"A Fonte da sua força"

A semana passada terminou com um “PS” (pós escrito) depois de descobrir que o que estava escondido na caixinha do tesouro não era o que eu lembrava. Em vez disso, dizia que a fonte da minha força estava em “encontrar” a minha adversidade.

Há muitos caminhos que podemos seguir para descobrir mais sobre esse princípio, mas o primeiro cenário que percebi que desencadeou algo importante foi quando notei a palavra “encontrar” minha adversidade.

Anos atrás, enquanto morava em uma pequena fazenda, a fazenda que o Senhor realmente usou para restaurar o casamento de meu filho com sua esposa, era como a maioria das fazendas. Era afastada. Nosso vizinho mais próximo (amigos da família de longa data; amigos que meus filhos chamam de “tia e tio”) morava exatamente a um quilômetro e meio de distância. Para chegar à casa da fazenda por uma rodovia raramente usada, era necessário percorrer 2 quilômetros por uma longa entrada de cascalho.

A noite em que “encontrei” meu adversário foi voltando muito tarde da cidade. Sem postes de luz, ou luzes de qualquer espécie, eu fiz a curva na estrada e comecei a dirigir lentamente pela estrada de cascalho que ficava há 2 quilômetros e eu pude ver que os faróis que me seguiam também se desligavam. Claro, meu coração começou a bater no meu peito, e foi aí que eu tive que tomar uma decisão. Quando cheguei a minha garagem, deveria dirigi rapidamente, fechar e correr para dentro de um quarto seguro para esperar o que quer que estivesse vindo? Ou….

O que eu fiz foi entrar na garagem, sair do meu carro e caminhar até a abertura da porta da minha garagem enquanto esperava o caminhão que havia me seguido. Não tenho certeza de como estava de pé; Eu não acredito que fiquei com as mãos nos quadris desafiadoramente (como vemos nos filmes), mas eu sei de uma coisa, eu estava vulnerável a tudo o que estava prestes a acontecer. Quando o caminhão parou, a janela desceu e, embora estivesse escuro, pude perceber que era o filho de nossos vizinhos. O que ele disse foi: “Uau, você é corajosa! Tenho certeza de que Gladys (a antiga moradora da fazenda) teria corrido para dentro para chamar meu pai para trazer sua espingarda! Por que você ficou aí parada? ”Eu disse a ele porque, em vez de fugir e me esconder de medo, porque Deus sabe por quanto tempo, eu preferi saber e encarar o que estava prestes a acontecer.

Mais uma vez estou rindo, porque lhes falei sobre “elevar-se” e bater a porta, ficando aconchegada com Ele; agora, esta semana, eu estou dizendo para encontrar e enfrentar a oposição.

No entanto, eu acredito que o diferente é que eu não estava segura dentro de casa com Ele, dormindo aconchegada. Desta vez, e frequentemente, estamos ao ar livre, vulneráveis aos ataques que certamente acontecerão conosco. É então que "encontramos" nossos medos, nossa adversidade...Não, não é estar pronta para lutar, mas também, não correr rapidamente para se esconder. É o que podemos fazer quando entramos em contato com a Fonte de nossa força. Como Sua noiva, a verdadeira Fonte de nossa força é o Seu amor e é por isso que somos capazes de sorrir e até mesmo rir do futuro Provérbios 31:25.