Foi o primeiro contato com ela em mais de seis meses!!! Eu não pude acreditar!! Ela ligou para MIM! Você disse que orariam para que ela precisasse de alguma coisa. Como ela estava sem dinheiro nenhum, não iria dar nada de Natal para as crianças. Mas ela (Deus) decidiu me ligar somente UMA vez e me pedir para enviar um pouco de dinheiro para os nossos filhos. Ela depois conversou comigo por 7 horas e meia. Sim, até 2:45 da manhã!!! Eu fiquei em estado de choque com aquela ligação, mas graças aos seus livros e aos outros materiais, eu devo ter feito alguma coisa certa para que a conversa durasse tanto tempo.

Eu não disse “Eu te amo” até o fim da conversa. Se ela tivesse dito eu então teria falado também. E também não perguntei nem se eu poderia ver as crianças ou a ela ou qualquer coisa assim para não pressioná-la a ter que fazer nada por dinheiro. Ela me deu o seu endereço para que eu pudesse enviar o dinheiro (eu concordei, mas ela não disse o valor— deixou que eu decidisse).

Ela me contou a maior parte de tudo que tinha acontecido com ela e com as crianças nos últimos 6 meses. Mais ou menos à 1 hora da manhã ela disse que não pretendia que a conversa se estendesse tanto, mas continuou falando por muito mais tempo. Eu tentava ouvir o que ela estava dizendo e concordar com tudo que podia. Tivemos uma ótima conversa sobre a Palavra de Deus e as Suas boas obras.

Não houve menção de uma outra ligação ou algo assim. Eu nem mesmo dei pistas de que estava querendo vê-la ou falar com ela de novo. Enquanto conversávamos eu não tinha certeza se já deveria pedir perdão a ela ou se era a hora certa para fazer isso. Não consegui me lembrar se você disse que eu deveria fazer isso assim que fosse possível ou não. Por não ter certeza eu não disse nada. ???

A conversa dela a respeito da sua caminhada me pareceu muito boa. Ela falou muito sobre rebelião e como isso era ruim e esse tipo de coisa. Como o que ela estava dizendo podia se alinhar tanto com a Palavra do Senhor e ainda assim na área do casamento ela não conseguir enxergar (AINDA?????)

Ela também pareceu ter aceitado que o nosso casamento acabou e que seria como foi com os pais dela (eles se separaram quando ela tinha 2 anos e ambos estão em seus terceiros casamentos). Aí então ela disse, ‘Eu não quero que termine como o dos meus pais.’ ???? Isto foi um milagre!

E sim, eu estou agradecendo a Deus. Há mais alguma coisa que eu deveria fazer agora além de orar para que Deus continue a inclinar o coração dela de volta para mim????? Esta é uma fase assustadora porque uma palavra errada pode colocar tudo a perder. Eu acredito que ela vá ligar novamente. Afinal de contas ela ligou uma vez e eu não estava nem esperando. (Sim, eu sei que pela fé eu deveria ter esperado por isso, mas ao ponto a que chegamos ontem à noite eu não esperava.)

Eu vou tentar ler os dois livros novamente, hoje, no caso de ela ligar à noite, mas eu tenho um dia muito, muito atarefado na fazenda (época de preparar o feno).

Eu tentei não dizer nada negativo sobre o que ela está fazendo em relação às crianças ou à casa que ela comprou.

Quero louvar ao Senhor e contar a todos que têm permanecido em oração, mas eu senti que não deveria dizer a ninguém (como não) porque ela não me deu permissão para falar a respeito da sua ligação.

Tenho que ir agora. Eu dormi somente 2 horas e meia essa noite e estou atrasado para tirar o leite. Eu só queria compartilhar isso. É maravilhoso ou não é? Eu sei que é Deus!! Muitas bênçãos para vocês.”

Ele deu a ela um cheque considerável para os presentes de Natal das crianças. E aí então um novo teste surgiu:

Minha esposa me ligou de novo hoje. Glória a Deus!!!! Ela queria acertar a situação financeira entre nós sem ter que envolver um advogado. Ela já chegou a gastar $15,000 + despesas legais e não quer mais. Perguntou se eu compensaria um presente que ela ganhou de $30,000 para usar como depósito na casa que ela comprou. Ela queria que eu desse a ela $100 por semana durante 6 anos e que eu mantivesse a fazenda para as crianças. Ela falou em divórcio, mas não estava certa se deveria seguir em frente com a ideia. Eu acho que ela percebeu que não poderia se casar novamente aos olhos de Deus.

