"Adicionando medo”

Na semana passada, discutimos outro princípio que todas nós (como Suas noivas) podemos adotar e incorporar em nossas vidas: não nos apoiarmos ao nosso próprio entendimento e ouvir Ele falar com você a cada passo. Nesta semana, gostaria de compartilhar com você algo que acredito que todas nós lutamos com o qual meu MC tem me ajudado, livrando-me: "Adicionando medo à mistura".

No fim de semana, senti o Senhor me levando a sair da minha zona de conforto em relação a onde Ele quer que eu moro. Pelo menos três vezes desde que o RMI foi fundado, Ele me pediu para deixar TODOS os meus pertences e seguir onde Ele estava me guiando a viver. A primeira vez que morei no exterior em vários países, movendo-me a cada poucos dias, às vezes viajando vários dias seguidos, nunca ficando em um local por mais de uma semana. Ele também me treinou espiritualmente, levando-me a fazer minha mala (com tudo o que eu possuía), ir à estação de trem e simplesmente esperar lá até que Ele dissesse: "Lá está o trem, entre nele", muitas vezes sem saber para onde estava indo.

Por que Ele fez isso? É simples! Porque Ele estava aprimorando (moldando, refinando) e me treinando para segui-Lo em relação a esse ministério. Ele me chamou para seguir em frente. Além disso, acredito que sou a matriarca da minha família (embora não tenha sido chamada para liderar a família até o momento), Ele queria que eu tivesse certeza de que sabia como fazer isso.

A última vez que Ele me pediu para deixar tudo ir, foi há pouco mais de três anos. Dei quase tudo o que tinha ao meu filho e a minha nora para guardar ou vender (eles iriam ter qualquer lucro). Então, quando Ele me levou a mudar para uma “casa” novamente, eu não tinha nada além de roupas. No entanto, pouco a pouco, algumas coisas especiais começaram a ser devolvidas para mim.

Mais uma vez, Ele está me pedindo para deixar tudo. Mas como tenho uma casa tão confortável de novo, realmente achei difícil ficar empolgada. Eu fiz no começo, mas quanto mais eu começava a pensar em todos os detalhes e logística, e mais a finalidade desta etapa que Ele estava me pedindo, mais eu começava a "me apoiar no meu próprio entendimento" parando um pouco antes do pânico.

Foi quando eu ouvi Ele dizer (não pela primeira vez) "Não adicione medo à mistura" e imaginei os biscoitos de nata que acabei de fazer e me imaginando derramando tinta preta na tigela e misturando-a!

Sempre que adicionarmos "medo" à dor que sentimos em nosso corpo ou adicionamos a uma decisão ou pensamento que temos, estamos basicamente adicionando tinta preta, tornando-a escura, horrível e mais difícil de lidar.

Então, toda vez que sinto isso acontecendo, mentalmente eu sacudo isso, assim como vemos o apóstolo Paulo fazendo em Atos 28:5. Em seguida, seguindo o princípio em Mateus 12:43-45 sobre a substituição do que foi removido. Eu substituo esses pensamentos e abraço a empolgação que senti ao imaginar o que eu acredito ser o plano Dele para onde e como vou viver neste próximo ano.

No entanto, há mais um componente-chave que também pode ajudar a manter o medo sob controle. Pode muito bem ser que Ele não me faça viver assim. Em vez disso, Ele pode estar me testando para ver se eu estaria "disposta a ir" e é sobre isso que vamos falar na próxima semana, quando olharmos para Abraão e Isaac. Até a próxima semana, comece a se livrar e não adicione medo à mistura.