"Nunca é 'certo' Desobedecer"

Na semana passada eu disse que poderia ser divertido para mim compartilhar algumas fotos de quando eu viajava, e que por vezes me fez lembrar de uma lição de vida que gostaria de compartilhar com você, e se isso for Dele, se for o plano Dele, isso acontecerá facilmente.

Mateus 11: 29-30 - “Tome meu jugo sobre você e aprenda de mim, pois sou gentil e humilde de coração, e você encontrará descanso para suas almas. Porque o meu jugo é suave e o meu fardo é leve.

Bem, parece ter acontecido.

Na semana passada, Ele me levou até onde eu guardava minhas fotos, e consegui reunir algumas fotos para compartilhar e também adicionei legendas curtas para você ler. Então, antes de ler minha mensagem, por favor, tire um momento para olhar minhas Fotos, ler as legendas, e depois voltar para que eu possa compartilhar um pouco mais sobre minha experiência em Hamamatsu, Japão….

Agora que você viu uma foto de Sandra e sua família, deixe-me compartilhar uma história maravilhosa que compartilhei com meus filhos e amigos próximos.

Quando Sandra ouviu que eu tinha sido convidada para viajar para a Ásia, com uma parceira que se ofereceu para pagar a viagem (que incluía 5 países asiáticos), Sandra perguntou se eu poderia falar na igreja dela. O que eu tive dificuldade em entender foi como ela estava traduzindo o RSC para o português, mas estava morando no Japão.

Então descobri uma grande população brasileira que vivia nessa cidade devido a oportunidades de trabalho. O marido de Sandra deixou que ela trabalhasse no Japão, mas depois de encontrar a RMI e seguir o livro RSC, ela se ofereceu para traduzir o livro. Logo depois ela me disse que ela foi restaurada e estava se mudando para se juntar ao marido, onde ela e sua família vivem agora. Claro, eu estava animada, aceitei, e imediatamente olhei para ver o quão perto ela vivia do meu irmão, estava no caminho de ida e volta do aeroporto!

Como sempre fazia, eu não "planejei" e não tinha ideia do que o Senhor me pediria para falar. Mas o que foi interessante é que a caminho de lá enquanto viajava no trem-bala, o Senhor falou comigo dizendo que eu não deveria receber dinheiro deles. Muitas vezes, uma oferta é levantada e o preletor recebe a totalidade ou parte dela, mas Ele estava dizendo: NÃO aceite dinheiro quando for oferecido.

Então, quando cheguei à igreja, deixei isso claro para Sandra e pedi que ela contasse ao pastor. Eu o vi acenar com a cabeça quando ela traduziu o que eu disse e eu sorri, acenando com a cabeça e presumi que estava resolvido. Depois que eu falei, eu vi passar as bolsas com as ofertas, mas não prestei muita atenção, já que aceitar uma oferta é costume em todos os cultos da igreja. Foi mais tarde quando estávamos no escritório do pastor e ele me entregou um imenso envelope de papel pardo preenchido com Iene (a moeda japonesa) que eu percebi que eles tinham preparado uma oferta para mim, embora eu tivesse explicado antes de falar que não podia aceitar dinheiro deles.

Eu tentava devolver a oferta, mas ele continuava balançando a cabeça negativamente e empurrou minhas mãos e o dinheiro de volta para mim, então me virei e entreguei o envelope para Sandra. Eu expliquei a ela, mais uma vez, que Ele me disse para não pegar dinheiro.

Demorou um pouco, mas logo ele se recompôs o suficiente para explicar a Sandra que traduziu e me contou. O pastor confessou que havia acreditado e falado muitas vezes dizendo que "não havia cristãos verdadeiros" na América. Todos eles eram falsos profetas falsos famintos por dinheiro. Agora, ele disse, que percebeu que estava tão errado e que estava arrependido. Ele se aproximou para me abraçar, e sua esposa seguiu e logo eu estava envolvida em um enorme abraço em grupo.

Quão importante é seguir e ouvir o Senhor, não importa o quê?

Teria sido mais fácil apenas aceitar graciosamente o dinheiro, racionalizando aquilo que eu havia explicado e sendo agradável. Eu poderia ter abençoado muitos com essa oferta, pois era muito dinheiro. No entanto, eu sabia que viajando para o exterior ou viajando espiritualmente ao longo de minha Jornada de Restauração, há muitos contando comigo para ficar no centro do caminho estreito, para permanecer seguro e também experimentar tudo o que Ele tem para mim/nós.

Assim como eu estava prestes a compartilhar essa história com vocês, o Senhor me lembrou que é importante que diariamente vivamos nossas vidas dessa maneira, porque, como sabemos, somos epístolas lidas por todos os homens - as pessoas estão nos observando. As pessoas gostam do meu neto de cinco anos cujos pais lhe ensinam a importância de obedecer.

Algumas semanas atrás, Huxley saiu de seu quarto e encontrou a sala de jantar toda inundada pela água. Sua mãe estava ao meu lado, então ele foi até a porta que dava para a garagem. Mas ao invés de abri-la, ele ouviu que seu pai estava usando a serra elétrica e ele sabia que ele não tinha permissão para abrir a porta por razões de segurança. Então ele começou a ligar e desligar as luzes da garagem várias vezes. Felizmente, sentindo que ninguém estava apenas brincando com as luzes, seu pai abriu a porta e viu a inundação e foi capaz de chegar até a lavadora para ajustar a mangueira que havia se soltado!

Desde então, temos elogiado o Huxley frequentemente, sempre quando estamos na companhia de outros por sua obediência. Este menino não justificou devido as circunstância em que seria "certo" desobedecer. Isso prova que, não importa a desculpa ou a razão que você tenha, não importa quão boa seja, nunca é "certo" desobedecer. E que encontrar uma maneira de obedecer resultará no teste como um capítulo favorito da epístola da sua vida sobre o qual você “entesourou” e então se tornou algo inspirador para compartilhar para incentivar outras pessoas.