Eu respondi que ‘sim’, que gostava do princípio dela, mas que gostaria de orar a respeito antes de decidir. O que eu queria fazer, e acredito que é o que Deus quer que eu faça (se você concordar, por favor, ore para que ela aceite), é dar a ela os $30,000 como um presente para que ela não tenha que dever nada a outras pessoas. Ela não está feliz porque eles já estão dizendo a ela o que fazer, muito embora supostamente o dinheiro fosse um presente. Eu posso conseguir o dinheiro (DEUS é grande) como um presente meu (um presente real) e ninguém nunca saberá como ela conseguiu esse dinheiro. É bom que eu faça o máximo possível para ajudá-la com essa questão financeira???

E também eu quero me oferecer para pagar a hipoteca. Eu posso fazer essa retirada da fazenda, como parte das minhas retirada pessoais, e ninguém nunca saberá para que o dinheiro está sendo usado, exceto minha esposa e Deus. Isso parece certo???? Se eu não receber uma resposta sua antes que ela ligue novamente (eu creio que ela vai ligar, DEUS está trabalhando muito), então esta é a oferta que eu farei a ela.

Além disso, quero me oferecer para que, se ela precisar de dinheiro para qualquer coisa, que peça primeiro a mim. Isso me parece certo. Eu estou agindo correto nesta situação toda? Eu devo fazer tudo que posso para ajudar???

Ela tem planos a longo prazo para tudo, mas eu sei que Deus começou a inclinar o seu coração de volta para mim. Por que mais ela estaria ligando?

Ela disse hoje que nunca deixou de me amar. Eu acho que Deus é maravilhoso demais.”

Aqui estão apenas mais três dos relatórios de louvor dele:

“Você sabe o quão maravilhoso é atender ao telefone e ouvir “Oi, sou eu.” do outro lado da linha? Após mais de seis meses sem ouvir a voz dela e agora eu recebo minha terceira ligação!!! Conversamos por quatro horas até ela se atrasar para pegar as crianças na escola. Obrigada por todas as suas orações. Eu nunca poderei te recompensar, mas Deus pode.

Minha esposa apareceu hoje à noite com todos os nossos 7 filhos!!! Ela não me pareceu totalmente confortável, mas conversou e entrou para tomar um café. As crianças pegaram um monte de coisas delas e encheram a van. Foi maravilhoso! Antes de hoje, já fazia mais de seis meses que eu não via nem a ela e nem a 4 dos nossos filhos. Primeiro foi na cidade e depois aqui em casa hoje à noite. Este relatório de louvor parece impossível— faz seis dias que falei com ela pela primeira vez passados mais de 6 meses.

MARAVILHOSO MARAVILHOSO MARAVILHOSO—DEUS com certeza pode se mover rápido!!”

E então recebemos isso:

“Quando ela apareceu com todos os nossos 7 filhos e os 2 cachorros e todos desceram da van foi muito legal. E o fato de virem e ficarem por tanto tempo foi maravilhoso. Foi difícil não dizer nada a nosso respeito!! Mas eu consegui. As crianças todas conversaram comigo e me contaram muitas coisas. Como você pode imaginar, com todos eles juntos foi difícil acompanhar a conversa e parece que sempre tinha um no meu colo e outro tentando subir. Glória a Deus!! Você sabe o quanto isso tudo foi bom?! Que Deus te abençoe por seu conselho divino e por suas orações! Obrigado!!” Então recebemos a notícia de que eles estavam passando tempo JUNTOS também na fazenda ou na casa dela, mas SEMPRE juntos!! Dentro de 6 semanas recebemos essa notícia...

É OFICIAL—Glória a Deus!!

MINHA ESPOSA ESTÁ EM CASA!! Ela parou de receber o dinheiro do governo e se mudou de volta para casa de vez. Louvado seja Deus!!! Agora estamos confiando no Senhor para suprir as nossas necessidades e resolver as outras situações. É oficial. Meu casamento foi restaurado!!!!

Obrigado. Obrigado. Obrigado!

Não sabemos o que o futuro nos reserva, mas estamos juntos como uma família e isto é o mais importante! Se alguém tiver qualquer dúvida sobre se os seus livros funcionam é porque eles não os puseram à prova, porque eu posso afirmar que eles funcionam perfeitamente! Fazem somente 4 meses que comecei a seguir os seus princípios (os princípios de DEUS) e eles se provaram verdadeiros de todas as maneiras!!!!

Eu te agradeço novamente. Você é maravilhosa em Deus e que Ele possa te abençoar em tudo que você fizer.”

Todas as perguntas que este homem fez, e como ele aplicou um dos princípios da Palavra de Deus, está no curso para homens que esperam pela restauração: um homem deve proteger e, portanto, pode oferecer muito mais apoio do que uma mulher pode Biblicamente.

Minha Esposa é uma Nova Mulher!!

Um homem da nossa própria igreja entrou em contato conosco, através de uma mensagem voz dizendo que estava precisando de ajuda desesperadamente. Ele disse que estava sendo aconselhado pelos seus pastores associados (e por outros amigos Cristãos) a entrar com um contra processo contra a sua esposa pelo divórcio e pedir uma ordem de restrição contra ela para proteger os filhos! Ele disse que ele e mais um outro homem estavam a caminho do lugar onde ela estava ficando, para confrontar a ela e ao amante.

Quando ligamos de volta para ele, Dan e eu pegamos o telefone e ouvimos enquanto ele contava como os eventos foram progredindo nas últimas semanas até chegarem a este ponto.

Eu tive que pedir ao Dan que o interrompesse porque eu não suportava mais ouvir os detalhes! A esta altura, nós começamos a compartilhar a VERDADE com ele. Ele estava aberto e mais do que disposto a abraçar os princípios Bíblicos que compartilhamos. Ao longo da conversa ele continuava se arrependendo por ter falhado Biblicamente no seu acordo com a sua esposa.

Parece que o problema deles havia começado depois de Deus ter milagrosamente restaurado o seu casamento. Logo depois da restauração a esposa dele ficou extremamente doente. Ele confessou que “não buscou o Senhor primeiro”, e sim a muitos médicos diferentes. (“... não buscou ajuda do SENHOR, mas só dos médicos.” 2 Crônicas 16:12). Cada um deles prescreveu mais e mais medicação para a dolorosa condição dela. Já no fim da estrada, ele buscou o Senhor para ajudar a esposa. As suas orações foram respondidas quando os médicos de repente se deram conta de que eles a haviam feito um diagnóstico errado. Seria preciso uma cirurgia para corrigir o problema, e ela se submeteu a esta cirurgia.

Infelizmente tudo aquilo fazia parte dos esquemas do inimigo. A dor acabou, mas ela ficou viciada nos remédios que estava tomando.

E novamente ele confessou que não buscou o Senhor, mas sim o braço da carne. Ele cometeu o erro de interná-la em uma clínica de reabilitação para dependentes químicos. Neste lugar ela conheceu um homem, um outro viciado. Lá mesmo ela cometeu adultério e se convenceu de que amava este homem, especialmente depois de tudo que ela enfrentara com a dor e com uma grave cirurgia. Ele havia falhado como marido.

E assim os dois saíram da clínica e ela foi viver com este homem. Àquela altura, ela entrou em contato com o marido para avisar que estava tudo acabado entre eles, que ela havia encontrado o homem que amava, que queria se divorciar e que já havia dado entrada no processo. Quando o marido revidou, ela disse que queria as crianças também. Foi aí que começou toda a batalha legal e que ele finalmente tomou conhecimento do nosso ministério.

Nosso conselho para ele foi que, em primeiro lugar, ele parasse TODA e QUALQUER ação legal, o que significaria também dispensar o seu advogado.

Nós pedimos que ele NÃO envergonhasse a esposa e que se recusasse a falar com QUALQUER PESSOA sobre a sua situação outra vez. Dissemos a ele que da próxima vez que ela entrasse em contato ele deveria avisá-la de que havia dispensado o advogado e que não tomaria nenhuma ação legal contra ela. E em seguida ele deveria dizer a ela como esta situação toda era TOTAL e COMPLETAMENTE CULPA DELE MESMO! Que ela não era responsável por NADA. Que ele a amava mais do que nunca, e que se ela precisasse de QUALQUER COISA ele estaria esperando só por um telefonema para se prontificar a ajudá-la.

Ela ligou no mesmo dia e ele retransmitiu tudo que nós dissemos com um coração amoroso e humildade na voz. Ela ficou chocada!! Naquele mesmo dia ela voltou a ligar para dizer que não sabia o que fazer. Ela queria voltar para casa, mas não sabia como! Ele disse a ela que pegasse o carro e viesse e que ele cuidaria do resto. Quando entrou em casa ela foi recebida de braços abertos e com uma dúzia de rosas vermelhas!

O marido dela pulou no carro e dirigiu para o apartamento onde ela estava ficando. Ele entrou, pegou tudo que era dela, colocou no carro e voltou para casa. Enquanto dirigia ele foi cantando, “Eu peguei de volta o que ele (o diabo) roubou de mim!”

Alguns dias depois nós recebemos um telefonema de uma esposa em lágrimas e muito agradecida. Ela nos contou que não tinha a menor ideia do que havia acontecido com ela. Que havia sido completamente enganada!! Mas quando o marido lhe disse que era tudo culpa dele e assumiu a inteira responsabilidade, de repente foi como se um véu tivesse sido removido dos seus olhos! Dentro de instantes os seus sentimentos mudaram completamente!

Ela disse que NUNCA poderia nos retribuir por a termos salvado daquela maneira.

Nós sempre vemos este casal sentado na primeira fileira do banco da igreja que frequentamos. Recentemente o marido leu e releu o livro para homens durante um jejum prolongado. No fim do jejum ele não conseguia acreditar na mudança que a sua esposa sofrera! Ele disse que o Senhor a transformou completamente na mulher mais piedosa que ele já tinha visto na vida!!!

Fui Eu Quem O Deixou!!!

Uma mulher nos enviou um e-mail perguntando se poderíamos ajudá-la. A situação dela era totalmente diferente. Ela escreveu, “Fui eu quem foi embora e estava em adultério. Você pode me ajudar? Eu me envolvi com um homem e estava convencida de que deveria deixar o meu marido por ele. Tenho dois filhos que Deus me chamou para educar em casa e que estão agora na escola pública. Um dia enquanto eu dirigia (após ter dado entrada no divórcio para ficar com este outro homem) Deus fez com que tudo caísse sobre mim. Instantaneamente, eu soube que o que eu estava fazendo era errado e que eu tinha que mudar. Mas quando eu disse isso ao meu marido, ele já estava pensando completamente diferente e não me queria mais. Ele disse que se eu não desse entrada no divórcio ele daria. Eu já recebi os papéis do divórcio. Há alguma esperança? Ele diz que não irá me perdoar. Eu tentei argumentar com ele, mas isso parece que só faz com que ele se torne mais determinado ainda.”

Eu respondi dizendo que sim, que há esperança e que o marido dela sem dúvida está ferido e não confia mais nela. “Argumentações” nunca conseguirão fazer com que o coração dele seja inclinado ou que ele tenha uma revelação sobre perdão. É preciso que o Senhor o mude, assim como Ele foi fiel para mudar a ela mesma. Vai levar algum tempo e pode ser necessário um divórcio para que o Senhor faça isso. ““Estou convencido de que aquele que começou boa obra em vocês, vai completá-la até o dia de Cristo Jesus.” Filipenses 1:6

Eu escrevi: “O Senhor usará este tempo para te moldar e te transformar para que você resplandeça a Sua bondade e o Seu amor. Certamente vai ser doloroso em alguns momentos. Ele teve que me refazer total e completamente primeiro antes de trazer meu marido para perto e muito mais ainda antes de trazê-lo de volta para casa. E para encorajá-la ainda mais, tenho uma querida amiga que mora aqui em Pensacola cuja situação é quase que exatamente igual à sua. Ela foi quem foi infiel. Ela quis o divórcio e então recebeu uma revelação sobre a sua condição diante do Senhor. Quando ela se arrependeu e voltou para o Senhor, o marido se recusou a aceitá-la de volta. Precisou de tempo e de muitas, muitas provações e testes, mas eu vi esta mulher se tornar uma das mulheres mais espiritualmente poderosas que eu já conheci. O que descobrimos com tudo isso, é que a situação dela não era realmente diferente da minha. O Senhor me mostrou que não importa como uma mulher venha ao nosso ministério, a Jornada de Restauração é a mesma. A maioria que chega aqui está como eu estava: seus maridos foram embora e estão em adultério. Muitas outras vêm com maridos abusivos, que bebem ou que usam drogas. Surpreendentemente, pelo menos um quarto de todas as mulheres que chegam aqui tem estado elas mesmas em adultério.”

Ela então escreveu: “Devo cessar TODAS as conversas espirituais e sobre reconciliação e deixar somente que ele veja a obra que Deus está fazendo em minha vida? Ele me disse que o pastor recomendou que ele fizesse aconselhamento, mas ele se recusa.”

Eu escrevi: “Não entre em contato, mas quando ele entrar em contato (ou tiverem contato por causa das crianças) faça com que seja rápido, e mostre-se doce, alegre-se no Senhor (não necessariamente em sua situação). E, o mais importante, peça para que o amor do Senhor te preencha para que você possa amar o seu marido incondicionalmente, o que significa amá-lo quando ele não te ama ou mesmo quando ele te rejeita. Não estou dizendo para amá-lo agressivamente. Apenas permaneça doce e quieta. Você não precisa fazer nenhum avanço para que um homem saiba que você o ama. Quando duas pessoas se encontram, a mulher pode deixar o homem saber como ela se sente pela maneira como ela olha para ele, como fala com ele e como reage diante dele.

Pessoalmente, eu fico contente de saber que ele não está interessado em aconselhamento. Isto SEMPRE causa mais problemas do que resolve. Seu amor consistente (o amor encontrado em 1 Coríntios13), que é antes de tudo paciente, vai ganhá-lo porque temos a promessa de que “o amor nunca falha”.

Depois ela perguntou, “Meu marido quer que eu conte TUDO sobre o meu adultério. Não sei como agir nessa situação.” Respondi: “Dar ‘detalhes’ sobre adultério passado pode ser muito prejudicial ao seu futuro. Seu marido está caindo na mesma armadilha que muitas de nós caímos, querendo ‘saber’ de tudo. Entretanto, já que ele está perguntando, como uma esposa submissa você deve responder. Mas tente ser discreta e só responda ao que te for perguntado; não descreva as circunstâncias e os detalhes. Use o tempo para ‘minimizar’ os sentimentos que você pensava que tinha pelo outro homem e para ‘maximizar’ o seu amor por seu marido mesmo quando estava sendo infiel. Além disso, compartilhe como muito do seu adultério foi causado por ilusão. Fale sobre a sua necessidade da proteção espiritual dele, que sair de debaixo dela te colocou nessa posição tola e vulnerável. Não o culpe, mas deixe que ele saiba que você não mais finge ser a autoridade espiritual que você se vangloriava de ser e também que está deixando a igreja. E reintere que você despertou para a sua necessidade da proteção espiritual dele.”

Finalmente um Avanço

Ela escreveu, “Noite passada meu marido veio aqui às 9 da noite e ficou até às 3 da manhã. Mesmo havendo alguns momentos ‘difíceis’, eu posso dizer que havia uma calma e uma paz no coração dele. O ponto principal que ele está trabalhando neste momento é a lembrança da minha infidelidade. Minha ‘palavra’ não significa muito para ele agora, porque ele sente que não pode confiar em mim. Então eu estou tentando apenas MOSTRAR a ele diariamente, através das minhas ações, meu comprometimento com ele e as mudanças que Deus fez em minha vida. É tão melhor quando eu só seguro a minha língua e apenas sorrio!”

Mais perto da vitória!

“Que final de semana precioso eu tive com o meu marido. Nós dois literalmente ficamos o tempo todo lado a lado. Ele me convidou para jantar na casa dele sábado à noite e no domingo, e eu acabei dormindo lá nas duas vezes. No entanto... A COISA

MAIS IMPORTANTE aconteceu no sábado antes de irmos dormir. Ele disse... “Nós deveríamos orar.” Ele pegou a minha mão e orou agradecendo a Deus pela Sua obra em nossas vidas. Eu chorei.”

Está tão perto!!

“Noite passada conversamos também sobre eu voltar para casa. Tenho tentando permanecer completamente calada a esse respeito porque eu notei que QUALQUER ansiedade significa pressão, o que faz com que ele tome a direção oposta.”

“Uma vez ele fez um comentário sobre a minha volta, mas quando o meu rosto se alegrou ele falou rapidamente, ‘Mas eu ainda não tenho certeza de que isto é o que eu quero.’ Eu disse que confiava nele e que o que ele decidisse era o melhor. Entretanto, eu confesso que por dentro eu estou ANSIANDO para estar ao lado dele todos os dias novamente.”

O Fogo Esquenta!

“Amanhã é o dia do divórcio e meu marido faz questão que eu compareça!” Ela não tinha advogado e o marido já tinha concordado que ela poderia ficar em casa, mas o inimigo estava trabalhando duro – porque ele sabia que o tempo dele era curto!!

Vitória!

Na manhã do divórcio o marido dela ligou e disse “NÃO VÁ! Fique em casa!!” Ele mesmo cancelou o divórcio! Alguns dias depois ele pediu à esposa que voltasse para casa! Louvado seja o Senhor!!!!

Se você estiver pronta para fazer um compromisso com SENHOR sobre o que você leu, clique em seu DIÁRIO, assim você concorda que está pronta para registrar esta próxima parte da sua Jornada de Restauração no formulário "Meu Diário". Não se apresse, sente-se, pegue seu café ou chá e derrame seu coração em seu Diário.

Como “As mulheres mais velhas também ... ensinam o que é bom, para ENCORAJAR as moças…” (Tito 2:3), você terá a oportunidade de falar com as mulheres mais jovens que ainda são solteiras como parte de seu ministério.